Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mundo 09/Dec/2013 às 10:29
11
Comentários

Homem vive em bueiro há 20 anos para pagar estudos dos filhos

Homem passou cerca de duas décadas vivendo debaixo da terra, com uma tampa de bueiro como única porta, com o objetivo de economizar dinheiro e pagar os estudos de seus filhos

As autoridades de Pequim, na China, descobriram que um homem passou cerca de duas décadas vivendo debaixo da terra, com uma tampa de bueiro como única porta, com o objetivo de economizar dinheiro e pagar os estudos de seus filhos, informou neste domingo a rede de televisão estatal “CFTV”.

Leia também

O homem, de sobrenome Wang e de 53 anos, praticamente faliu com as altas multas que teve que pagar ao governo por violar a política do filho único vigente no país (ele tem três filhos) e decidiu se mudar do campo para a capital Pequim e ganhar a vida lavando carros.

Para reduzir ao mínimo suas despesas e poder investir todo o seu modesto salário nos filhos, Wang viveu em um sistema de esgoto a dois metros da superfície, junto de encanamentos e tendo como bens um saco de dormir, cobertores e uma garrafa térmica.

O caso de Wang chegou às autoridades da cidade, que selaram a tampa de esgoto pela qual o homem entrava em sua “casa” e lhe ofereceram um alojamento temporário, advertindo a população que viver nestas precárias instalações debaixo da terra pode ser muito perigoso.

Embora o caso de Wang chame atenção pelo longo período de tempo em que ele viveu em condições sub-humanas, boa parte da imprensa da China destacou que não se trata de um caso único no país, e que muitas pessoas sem recursos vivem no subsolo das cidades chinesas.

EFE

Recomendados para você

Comentários

  1. agnes Postado em 09/Dec/2013 às 11:59

    viva o socialismo!

    • Stéfano Postado em 09/Dec/2013 às 12:06

      Acredito que não tenha sido o socialismo, mas sim a política de controle de natalidade que o fez chegar aonde chegou.

      • Mariana Postado em 09/Dec/2013 às 12:16

        Se não fosse a política de controle de natalidade simplesmente morreriam de fome. Por que achas que há escravidão na China? Mão de obra barata? Pelo excesso de pessoas. O não cumprimento das normas compromete a alimentação no futuro e a sobrevivência do coletivo.

      • Tammy Postado em 09/Dec/2013 às 15:02

        Não é política de Natalidade. É corrupção no sistema de educação. Cada vez mais chineses tem que pagar quantias absurdas - em forma de doação "voluntária" - para garantir o acesso de seus filhos à educação pública.

    • joão Postado em 09/Dec/2013 às 13:25

      Bem feito, pobre tem que estar sempre f..... e fazendo filho.

      • Tammy Postado em 09/Dec/2013 às 15:05

        Ou então ricos e com baixa taxa de natalidade como os EUA e consumindo os recursos do planeta 20% mais do que a China e até 70% do que Bangladesh. É incrível como a culpa de todas as desgraças é sempre do pobre.

      • Bárbara Postado em 09/Dec/2013 às 19:22

        kkkkk boa tammy

  2. Franklin Weise Postado em 09/Dec/2013 às 12:03

    A China consegue juntar características do capitalismo selvagem e do comunismo mais cruel. É inclassificável. E, temo eu, é um modelo que tende a ser seguido por outras nações.

    • agnes Postado em 09/Dec/2013 às 12:33

      o Brasil por exemplo? porque se depender da nossa juventude...

    • Tammy Postado em 09/Dec/2013 às 15:07

      Pois é Franklin... eu gostaria de conhecer um sistema comunista ou socialista que tenha dado 100% certo para poder sonhar com outro mundo que não esse. Que mundo os chineses verão daqui a 50 anos?

  3. Silva Postado em 09/Dec/2013 às 17:38

    Em Cuba todos tem moradia, saúde e educação de graça. E todos tem trabalho. Pra mim, Cuba é um exemplo que deu certo e só não deu mais certo (eles enfrentam escassez de alguns alimentos quando acontecem furacões que destroem plantações por exemplo), devido ao embargo.