Redação Pragmatismo
Compartilhar
Política 17/Nov/2013 às 13:45
30
Comentários

As prisões de Dirceu e Genoino

Dirceu, Genoino e outros condenados na Ação Penal 470 se apresentam sem resistência à Polícia Federal. Apenas Henrique Pizzolato não se entregou e fugiu para a Itália

dirceu genoíno mensalão prisão
Dirceu e Genoino saúdam militância na chegada à PF (Adriano Lima / Folhapress)

Amigos e militantes estiveram em frente ao prédio da PF em São Paulo prestar solidariedade a José Geonino, gritando mensagens de apoio ao deputado: “Viva Genoino”. Já dentro da superintendência, Genoino respondeu, também em voz alta e de punho cerrado: “Viva o PT”.

José Dirceu chegou à superintendência da PF acompanhado do advogado, e entrou de carro pelo acesso dos fundos, saiu do veículo e foi até a frente do prédio,onde saudou os manifestantes. Ele não falou com a imprensa, nem se manifestou ao público, limitando-se apenas a igualmente erguer o punho.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, o advogado de Dirceu, José Luís de Oliveira Lima, criticou o Supremo por que o mandado de prisão não especificou que o ex-ministro deveria ir ao regime semiaberto. “Foi cometida uma ilegalidade contra o meu cliente”, disse.

Leia também

Oliveira Lima entrou neste sábado (16) com uma representação contra a omissão do STF. Também pretende entrar na segunda-feira (18) com um pedido para que Dirceu, retorne para a cidade de São Paulo, caso seja transferido para Brasília.

Sem resistência

Até as 22h30 da noite da sexta-feira (15), feriado de Proclamação da República, nove pessoas que tiveram prisão imediata decretada pelo ministro Joaquim Barbosa por condenações na Ação Penal 470, o processo do chamado mensalão, haviam se apresentado à Polícia Federal.

O deputado federal José Genoino foi levado de sua casa, na zona oeste da capital paulista; o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, apresentou-se à Superintendência da PF, também em São Paulo; o publicitário Marcos Valério, Simone Vasconcelos , ex-funcionária de Valério, se entregou em Belo Horizonte, assim comoe Cristiano Paz e Ramon Hollerbach, ex-sócios do publicitário.

Kátia Rabello, ex-presidenta do Banco Rural e o ex-deputado federal Romeu Queiroz (PTB-MG) entregaram-se em Belo Horizonte; Jacinto Lamas, ex-tesoureiro do PL (atual PR), apresentou-se em Brasília.

Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT, comunicou, por seu advogado, que vai se apresentar no sábado (16) pela manhã.

A PF pretende transferir todos os presos para Brasília durante o fim de semana em avião próprio. A execução das penas será feita pelo juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal. Os réus poderão pedir para cumprir a pena nas cidades onde moram.

Genoino distribuiu nota à imprensa em que se diz considerar preso político. “Fui condenado previamente em uma operação midiática inédita na história do Brasil. E me julgaram em um processo marcado por injustiças e desrespeito às regras do Estado Democrático de Direito.”

Em uma carta aberta, Dirceu afirma que é inocente e que foi linchado pela imprensa. “Fui condenado sem ato de ofício ou provas, num julgamento transmitido dia e noite pela TV, sob pressão da grande imprensa, que durante esses oito anos me submeteu a um pré-julgamento e linchamento”. Confira a íntegra abaixo.

“Injustiça maior é a cometida pela justiça”

O julgamento da AP 470 caminha para o fim como começou: inovando – e violando – garantias individuais asseguradas pela Constituição e pela Convenção Americana dos Direitos Humanos, da qual o Brasil é signatário.

A Suprema Corte do meu país mandou fatiar o cumprimento das penas. O julgamento começou sob o signo da exceção e assim permanece. No início, não desmembraram o processo para a primeira instância, violando o direito ao duplo grau de jurisdição, garantia expressa no artigo 8 do Pacto de San Jose. Ficamos nós, os réus, com um suposto foro privilegiado, direito que eu não tinha, o que fez do caso um julgamento de exceção e político.

