Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 27/Nov/2013 às 11:51
56
Comentários

Meu corpo, minhas marcas, minha história

Um carro passou por cima de mim e da minha autoestima. Mudou minha história, mudou meu corpo, mudou o meu “trepar”. Mudou tudo

Gleyma Lima, Blogueiras Feministas

Cicatrizes. 23 anos. 30 janeiro de 2010. Neste dia ganhei três marcas que estão no meu corpo por toda a vida. São elas: braço esquerdo com 5 pinos e 23 marcas decoradas com quelóides, um enxerto nas costas de 30×30 centímetros, na perna esquerda no mesmo tamanho para dar o tom. É, isso, foram 2 meses de hospital. Um carro passou por cima de mim e da minha autoestima. Mudou minha história, mudou meu corpo, mudou o meu “trepar”. Mudou tudo.

Eu fiquei um ano sem ir para praia por vergonha do meu corpo, um ano sem usar salto (nunca fui fã também rs), um ano sem usar calça jeans (amei e aprendi a comprar vestidos) , um ano sem beber e fumar (se você é da boemia vai te doer), e um ano e dois meses sem sexo porque achava que nunca mais alguém ia gostar de uma mulher defeituosa.

Num dia, uma amiga da minha mãe me perguntou como eu ia casar agora com esse corpo. Respondi: se você conseguiu meu bem, qualquer um consegue e soltei uma gargalhada. Ela foi embora. E, após isso, tive uma noite com choros e antidepressivos. Um dia, beijei um cara que se recusou a transar comigo. Disse que eu era legal, mas que ele não topava as minhas marcas. Mais um semana de choros, lagrimas e antidepressivos. Nas praias cariocas eu já não era mais admirada também. Doeu, rendeu lágrimas e remédios …

Eu poderia ficar aqui dizendo a vocês o quanto sofri e afirmar, com certeza, que não é nada diferente do que sofre uma mulher com estrias de gravidez, acima do peso, com celulite ou marcas de uma guerra. Em nome de uma beleza pré-montada, essa sociedade mata milhares de mulheres que se submetem a mesas cirúrgicas, com o objetivo de adequar-se a essa beleza irreal e vazia que é mostrada nas passarelas, revistas e novelas do Brasil .

Digo sim, do Brasil, pois hoje somos um dos campeões em cirurgias plásticas no mundo. Em nome dessa ” mulher” magra, de cabelo liso, peito e bunda grande. É por causa desse estereótipo machista que meninas/moças/mulheres contribuem ainda significativamente para aumentar o consumo de antidepressivos no País.

A minha história é para dizer a vocês que não é necessário mudar seu corpo, e sim, mudar de grupo, de homens/mulheres que vocês tem como amigos, peguetes, namorados, maridos ou afins que matam sua autoestima aos poucos. Alguém que julga um corpo é vazio. Você deve ter pressa e fome de conhecer gente livre desse tipo de julgamento idiota. Corra e grite contra isso!

Não é facil, eu sei. Quando o primeiro cara me rejeitou achei que não tinha mais jeito. Depois conheci um cara legal e fui para cama com ele. Antes, contei que tinha marcas, como seu eu tivesse duas vaginas ou duas cabeças. Disse: “Olha, eu durmo contigo, mas eu marcada e tals”. Ele tirou minha roupa e nem prestou atenção em nada (confesso que nem eu, depois de tanto tempo sem fazer). E, depois disse: “Olha, seguinte, tu tem que relaxar garota. Tu é gostosa. É uma mulher. E as marcas são lindas porque mostram sua força. Vão te julgar a vida toda, se tu for gorda/magra, velha ou nova, negra ou branca. Você tem que se livrar do preconceito contra você mesma”. E, assim, ficamos amigos e segui meu caminho.

Ah, esse momento me transformou em uma mulher que hoje não tem medo de transar, trepar, fazer amor na primeira ou na décima noite. Hoje, coloco biquíni, mini-saia, shorts curto, calcinha sexy, blusa sem manguinha. Amo minhas marcas, amo a mulher que me tornei, sabe.

