Redação Pragmatismo
Compartilhar
Economia 08/Nov/2013 às 11:35
0
Comentários

Twitter estreia no mercado de ações com força inesperada

Twitter estreia com demanda 30 vezes maior do que oferta no mercado de ações. Rede Social teve 300% de aumento de receita

twitter mercado ações bolsa valores
Twitter entra no mercado de ações (AFP)

As ações do site de microblogs Twitter registrou demanda 30 vezes superior à oferta de papéis, informaram fontes à agência inglesa de notícias Reuters na última quinta-feira. Segundo as fontes, 10 investidores institucionais ficaram com 50% das ações ofertadas no IPO.

Na véspera, o Twitter definiu o preço de US$ 26 para as 70 milhões de ações da oferta, acima da faixa de US$ 23 a US$ 25, que já havia sido elevada antes. O IPO avalia o Twitter em US$ 14,1 bilhões, com o potencial de alcançar US$ 14,4 bilhões se os subscritores exercerem uma opção de compra adicional.

Caso isso aconteça, como é esperado, o Twitter pode levantar US$ 2,1 bilhões, fazendo da oferta a segunda maior relacionada à Internet nos Estados Unidos, atrás do IPO de US$ 16 bilhões do Facebook e à frente do IPO do Google, em 2004, de acordo com dados da Thomson Reuters.

Leia também

Duas fontes disseram que cerca de 20% das ações serão ofertadas para investidores de varejo, com a maioria das ações indo para grandes fundos.

Ações da Microsoft sobem

As ações da Microsoft saltaram para o maior valor desde meados de 2000 nesta quarta-feira, um dia após a Reuters informar que a maior empresa de software do mundo está próxima de anunciar um novo presidente-executivo.

Além disso, um influente analista sugeriu que a indicação de uma pessoa de fora da companhia para o cargo poderia resultar na venda das unidades Bing e Xbox, o que traria ganhos imediatos à empresa.

A ação chegou a avançar quase 4% nesta quarta-feira, a US$ 38,08, alcançando o maior patamar desde julho de 2000, quando a bolha das ações de tecnologia estava sendo esvaziada. O papel tinha alta de 3,4 % , a US$ 37,89 dólares.

Na noite de terça-feira, a agências inglesa de notícias Reuters informou que a Microsoft tinha reduzido sua lista de possíveis substitutos para Steve Ballmer para cerca de cinco candidatos externos, incluindo o presidente da Ford, Alan Mulally, além de três ou mais candidatos internos. A Microsoft não quis comentar.

Em agosto, Ballmer anunciou que deixaria o cargo no prazo de 12 meses.

O analista da Nomura Rick Sherlund, que trabalhou perto da Microsoft em sua oferta pública inicial em 1986, disse que era “provável” que Mulally fosse nomeado o novo CEO até dezembro, em relatório a clientes.

Ele teorizou que um comandante de fora da companhia, como Mulally, poderia rapidamente vender o site de buscas Bing e os negócios do consoles para videogames Xbox.

Reuters

Recomendados para você

Comentários