Redação Pragmatismo
Compartilhar
Especial 08/Nov/2013 às 13:03
47
Comentários

Os 10 países mais prósperos do mundo

Instituto que analisa a prosperidade em 142 países divulgou a lista dos 10 países mais prósperos do mundo. Entre os fatores levados em conta estão a economia, o empreendedorismo, a educação e a qualidade de vida

melhor país do mundo noruega
Legatum Institute divulgou o estudo global Prosperity Index 2013, que analisa a prosperidade em 142 países. (Foto: Noruega)

O Legatum Institute, instituto independente de pesquisas, divulgou o estudo global Prosperity Index 2013, que analisa a prosperidade em 142 países.

Entre os fatores levados em conta estão a economia, o empreendedorismo, a educação e a qualidade de vida.

A Noruega ficou em primeiro lugar. Como de hábito, os países escandinavos brilharam: fora a Noruega, Suécia, Dinamarca e Finlândia estão entre os dez primeiros.

O Brasil ficou na 46a posição.

Veja abaixo quais são os 10 países mais prósperos do mundo (aqui a lista completa com os 142).

1º – Noruega
RANKING GERAL: 1
Economia: 1
Empreendedorismo e oportunidade: 6
Governança: 12
Educação: 4
Saúde: 5
Segurança: 6
Liberdade pessoal: 2
Capital social: 1
Em relação a 2012: se manteve em primeiro lugar

2º – Suíça
RANKING GERAL: 2
Economia: 2
Empreendedorismo e oportunidade: 4
Governança: 1
Educação: 27
Saúde: 3
Segurança: 11
Liberdade pessoal: 15
Capital social: 8
Em relação a 2012: subiu sete posições

3º – Canadá
RANKING GERAL: 3
Economia: 4
Empreendedorismo e oportunidade: 16
Governança: 8
Educação: 3
Saúde: 11
Segurança: 7
Liberdade pessoal: 1
Capital social: 6
Em relação a 2012: subiu três posições

4º – Suécia
RANKING GERAL: 4
Economia: 6
Empreendedorismo e oportunidade: 1
Governança: 4
Educação: 14
Saúde: 12
Segurança: 3
Liberdade pessoal: 4
Capital social: 10
Em relação a 2012: caiu uma posição

5º- Nova Zelândia
RANKING GERAL: 5
Economia: 17
Empreendedorismo e oportunidade: 15
Governança: 2
Educação: 1
Saúde: 20
Segurança: 15
Liberdade pessoal: 5
Capital social: 2
Em relação a 2012: manteve a quinta colocação

6º – Dinamarca
RANKING GERAL: 6
Economia: 23
Empreendedorismo e oportunidade: 2
Governança: 3
Educação: 18
Saúde: 14
Segurança: 8
Liberdade pessoal: 9
Capital social: 3
Em relação a 2012: caiu quatro posições

7º – Austrália
RANKING GERAL: 7
Economia: 10
Empreendedorismo e oportunidade: 11
Governança: 7
Educação: 2
Saúde: 17
Segurança: 16
Liberdade pessoal: 3
Capital social: 4
Em relação a 2012: caiu três posições

8º – Finlândia
RANKING GERAL: 8
Economia: 26
Empreendedorismo e oportunidade: 3
Governança: 5
Educação: 6
Saúde: 16
Segurança: 4
Liberdade pessoal: 17
Capital social: 7
Em relação a 2012: caiu uma posição

9º – Holanda
RANKING GERAL: 9
Economia: 20
Empreendedorismo e oportunidade: 8
Governança: 10
Educação: 12
Saúde: 7
Segurança: 17
Liberdade pessoal: 14
Capital social: 5
Em relação a 2012: caiu uma posição

10º – Luxemburgo
RANKING GERAL: 10
Economia: 14
Empreendedorismo e oportunidade: 5
Governança: 6
Educação: 46
Saúde: 1
Segurança: 10
Liberdade pessoal: 7
Capital social: 17
Em relação a 2012: subiu uma posição