Depois dele, tive alguns outros homens/namorados/peguetes/casos e nenhum deles julgou meu corpo, meus quilos a mais ou a menos. Tivemos inúmeras brigas, tiveram traições, tiveram desamores, teve amor demais, tiveram incompatibilidades e até barraco para apimentar. Porém, nunca questionaram minhas marcas, nunca deixaram de me desejar. Sim, após meu acidente aprendi a me relacionar com homens que não deixam jamais de chamar uma dama de “louca” numa briga e que nunca olham só uma questão de um ser humano. A todos, meu muito obrigada. Vocês merecem mulheres de corpo e alma.

As marcas me levaram a homens melhores, a amigos mais nobres, a trabalhos mais bonitos e a transar de luz acesa. Ah, me obrigaram a realizar meus sonhos e a me respeitar acima de tudo e atrair o respeito para minha vida. Hoje, eu sou feita de corpo, alma, coragem, teimosia e um corpo personalizado como todo o gênero que habita este planeta. Somos todos indivíduos individuais deste universo.

Recomendados para você

Comentários

  1. DULCE SIQUEIRA Postado em 27/Nov/2013 às 12:08

    ela teve câncer tb?

    • Walter Postado em 28/Nov/2013 às 14:39

      A foto não tem nenhuma relação com a história, que pode ou não ser falsa. A foro, na verdade, é de uma mulher que teve câncer de mama e foi fotografada pelo fotógrafo nova-iorquino David Jay, para "The SCAR Project". http://www.thescarproject.org/

  2. Fabiane Azevedo Postado em 27/Nov/2013 às 12:39

    Isso é lindo! Parabéns pelo texto maravilhoso!Assim como eu que tenho várias cicatrizes pelo corpo e ainda não consigo aceitar todas elas, é importante ler textos como esse para refletir que não estamos sós, e que podemos administrar muito bem tudo isso com amor próprio!

    • Cris Postado em 27/Nov/2013 às 13:24

      Estou com vc! tbm possuo marcas nas pernas, cicatrizes de uma queimadura e de um enxerto e tbm não consigo lidar muito bem com elas, deixo de fazer muita coisas quando tenho expor minhas pernas. È muito bom ver que não estamos sós, nesta sociedade onde todos parecem ser "perfeitos".

      • Laís Postado em 27/Nov/2013 às 18:15

        Cris, eu tbm tenho marcas e por mto tempo tive vergonha e medo .. mas então percebi que quem estava perdendo era eu, e se alguém não me quisesse por minhas marcas, essa pessoa não me merecia, demorou um tempo e doeu, mas namorei mto, beijei mto e hoje tenho um namorado que prefere me ver assim normalzinha do que arrumada com maquiagem ou salto. e isso é companheiro de verdade, aquele que te namora e te ama e te chama de linda mesmo descabelada e com marcas. A felicidade é nosso estado de espírito, eu não sou uma garota perfeita e nem com corpo perfeito (ao menos aos olhos da sociedade), mas e dai, mesmo que eu fosse perfeita iriam me arranjar algum defeito, porque os outros são assim, adoram procurar algum defeito no próximo. Então, se ame e se cuide como se não houvesse amanha!

  3. Lourenço Faria Postado em 27/Nov/2013 às 12:43

    Muito legal a história! Independente das marcas que cada um de nós leva no corpo e na alma, a auto-aceitação é o caminho para a felicidade e plenitude.

  4. heyde Postado em 27/Nov/2013 às 12:45

    Perfeito!

  5. Ana Paula Pires Postado em 27/Nov/2013 às 12:56

    Amiga!!!! Vc se ama como poucas!!! E daí? Marcas assim são somente do corpo, existem as marcas da alma que podem nunca ser curadas... Te curti muuuuuuuuuiiiiiiiito. Ana Paula Pires

  6. Gleide Postado em 27/Nov/2013 às 13:01

    Simplesmente digno de admiração e respeito, "vc é fantástica menina". Que as pessoas possam se espelhar no seu exemplo, o mundo precisa urgentemente de pessoas com mais conteúdo e não só um rostinho bonito, devemos lembrar aparência não é tudo, vamos ter mais consciência e respeito pelos nossos semelhantes.

