Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mundo 02/Dec/2013 às 17:19
13
Comentários

Polícia mata homem na Islândia pela 1ª vez na história

Polícia da Islândia mata um homem pela primeira vez em sua história

A polícia islandesa foi obrigada, pela primeira vez em sua história, a atirar e matar nesta segunda-feira (2) um homem.

Este é um incidente “sem precedentes” na Islândia, declarou o diretor da polícia, Haraldur Johannessen, durante uma coletiva de imprensa em Reykjavík.

Este país, com uma população de apenas 322 mil habitantes, tem uma das menores taxas de criminalidade do mundo, e os agentes da polícia usam suas armas de forma muito excepcional.

Leia também

A vítima seria um homem desequilibrado de pouco menos de 60 anos de idade que, por razões desconhecidas, começou a atirar às 3h com um rifle de caça de seu apartamento na capital, onde morava sozinho.

Após a evacuação do prédio, a polícia tentou em vão entrar em contato com o homem. Em seguida, atirou granadas de gás pela janelas para tentar detê-lo.

“Isto não funcionou, e o homem começou a atirar novamente a partir das janelas de seu apartamento”, explicou o diretor da polícia de Reykjavík, Stefan Eiriksson.

Uma equipe especializada conseguiu penetrar no apartamento às 6h e foi recebida a balas. Os policiais responderam ao ataque atingindo o homem, que não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital para onde foi levado.

“A polícia lamenta o incidente e expressa suas condolências à família “, disse Johannessen.

A polícia abriu uma investigação para determinar as razões que levaram o indivíduo a disparar e ver se ele estava sob a influência de álcool ou qualquer entorpecente.

AFP

Recomendados para você

Comentários

  1. renato Postado em 02/Dec/2013 às 18:56

    Não existe crime na Islandia. OTIMO. Então pode liberar armas para nós, já que a posse delas na Islandia comprovam que " ter armas não leva a violencia". Porque tiraram nossas armas.. Me conta outra Islandia....Porque precisam de armas...e parece que todos tem.. Como voces se suicidam?

    • miguel Postado em 02/Dec/2013 às 22:27

      você precisa estudar mais

      • renato Postado em 03/Dec/2013 às 11:05

        É verdade, desculpem, lá não existe suicidio. É um paraiso.

    • André Postado em 02/Dec/2013 às 23:14

      Meu Deus, que foi isso, que comentário esdruxulo.

  2. Rafael Postado em 02/Dec/2013 às 19:01

    Lamentável a morte, mas pelas circunstâncias, é compreensível. Já aqui, policial que mata mais ganha medalha.

  3. Júlio Postado em 02/Dec/2013 às 22:46

    Querem comparar um país de 300 mil habitantes com um de 200 milhões? Ah! vão se catar seus hipócritas...

    • Gabriel Postado em 02/Dec/2013 às 23:00

      Como assim? Reykjavik é uma cidade de 150 mil habitantes, vai ver alguma cidade desse porte aqui no Brasil onde a polícia numca precisou matar ninguem, não irá achar, independente do estado e da região. Hipócrita é vc, que deve aplaudir quando a polícia mata alguem.

      • Adriano Postado em 03/Dec/2013 às 00:54

        Como se o problema de segurança de um município tivesse a ver só com o município e nenhuma relação com o país. É claro que um país com uma população e uma história completamente diferente não deve ser comparado com o Brasil. Que pensamento mais ingênuo.

      • paulo Postado em 03/Dec/2013 às 08:17

        Cara vc é um demente,150 mil habitantes em um um país de 320 mil é a metade de todo o país!E comparar o brasil com a islândia não dá,pô cara como vc é "burro"!

    • Raquel Postado em 03/Dec/2013 às 12:33

      Quem tá comparando?

  4. Gabriel Postado em 02/Dec/2013 às 22:58

    Como assim? Reykjavik é uma cidade de 150 mil habitantes, vai ver alguma cidade desse porte aqui no Brasil onde a polícia numca precisou matar ninguem, não irá achar, independente do estado e da região. Hipócrita é vc, que deve aplaudir quando a polícia mata alguem.

  5. Marcos Postado em 03/Dec/2013 às 21:25

    A ignorância em relação a segurança publica brasileira é impressionante, o Brasil é um país mafioso, o maior consumidor e corredor de exportação de drogas para o mundo, políticos, empresários, bandidos de ruas todos juntos em drogas e crime isso é Brasil comparar com a Islândia, sem comentários.

  6. Shuma Postado em 06/Dec/2013 às 09:10

    "o Brasil é um país mafioso, o maior consumidor e corredor de exportação de drogas para o mundo, " EUA mandou um oi.