Redação Pragmatismo
Compartilhar
Contra o Preconceito 25/Feb/2014 às 18:02
92
Comentários

Pessoas com deficiência enviam vídeo a humorista

Pessoas com deficiência mandam recado para Rafinha Bastos em vídeo

rafinha bastos vídeo pessoas deficiência
Pessoas com deficiência mandam recado para Rafinha Bastos em vídeo (Ilustração / Pragmatismo)

Adnews

Em janeiro de 2012, a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) iniciou uma ação judicial contra Rafinha Bastos. O motivo: o humorista teria ofendido pessoas com deficiência. Agora, em janeiro de 2014, o apresentador ganhou a causa em primeira instância. Este foi o entendimento do juiz Tom Alexandre Brandão, da 2ª Vara Cível de São Paulo. A decisão, é claro, não agradou a todos e a campanha #falapramimrafinhabastos foi lançada.

O publicitário Alexandre Peralta é um dos criativos por trás da concepção do filme. Em seu Facebook, ele quesitona a decisão da justiça. “Já que esse resultado sinaliza que ele pode continuar falando o que quiser, chamando deficientes de retardados, por que ele não fala direto para eles?”, pergunta.

“Esse é um movimento meu, em pessoa física, com outros pais e colegas. A Apae não tem nenhum envolvimento com esse film”, ressalta ao site Adnews.

O filme da campanha, postado hoje (25) no Youtube, mostra exatamente isso: pessoas com deficiência pedindo que Rafinha Bastos os chame de retardados. Ele foi feito com vários pequenos vídeos e a ideia, segundo a descrição, é fazê-lo cada vez maior, à medida que mais gravações forem enviadas.

Segundo o site Consultor Jurídico, a Apae pediu que o humorista deixasse de fazer duas brincadeiras que constam do DVD “A Arte do Insulto”. A primeira, que cita expressamente a Associação, é a seguinte: “Um tempo atrás eu usei um preservativo com efeito retardante … Efeito retardante… Retardou… Retardou… Retardou… Tive que internar meu pinto na Apae… Tá completamente retardado hoje em dia”.

A segunda, que atinge os direitos tutelados pela Constituição, de acordo com a petição da Apae, envolve o posicionamento do humorista em relação à fila preferencial. “As pessoas na cadeira de rodas… Ah, fila preferencial! Haha adivinha amigo, você é o único que tá sentado. Espera quieto! Cala essa boca!”.

Vale lembrar que a Band confirmou a data de estreia do programa “Agora é Tarde”, com Rafinha Bastos como apresentador, para o dia 5 de março, à meia-noite.

Assista ao vídeo:

Recomendados para você

Comentários

  1. Daniel Lopes Postado em 25/Feb/2014 às 18:21

    Saudade da época dos Trapalhões e seu humor sem amarras. Este politicamente correto está se tornando um cancro na sociedade.

    • suzan Postado em 25/Feb/2014 às 18:28

      Opiniões como a sua, Daniel, é que são um cancro na sociedade. Liberdade de expressão não é o único direito garantido pela constituição. Leia, se informe, e depois forme uma opinião válida.

      • Danilo Henrique Postado em 25/Feb/2014 às 18:35

        Em outras palavras, Liberdade de Expressão não importa, o que importa é o bem estar das pessoas Só não sei como pode existir bem estar sem liberdade Sei la não é? Vou fazer o seguinte, juntar uma graninha, sair desse barraco chamado Brasil e aí deixo que essa galera do "politicamente fajuto" decida o que é bem estar sem liberdade Ao que me parece, o século XX inteiro de tentativas mal-sucedidas não foi o suficiente Aqui no Brasil precisam de mais. Ou então o Brasil é tão atrasado que o século XX só chegou agora, no século XXI Enfim, muitas hipóteses Só quero pensar elas bem longe daqui.

      • Raquel Postado em 25/Feb/2014 às 18:35

        Liberdade de expressão é uma coisa, preconceito, desrespeito e falta de noção é outra beeeeem diferente, cancro mesmo são vocês que acham que vomitar suas asneiras diminuindo os já oprimidos é liberdade de expressão, seja que tenha conotação racista, homofóbica, machista...Tua opinião é formada aonde Suzan, numa instituição para acéfalos?

      • Vinícius Postado em 25/Feb/2014 às 18:50

        Não é porque a opinião dele é diferente da sua que não é válida, a opinião do Daniel é válida sim Suzan, todas as opiniões são válidas, assim como a sua, que eu também não concordo, pois, vivemos uma mudança cultural e de paradigmas, então o certo e errado está muito em discussão ainda. O humor tem essas características, é cruel por vezes, debochado, sexista e outras coisas que hoje em dia não são aceitáveis, lamento também que esse policiamento de qualquer texto hoje em dia, mas enfim, são mudanças, e o nosso amigo Daniel ali em cima também tem uma opinião válida ;)

      • Ednaldo Postado em 25/Feb/2014 às 20:40

        Liberdade de Expressão é que nem fazer cocô, vc tem o direito de cagar, não de sair jogando suas merdas nas pessoas.

      • José Eduardo Postado em 25/Feb/2014 às 23:54

        Suzan a liberdade de expressão não te da o direito de ofender as pessoas e muito menos de dizer o que quiser sem consequências. Leia também e verá que para ter liberdade de expressão você tem deveres a cumprir.