Pragmatismo Politico
com Legatum Institute e Exame

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 08/Nov/2013 às 13:54

    Prosperidade é algo muito relativo. Observei que no topo estão os países nórdicos (e Austrália), na sequência EUA, países asiáticos, resto da Europa, américa central, américa latina, e em último os africanos mesclados com Iraque e Afeganistão. A pergunta é, quem fez esta lista que parâmetros utilizaram. Prosperidade para uma tribo no meio da África pode ser ter bastante pedras no pescoço, ou no caso dos moradores de CHAD (que estão em último), ter 5 ou 10 camelôs, é relativo isso, pois para o cidadão nórdico prosperidade é ter nível superior e bens de capital.

    • Henrique Postado em 08/Nov/2013 às 22:57

      Concordo com Thiago. O Brasil é uma extensão enorme, com muita riqueza natural, uma cultura variadissima. Na nossa história tivemos a escravidão, perpetuada por uma elite estúpida/burra e única no planeta. O progresso da Brasil tem que ser aquilo que essa elites burra nos tiraram. Precisamos, principalmente, tirar o retardamento do desenvolvimento das riquezas que nos foram tiradas. As elites brasileiras sempre viveram das migalhas do que transferiam de nossa riqueza para o exterior. Do pau-brasil, à cana, ao ouro, ao café, ao ferro, à soja, nossa história foi transferir riqueza. O Thiago tem razão: temos índios na região norte do Brasil onde sua cultura difere de outras regiões - MAS CADA UMA DESSAS CULTURAS POSSUI OS SEUS PARÂMETROS! Realmente, prosperidade é muito relativo. Para um país homogêneo (vamos dizer assim) pode até funcionar. Mas para um país heterogêneo (vamos dizer assim) como o Brasil com suas inúmeras raças e culturas - é muito relativo, sim.

      • Valdivia Sarmento Vilela Postado em 10/Nov/2013 às 11:27

        Gostei do seu comentario.

      • Jorge Andrade Postado em 10/Nov/2013 às 11:47

        O mal do Brasil é uma doença que se alastrou desde o advento da ditadura: corrupção. Tivemos a oportunidade de dar um salto gigante na década de 80, com Leonel Brizola, mas a Rede Esgoto não permitiu. Estaríamos hoje colhendo os frutos da educação básica integral. Um país para crescer precisa acima de tudo de um povo educado.

      • Pedro Alves Postado em 11/Nov/2013 às 14:41

        como diria um cara culto, Ivan Lins..a sorte do Brasil foi ter sido colonizado por Portugal...á parte o periodo historico vivido da colonizacao...Brasil ficou independente há 200 anos...e quem governa o Brasil sao brasileiros...corruptos, incompetentes, vendidos..isso torna o Brasil um Pais explorado pelos proprios governantes brasileiros..mais ningue tem culpa disso...

    • Marcos Postado em 09/Nov/2013 às 18:35

      Conversa esquerdoide, prosperidade nada mais que que sinais de uma sociedade mais evoluída em todos os sentidos, o fato é que a esquerda defende países e continentes falidos por mera questão ideológica quando é fato que a Africa é o que é hoje por culpa dos governos Africanos que vem do povo Africano, assim como a Venezuela falida atualmente, Brasil com a extrema violência entre outros.

      • Sílvio Postado em 09/Nov/2013 às 19:04

        Marcos, por favor, vá estudar!

      • Mario Postado em 09/Nov/2013 às 19:17

        Marcos, vá estudar (2) por favor.....

      • Neo Rio Postado em 09/Nov/2013 às 19:36

        Concordo em gênero, número e grau com você. Prosperidade está intimamente ligada a liberdade de escolhas, a capacidade das pessoas serem donas do próprio nariz, e não depender de migalhas ou assistencialismo de governos. Vejo o outro leitor falando para você ir estudar, mas acho que antes de qualquer coisa ele que tem que estudar e deixar de se iludir com bobagens acadêmicas.

      • joao Postado em 09/Nov/2013 às 20:28

        A África é falida pelos governos do neo colonialismo, os governos de hoje fazer o que podem mas sugaram tudo o que eles tinham.

