Redação Pragmatismo
Compartilhar
Europa 04/Dec/2013 às 16:02
2
Comentários

12 mil saíram de casa para detonação de bomba da 2ª Guerra na Alemanha

Detonação de bomba da II Guerra obriga 12 mil a sair de casa em cidade da Alemanha. Artefato, de 250 quilos, foi descoberto durante obra na cidade de Oranienburg, a 40 km de Berlim

A detonação nesta quarta-feira (04/12) de uma bomba de 250 quilos da Segunda Guerra Mundial obrigou a polícia a evacuar praticamente todo o centro da cidade de Oranienburg, que fica a 40 km ao norte de Berlim. Aproximadamente 12 mil pessoas precisaram ser retiradas de casa e a estação central de trens da cidade – ponto final de uma das linhas de trem urbano da capital alemã – precisou ser fechada.

Leia também

A bomba foi descoberta na segunda-feira (02/11). Na terça (03), detectou-se que ela estava tão danificada que precisaria ser detonada. Inicialmente, a área a ser evacuada era de, somente, 100 metros. Por conta do poder destrutivo do artefato, esse total subiu para 1 km e compreendeu quase todo o centro da cidade, que tem 41 mil habitantes.

Policiais foram de casa em casa para conferir se havia alguém. O comércio da região também foi impedido de abrir e a linha de S-Bahn (trem regional) que sai de Berlim com destino a Oranienburg, interrompida.

Já se tornou parte da rotina da Alemanha descobrir bombas não detonadas da Segunda Guerra Mundial. Só nesta semana, outro artefato foi descoberto na região de Hohen Neuendorf, que faz fronteira com Berlim e está no meio do caminho entre a capital e Oranienburg. Cerca de 1.000 pessoas, segundo a rede de televisão RBB, precisarão sair de casa.

No começo de novembro, uma bomba de 1,8 tonelada foi desarmada em Dortmund, a 600 km de Berlim, e 20 mil pessoas tiveram que sair de casa. Em dezembro de 2011 aconteceu a maior evacuação da história da Alemanha, com cerca de 45 mil pessoas afetadas, devido às tarefas de desativação de um artefato, também de 1,8 tonelada, descoberto na cidade de Koblenz.

bomba alemanha segunda guerra
Bomba encontrada em Dortmund pesava 1,8 tonelada (Efe)

Opera Mundi

Recomendados para você

Comentários

  1. renato Postado em 04/Dec/2013 às 20:16

    Embaixo da casa do Alckim, do Cerra, do Aecio, do Piloto do helicoptero, tem uma baita bomba.

  2. Thiago Teixeira Postado em 04/Dec/2013 às 21:26

    Com certeza se fosse no Brasil o sindicato da construção civil ia agitar um motim e exigir adicional de periculosidade em todos que já trabalharam perto dessa bomba.