Redação Pragmatismo
Compartilhar
Uruguai 21/Feb/2014 às 17:25
4
Comentários

Eduardo Galeano concorrerá ao parlamento uruguaio

O autor do célebre livro “As veias abertas da América Latina” se candidatará pela coalizão de esquerda Frente Ampla, a mesma que elegeu o atual presidente Pepe Mujica

eduardo galeano uruguai mujica
Eduardo Galeano será candidato pela Frente Ampla, mesmo grupo de esquerda que elegeu Mujica (Arquivo)

O escritor e jornalista Eduardo Galeano será candidato ao Parlamento do Uruguai nas próximas eleições de 26 de outubro, de acordo com a agência de notícias argentina Telam. Galeano deverá integrar uma das listas partidárias que apoiam a pré-candidatura da atual senadora Constanza Moreira à Presidência da República. Ainda não se sabe se ele será candidato a deputado ou senador.

Galeano nasceu em 3 de setembro de 1940 na cidade de Montevidéu, Uruguai, e viveu exilado primeiro na Argentina e depois na Espanha durante a ditadura uruguaia. Foi procurado por várias ditaduras do Cone Sul, em países onde suas obras chegaram a ser censuradas. É autor de um dos livros que é referência para a esquerda latino-americana, As veias abertas da América Latina.

Além de publicar obras de alcance mundial como Memórias de Fogo e O livro dos abraços, recebeu os prêmios José Maria Arguedas, outorgado pela Casa das Américas de Cuba, e o Stig Dagerman, um reconhecimento sueco aos escritores que se destacam por suas obras literárias.

Constanza Moreira, cientista política de 53 anos, com pós-graduação no Brasil pela Unicamp (Universidade de Campinas), competirá com o ex-presidente Tabaré Vazquez nas eleições internas da Frente Ampla, que no dia 1° de junho decidirá o candidato da coalizão de esquerda de cara às eleições de outubro.

A pré-candidatura de Constanza Moreira busca uma renovação nos quadros políticos da Frente Ampla e possui forte apoio dos movimentos culturais. “Tanto ele (Galeano) como [o músico] Daniel Viglieti estão tendo um papel ativo na campanha e estarão nas listas que apresentaremos a partir deste espaço”, afirmou Moreira. “Eles estão atuando como porta-vozes culturais dessa candidatura e deste espaço. São referentes políticos muito queridos e que se animaram a vir para nosso lado”, destacou.

Pesquisa

Segundo a última pesquisa eleitoral, publicada essa semana pela Consultora CIFRA, a Frente Ampla tem o apoio de 45% do eleitorado, enquanto o Partido Nacional tem 28%, e o Partido Colorado, 15%. O Partido Independente aparece com 2%.

Apesar da disputa interna entre os pré-candidatos da coalizão governista, Tabaré Vazquez e Constanza Moreira, a maioria dos analistas políticos confirma que o candidato da Frente Ampla deverá ser o ex-presidente Vazquez. Nestas eleições, o maior desafio para Frente Ampla será manter a maioria parlamentar que conquistou nos últimos dois pleitos eleitorais.

Opera Mundi

Recomendados para você

Comentários

  1. Yohan Postado em 24/Feb/2014 às 08:54

    Vou me mudar para o Uruguai (estou falando sério... isso tem me passado pela cabeça).

    • Raíssa Postado em 24/Feb/2014 às 09:35

      Também vem me passado pela cabeça, mas ai lembro que se abandonarmos o Brasil a direita ganhará a guerra e isso não podemos deixar

  2. joao laion Postado em 24/Feb/2014 às 09:49

    VAAAI URUGUAAY!!!

  3. igor Postado em 06/Mar/2014 às 15:27

    Uruguai a cada dia que passa está mais convidativo.