      • David Postado em 09/Nov/2013 às 20:49

        Marcos, sua ignorância impressiona. De que bolha você saiu?

      • Cicero Postado em 09/Nov/2013 às 21:04

        MARCOS ESSE SEU DISCURSO DE INTEGRALISTA NÕ TEM LUGAR NO CONTEXTO QUE SE PROPÕE O ESTUDO ACIMA. VOCÊ ESTÁ NO PAÍS ERRADO E NO TEMPO ERRADO.

      • Eron Postado em 09/Nov/2013 às 22:06

        Marcos, por favor, vá estudar!²

      • Anonimo Postado em 10/Nov/2013 às 02:10

        Conversa "Esquerdoide"? "Sociedade mais evoluída em todos os sentidos", e quais sentidos são esses? Você nem sequer se deu o trabalho de explicar isso. Enfim, a postagem do Thiago não tem absolutamente nada a ver com esquerda. 1. Os países africanos estão como estão porque grande maioria deles só conseguiram independência por volta do fim do século 20, o Apartheid apenas caiu na africa do Sul em 1992... Isso é muito pouco tempo. Antes disso, esses países todos eram playground da Europa, ou vai me dizer que na Bélgica, terra dos diamantes e chocolate, tem um monte de plantações de cacau e minas de diamante? 2. A Venezuela não está falida. 3. O Brasil está como está por causa do altíssimo índice de corrupção, basicamente, que vem se alastrando desde a ditadura militar. Quanto ao Thiago, imagino que os parâmetros utilizados sejam basicamente o acesso que o povo tem às necessidades básicas como educação, saúde e segurança independente de suas classes sociais.

      • Marcos Postado em 10/Nov/2013 às 19:08

        Vão estudar vcs, basta ver o Japão destruído diversas vezes o que é hoje, os governantes Africanos geralmente são proto ditadores assim como muitos atuais latinos de esquerda, esses continentes invejam a Europa até mesmo com ela em crise e nós não devido as bençãos naturais da nossa terra.

      • Rodolfo Postado em 11/Nov/2013 às 12:11

        Marcos, vá estudar (3)!

      • joao Postado em 11/Nov/2013 às 12:22

        com milhões do plano marshall é fácil reerguer o Japão, quero ver erguer um país explorado e esquecido.

      • Henrique Postado em 12/Nov/2013 às 12:44

        Ô marcos! O pessoal está correto em mandá-lo estudar. Tu é burro hein! Tu és um analista(?) neoliberal(?) igualzinho aos que ainda, por enquanto, dominam a grande mídia, dizendo que somente o crescimento constante do mundo pode trazer desenvolvimento. Tu não entendes que a distribuição mundial de renda é tão disparatada que, na verdade, o que o mundo precisa para se desenvolver é de mais distribuição e não exatamente crescimento. A "burrissima" da urubóloga miriam leitão uma vez disse que o Brasil cresceu menos que a média mundial. Pena que a "burrissima" amestrada esquece de dizer que o Nordeste brasileiro, a região mais pobre do país, cresceu a taxas anuais superiores a 10% nos últimos anos, e que as classes mais baixas também registraram crescimento muito acima da média nacional. Isso é que é importante e somente uma distribuição de renda mais justa pode trazer equilíbrio e estabilidade à economia global. VEJA SE TU ENTENDES O SIGNIFICADO DESSE EXEMPLO: -Uma decisão unilateral dos Estados Unidos, como a invasão do Iraque, já consumiu quase US$ 2 trilhões.- QUAL EQUILÍBRIO E ESTABILIDADE GLOBAL ISSO CAUSA!? SERÁ QUE ESSE VALOR ACIMA NÃO DAVA PARA, PELO MENOS, ENVIAR 1KG DE ALIMENTOS À FOME NA ÁFRICA!? PQP, o pessoal tem absoluta razão - VÁ ESTUDAR UM POUCO - cuidado com a alienação midiática! Pelo amor de Deus!

    • Marcio Postado em 09/Nov/2013 às 19:03

      Que parametros utilizaram? Ora é so você ver a lista: Educação, Economia, Saude, etc. São criterios bastante objetivos e concordo com o ranking.