  7. Lucas Postado em 27/Nov/2013 às 13:05

    Interessante, tenho certeza que essa migração de sociedade não foi fácil. Só quando se passa por uma situação complicada, geralmente quando chega-se no fundo do poço é que enxergamos o meio em que vivemos e a sociedade que nos cerca.

  8. Marcia Postado em 27/Nov/2013 às 13:07

    Linda, linda, linda...

  9. juliana Postado em 27/Nov/2013 às 13:10

    Todas as adolescentes deveriam ler este texto, torço para que no futuro se fale mais em aceitação do que em padroes esteticos.

  10. bruno Postado em 27/Nov/2013 às 13:31

    Mulher vc é demais!! Eu sou homem sem marcas e mesmo assim não me aceito fisicamente como vc... acho que estou precisando de vc na minha vida.

  11. Mateus Postado em 27/Nov/2013 às 13:36

    Realmente o texto é lindo impactante. Concordo que as mulheres (e homens) deviam parar de fazerem loucuras e cirurgias por esses ideais de beleza "impostos", pois a maioria dos homens não gosta de modelos esqueléticas e altíssimas, cada um tem sua preferência que se parece mais com o que vemos no dia a dia das mulheres saudáveis. Mas também acho hipocrisia julgar os homens que não quiseram transar por não achar bonito seu corpo. Se aquele cara estava em busca de sexo apenas por diversão, sem criar vínculos afetivos e etc, é obvio que ele vai buscar garotas bonitas e que agrade aos olhos, isso é instintivo, e o sexo pelo sexo se dá com o corpo da pessoa, não com a personalidade. Da mesma forma que antes você usava calças e ia para a praia cultuar e mostrar sua beleza. Todos gostam de beleza. É duro conviver com uma fatalidade destas, mas o lado bom é que, como você disse, isso te levou a homens que te amaram de verdade, coisa que com sua beleza e seu estilo de vida anterior (pra quem acha 1 ano sem sexo um absurdo de tempo) você não acharia fácil. Não acho a sociedade cruel, acho que as mulheres de hoje estão fracas e cultuam hábitos não saudáveis, engordam, se acabam, são rejeitadas e tomam tufos de antidepressivos (mais um sinal de mente fraca). Nossa sociedade de hoje está lotada de pessoas sedentárias e comodas, e por existirem meios mais fáceis como a cirurgia essas pessoas acabam se submetendo a isto. Nao é só culpa da mídia.

    • Suzana Postado em 27/Nov/2013 às 16:59

      Mateus, desculpa, mas não concordo com você. Não é e nunca foi questão de fraqueza. Note que o estereotipo de mulher magra, alta, branca e loira é enfiado em nossas goelas por meia de TV, revistas e qualquer outro tipo de midia a todo minuto, querem transformar a beleza feminina em um único padrão, padrão esse que é difícil alcançar, visto que em todas essas midias são usadas todos os métodos de photoshopagem possíveis. Se voc~es, homem, tivesse quem passar e engolir isso todos os dias pelo o que nós, mulheres passamos, por toda essa pressão de ter um corpo perfeito desde quando vc se está nas fraldas, você não diria que é fraqueza,ou pior ainda, preguiça