      • Izabel Caetano Postado em 26/Feb/2014 às 11:35

        Respeito existe muito antes de liberdade de expressão. Este Rafinha Bastos não esta livre e nem isento de ter respeito pelas pessoas. Humor é ótimo, afinal rir faz bem a qualquer um, é um santo remédio, mas tudo com respeito e coerência. Não acho bacana estas piadas sobre deficiencias das pessoas, elas não pediram para serem assim, elas ja tem que conviver sendo diferentes pro resto da vida, ja sofrem com todo o preconceito e despreparo da sociedade em acolhe-las e entende-las, não há necessidade de uma pessoa vir a público e ridicularizar as limitações que estas pessoas possuem. Rafinha é um humorista vive disso mas precisa urgentemente saber o limite entre liberdade de expressão e respeito. Tenho quase certeza que o Rafinha nunca conviveu com uma pessoa especial por isso não sabe o mal que esta causando a pessoas tão maravilhosas que todos os dias são vitoriosas nas suas limitações. Faça um grande exercício para sua carreira Rafinha, vá passar um dia inteiro em uma APAE para vc ver o quanto estas pessoas merecem o seu respeito.

      • Bruno Postado em 26/Feb/2014 às 15:28

        O humor é reflexo da sociedade. Brasileiro é muito hipócrita. Fala de coisas bonitas como liberdade de expressão, respeitar o próximo, mas é o primeiro a se contradizer, especialmente se ninguém estiver olhando.

      • Fernando Postado em 27/Feb/2014 às 10:17

        Danilo Henrique então vamos fazer assim... no dia que alguém xingar sua mãe de todos os palavroes possiveis, e desrepeitar seu pai com as palavras mais vulgares.... você não poderá fazer nada.. porque viva a seu direto de expressão. porque vc esta em nivel acima de todos nos... E OUTRA FAZ UMA VAQUINHA PRA IR EMBORA DO BRASIL.. PASSA O NUMERO DA CONTA QUE EU TE AJUDO....

      • Gasparino Postado em 27/Feb/2014 às 11:54

        Criticar ferrenhamente o Humorista é muito fácil. Mas quem aqui nunca fez piada de loira burra? ou sobre os gagos ou sobre os portugueses ou sobre os gaúchos (eu sou gaúcho, não vejo graça alguma nas piadas sobre nós, mas nem por isso eu vou processar alguém por danos morais)? Isso é o humor, por vezes chulo e grosseiro, mas é aí que está a graça. Quem não gosta, paciência. E o juíz foi corretíssimo, não é dever do Judiciário decidir o que é engraçado ou não e se humorista é ruim ou bom. Dever do Judiciário é julgar quando alguma pessoa foi ofendida. Nenhuma pessoa foi ofendida. A Associação não gostou da piada, assim como eu, a loira e o gago também não, mas temos o direito da liberdade de expressão (genial a tal democracia não?). Segue o baile.

    • victor Postado em 25/Feb/2014 às 18:30

      O cancro é gente burra...

    • Marcelo Postado em 25/Feb/2014 às 18:43

      Também me incomoda a tropa do politicamente correto, mas há de se colocar no lugar nos outros e imaginar se isso os ofende. Nem todo mundo é igual ao "ceguinho" Geraldo Magela, que se auto ironiza o tempo todo e leva tudo numa boa.

      • Glaucia Postado em 25/Feb/2014 às 19:01

        Pois é, o verdadeiro humor é aquele que ri de si,ou pelo menos faz piada com o poder buscando através da ironia conscientizar e chamar atenção para o que há de podre nele, fazer piada com as condições alheias da forma que esse pessoalzinho vem fazendo não é humor, é falta de bom censo mesmo. O humor na televisão brasileira está cada vez mais forçado, mais pobre e idiota!

      • luciano Postado em 25/Feb/2014 às 19:09

        Até porque o Geraldo Magela vive da sua deficiência, o que não é caso dos outros.

    • Thiago Teixeira Postado em 25/Feb/2014 às 20:16

      Suzan e Marcelo, discordo pois a liberdade de expressão também tem limites, principalmente quando ofendemos ou causamos mau (constrangimento) as pessoas. Quando ao Magela trata-se de um excelente comediante, não que as limitações dele sejam menores que um síndrome de Dow, mas ele tem maior capacidade (acredito eu) de discernimento capacidade de fazer dele um dom humorístico.

      • Alan Postado em 25/Feb/2014 às 23:36

        Estranho, o foco que os politicamente corretos fazem é justamente ao fato de fazer piada com deficiência. O que difere o Magela do Rafinha? Pelo que percebo é o Magela é aceitável porque ele está tirando sarro da própria limitação, enquanto o Rafinha é normal. É que nem o Cristian Pior fazer piada gays, mas se for um comediante hétero é acusar de homofobia. E como o Marcelo falou, tem os que se ofendem, tem os que não se ofendem. Depende de pontos de vistas. Eu conheci um ator de um teatro de pessoas que tem deficiência visual e o cara falou que fica chateado de ver as pessoas se contendo para "não ofender" a sensibilidade dele, ele prefere que façam piada da situação dele da mesma forma que fazem piada com pessoas normais.

      • Thiago Teixeira Postado em 26/Feb/2014 às 09:14

        Síndrome de Down.

      • Aken Postado em 26/Feb/2014 às 12:54

        Ótimo comentário, Alan.

    • Giovanni Postado em 25/Feb/2014 às 22:51

      Verdade!! Nunca vi ninguém processar o Didi por chamar o Mussum de macaco!