    • ARÃO MELO Postado em 09/Nov/2013 às 22:30

      Prosperidade é uma coisa, nivelar por baixo é outra Srs. Concordo com o ranking.

    • Marcos Postado em 24/Aug/2014 às 10:22

      É isso aí. Prosperidade é relativa. Disse tudo!

  2. Juniperos Postado em 08/Nov/2013 às 14:20

    Anda tudo tão capitalista que eu acho que querem dizer que prosperidade = poder de compra!

    • Marcel Postado em 14/Nov/2013 às 10:07

      Acho que tem gente que deve aprender a ler. Os criterios da avaliacao estao abaixo: Economia: Empreendedorismo e oportunidade: Governança: Educação: Saúde: Segurança: Liberdade pessoal: Capital social:

  3. Eduardo Postado em 08/Nov/2013 às 15:05

    Prosperidade tem tudo a ver com LIBERDADE ECONÔMICA

  4. Eduardo Postado em 08/Nov/2013 às 15:20

    Este post vai direto ao ponto. Países com viés socialista tem menos libertade econômica e assim a vida da população acaba sendo pior. A única coisa que o socialismo consegue distribuir ao povo é miséria e ditadura.

    • Marcos Postado em 09/Nov/2013 às 18:37

      Exatamente, basta ver a Venezuela que em poucos anos já esta falindo, o Brasil não corre esse risco pois o povo brasileiro teve a sorte de estar em um verdadeiro paraíso na terra que é a terra brasileira, pois se depender da esquerda que infesta essa terra estaríamos todos como em Cuba.

      • Eder Postado em 09/Nov/2013 às 21:13

        Prezados, há poucos meses eu estive com uma pessoa que mora na Dinamarca e ela me disse que os dinamarqueses se definem como socialistas. Eu fiquei surpreso com a afirmação, não me dei por vencido e tentei questioná-la a respeito. A pessoa afirmou novamente: "eles são socialistas". Aí nós dizemos que "a vida da população é pior em países com viés socialista". Será que é mesmo? Está aí, a Dinamarca, que todo brasileiro de esquerda ou de direita citaria como exemplo de um país desenvolvido! Portanto, muito cuidado com ideias pré-concebidas. Como disse o Vinicius em seu comentário: "os [países] que mais se destacam são aqueles mais sociais-democratas possíveis, que usam a contribuição dos impostos para produzir direitos sociais em atacados com acessibilidade universal a todos os seus cidadãos." Dentre eles está a Dinamarca, cujos cidadãos se definem como socialistas.

    • Anonimo Postado em 10/Nov/2013 às 02:15

      Então me explique porque os EUA não estão no primeiro lugar do ranking. Onde você viu que tem a ver com liberdade econômica? Os países no topo do ranking possuem alto nível de educação e saúde, mas se você for ver, esse alto nível vem de serviços estatais. Maioria dos países dessa lista são ditos de direita, mas são na verdade centristas (social democratas, mais especificamente). Nenhum deles tomou um posicionamento nessa ingenuidade binária que é "ser de esquerda" ou "ser de direita"; ou nessa teoria ultrapassadíssima da economia que acredita que ou o mercado é livre, ou o país é estatista.

      • Ricardo Postado em 10/Nov/2013 às 10:59

        Resposta perfeita! Concordo que o que realmente atrapalha tudo é esse maldito rótulo de "direita" e "esquerda", os países escandinavos são o que eu considero o ápice da democracia, que une bem estar social com liberdade justamente por não estarem nem aí para esse tipo de picuinha, é esse tipo de exemplo que deveríamos seguir. O mais importante seria descobrir como chegaram à esse equilíbrio, quais decisões tomaram, como funciona sua ecônomia e política?