      • Rafael Postado em 28/Nov/2013 às 07:39

        Suzana, a beleza existe. Falar que beleza é aquilo que nos ensinam é besteira. Gostamos do que achamos bonito, do que nos agrada aos olhos. Quando somos crianças por exemplo, não olhamos novelas, nem lemos revistas, e eu me lembro muito bem de achar meninas muito mais bonitas que outras então, digo a você que melhorar é possível sim e pode se melhorar muito. Não precisa de plásticas, nem de qualquer coisa desse tipo. Outra coisa, não pense apenas na sua beleza física, pois, mulher que se preocupa apenas com beleza física se torna feia para um futuro companheiro de vida, é apenas bonita para peguetes. Compreende? A mim chama muito mais atenção uma mulher divertida, alegre, inteligente entre outras coisas do que uma mulher com corpo definido e cheio de voltas sensuais porém sem o conteúdo. É claro que se puder unir beleza com conteúdo se torna algo extremamente lindo, mas dificilmente se consegue isso. A pressão que vocês sofrem é por tanto estarem ligadas a essa mídia, vocês não sofrem a pressão, vocês procuram por ela. Essas mulheres que aparecem na EGO entre outras, são lindas? São, mas aos olhos dos homens são apenas pedaços de filé dos quais poderíamos facilmente compartilhar com amigos e desconhecidos, e você querida Suzana, garanto que não quer ser um pedaço de filé. Não queira ser.

    • Ana Paula Postado em 27/Nov/2013 às 22:24

      Sério Mateus, vá a merda!

  12. O Velho Jack Postado em 27/Nov/2013 às 13:37

    Mulher valorosa. Não tenho outra palavra pra descreve-la por pura incompetência minha.

  13. Sofia Seleri Postado em 27/Nov/2013 às 13:37

    Que lindo querida! Amei e compartilho...também tenho muitas marcas que já nem ligo mais, pelo contrário tenho orgulho porque me tornaram mais forte e sem frescuras!!!

  14. Mariana Postado em 27/Nov/2013 às 13:40

    Linda!! Me emocionei com esse texto e com a sua força e volta por cima. Realmente torço para que essa ditadura da beleza, de um padrão só, caia um dia...e assim teremos mulheres de diferentes formas, donas de uma beleza única :)

  15. Fortunato Mauro Postado em 27/Nov/2013 às 13:44

    Beijo pra tu!

  16. Elene Postado em 27/Nov/2013 às 13:49

    Ótimo... Aceitação e valorização de si mesma!

  17. Rafael Postado em 27/Nov/2013 às 13:52

    Sofrer um acidente e ficar com marcas é uma coisa... Ser gorda tem tem solução, basta ser dedicado e querer melhorar. Não reclamo do fato de ser gordo, mas sim de que para caminhar, gordo anda devagar e para toda hora, quer sempre comer, geralmente ronca, para "trepar" sua demais da conta, são mais sensíveis a doenças, geralmente tem problemas nas pernas ou coluna. Então, auto estima é uma coisa e saúde é outra.

    • danusia Postado em 27/Nov/2013 às 15:40

      o comentário mais lixo e ignorante de todos TINHA QUE VIR DE UM HOMEM. ô cabeça de ameba, cala essa boca, seu imundo.

    • Taty Postado em 27/Nov/2013 às 16:10

      Auto-estima é uma coisa , e Saúde e outra?! WTF Porfavor leia mais , viva mais e principalmente analise o mundo como um todo e nao apenas pelo que vc ver da SUA janela . Saúde - e auto estima estão, tao ligada quando Queijo com goiabada . caso contrario a Doença humanidade não mataria milhares todos os anos .... sim ela mesma A Depressão !

    • kathleen Postado em 27/Nov/2013 às 19:21

      Ela disse ser gordo(a). Não ser obeso(a). Interprete melhor o que lê. Ninguém jamais diria que contrair doenças por opção de ser obeso é legal ou faz bem a autoestima.

