Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mercado 18/Nov/2013 às 11:28
17
Comentários

Rato em Coca-Cola foi fraude, diz justiça

Justiça nega indenização a homem que alegou ter ingerido Coca-Cola contaminada por pedaços de rato. Consumidor teria sofrido graves lesões físicas e psíquicas por causa da ingestão do produto contaminado

coca cola rato
Justiça vê fraude e nega indenização por suposto rato em Coca-Cola

A Justiça de São Paulo negou indenização a um consumidor que alegou ter ingerido Coca-Cola supostamente contaminada por pedaços de rato. Em decisão disponibilizada na última semana, a juíza Laura de Mattos Almeida, da 29ª Vara Cível, considerou que há “fortes indícios de fraude” nas garrafas apresentadas por Wilson Batista de Resende e que as alterações físicas ou neurológicas do consumidor não estariam relacionadas ao evento.

Mesmo ocorrido em 2000, o caso ganhou repercussão em setembro passado com uma reportagem veiculada pela Rede Record. Segundo o relato de Wilson Batista de Resende, ele teria comprado um pacote com seis garrafas pet de Coca-Cola, mas tomou apenas um gole, já que logo após ingerir o produto sentiu uma forte ardência e gosto de sangue na boca.

De acordo com o processo, ele diz que notou a presença de corpos estranhos em suspensão em todas as garrafas, que pareciam ser pedaços do corpo de um roedor. Depois de entrar em contato com o SAC, um funcionário da Coca-Cola esteve em sua casa e retirou duas garrafas lacradas do refrigerante.

Leia também

O consumidor ainda afirmou que teria sofrido graves lesões físicas e psíquicas por causa da ingestão do produto contaminado, com comprometimento da fala e de movimentos, que impediram de exercer suas atividades de sacoleiro e relojoeiro. O processo movido pelo Ministério Público corria desde 2003 e exigia uma indenização de R$ 10 mil por danos morais.

A análise do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) afirmou que o lacre não estava violado, mas que existia “a possibilidade de que a tampa original tenha sido removida, com a adulteração do conteúdo, e a garrafa novamente fechada com uma tampa nova, retirada do processo de fabricação ou de outra garrafa, sem que tenha ocorrido ruptura do lacre.”

Segundo a juíza, a possibilidade de fraude também é reforçada pelo fato de que as seis garrafas não sequenciais tinham contaminação. “Segundo o Instituto de Criminalística, a possibilidade estatística de contaminação semelhante a que é objeto dos autos é praticamente nula para uma garrafa, considerando as limitações dimensionais e as barreiras existentes. E, assim, inexistente numericamente para seis garrafas do mesmo fardo”, afirma a decisão.

Além dos indícios de fraude, a sentença afirma que o consumidor tomou apenas um gole e que “a mera repulsa de visualizar o corpo estranho não constitui causa de alteração psicológica apta a ensejar a condenação do fabricante ao pagamento de indenização por danos morais”.

Wilson Batista de Resende passou por exames médicos que apontaram transtornos de personalidade causados por doenças, lesão ou disfunção cerebral. A decisão ainda diz que o autor tem problemas psiquiátricos e que ele dedica-se a procurar produtos defeituosos em lojas do Carrefour, onde as garrafas foram compradas. “Vê-se que não se trata de um comportamento normal, o que prejudica a credibilidade de suas afirmações”, afirma a juíza.

com agências

Recomendados para você

Comentários

  1. Vidal Postado em 18/Nov/2013 às 11:32

    Claro, porque faz todo sentido o cara ter uma manufatura caseira que coloca tampas lacradas na garrafa, caçar um rato pra colocar dentro e depois lacrar, abrir, beber e ficar todo f*did0, só pra processar a coca-cola.

    • Spongie Postado em 18/Nov/2013 às 12:08

      Na verdade é muito fácil se retirar uma tampa sem afetar o lacre!

    • Amanda Diniz Medeiros Postado em 18/Nov/2013 às 12:48

      Não faria sentido mesmo.Mas quem garante que ele ficou f*dido por causa da coca-cola?Pode ter acontecido algo e ele,no desespero,tentou criar uma nova versão.E que viagem de precisar ter uma manufatura caseira...pronto.Já foi mostrado na mídia que isso não é a coisa mais dificil do mundo.O vídeo tava confuso mesmo,muita gente já achava que era fraude,mas alardeou a história pela zoação.

    • Luiz Postado em 18/Nov/2013 às 12:54

      Vidal, dê uma pesquisada e verás como é fácil "lacrar" uma garrafa pet como se fosse nova. Basta 2 garrafas: Uma você abre normalmente, e fura a segunda com uma tesoura ou qualquer outro objeto. Esquenta a garrafa, em molho na água fervente. Com uma alicate, é só puxar a tampa, que sairá com lacre e tudo. Após isso, é só colocar essa tampa lacrada na garrafa pet aberta anteriormente. Leia a matéria. O cara possuir transtornos psicológicos. O caso da coca cola não foi o único, apenas o que ganhou "fama".