Como sempre, vou cumprir o que manda a Constituição e a lei, mas não sem protestar e denunciar o caráter injusto da condenação que recebi. A pior das injustiças é aquela cometida pela própria Justiça.

É público e consta dos autos que fui condenado sem provas. Sou inocente e fui apenado a 10 anos e 10 meses por corrupção ativa e formação de quadrilha – contra a qual ainda cabe recurso – com base na teoria do domínio do fato, aplicada erroneamente pelo STF.

Fui condenado sem ato de oficio ou provas, num julgamento transmitido dia e noite pela TV, sob pressão da grande imprensa, que durante esses oito anos me submeteu a um pré-julgamento e linchamento.

Ignoraram-se provas categóricas de que não houve qualquer desvio de dinheiro público. Provas que ratificavam que os pagamentos realizados pela Visanet, via Banco do Brasil, tiveram a devida contrapartida em serviços prestados por agência de publicidade contratada.

Chancelou-se a acusação de que votos foram comprados em votações parlamentares sem quaisquer evidências concretas, estabelecendo essa interpretação para atos que guardam relação apenas com o pagamento de despesas ou acordos eleitorais.

Durante o julgamento inédito que paralisou a Suprema Corte por mais de um ano, a cobertura da imprensa foi estimulada e estimulou votos e condenações, acobertou violações dos direitos e garantais individuais, do direito de defesa e das prerrogativas dos advogados – violadas mais uma vez na sessão de quarta-feira, quando lhes foi negado o contraditório ao pedido da Procuradoria-Geral da República.

Não me condenaram pelos meus atos nos quase 50 anos de vida política dedicada integralmente ao Brasil, à democracia e ao povo brasileiro. Nunca fui sequer investigado em minha vida pública, como deputado, como militante social e dirigente político, como profissional e cidadão, como ministro de Estado do governo Lula. Minha condenação foi e é uma tentativa de julgar nossa luta e nossa história, da esquerda e do PT, nossos governos e nosso projeto político.

Esta é a segunda vez em minha vida que pagarei com a prisão por cumprir meu papel no combate por uma sociedade mais justa e fraterna. Fui preso político durante a ditadura militar. Serei preso político de uma democracia sob pressão das elites.

Mesmo nas piores circunstâncias, minha geração sempre demonstrou que não se verga e não se quebra. Peço aos amigos e companheiros que mantenham a serenidade e a firmeza. O povo brasileiro segue apoiando as mudanças iniciadas pelo presidente Lula e incrementadas pela presidente Dilma.

Ainda que preso, permanecerei lutando para provar minha inocência e anular esta sentença espúria, através da revisão criminal e do apelo às cortes internacionais. Não importa que me tenham roubado a liberdade: continuarei a defender por todos os meios ao meu alcance as grandes causas da nossa gente, ao lado do povo brasileiro, combatendo por sua emancipação e soberania.

com RBA

Recomendados para você

Comentários

  1. José Ferreira Postado em 17/Nov/2013 às 14:29

    O Genoíno rouba e comete crimes, e quer posar de defensor do país. Ele tem que ficar de bico fechado e cumprir as sua pena. Existem outros corruptos soltos por aí, mas isso não quer dizer que ele seja um "injustiçado". Pelo menos agora ele está com outros "inocentes" na cadeia.

    • Frank Postado em 17/Nov/2013 às 18:54

      Jose Ferreira seu imbecil, qual foi o roubo ? Seu moleque a serviço do PSDB.

      • Franklin Weise Postado em 18/Nov/2013 às 09:45

        "Qual foi o roubo?" Recursos de publicidade de uma empresa pública (Banco do Brasil) usados para pagar campanhas eleitorais e cooptar aliados, talvez?