      • Rafael Postado em 28/Nov/2013 às 07:28

        Em vários momentos ela falou kg a mais. E no início de minha colocação eu falei que sofrer um acidente é uma coisa muito diferente de ser obeso. Essa mulher é uma pessoa fantástica, linda e maravilhosa, eu apenas estou aqui criticando os gordinhos preguiçosos que inventam milhares de desculpas para continuarem sendo como são.... Coisa que eu fazia quando era obeso e sei das dificuldades e da porcaria que é em ser um gordo. E eu vivia querendo me aceitar daquele jeito, era fácil me aceitar, te digo que era até fácil demais, era confortável, comodo, prazeroso e sedentário. Minha alegria era deitar numa cama e olhar TV o final de semana inteiro e pedindo comida pelo telefone. Mas, chegou um dia que decidi mudar, e aí minha vida começou a ficar difícil, exercícios, academia, alimentação saudável, isso tudo é complicado demais, é praticamente viver em um inferno, mas a cada mês eu notava melhoras em mim e continuei até ser quem sou hoje. É difícil mas valeu a pena e a única coisa que deixei para trás vou o sedentarismo de gordo. Minha vida hoje é perfeita. Então tudo que eu disse na minha colocação é coisa minha, da vergonha que tive e ainda tenho de um dia ter sido gordo, e era uma opção minha ser daquele jeito. E digo mais, eu critico e criticarei para sempre os gordos como eu fui por saber que apenas ficam daquele jeito por estarem acomodados, e confortáveis. Você se aceita feio, bonito, careca, negro, branco, com marcas, cicatrizes... Mas se aceitar gordo hoje não tem mais necessidade.

    • Ana Paula Postado em 27/Nov/2013 às 22:26

      Na boa, você também merece ir a merda!

  18. Jacqueline Postado em 27/Nov/2013 às 14:09

    Belíssimo texto!

  19. Manuela Ferreira Postado em 27/Nov/2013 às 14:29

    Não tenho palavras. Que coisa linda, magnífica. Vou imprimir para poder ter por perto sempre e volta e meia poder ler, quando a vida estiver sendo dura. Obrigada, Gleyma. A sua coragem mostra a grande mulher que você é, e que um dia espero ser.

  20. mauricio augusto martins Postado em 27/Nov/2013 às 14:32

    Bem Vinda à VIDA, Espiritual, Transcendente, Leve, onde o "nunca" o "proibido" e o "impossível" são somente palavras circunscritas talvez em algum Poema, que não necessariamente tenha que ser vividas, a Arte é que Imita a Vida, e se houvesse uma Arte que descreve esta Vida, seria a Sublimação de todas as outras, pois não lhe falta, conteúdo, cor, inspiração e textura, em tão celestiais pinceladas da Natureza em conspiração com o Bem, o Bom e o Belo...maumau

  21. Andréia Fernanda Postado em 27/Nov/2013 às 14:53

    olha, uma grande verdade é a obceção por ser perfeito, e o mais bonito no ser humano são os defeitos porque é isso que nos tornam mais dependentes e inferiores ao nosso criador, atraves das nossas imperfeições Deus mostrou seu grande amor pelo ser humano, e o que realmente vale é o que somos por dentro porque o nosso corpo é só uma capa, e infelizmente hoje esse padrão de beleza tem tirado a paz de muitos, tanto homens quanto mulheres, e tiram suas vidas por isso, tanto num procedimento cirugico quanto a depressão, e também tem uma grande culpa nas traições matrimoniais porque essas mulheres que ´´tentam`` ser perfeitas querem chamar atenção de todos solteiros ou casados, e é ai que um homem casado acaba traindo, e como fica essa esposa...depois de traída, com o sentimento de inferioridade, e muitas das vezes acaba com uma familia toda...resumindo é um problema que se agrava em todos os sentidos.

  22. Gerson Postado em 27/Nov/2013 às 14:53

    Parabéns pelo teu relato guria.... tenho um problema diferente mas que tive que passar por uma adaptação e situações semelhantes. Sempre achei engraçado, porque antes de ter o problema, "quando eu era perfeito", eu reagiria da mesma forma preconceituosa que as outras pessoas. Hoje tenho certeza que sou uma pessoa melhor, e vejo que as marcas, são praticamente experiências de guerra, e nunca julgaria alguém pela capa, afinal, os melhores livros são os mais surrados, não é?!? Um abraço e boa sorte na tua jornada!

  23. LINE Postado em 27/Nov/2013 às 15:04

    nossa que texto lindo,não tenho cicatrizes,e mesmo assim nao acho meu corpo perfeito,esse texto é uma linda reflexão,me fez pensar sobre essa ditadura da beleza que mata muitas mulheres,Parabéns...

