Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 07/Nov/2013 às 12:07
8
Comentários

Pesquisa CNT: Dilma cresce e venceria no 1º turno

Contra Aécio Neves e Eduardo Campos, Dilma Rousseff teria 43,5% dos votos e venceria no 1º turno, revela nova pesquisa CNT

dilma pesquisa primeiro turno
Se as eleições fossem hoje, presidente Dilma seria reeleita em primeiro turno (ABr)

Pesquisa de opinião divulgada nesta quinta-feira (7) pela CNT (Confederação Nacional dos Transportes) em parceria com o instituto MDA mostra que a presidente Dilma Rousseff levaria 43,5% dos votos no primeiro turno das eleições de 2014 se a disputa fosse com Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB). Nesse cenário, Aécio teria 19,3% e Campos, 9,5%.

Na pesquisa anterior, divulgada em setembro, antes da filiação da ex-senadora Marina Silva ao PSB, Dilma tinha 36,4% das intenções de voto, mas o cenário pesquisado era diferente, com Dilma, Aécio, Campos e Marina disputando a Presidência ao mesmo tempo.

Se, em vez de Campos, concorresse pelo PSB a ex-ministra Marina Silva, a diferença seria menor: Dilma teria 40,6% dos votos; Marina, 22,6%; e Aécio, 16,5%.

Leia também

Segundo a pesquisa, Dilma leva vantagem em todos os cenários. A vitória ocorreria já no primeiro se Eduardo Campos fosse o candidato do PSB, porém, se Marina Silva disputasse, haveria uma possibilidade de segundo turno.

Segundo turno

No segundo turno, Dilma também teria mais chances de vencer com folga se Campos for o candidato do PSB. Na disputa com Marina, Dilma venceria com 45,3% dos votos e a pessebista levaria 29,1%. Já com Campos, Dilma conseguiria 49,2% dos votos, e Campos, apenas 17,5%.

Dilma também venceria Aécio no segundo turno, com 46,6% dos votos, ante 24,2% do tucano.

Espontânea

Na intenção de voto espontânea para presidente, Dilma aparece em primeiro lugar, com 18,9%, seguida do ex-presidente Lula, com 7,5%. Aécio vem em terceiro, com 6,7%, e Marina, em quarto, com 5,6%. Eduardo Campos está em quinto, com 2,2% das intenções. O tucano José Serra, que articula para ser o candidato do PSDB no lugar de Aécio, teria 0,6%.

Também foram citados na pesquisa espotânea o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que aparece com 0,2%, e o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa (sem partido), lembrado por 0,1%. Outros candidatos somam 0,7%.

Foram ouvidas 2.005 pessoas em 135 municípios de 21 unidades da federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança.

com CNT e UOL

Recomendados para você

Comentários

  1. Ali7 Postado em 07/Nov/2013 às 12:20

    A unica utilidade do pobre ...

    • andre Postado em 07/Nov/2013 às 16:10

      comer o seu cu

      • Luciana Coelho Postado em 07/Nov/2013 às 16:42

        Ô André: pegou pesado. Vá que ele goste...

  2. Thiago Teixeira Postado em 07/Nov/2013 às 13:26

    Não tem preço um governante ser recebido com estes sorrisos das pessoas que a colocaram no poder. Dane-se a classe rica e os intelectuais cheirosos.

  3. luiz carlos ubaldo Postado em 08/Nov/2013 às 10:58

    Esses fdp odeiam pobre, por serem eles, os detratores, pobres de espírito e mal amados!

  4. Eduardo Abreu Postado em 08/Nov/2013 às 12:03

    interessante comentários com palavras de baixo calão podem ser divulgados, este site tá estranho.

    • Thiago Teixeira Postado em 08/Nov/2013 às 12:38

      Por isso que eu frequento esse site, pois publicam tudo sem censura. Vá para o portar G1 então.

  5. Frederico Postado em 22/Jan/2014 às 09:36

    É o Brasil indo para o fundo do poço...