    • Alarico Postado em 18/Nov/2013 às 13:03

      A indigníssima juíza esquece também de considerar que o atingido esperou mais de 10 anos para ouvir a primeira sentenca do seu caso... porque ela nao comenta esse "prazo" judicial, só encerrado depois que a Record fez uma reportagem sobre o caso... intriga também que ao longo desses anos a Coca-Cola nunca desmentiu o caso, falava apenas que confiava na justica... ou seja, se a juiza fosse tão perspicaz como tenta fazer parecer também estranharia a estratégia da empresa... a de se fazer de louca para que o tempo enlouqueca a vítima... aliás, a corregedoria de justica de SP deveria quebrar o sigilo bancário e telefônico da juíza para garantir que não houve "pressão" por parte da empresa para obter tal sentenca...

    • Gordo Postado em 18/Nov/2013 às 19:51

      Faz sentido sim para um cara que tem problemas psiquiátricos e que quer ganhar uma nota da coca-cola, faz um puta de um sentido.

    • Danilo Postado em 19/Nov/2013 às 01:16

      Nada garante que foi o refrigerante que causou tudo nele. Isso é o que ele afirma. Não a conclusão do laudo. E para ganhar 10 mil de uma vez só, eu faria até mais que ele. Inclusive trabalharia.

    • Henrique Postado em 19/Nov/2013 às 08:53

      Quem garante que ele ficou desse jeito por causa da coca? Até um macaco consegue trocar o lacre da garrafa.

  2. Bora Bahêa Postado em 18/Nov/2013 às 11:47

    Não querendo julgar, mas justiça e nada é a mesma coisa! Ainda mais se tratando da justiça brasileira que se vende por qualquer trocado. A Coca Cola, grande multinacional que é, vai perder um processo judicial aonde, meu rei? Se Wilson forjou a garrafa ou não, ninguém de fato sabe afirmar. Uma coisa eu posso afirmar, que qualquer produto industrializado está sujeito a todo tipo de problema, inclusive de entrar um filhote de rato. Já vi restos de curativo médico em pipocas salgadas, verme em garrafa de cerveja. então...

  3. Alejandro Postado em 18/Nov/2013 às 12:15

    Foi pisado ahahahahahaha mas lógico que é muito estranho apenas a(s) garrafa(s) do pacote que ele comprou tenha presença do roedor e as outras do mesmo lote não tenham indícios. É mais um louco querendo ganhar dinheiro com processo.

  4. Ananias13 Postado em 18/Nov/2013 às 13:45

    E alguém acreditava que a coca-cola ia perder este processo? Fica o velho ditado que vem bem a calhar "A corda sempre arrebenta na parte mais fraca".

  5. RENATA Postado em 18/Nov/2013 às 14:13

    É bem a cara da justiça brasileira ,podre igual ao rato que encontrava no interior da garrafa da coca e ainda por cima causa danos a vida das pessoas,justiça tardia nao é justiça é injustiça,a justiça brasileira ela deixa as pessoas cegas,loucas e doentes de tanto esperar.igual ao rato que se encontrava dentro da garrafa.agora este cidadao morre pois a justiça ja mostrou a sua cara.a do rato.

  6. Renato Postado em 18/Nov/2013 às 15:18

    Isso tem cara de compra. O processo rola há anos, fica famoso, a coca-cola sente isso nas vendas, tanto que lança campanha pesada de marketing "visite a fábrica", e de repente, uma juíza decide, rapidamente, em favor da empresa. Indício de que há algo estranho nessa história? imagina! Lógico que tudo pode ser. Mas como assim, em 10 anos de processo, se verificou apenas agora o distúrbio de personalidade e o comportamento dele de perseguir produtos defeituosos o carrefour? !0 anos, e só se verificou agora, com a fama do caso?

  7. Moni Postado em 18/Nov/2013 às 16:41

    Já sabemos que os pequenos são sempre esmagados, agora até o diagnostico de loucura concluem para desqualificar o cidadão, mas ninguém busca verificar o porquê que ele ficou assim... Será que antes de bebe a coca ele já tinhas as sequelas que carrega?Todo mundo abafa o caso.

  8. Ronaldo Postado em 18/Nov/2013 às 21:20

    Seria interessante que o Instituto de Criminalística avaliasse a possibilidade estatística de alguém ter recebido dinheiro nessa história. Mais uma vez, mais uma derrota pro ser humano e pra dignidade e vitória pra quem manda nessa capitania hereditária. Ainda vou realizar meu sonho de morar num país.

  9. eduardo dez Postado em 14/Aug/2014 às 21:23

    a velha e burra sindrome do vira lata aqui....só porque o maluco lá é pobre está sendo injustiçado..qta gente burra nisso aqui.

  10. eddy Postado em 14/Aug/2014 às 21:36

    o cara é claramente um desequilibrado psicótico...coitada da coca cola que tem que aguentar esses safados oportunistas....