  24. Elza Augusta Postado em 27/Nov/2013 às 15:12

    Parabéns pela superação e...Obrigada por colocar esse farol em meu caminho. Bjo

  25. Herica Silva Postado em 27/Nov/2013 às 15:26

    Emociante acima de tudo. Parabéns e obrigada por compartilhar e ajudar a mim e outras como exemplo a ser personificado.

  26. Camila Vida Postado em 27/Nov/2013 às 15:39

    Me parece um tanto raso esse pensamento, Rafael, já que o texto é sobre o preconceito e marginalização dos corpos das mulheres por causa de um ideal de beleza ridiculo que é no minimo racista e violento. "Em nome de uma beleza pré-montada, essa sociedade mata milhares de mulheres". Não se trata de saúde física, mas saúde, sanidade MENTAL mesmo. às vezes o bloqueio de uma gordinha é justamente esse estereótipo ridiculo e insano a que somos obrigadas a nos enquadrar e não nos motiva em NADA a mostrar e desenvolver nossas verdadeiras potencialidades e aptidões. É preciso muita força, coragem e energia para se auto aceitar diante de uma sociedade que exige que sejamos bonecas infláveis! Se você não gosta de gordinhas e acha que ser gordo é um questão de ter ou não ter preguiça, se informe um pouco mais, leia algo sobre endocrinologia, depressão ou, se isso for exigir muito de você ou do seu tempo, pense apenas que esse tipo de julgamento é muito pouco ou nada construtivo por que, ao vivo, não levaria uma discussão como essas pra frente e muita gente ia te achar tosco - às vezes é preciso ter vergonha na cara.

  27. Mery Postado em 27/Nov/2013 às 15:47

    Muito legal,senti vergonha de mim. Bjs

  28. Nati Postado em 27/Nov/2013 às 16:14

    Maravilhosa!!!!!!!!

  29. Rejane Postado em 27/Nov/2013 às 16:32

    Sei exatamente do que vc está falando, superei os mesmos obstaculos e compartilho da mesma filosofia de vida que um acidente desse traz para as nossas vidas...Parabéns para nós e para esse texto que me deu ainda mais força! Bjocas

  30. Simone Valentini Postado em 27/Nov/2013 às 16:48

    Amei seu texto!! O primeiro obstáculo a ser vencido é o nosso próprio preconceito. E lembrar-se sempre: ninguém é melhor que ninguém!!!

  31. marcia melo Postado em 27/Nov/2013 às 17:58

    Eis uma mulher. Ponto.

  32. Vanderson Postado em 27/Nov/2013 às 18:17

    Obrigado pela lição de autoestima.

  33. Juniperos Postado em 27/Nov/2013 às 18:40

    É ótimo ver mulheres de verdade por ai!

    • Juniperos Postado em 27/Nov/2013 às 18:42

      o coração do sobrevivente Nunca se esqueça de quem você é, acaso que o mundo não se lembre: Se você comete erros e creia: todos cometem por mais orgulhosos que sejam e não queiram admitir, admita ao menos para si que os comete e vigie-se, pois não há quem não o vigie de bom grado, nem homem, nem mulher, nem criança, fera ou Deus tolera erros sempre, mas sempre há aqueles que esperam que você erre, sempre haverá quem te julgue ou que te puna. Pois julgar o outro é o poder que muitos creem e muitos querem e que usam para esconder o próprio erro ou o próprio medo sem entender a grandiosidade da vida e a fragilidade de um sorriso. Não se magoe nem se enfraqueça com a dor, ou a solidão, a tristeza, o abandono, e toda sorte de mazela, pois é certo que existem e em muito podem cair sobre ti, e que você esteja só, pois só te ajudarão se julgarem digno de receber ajuda e de seu problema ser digno de ser solucionado: você será julgado, e então depois disso talvez você receba ajuda. Se foi por erro, provavelmente poucos quererão te ajudar, embora seja obvio que quem erra sempre precisa de alguma ajuda. Faça dessas coisas sua força. E as compreenda assim, não poderá ser nunca a sua fraqueza, pois para muitos ela o é, ou que alguém use isso para te ferir. Nunca se esqueça: o acaso nunca se volta totalmente para um lado, nem a favor, nem contra. Logo ponha somente coisas a seu favor. Se fizer algo contra si mesmo, e não haja quem te proteja de ti, e isso for oculto a todos, então a conseqüência será incompreensível e ninguém saberá de sua dor; e ninguém nem mesmo aqueles que te amam, se houver algum, compadecerão de ti. Os ferimentos que curam sozinhos são de cicatrização lenta e dolorosa, e por vezes se tornam doenças pustulentas, e isso acontecerá muito e repetidas vezes, mas a recuperação do estigma é um mérito seu; o mérito de se estar vivo. Quanto às partes que se perdem do corpo, não as recuperará. E não será bem vindo em templos onde os milagres se realizam, pois você levará aquele estigma do qual teatro nenhum é capaz de reverter. O milagre terá que partir de ti: o de andar sem as pernas, pegar sem as mãos, ver sem os olhos, ouvir sem a audição e falar sem voz, e de rir no meio das lagrimas e de superar as divindades e as mentiras de papel pois ninguém cala o coração do sobrevivente que anda só, no meio da multidão nem mesmo quando está partido.