      • Diego Postado em 10/Nov/2013 às 14:16

        Liberdade Econômica? Quase todos os países listados como (Noruega, Canadá, Suécia, Dinamarca, Austrália e Finlândia) foram governados por décadas por partidos Sociais- Democratas, adotando práticas de forte intervenção estatal, com o estado monopolizando os serviços de saúde, educação, em algum desses até o sistema financeiro, além de altas cargas tributárias, (Noruega, Dinamarca e Suécia empregam mais de 30% de força de trabalho no funcionalismo público, e tem carga tributária acima 40%). Com práticas liberais somente os microestados Luxenburgo e Suíça.

      • Marcos Postado em 10/Nov/2013 às 19:11

        Todos esses países passam longe da burocracia estatal, tente abrir um negocio no Brasil para ver o que ocorre, esquerdismo gera um povo dependente de esmolas estatais, não digo isso em relação as bolsas que são necessárias, mas em relação a tudo mais, um país sem o capitalismo simplesmente acaba, a Venezuela é o retrato do fracasso vivendo de esmolas de países solidários ou melhor burros como o Brasil e mesmo assim o povo celebra o estado venezuelano como se fosse a igreja no passado, são tão cegos quanto ou pior MAIS CEGOS ainda, pois "tolo é o homem que confia no homem".

    • Shuma Postado em 11/Nov/2013 às 10:33

      Creio que o sr. é muito irônico. A Suécia é um país socialista que sabe muito bem como gerar e distribuir a riqueza.

  5. renato Postado em 08/Nov/2013 às 17:02

    Meu bom e novo Brasil. Sei que alguns paises Escandinavos, são de extrema direita, há certas coisas que não são admitidas por lá. Há outyros que liberarão as drogas e prostituição, outros so conseguem ver o sol se colocar espelhos para refleti-los ( dava para nós vender a eles o reflexo), Em alguns paises destes o suicídio é recorrente, e alto. E o pior, quando vem passear no Brasil são obrigados a se bloquerem do sol. Pele fina e envelhecimento ´precoce. Só comem salchicha e bebem cerveja aguada. Pra que tanto dinherio no bolso. Mas tudo bem, fiquem aí. E eu aqui, no Brasil qualidade Zero.

    • Lilian Postado em 10/Nov/2013 às 00:14

      Realmente vc não sabe nada da escandinavia e dos escandinavos. Convido vc para vir a Suécia.

  6. Roni Postado em 09/Nov/2013 às 18:59

    E os países mais seculares estão no topo, é claro.

    • Carlos Postado em 09/Nov/2013 às 19:33

      Pois estes trocam o lado espiritual pelo material, achando que apenas isto lhes basta.

      • ARÃO MELO Postado em 09/Nov/2013 às 22:32

        Entao somos o paraiso com violencia extrema, enquanto eles não tem?Espiritualidade de jerico...

  7. Neo Rio Postado em 09/Nov/2013 às 19:36

    Concordo em gênero, número e grau com você. Prosperidade está intimamente ligada a liberdade de escolhas, a capacidade das pessoas serem donas do próprio nariz, e não depender de migalhas ou assistencialismo de governos. Vejo o outro leitor falando para você ir estudar, mas acho que antes de qualquer coisa ele que tem que estudar e deixar de se iludir com bobagens acadêmicas.

  8. Vinícius de Oliveira Bess Postado em 09/Nov/2013 às 19:47

    Concordo com o Thiago e com o Henrique sobre os aspectos antropológicos, relativos e subjetivos do que é considerado prosperidade. Porém penso que a matéria está tomando como universo de comparação as sociedades que tem um mesmo parâmetro em seu imaginário social do que é necessário para todos viverem bem, o tal famoso Estado de Bem Estar Social Democrático de Direito. Nesse quesito os que mais se destacam são aqueles mais sociais-democratas possíveis, que usam a contribuição dos impostos para produzir direitos sociais em atacados com acessibilidade universal a todos os seus cidadãos.

  9. Ana Paula Postado em 10/Nov/2013 às 02:24

    Marcos, concordo com a Silvio, P-O-R F-A-V-O-R vá estudar, os sintomas no seu caso, são de emergência, adquira contexto histórico antes de sair vomitando os seus "achismos"!! a África é o continente que mais sofreu e sofre, por culpa desses países "prósperos". Assim, como o Brasil que foi invadido, ou "colonizado" por europeus gananciosos e sofre com essa desestrutura desde 1500!