    • Thiago Postado em 25/Feb/2014 às 23:02

      Então o cancro é o seu pensamento.

    • Anderson Lima Postado em 26/Feb/2014 às 09:26

      Não confundam liberdade de expressão com liberdade de opressão! #ficadica

    • Henrique Postado em 26/Feb/2014 às 13:44

      Concordo com você Daniel, isso está passando do Limite já. Todos os comediantes diretamente ou indiretamente ofendem classes sociais. Quero que alguém me diga um Comediante que nunca fez piada de gay? Se RB fizer é fim do Mundo. A turma tem que entedender que as piadas Negras não são para todo mundo. Apenas as maduras que sabem levar brincadeiras na esportiva. Daqui a pouco você vai para um stand up comedy e se o comediante brincar com você, você vai processar ele por constragimento.

      • Henrique Oliveira Postado em 27/Feb/2014 às 00:22

        O pior é que algo semelhante já aconteceu. Marcelo Marrom teve que ir na delegacia pois um cara foi fazer o B.O pois se sentiu ofendido durante o show. Não era stund up mas acredito que de na mesma. =\

    • Adelmo Rocha Postado em 26/Feb/2014 às 13:56

      Porque não pedimos ao Publicitário Alexandre Peralta para fazer uma campanha, onde o povo possa protestar contra o financiamento dessas emissoras. Sabemos que, sempre que ambas as emissoras ficam em dificuldades, o governo federal banca e anistia suas dívidas. As propagandas do Governo Federal e Estadual são 70% maior em valores que uma propaganda norma de uma empresa ou pessoa física. Isso garante as emissoras poder para contratar e manter programas absurdos como o do Rafinha Bastos. O Sr. Alexandre Peralta sabe muito bem disso. Vamos deixar de ser um povo que vive pela onda de entrar na onda de políticos e ou de agencias de publicidades, eles tem um único objetivo, promoção pessoal, e de seu cliente. Quem faz o engana povo para o político? As agencias de publicidades. Sem o mínimo de interesse pela coisa correta. APAE deveria ser uma Associação sustentada pelo Governo Federal, assim como o MST e muitos outras ONGs que usufruem do dinheiro público (nosso) para manter suas permanência no poder. Vamos pedir para o Sr. Alexandre Peralta para se unir a nossa causa, contra o patrocinador do Rafinha Bastos ? Grato Adelmo Rocha

    • Castor Postado em 26/Feb/2014 às 17:32

      Cancro na sociedade!? Eu também sinto saudades dos Trapalhões e seu humor sem amarras! Algo, preste atenção, mas muita atenção mesmo, COMPLETAMENTE, mas, COMPLETAMENTE diferente do humor de RB..., que vacila demais... Não espero que tenha querido comparar ambos artistas, pois ninguém seria tão burro. Burrice, é achar que esse humor não possui amarras, sobra...

    • Rayse Postado em 26/Feb/2014 às 19:59

      Concordo.

  2. Thiago Teixeira Postado em 25/Feb/2014 às 18:29

    Homem "perfeito". Gaúcho de Poa, branco, judeu, formado em jornalismo, "super" engraçado, boa pinta, bem descolado, bom emprego e se sente no total direito que subestimar as pessoas, porque alguém deve ter falado a ele: Você é um Homem Perfeito. Parabéns cara, brilhante, continue assim.

  3. Max Demian Postado em 25/Feb/2014 às 18:33

    Brasil tá anos luz do conteúdo corrosivo dos comediantes americanos e ingleses, caso esses precisasse fazer comédia no Brasil iam ser lixado em público.

    • Ana Postado em 26/Feb/2014 às 01:07

      Não, Max, porque tudo que americano faz é lindo no Brasil, se as piadas do Rafinha tivessem sido ditas por humoristas americanos, estariam todos aplaudindo. Só gostaria de conhecer o cotidiano dessa turma virtual que adora ficar dando lição de moral online, todo mundo muito direito, sem preconceito, que entende de tudo, mas, que deve fazer coisas bem piores com pessoas a quem devem julgar inferiores a eles, na vida privada. Ou será que vou começar a acreditar que esses comentaristas mais cultos que todo mundo, mais puros que todo mundo, são todos santos?

  4. Cris Postado em 25/Feb/2014 às 18:35

    Infelizmente existem Rafinhas Bastos no mundo assim como você (Daniel Lopes) que acha que falta de respeito é piada. Um bom exemplo de piada inteligente é o Luis Fernando Verissimo que não precisa usar o artificio de gente burra e agredir ninguém. Vai ler um livro vai.

  5. Gilmar Postado em 25/Feb/2014 às 18:36

    Ele que apareça na esquina aqui perto pra ver....

  6. Vitor Maranhao Postado em 25/Feb/2014 às 18:54

    Humor não é ofender as pessoas, a partir do momento em que uma piada ofende alguém ela já deixa de ser piada e passa a ser uma ofensa. Cara ridículo, ele Danilo Gentili e aquela corja todinha do Panico na TV, tudo lixo!!!