      • Thiago Teixeira Postado em 20/Nov/2013 às 08:48

        Quem te disse isso Franklin? O Reinaldo Azevedo?

    • Fernando Postado em 17/Nov/2013 às 20:46

      José Ferreira - analfabeto político.

    • Rogerio Postado em 18/Nov/2013 às 00:04

      Sua besta. Lave a boca antes de falar o nome Genoíno. Vá se informar.

  2. José Maria Gurgel Postado em 17/Nov/2013 às 14:45

    O povo quer a punição dos corruptos, mas tem gente que é incapaz de de entender por que Dirceu e Genoíno não o são, foram condenados sem provas num julgamento político pra destruir o PT. Se você acha que a prisão de Dirceu e Genoíno foram justas, das duas uma: 1. Você odeia o PT e aí vale tudo, destruir suas lideranças de qualaquer maneira... 2. Você foi idiotizado pela midia e se tornou incapacitado de fazer uma análise justa do processo...

    • Thiago Teixeira Postado em 17/Nov/2013 às 16:12

      Tudo isso para satisfazer a mídia golpista e iniciar um processo de sujar o nome do PT, Lula e o principal, usar como arma eleitoral nas eleições de 2014.

    • Franklin Weise Postado em 18/Nov/2013 às 09:47

      Das duas, uma: 1. ou você acha que o desvio de recursos públicos para campanhas eleitorais e para pagar aliados não existiu 2. ou você acha que, apesar de o esquema ter existido, a liderança do partido não sabia

  3. Rodrigo Postado em 17/Nov/2013 às 15:36

    Acho que os dois são culpados, e não odeio particularmente o PT. Odeio os corruptos. Essa tese de perseguiçao política é ridícula. Só esquerdista de miolo mole que encampa essa história de grande mídia perseguindo os "coitados" do mensalão. Se fosse um partido de direita, tds estariam comemorando a prisão de fascistas. Como é num partido de esquerda, perseguiçao política. Tenha santa paciência.

  4. Erica Postado em 17/Nov/2013 às 15:39

    Pastiche Brasileiro arquitetado por uma direita de baixissimo nivel, quem perde é a democracia...lamentavel.

  5. Henrique Postado em 17/Nov/2013 às 16:44

    Hoje faz 15 anos, 4 meses e 13 dias que o relatório do mensalão tucano foi entregue ao herói da pátria/joaquim e................................................................................................................................

  6. Henrique Postado em 17/Nov/2013 às 16:45

    À sodomia jurídica dos STF ficou claro que o verdadeiro magistrado judicial foi a mídia golpista.

    • Franklin Weise Postado em 18/Nov/2013 às 09:48

      Já que os juízes do STF são tão submissos à mídia, por quê não eliminar logo o STF? Ou todo o judiciário?

  7. Henrique Postado em 17/Nov/2013 às 16:48

    Dirceu arquitetou, democraticamente, a vitória do primeiro mandato de Lula, já outros compraram votos para se reeleger e estão aí numa boa.

  8. renato Postado em 18/Nov/2013 às 00:47

    Dilma - 13 - 2014. É o que eu posso fazer, por enquanto. E também me filiar ao PT.

  9. Vinicius Postado em 18/Nov/2013 às 01:04

    Não apoio corruptos

  10. Alberto Postado em 18/Nov/2013 às 03:02

    Da pra sentir que o site tem uma pegada de esquerda, só não esperava ver apoiadores do PT vomitando tanta groselha nos cometários. haha

  11. luiz carlos ubaldo Postado em 18/Nov/2013 às 08:20

    Dirceu e Genoíno não mereciam passar por uma situação dessas, são guerreiros que nuito deram de suas vidas em prol do seu povo e pela Democracia, sofreram as agruras de serem oposiçaõ a uma ditadiura cruel, sofreram com o exilio, com a prisão, a tortura e a morte de companheiros, em quanto os que os julgam hoje, se omitiram ou compacturam com os golpistas, vida longa aos camaradas, presos políticos em plena "democracia"!!!

