Redação Pragmatismo
Compartilhar
Geral 04/Nov/2013 às 20:01
4
Comentários

'Menina virtual' identifica mil suspeitos de pedofilia

ONG anunciou que se fez passar por uma menina virtual de 10 anos e assim identificou mais de 1.000 "predadores sexuais"

ong menina virtual pedofilia
ONG cria ‘menina virtual’ e identifica mais de mil suspeitos de pedofilia (Reprodução)

A ONG Terra de Homens anunciou nesta segunda-feira (4) que se fez passar por uma menina filipina virtual de 10 anos e assim identificou mais de 1.000 “predadores sexuais”, que estavam dispostos a pagar para ver apresentações sexuais virtuais, via webcam.

“Criamos uma menina virtual de 10 anos, uma filipina”, declarou o diretor da seção holandesa da Terra de Homens, Albert Jaap van Santbrink, em uma coletiva de imprensa em Haia, informando que dezenas de milhares de pedófilos entraram em contato com a menina virtual, batizada de Sweetie, em bate-papos da internet.

Leia também

“Estavam dispostos a pagar a Sweetie para que realizasse atos sexuais e se exibisse por sua webcam”, disse.

Entre estes predadores, mais de 1.000 foram identificados facilmente em 65 países diferentes. A ONG conseguiu descobrir seus endereços, números de telefone e fotos e transmitiu suas identidades às autoridades competentes, em particular à Interpol.

“Já que tudo isso ocorre na internet, pensam que ninguém os observa, razão pela qual foi mais fácil reunir informações sobre estas pessoas”, declarou Hans Guyt, responsável pelo projeto.

A ONG deseja sensibilizar a opinião pública e as autoridades para o fenômeno da prostituição infantil na internet e está indignada pelo baixo número de pessoas detidas pelo que a ONG classifica de ‘turismo sexual por webcam’. Segundo a ONG, 6 criminosos foram presos nos últimos anos.

Van Santbrink sustenta que se a Terra de Homens conseguiu identificar mais de 1.000 predadores, as autoridades do mundo inteiro deveriam poder identificar muitos outros.

“Com mais recursos teríamos podido identificar facilmente 10.000”, exclama Guyt.

A Terra de Homens, que realizou uma petição mundial, explicou que informou sua forma de operar às autoridades de diferentes países, em particular a forma como o perfil e a foto da menina foram criados, além de ter esclarecido como se conectou a chats para fazer os predadores caírem na armadilha.

A ONG também afirmou, com números da ONU, que, em qualquer momento, 750 mil predadores pedófilos estão on-line na internet.

AFP

Recomendados para você

Comentários

  1. renato Postado em 04/Nov/2013 às 22:24

    Que os Policias tenham sanidade para pegar estes caras. Pergunta, existem mulheres pedofilas....??? Ou isto é só para genero mascilino.

    • adriano Postado em 05/Nov/2013 às 18:38

      existe sim

  2. Mira Postado em 05/Nov/2013 às 08:34

    Renato, existe, mas em quantitade infinitamente menor, por isso pouca publicidade é feita. A pergunta deve ser outra: o que fazemos com eles (que nao fazemos com elas) ou vice versa, que os tornam pedófilos?

  3. Thiago Teixeira Postado em 05/Nov/2013 às 11:32

    Descordo Mira que a quantidade de mulher pedófila é "infinitamente menor". Que garoto que não gosta de ser abusado por uma pedófila? Eu gostava! E geralmente o garoto não denuncia porque gosta, ou tem medo de apanhar dos pais ou cessar a safadeza. Com mulher é diferente, pois o ato em si é traumático, tanto fisicamente como emocionalmente, diferente no garoto. Portanto ocorre a denúncia naturalmente. Mas os dois sexos merecem tratamentos iguais perante a lei tanto o pedófilo (a) como o (a) abusado (a).