  7. Carla Abreu Postado em 25/Feb/2014 às 19:44

    Liberdade expressão é algo caro em nossa Constituição e, sim, um valor a ser defendido, mas, como qualquer direito não é absoluto ou fim em si mesmo. Existem outros valores que vão definir o conteudo e o alcance de cada direito. Assim, é que alguém tem liberdade de adquirir um carro e se locomover, direito de ir e vir, mas, deve obedecer a sinalização de trânsito sob pena de por em risco a vida e a saúde das outras pessoas, e, dela mesma. Dessa forma, liberdade expressão não pode servir de forma de oprimir, ou, mesmo, de fomentar condutas inadequadas tendo em vista as questões históricas e culturais que envolvem as pessoas com deficiência. O preconceito é algo culturalmente construído e desconstruído também, conforme a sociedade evolui ou não. Se de alguma forma, mesmo que não intencionalmente, há a possibilidade de se disseminar ou mesmo reforçar condutas inadequadas, visões distorcidas, em relação a pessoa com deficiência, essa conduta que traz isso como consequência deve ser revista e balizada para que os direitos se conformem, ou seja, não se prega uma usurpação ou tolhimento da livre inciativa mais a harmonização entre diversos direitos, de uma lado livre iniciativa, e, liberdade de expressão, e, do outro das pessoas com deficiência serem vistas e retratadas de forma a desmistificar o "pré-conceito" que a sociedade tem de nós, e, igualmente, o direito que sociedade possui (nós pessoas com deficiência fazemos parte dela) de vivermos em uma sociedade pluralistas, e, diversas, isso, também é um mandamento constitucional, que se traduz na máxima da dignidade da pessoa humana.

    • Bruna P Postado em 26/Feb/2014 às 17:17

      Perfeito teu comentário, Carla Abreu...gosto de ler opiniões bem fundamentadas como a tua, sem os típicos oensamentos rasos. Só espero que o pessoal aqui leia todo teu comentário e entenda.

    • Caca Postado em 26/Feb/2014 às 19:33

      Muito bom!

    • Fernanda Postado em 27/Feb/2014 às 09:24

      Bem fundamentado e esclarecedor. Só espero que os "coxinhas" (já que estamos falando de preconceito) de plantão consigam ler além da 2a. linha...

  8. Gustavo Postado em 25/Feb/2014 às 20:00

    Já vi outros humoristas fazerem piadas bem mais "ofensivas" que não receberam tanta atenção quanto as piadas do Rafinha Bastos, não sou contra o que vieram a fazer pra combater essas piadas, mas acho que tão dando mais importância para as piadas de humoristas do que para a raiz dos ditos problemas de preconceito.

    • Bruna P Postado em 26/Feb/2014 às 17:19

      Como assim raiz do problema? E por acaso a piada não é uma forma de expressar pensamentos? Desde quando piada é sinônimo de burrice ou cabeça fraca? As piadas podem sim ajudar a manter preconceitos, como também podem fazer rir das nossas falhas.

  9. Germano Postado em 25/Feb/2014 às 20:01

    Espero que ele um dia fique habluskavlado e depois se lembre de suas piadas. Que ele e toda sua família precise de apoio da APAE de verdade porque todos vão ficar habluskavlados . É melhor do que ir pro inferno e enfurecer o diabo, imagine os dois juntos. Amo Rafinha, aprendo muito com ele.

  10. Nathalia Postado em 25/Feb/2014 às 20:02

    Algo que me deixou impressionada é o fato de não haver um negro aí.

    • Fernanda Postado em 27/Feb/2014 às 09:34

      Nathalia, existem negros com Sindrome de Down sim...infelizmente, nas APAES e Fundações que se encarregam de ajudar e educar pessoas, familiares e amigos desses deficientes eles são minorias...mas isso nao tem nada a ver com raça, mas com o desconhecimento de seus "protetores" em buscar alternativas para esse individuo.

  11. Felipe Ferreira Postado em 25/Feb/2014 às 20:09

    Desde que o mundo é mundo o humor faz piada do diferente. Os trapalhões, tidos como tão inocentes, faziam graça do negro "cachaceiro" que era o Mussum, do nordestino imigrante que era o Didi, dos gay quando o Sargento pincel ficava bravo e se duvidava da sua sexualidade. Assim era também com Chico Anísio em seus programas. Se você juntar um grupo de amigos sempre vão haver piadas entre si com diversos conteúdos tidos hoje como discriminatórios. Não me venham com a hipocrisia de que ninguém aqui nunca zombou algum amigo com insinuações das mais variadas. Acho que isso tudo é liberdade de expressão e cabe ao suposto ofendido pedir retratação, seja ele um amigo a exigir desculpas ou um desconhecido que aciona a justiça quando a susposta ofensa é publicizada. Em nível dos meios de comunicação, cabe ao telespetador escolher. O limite do humor é o engraçado, a diferença que antes, na época dos trapalhões, era tudo mais subliminar, agora a linguagem é mais direta.

    • Bruna P Postado em 26/Feb/2014 às 17:22

      Desde que o mundo é mundo há escravidão, portanto não vamos fazer mais nada para acabar com a escravidão humana. A espécie humana nasceu perfeita! Não há nada a mudar, está tudo ótimo! Esse é o seu raciocínio, não?

  12. lourenço Postado em 25/Feb/2014 às 20:14

    Legal seria se o RB tirasse um barato dele também. Mas isto ele não faz, né???

    • bruno Postado em 25/Feb/2014 às 20:57

      se vc não assistiu o dvd, nem aos trabalhos dele, não tire conclusões precipitadas, ele faz comédia com ele mesmo, completamente, e depois com outros assuntos.

    • Thiago Teixeira Postado em 26/Feb/2014 às 12:22

      Na Maria Gabriela ele até chorou quando o pai dele disse que ao seu filhinho que ele (RB) estava sendo alvo de críticas. O cara é egocêntrico, o CQC faz esse tipo de lavagem cerebral, trancafiam eles numa sala e dizem: Você são F´´´´dá, todos queriam estar em seus lugares.