      • Karla Postado em 28/Nov/2013 às 11:42

        Lindo....sem palavras... O ser humano é mais humano nas horas mais dolorosas , a partir daí ele se percebe como humano que é: vulnerável , solitário, único no meio de tantos bilhões ...

  34. cassio otair Postado em 27/Nov/2013 às 19:22

    GURIA LINDA! Em todos os sentidos.

  35. Jacob Postado em 27/Nov/2013 às 21:01

    É incrivel, com o ser humano na grande maioria, não aceita o seu corpo, seja como num caso acima ou da mudança pelo"ganho de experiência", como costumo dizer. Se não colocamos defeitos em nosso corpo ou de outros, seremos realmente muito felizes. É o mesmo que se não ficarmos olhando para o rabo dos outros e comparando com o nosso. Quem proceder assim, garanto que será muito feliz.

  36. Williams Postado em 27/Nov/2013 às 21:58

    Eu não ligo pra nada, nenhum defeito, pois também tenho defeitos, sou feio... e me excluem ... eu casaria com vc se vc me quisesse ... vc é um ser lindo... mulher de verdade!

  37. João Pedro Fernandes Postado em 27/Nov/2013 às 22:56

    São pessoas como essa moça que nos faz acreditar mais em nós mesmos! Sensacional!

  38. SANDRA Postado em 28/Nov/2013 às 00:46

    VOCÊ E LINDA MAIS QUE DEMAIS VOCÊ E LINDA SIM!PARABÉNS SE ACEITE PARA QUE AS PESSOAS LHE ACEITEM.

  39. Diana Adriano Postado em 28/Nov/2013 às 06:14

    Qualquer coisa que eu diga, estarei repetindo........TIRO MEU CHAPEU, E SAUDO COM TODA SINCERIDADE,pois tenho certeza que eu nao conseguiria esta proesa. So sendo muito MULHER , neste mundinho smilinguido e siliconado......PARABENS......TE MANDO TODO MEU AMOR...

  40. Leonardo Postado em 28/Nov/2013 às 08:25

    Sei não, o cara que rejeitou ela é viado ou broxa (nada contra viados ou broxas), só constatação mesmo.

  41. ROSANE CORDEIRO DA SILVA Postado em 28/Nov/2013 às 10:45

    Verdadeiro!!!! É isso. Parabéns!!!!!!

  42. Walter Postado em 28/Nov/2013 às 14:35

    Talvez a história seja real. Mas certamente não tem a ver com a foto. A foto, na verdade, é de uma mulher que teve câncer de mama e foi fotografada pelo fotógrafo nova-iorquino David Jay, para "The SCAR Project". http://www.thescarproject.org/

  43. Walter Postado em 28/Nov/2013 às 14:38

    http://artpoissons.blogspot.com.br/2012/08/the-scar-project.html