Redação Pragmatismo
Compartilhar
Política 04/Feb/2014 às 23:57
9
Comentários

Os 5 políticos mais ricos do Brasil

Os cinco políticos do Brasil possuem um patrimônio estimado de quase US$ 3,2 bilhões. Lista é da revista Forbes

Revista “Forbes” norte-americana divulga a lista dos políticos mais ricos do Brasil, baseada em dados do nosso TSE – Tribunal Superior Eleitoral.

VEJA TAMBÉM: O enriquecimento dos presidenciáveis nos últimos 4 anos

Ao todo, os cinco citados na matéria apresentam um patrimônio estimado de quase 3,2 bilhões de dólares.

Confira abaixo:

1. Lírio Albino Parisotto (PMDB-AM) – US$ 1,9 bilhão: político mais rico do Brasil, Parisotto é o segundo suplente do senador Eduardo Braga, do Amazonas, e é um dos maiores investidores no mercado de ações do Brasil.

2. Blairo Borges Maggi (PR-MT) – US$ 960 milhões: o homem mais poderoso da agricultura no Brasil, Maggi já recebeu o prêmio “Motosserra de Ouro” do Greenpeace em 2005, quando ele era o governador do Mato Grosso. Hoje, ele é senador pelo mesmo estado, e um dos proprietários do Grupo André Maggi, maior produtor de soja do mundo.

3. Marcelo Beltrão de Almeida (PMDB-PR) – US$ 200 milhões: Almeida é herdeiro da CR Almeida, uma das maiores construtoras do Brasil, fundada pelo pai dele, Cecilio do Rego Almeida. Exerceu dois mandatos de vereador em Curitiba e atualmente está considerando uma candidatura ao senado em 2015. Almeida também possui uma participação na EcoRodovias, uma das maiores concessionárias de rodovias do país.

4. Otaviano Olavo Pivetta (PDT-MT)– US$ 100 milhões: prefeito de Lucas do Rio Verde, uma pequena cidade do Mato Grosso, Pivetta foi eleito para seu segundo mandato em 2012. Após a eleição, foi acusado de compra de votos durante a sua campanha, mas inocentado de todas as acusações pelo Tribunal Superior Eleitoral do Brasil no ano passado. Pivetta é o maior acionista individual na capital aberto Vanguarda Agro, um dos maiores produtores de grãos do Brasil.

5. Paulo Salim Maluf (PP-SP) – US$ 33 milhões: figura polêmica no país, Maluf também está na lista dos procurados da Interpol por acusações de conspiração, furto e propina. Ex-governador e prefeito de São Paulo, foi acusado de corrupção ao longo das quatro décadas de sua carreira política, embora ele nunca tenha sido condenado pelos tribunais brasileiros. Sua família tem o controle acionário da Eucatex, uma das maiores fornecedoras de materiais para as indústrias de construção e de móveis no Brasil.

com Forbes e Exame

Recomendados para você

Comentários

  1. Francisco Postado em 05/Feb/2014 às 07:41

    E o Caiado?

  2. Thiago Teixeira Postado em 05/Feb/2014 às 09:13

    O que uma pessoa com um patrimônio desses vai querer com um salário de 18 mil mensais? Estranho ... talvez amor ao seu povo sofrido de sua região. E cadê o patrimônio do Lula, Demóstenes, Genoíno e do Dirceu? Eles não são corruptos? Mensaleiros? Não roubaram milhões como já ouvi do Pig?

    • Rubens Postado em 06/Feb/2014 às 18:14

      E tu acha que vão colocar os bens no nome deles??? Podem ser ladrões, mas não são idiotas.

  3. Fellipe Adorno Postado em 05/Feb/2014 às 11:51

    'A Federação do Comércio' ressurgindo em 3, 2, 1... E as eleições não passam de escravos escolhendo o melhor para seus donos em MT, AM, PR, SP...

  4. Alexandre Lopes Postado em 05/Feb/2014 às 13:59

    O Brasil é , de fato , uma oligarquia nobiliárquica .

  5. hubert Postado em 05/Feb/2014 às 17:37

    depois o lula e sua familia roubaram bilhões ...

  6. Ângelo Postado em 05/Feb/2014 às 21:19

    Só para constar, esses são os valores legalmente declarados. Os valores que Lula, Serra, FHC, ou qualquer ou político teriam roubado, obviamente não vai aparecer nessa lista.

  7. Mariana Postado em 08/Feb/2014 às 03:43

    Forbes!!

  8. Igor Henrique Postado em 31/Jul/2014 às 15:49

    Paulo Otávio em Brasília é bilionário!