  13. Rogerio Postado em 25/Feb/2014 às 20:32

    Vamos abrir um inquérito pra apurar a morte de Odete Roitman?

  14. Bruno Postado em 25/Feb/2014 às 20:54

    Não existe limite na comédia, ponto. Qual o problema de se falar esse tipo de coisa?

  15. mauro Postado em 25/Feb/2014 às 21:16

    Liberdade exige responsabilidade. O verdadeiro carater de uma pessoa é medido quando ela, mesmo vivendo numa sociedade livre se preocupa em não machucar ou ofender o proximo por uma questão de responsabilidade e respeito com a condição do outro e não porque a lei lhe dá este direito ou não.

  16. NADIA Postado em 25/Feb/2014 às 21:30

    Esse Rafinha Bastos está longe de ser comediante. Aliás ´so exsite esses tipos de Pseudo humoristas na tv... bando de gente idiota

  17. leandro Postado em 25/Feb/2014 às 21:34

    se fosse só pela grosseria... mas não... é também pelo fato de que as piadas dele não tem graça nenhuma... o cara não tem talento nenhum, é antipático e grosseiro... lixo.

  18. renato Postado em 25/Feb/2014 às 22:32

    Não vou nunca mais dar espaço para estes caras e estas caras... Na Band...vou começar a cortar também... Vou começar a colocar só coisas positivas em minha vida.. Falando em POSITIVO. UM VIVA para todos...vamos pular carnaval e se divertir...

  19. Silvana Machado Postado em 25/Feb/2014 às 22:57

    Tenho um filho com síndrome de down e garanto que ele é um ser humano mais que humano, pq jamais fala de a, b ou c, todos ele respeita e é amigo. Rafinha Bastos,tantas coisas para vc usar nas suas piadas,pq mexer com pessoas que já lutam diariamente por um lugar ao sol, nessa sociedade tão dura???!!!! Não entendo o prazer de se fazer piadas com crianças que tem necessidades especiais. Acho que vc é doente de ALMA. Qualquer pessoa pode ter um filho, sobrinho, neto, irmão com down, autismo ou paralisia. Siga o belo exemplo do Marcos Mion, que fez uma verdadeira declaração de amor ao filho autista.Que um dia vc caia na real e veja o quanto é BABACA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  20. Bete Postado em 25/Feb/2014 às 23:26

    Ednaldo, gostei..é mais ou menos por ai. Existe uma turma de humorista, que de humor não tem nada. Nada inteligente! E somando-se a isto tem a chacota, a humilhação, a falta de respeito..Geração do sem limites...., virou agora "liberdade de expressão"....Que saudade do Viva o Gordo....

  21. Janaina Postado em 25/Feb/2014 às 23:44

    Vc é um idiota não sabe nem o que é ser humorista. tenho pena de vc, pq ser humorista não é ofender as pessoas. Mais eu vou te entregar pra Deus, pq quando vc estiver na sua velhice a sua consciência vai te cobrar e como vai. Ou quem sabe quando vc reencarnar novamente vc vem pagando com uma deficiência cuidado no que vc diz meu rapaz.

  22. Gisa Evanovick Postado em 26/Feb/2014 às 00:51

    Há uma geração que, felizmente, não conhece o que e' ditadura. Então abusa das palavras.

  23. Richard Angus Postado em 26/Feb/2014 às 01:25

    Liberdade de expressão é uma coisa, faltar o respeito com as pessoas é outra coisa...seria a mesma coisa que eu chegasse na rua tirasse sarro de alguem feio, de qualquer cor que não me agradasse sem ao menos conhecer a realidade de cada pessoa, o que ja viveu e ainda tem o que viver com insultos desnecessarios dentro de um mundo cada vez mais cruel!

  24. João Postado em 26/Feb/2014 às 01:41

    Liberdade de expressão não é um direito ilimitado ele possui limites, que existem desde do nosso arcaico código penal de 1940. Coloco aqui alguns dos crimes que você pode praticar se expressando: Art. 138 - Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime: Pena - detenção, de seis (seis) meses a 2 (dois) anos, e multa. Art. 139 - Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação: Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro LEI Nº 7.716, DE 5 DE JANEIRO DE 1989. Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. (Redação dada pela Lei nº 9.459, de 15/05/97) Pena: reclusão de um a três anos e multa.(Redação dada pela Lei nº 9.459, de 15/05/97) Então os libertários, leiam mais por favor, você pode se expressar nos limites da lei e não tem nada de errado com isso. Está apenas garantindo outras garantias constitucionais, como a dignidade da pessoa humana que não é por acaso que aparece no 1º artigo da nossa constituição.

  25. DENIA Postado em 26/Feb/2014 às 06:36

    A MELHOR RESPOSTA É BOICOTAR O PROGRAMA DELE, SE NÃO A BAND POR TRAZE-LO DE VOLTA ... A MAIOR DAS DEFICIÊNCIAS É A FALTA DE CARÁTER, E LIMITES MORAIS !!! SOU PACIENTE DE ESCLEROSE MÚLTIPLA, USO AS MULETAS CANADENSES, E ME RECUSO EM SER TRATADA DESTA FORMA SEJA POR QUEM FOR ... UM ALIENADO IMORAL !!! FALA PARA MIM RAFINHA BASTOS, FALA PARA MIM !!!!