  12. Alek Postado em 18/Nov/2013 às 08:58

    para quem ainda tinha dúvidas sobre a posição política do site Pragmatismo Político ... essa matéria respondeu tudo... uma pena... afinal, ninguém quer ser manipulado nas suas opiniões, sejam de esquerda ou de direita ... obs.: voltem para o layout antigo do site, vermelho, esse azul não tá enganando ninguém rsrsrsrs

    • Henrique Postado em 18/Nov/2013 às 09:16

      Alek, já faz um tempo que tenho a mesma opinião que a sua, não sou de partido de direita mas fica claro que o site NÃO é imparcial como há tempos costuma divulgar. É realmente uma pena...

    • Franklin Weise Postado em 18/Nov/2013 às 09:50

      O fato de você enxergar um direcionamento político nesta matéria é deveras intrigante, afinal, não há nenhuma análise de valor embutida aí, apenas o relato das prisões dos condenados e suas respectivas declarações à imprensa.

      • Alek Postado em 18/Nov/2013 às 13:01

        ... pelo seu empenho em responder à TODOS os "comentários desfavoráveis" aqui nessa matéria, fica claro também o seu posicionamento Franklin Weise, sem mais.

      • Henrique Postado em 18/Nov/2013 às 15:51

        Franklin, não nos façamos de ingênuos, eu prefiro acreditar que todos nós temos o mínimo de inteligência para distinguir a arbitrariedade de uma reportagem quando a lemos. Apenas os subtítulos: "Sem resistência" e “Injustiça maior é a cometida pela justiça” já demonstra para onde o locutor quer direcionar a atenção.

      • Henrique Postado em 18/Nov/2013 às 15:52

        Não estou criticando a veracidade da reportagem e tampouco discordando do conteúdo dela, apenas me chama a atenção que anteriormente eu julgava (talvez erroneamente) que o site procurava se mostrar imparcial, quando na verdade se avaliarmos as reportagens anteriores fica claro que trata-se de um site de esquerda.

      • Alek Postado em 18/Nov/2013 às 17:03

        ...entraram mais duas matérias agora a tarde, ai fica difícil né "Pragmatismo Político". • OAB diz que prisão de Genoino é ilegal • Filha de Genoino:“Peço que a sociedade se informe sobre meu pai”

      • Franklin Weise Postado em 19/Nov/2013 às 07:44

        Henrique, sim, este site é de tendência centro-esquerda, com matérias bastante parciais às vezes, mas esta matéria particular não me pareceu tendenciosa. A propósito, eu já pensei que eu era de centro-esquerda no passado, até aprender com o governo Lula que o conceito de esquerda é extremamente maleável e impreciso.

      • Thiago Teixeira Postado em 20/Nov/2013 às 08:50

        Cara, volta para os portais da Veja. Lá terão milhares de acéfalos reacionários que "pensam" igual a você.

  13. Alex Wie Postado em 18/Nov/2013 às 09:59

    Primeiro, um passo importante foi dado para punir a corrupção que impera desde 1.500, em nossa terra. Segundo, por favor culto a persolalidade e tentar canonizar os condenados, realmente beia ao ridiculo. Terceiro, que abra-se a porteira, e partimos agora para os outros mensalões, PSdb, de minas, DEM, os milhões desviados de sampa etc. Que a partir de agora cumpra-se a lei. Fico impressionado, como a punição para a corrupção, ainda é um tabu neste país.

  14. luiz carlos ubaldo Postado em 20/Nov/2013 às 10:28

    Eu não leio mais a veja porque sei que é a maior representante da direita no Brasil, nem o globo, folha ou outras publicações tendenciosas, Pragmatismo é tão democrático que abre espaço para os lacaios da bueguesia se expressarem!