    • Alexandre Postado em 11/Nov/2013 às 14:47

      E quase 200 anos não foram suficientes para limpar e consertar a casa, me poupe se o Brasil está essa bananeira toda a culpa é de cada brasileiro que só reclama e não faz nada para mudar, mais fácil culpar Deus e o mundo que assumir responsabilidades e trabalhar para ter um país melhor.

    • Armando Postado em 11/Nov/2013 às 21:41

      Se fosse só por isso Canadá, Austrália e USA também estariam na merda

  10. Adalberto Postado em 10/Nov/2013 às 19:52

    Nenhum desses paises tem a metade das riquezas do Brasil, o mais rico do mundo em recursos naturais, no entanto possuem a maior distribuição de renda. Se não fosse a corrupção, a exploração e outras mazelas, estariámos entre eles.

  11. André Postado em 10/Nov/2013 às 23:06

    falta capitalismo nos países menos prósperos. Infelizmente a mentalidade brasileira demoniza a livre economia.

  12. Alexandre Postado em 11/Nov/2013 às 14:51

    Os países mais pobres são os mais capitalistas ou FEUDALISTAS, aonde acumulo de riquezas é regra, por isso não é surpresa que nesses países a desigualdade entre os mais ricos e os mais pobres é enorme.

  13. ademar Postado em 11/Nov/2013 às 16:15

    "Eu si divirto" , o pessoal amante das ideologias, não aceita o fato dos países mencionados não pertencerem a linha ideológica apaixonada, e resolve questionar os critérios do ranking, alguns com argumentos patéticos. Sejamos realistas, somos o que somos por nossos erros e acertos, com certeza mais erros, nossa condição social é muito ruim, não tapemos o sol com a peneira, ao invés de discutirmos e procurarmos soluções para melhorar a condição social e humana de nosso país, vamos "avaliar" os critérios do ranking? Medíocre e covarde isto.

  14. ssoaresmartins Postado em 15/Mar/2016 às 09:48

    Vocês não acham as duas partes, que devemos todos estudarem? Estudar não tem limite, assim como a ignorância. Precisamos aprender com os erros. Muitos não gostam de enxergar o óbvio, o brasil nos últimos 15 anos deu sim um salto gigantesco. Sou apolítico e não quero polemizar se os governos atuais aproveitaram ou não, feitos do anterior, se aproveitaram parabéns para o outro e para os atuais, que tiveram a astucia de aproveitar aquilo que é bom. O que não agrega nada de positivo, é os dois últimos anos em que um presidente é eleito e ao mesmo tempo impedido de governar. Vamos deixar de ser idiotas minha gente, Isso aí não é campeonato Brasileiro que vale gol roubado vale juiz comprado o que vale é ser campeão, no fim ainda exalta roubado é mais gostoso. Aqui são nossas vidas, de nossos filhos de nossos netos, Para que quebrar uma sequência democrática se na verdade nem tem algo melhor para colocar? O povo deveria sim cobrar da ambos os lados responsabilidades. Homem 100% honesto esqueçam isso na história da humanidade nunca existiu. Passe a raciocinar que honestidade está sempre presa as pessoas de baixo nível financeiro, não porque estão errada, mas é que se sentem bem sendo honestos, mas na corrida pela supremacia nunca chegarão os honestos, chegarão os mais espertos. Isso não é no Brasil é em todo mundo. O que melhora qualidade de vida não são governantes, e sim o próprio povo, exigindo educação, educação e educação,de seus filhos de seus amigos, de seus pais se ainda viverem, de seus amigos. Tenho 69 anos e comecei estudar novamente, sou semianalfabeto estou cursando o fundamental, ou seja eu estava colaborando com os pontos negativos do Brasil, por simples comodismo. Vamos amigos, esquecerem a politica e fazer a nossa história. Agora entendamos, existe desenvolvimento e desenvolvimento. A China hoje é a segunda Economia do mundo e menos evoluída em IDH que a Venezuela.