  26. Ricardo Postado em 26/Feb/2014 às 08:59

    Eu acho que tem muito mimimi. Se o humor do Rafinha Bastos é cruel e de mal gosto, ignorem-o. Um artista não vive sem público. Agora todo mundo se dói por nada ou muito pouco.

    • Pedro Postado em 26/Feb/2014 às 10:19

      Nao Ricardo, as coisas não são assim. Preconceito e chacota, enquanto palavras de ofensa, não podem ser apenas "ignoradas". Enquanto apenas tolerarmos esse tipo de humor opressor, este tipo de atitude apenas se enraizará, e por fim se naturalizará. Assim como é "normal" para os brasileiros ofenderem alguém chamando-o de "viado", "gay" etc... Fale para uma pessoa com deficiência para que ela simplesmente tenha uma "vibe positiva" e deixe de lado esses comentários, e vejamos o que ela lhe falará.

  27. Lucas Lucas Postado em 26/Feb/2014 às 09:34

    A piada da cadeira de rodas é boa. O humor stand-up tem como característica ser um monólogo de uma pessoa como qualquer outra reclamando coisas da vida que não costumamos reclamar sobre, mas nos identificamos. Você nunca vai achar que o cadeirante não devia usar a preferencial. É óbvio que é um direito dele, mas você acha graça porque não se faz esse tipo de coisa. Ninguém pensa dessa forma. Isso é humor negro. É engraçado. Para a piada da camisinha com efeito retardante ele foi bastante infeliz mesmo.

  28. Pedro Henrique Postado em 26/Feb/2014 às 09:39

    Enquanto vocês ficam a todo custo tentando chamar atenção pra algo que não tem muita importância, o mais importante deixa de ser mais importante pois assim a mídia sobrevive...Há tantas desigualdades nesse País!Tantas pessoas morrendo nas filas de hospitais. Filhos de pobres sem nenhuma condição de ao menos ira a escola. Pessoas tão perto da gente morrendo de fome porque a distribuição de renda é tão desigual, enfim, gente fazendo campanha pra tirar aqueles desgraçados presos por corrupção da cadeira e vocês param pra chamar atenção pra algo tão comum entre nosso povo, que é rir das desgraças pra só então achar graça desta vida...Somos quem somos e pudermos rir de nossos defeitos, que assim façamos!

  29. maira Postado em 26/Feb/2014 às 09:49

    Rafinha BOSTAS aposto que ficaria ofendidinho se o chamassem assim! Vamos dar o troco e espanhar nas redes o novo nome desse animal irracional. Rafinha BOOOOOSTAS

  30. Luiza Postado em 26/Feb/2014 às 10:04

    Esse Rafinha Bastos é um nojento, preconceituoso idiota...

  31. Tassiana Postado em 26/Feb/2014 às 10:14

    Primeiro, eu gostaria de dizer que é questão jurídica e de boa convivência social a máxima que diz: minha liberdade termina quando inicia o direito do outro, isto é, a liberdade de expressão é um direito lindo que foi conquistado com ferro e fogo no nosso país, mas, como muitas coisas lindas consegue ser distorcido pelas pessoas em alguns momentos, e isso tem sido corriqueiro no "humor" brasileiro". Não é de hoje que "humoristas" humilham, expõe, debocham e desrespeitam pessoas em nome da "liberdade de expressão" e "senso de humor". Existem formas e formas de se fazer humor, mas humilhar, desrespeitar, expôr pessoas pq tem uma deficiência, ou são de determinada raça, ou nasceram em determinado local deixa de ser humor para virar desrespeito ao direito alheio. Não é a primeira vez que infelizes como esse Rafinha e o Danilo Gentili utilizam da liberdade de expressão e senso de humor para serem verdadeiros babacas. Falar de pessoas com deficiência, classificando-as como retardadas, não é apenas idiota, babaca e imbecil, é desumano! Essas pessoas já sofreram o suficiente, suas famílias tb e ligar a tv para ver esses são mais sensíveis, bondosos e inteligentes que esses imbecis. Digo e repito, liberdade de expressão é uma coisa, idiotice é outra.

  32. Wladmir Postado em 26/Feb/2014 às 10:26

    Assistam o documentário, é bem interessante. http://www.youtube.com/watch?v=rRMsLIY2Qhw

  33. Alexandre Cordeiro Postado em 26/Feb/2014 às 10:37

    usar a comédia como justificativa para toda e qualquer besteira falada na mídia é muito simples, tipo, posso falar/comentar/fazer piada de qualquer coisa, e se alguém não gostar, digo que sou comediante ou que foi uma piada e pronto. Sou a favor da liberdade de expressão, na verdade, acredito que cada um pode fazer/falar o que quiser durante sua vida, mas ao mesmo tempo, acredito que essas pessoas devem assumir os riscos e eventualmente pagar caro por isso. Então, para os defensores do Rafinha, também acho que esse vídeo poderia ter sido feito de outra maneira, talvez com os pais, mas enfim, um pouquinho de compaixão faz sempre bem, falar sobre os "retardados" da APAE para quem nunca entrou em um hospital de pessoas com deficiência essa “piada” pode não significar nada, mas para um pai/mãe/irmão que convive diariamente com as dificuldades de criar uma pessoa com deficiência, essa “piada” é extremamente ofensiva. Pensem nisso. Abs.

  34. Gisele Postado em 26/Feb/2014 às 12:20

    Rafinha Bastos pode falar o que quiser, mas quem se sente ofendido também tem direito de reclamar. Liberdade de expressão é apenas uma garantia que a CF nos dá, e a CF não foi feita pra garantir apenas o direito de gente como o Rafinha. To com a APAE, espero que vcs nunca se sintam ofendidos com nenhuma piadinha feita pro um piadista como este aí.

  35. Sousa Postado em 26/Feb/2014 às 12:43

    Ah Saudades em que eu brincava na rua com os pés descalços, brincava com as mãos na area e não ficava doente disso daquilo minha mae só dizia que era para criar anti-corpos, eu brincava com todo mundo na escola colocava apelidos em todos e todos colocavam em mim e eu não sofria de bullying...ou seja as brincadeiras e piadas de antigamente ainda são as mesmas o que mudou foram as pessoas que hoje devido a mídia ou sei lá o quê, mudaram a forma de encarar essas brincadeiras. Hoje vivemos em uma sociedade hipócrita, preconceituosa que as vezes se depara com uma brincadeira e já ver uma maldade e tenta se aproveitar daquela situação. Vi pessoas falarem aqui em diretos que estão na constituição; será que a 20 anos trás, a constituição ja não existia? Fala sério...será que voce que falou isso nunca olhou de forma diferente por nojo, por uma pessoa estar mal vestida, um motoqueiro que para ao seu lado, um pedinte na rua, alguém que lhe trancou no transito? Isso também pode se caracterizar como discriminação ou preconceito! Por isso nao conseguiremos ver a realidade dos fatos ou viver bem com as outras pessoas se nao mudarmos aquilo esta dentro de cada um de nós...Pensei bem!!!

  36. Adelmo Rocha Postado em 26/Feb/2014 às 13:40

    Gente, vamos ser mais realista. Verifiquem quem patrocina, verifiquem se no horário do rafinha passa propagando do governo. Esses são os responsáveis por Rafinha existir. Porque o Publicitário não faz uma campanha com esse fim. Vamos sair da onda de entrar na onda.

  37. Igor Postado em 26/Feb/2014 às 14:51

    Eu tenho pena de quem leva humoristas tão a sério e que ao mesmo tempo levam a politica tão na brincadeira, esse país tá assim, cheio de cidadão otário!

    • Bruna P Postado em 26/Feb/2014 às 17:25

      Analisar o humor com um mínimo de inteligência não exclui levar a política a sério. Esse tipo de argumento falacioso é muito comum entre pessoas que normalmente têm preguiça de pensar.

    • Ricardo Postado em 26/Feb/2014 às 19:12

      Concordo plenamente... levar piada tão a serio, sendo q tem coisas tao mais importantes a se preocupar galera...

    • Tacila Postado em 26/Feb/2014 às 22:58

      Exatamente Igor!!! Galera vamos pegar leve né?!! Tanta coisa muito mais importante acontecendo no Brasil, no mundo inteiro... se preocupar com Rafinha Bastos e seu humor ácido??? Poxa, podiam colocar toda essa energia de vcs em coisas bem mais relevantes!!! Sabe, um dos significados da palavra retardado é sim relacionado a pessoas que possuem desenvolvimento mental mais lento, logo diferente do que é considerado "normal". Simples: existem pessoas retardadas!!! A APAE atende várias dessas pessoas com desenvolvimento mental abaixo do "normal", portanto retardadas!!! Por que o termo retardado ou o nome APAE tem que ser velado??? olha, se incomoda quem tem o preconceito escondidinho dentro de si... na boa, sou mulata e tenho sim cabelo crespo, uma cabeleira hahaha #likelion# e adoro aquele som "nega do cabelo duro, "qualé" o pente que te penteia"... sim só eu sei como meu cabelo pode ser duro na hora de passar um pente... agora me diz: vou sair por aí chorando e me sentindo derrotada porque cantarm sobre os cabelos crespos??? hahahahah poupem-me e relaxem!!!

  38. Adryelle Postado em 26/Feb/2014 às 15:47

    Pobreza de espírito é algo que ninguém muda. Ter alguém especial para amar é algo que só sabe quem passa. Então se vc não sabe o que é isso, respeito é bom! O meu direito termina onde começa o do outro.

  39. maria ines Postado em 26/Feb/2014 às 17:51

    alem de ser um cara nojento não tem amor no coração e pessoa assim a gente nem deve assistir para perde a fama so assim leve pode medir a consequencia dos seus atos esse idiota

  40. Cibele Postado em 26/Feb/2014 às 17:59

    Uma ligeira confusão sobre a liberdade de expressão... se esta não tivesse limites, chamar um negro de macaco, por exemplo, não poderia ser considerado racismo... o que está faltando é respeito!

  41. camila Postado em 26/Feb/2014 às 20:46

    O único retardado nesta história é o próprio Rafinha bastos q Deus tenha piedade de vc.

  42. Roberto Postado em 26/Feb/2014 às 22:26

    A verdade é que , esse pessoal que tem coragem de fazer piadas usando a deficiencia intelectual ou multipla de uma pessoa , não conhece uma ,e mais , nunca se preocupou em conhecer uma entidade que cuide delas. Talvez porque ele se ache o perfeito !!!!!!!!!!. Rafinha , Deus ainda pode te presentear com um anjo desses , aí sim veremos se vc vai continuar com esse enredo!!!!!!

  43. Anibal Postado em 26/Feb/2014 às 23:02

    Chico Anysio, Costinha, Renato Aragão e Ary Toledo seriam linchados e empalados se tivessem iniciado suas carreiras nos tempos de hoje...

    • Thiago Teixeira Postado em 27/Feb/2014 às 11:49

      Tira o Costinha da lista. Esse era um verdadeiro humorista. Os demais, desculpe, mas foram empurrados goela abaixo do brasileiro com risadas ao fundo, para realçar (olha, ria, foi uma piada e engraçada!).

  44. Tacila Postado em 26/Feb/2014 às 23:52

    Concordo Anibal!!! Mas, já que é pra ser "politicamente corretos" bora lá galera. A psicopatia não é um distúrbio ela é um defeito irreversível (PS.: sou profissional da saúde e afirmo isso com base em estudos científicos). Agora pense num adjetivo para um psicopata: #@$% ... monstro (é o que a maioria diria). A psicopatia ou nasce com a pessoa ou é ocasionada em um acidente onde ocorra uma lesão cerebral e NÃO TEM CURA. os psicopatas não merecem respeito???? A maioria os quer bem longe, trancafiados e muitos os querem mortos. Quanta hipocrisia!!!

    • Bruna P Postado em 27/Feb/2014 às 12:51

      Espera aí Tacila....tu pode ser da área, mas teu pensamento tá equivocado: pessoas detestam psicopatas e os querem longe porque a maioria dos psicopatas conhecidos já vez algum mal...assassinato, agressões, mentiras.....é bem diferente de uma pessoa com necessidades especiais, dos negros, das mulheres....é bem diferente...os psicopatas são chamados de monstros por uma razão: quando eles agem como monstros, matam pessoas. Quem foi que os "retardados" do Rafinha Bastos prejudicaram para merecer tamanho desrespeito? Você tá confundindo as coisas...preconceito não é necessariamente sinônimo de conceitos leigos. A maioria dos psicopatas são criminosos, tem uma razão para as pessoas quererem distância. Confusão hein

      • Tacila Postado em 28/Feb/2014 às 01:07

        Bruna a questão não é que o comediante atingiu... a questão é a hipocrisia das pessoas e o falso caráter. Que apelativo fazer um vídeo com crianças deficientes.!!!! na boa, acho que o Rafael Bastos virou o bode expiatório da galera!!! sabe vejo o preconceito super intrínseco na vida de quem tanto se prega NÃO preconceituoso. Já ouviu a galera dizendo: Nossa que negra linda!!! mas, aposto que nunca ouviu: Nossa que caucasiana linda!!! A caucasiana é mulher, já a negra antes de ser mulher é negra... ou... aquele moreninho ali... por medo de dizer aquele negro, como se a terminologia negro fosse ofensiva... ou, qualquer pessoa de olhos puxados ser classificado como "japa", não é homem nem mulher... é japa. Daí vejo gente argumentar que deficientes lutam a beça pra sobreviver dignamente: sim acredito que sim. Dados científicos e estatísticos: quase 300 milhões de pessoas morrem de fome no mundo (vc sabe o que é morrer de fome????); a malárai mata por ano 1,2 milhões de pessoas, dessas 96% está na África e 86% são crianças menores de 5 anos de idade; a diarreia é a doença que mais mata pessoas em países em desenvolvimento... diarreiaaaaaa dá pra acreditar??? Eu trabalho só com doenças negligenciadas... o mundo é um lugar bem feio pra se preocuparem com um humorista e fazerem das pessoas que tem síndrome disso ou daquilo, ou qquer tipo de retardo (mas, que recebem amor e atenção de suas famílias) o pior problema do mundo), enquanto tem gente morrendo de fome e diarreia no mundo. Isso é patético!!!! Mas, se eles merecem respeito, alguém que nasce sob a condição da psicopatia e que muitas vezes perde o controle sob ações que afetam os demais, também merecem todo o respeito, pois, os atos de um psicopata fogem do controle dele. eles não merecem serem chamados de monstros.

  45. Celso Postado em 27/Feb/2014 às 09:03

    E o professor Girafales e aquele charutão dele...hahahaha Tudo é época...hoje mudou tudo.

  46. Paulo Postado em 27/Feb/2014 às 09:13

    Genial esse Rafinha Bastos,um cara de atitude,um alfa!!

  47. Mallagueta Postado em 27/Feb/2014 às 09:23

    Toda vez que esse assunto é comentado, sempre aparece alguem choramingando por causa da "sagrada" liberdade de expressão "ain, ninguem pode falar nada, mimimi, politicamente correto estraga tudo, mimimi, saudade dos trapalhões, mimimi". Parece que as pessoas só olham pro proprio umbigo e nada mais. Se elas acham que é engraçado (e não as ofende), então não importa se ofende outras pessoas. Azar o delas. É por isso que esse país não vai pra frente. As pessoas não sabem mais respeitar as outras. Um país assim jamais vai sair da lama.

  48. Doug Postado em 27/Feb/2014 às 09:23

    Piadas de gaúchos gays, Português burro, Anão,etc pode ! Hipocrisia

    • Bruna P Postado em 27/Feb/2014 às 12:54

      Não...esse tipo de piada também naturaliza preconceitos. Ir contra uma piada não é sinônimo de aceitar outra automaticamente. Nesse teu pensamento ou se vai contra todas as piadas ou nãos e faz nada. É isso?

  49. Joabe o Poeta Postado em 27/Feb/2014 às 11:25

    Pra mim, este idiota deste tal de Rafinha tem que ser internado em um hospício por que ele sim é um verdadeiro "RETARDADO"...