Redação Pragmatismo
Compartilhar
Curiosidades 29/Nov/2013 às 16:17
40
Comentários

Hotel de luxo simula favela para turistas "experimentarem" pobreza

O hotel de luxo que se parece com uma favela para os turistas "mais extravagantes" que querem uma "experiência de pobreza"

hotel luxo favela áfrica
Emoya Luxury Hotel and Spa, África do Sul (divulgação)

O Emoya Luxury Hotel and Spa, na África do Sul, tem uma atração especial para os seus hóspedes: a Shanty Town. Trata-se da reprodução de uma favela feita no resort de luxo para acomodar clientes “mais extravagantes”.

Com diária de R$ 192 (barraco para quatro pessoas), o cliente pode ter a experiência “autêntica” de viver em uma favela. O barraco é feito com os mesmos materiais das moradias originais da região.

hotel luxo favela

Mas, ao contrário de um barraco tradicional – sem energia elétrica e aquecimento -, cada unidade da favela do resort tem sistema de aquecimento sob o chão e acesso à internet.

A favela de luxo recebe até 52 pessoas.

Vídeo:

com Gizmodo

Recomendados para você

Comentários

  1. Christian Neller Postado em 29/Nov/2013 às 16:21

    Barraco com calefação e acesso a internet não me parece muito "experimentar a pobreza"

    • Paulo Roberto Postado em 11/Jan/2016 às 09:40

      Sera que tem tiroteio simulado ??? Policial invadindo e tratando morador como bandido ??? Sera que tem trafico de brincadeira ? Sera que tem esgoto a ceu aberto ?

  2. Fulanovitchy Postado em 29/Nov/2013 às 16:26

    Nossa, que favela organizada. Até o favelado queria morar num barraco desses

  3. Rodrigo Costa Postado em 29/Nov/2013 às 16:34

    Vou transformar minha casa na Vila Castilho (Pelotas-RS) em hotel de luxo também!!!!!

  4. professora Postado em 29/Nov/2013 às 16:35

    nao temos como ser mais ridiculos????

    • renato Postado em 29/Nov/2013 às 19:12

      Olha, professora, depois desta eu fui dar uma volta aqui na rua, e ver se não tinha " coisa boa", nos lixos, pois isto vai ser chique.. O que eu quero dizer, é que não deixam pobre ir nos Hotéis de LUXO. Mas rico vai nas favelas e é chique.

      • virgo Postado em 08/Jan/2014 às 07:22

        Pobre vai em hotel de luxo só para trabalhar!

  5. Robson Postado em 29/Nov/2013 às 16:37

    Pelamor...

  6. Carla Postado em 29/Nov/2013 às 16:41

    não me canso de repetir que o ser humano é lamentável.

    • Chico Lobo Postado em 26/Nov/2014 às 10:22

      poxa... Não é o ser humano que é lamentável, é o capitalismo que faz isso com ele.

      • Eloir Postado em 22/Jul/2015 às 14:32

        Melhor resposta

  7. Jaqueline Postado em 29/Nov/2013 às 16:46

    Não deveria ter luz e nem internet, pra sentir o que é viver como pobre. Só na aparencia fica exótico.

  8. Mauricio de Souza Postado em 29/Nov/2013 às 16:47

    é serio isso que merda de sociedade em

  9. Bárbara Postado em 29/Nov/2013 às 17:00

    isso já acontece aqui no rio, no morro do alemão e no santa marta. só não é hotel, é um passeio rápido pelo bonde e pelo teleférico para que o turista possa ver como é a pobreza.

  10. Alexandre Postado em 29/Nov/2013 às 17:06

    indiganado...

  11. Vitor Postado em 29/Nov/2013 às 17:25

    Isso é falta de rola!

  12. Ivan Cabral Postado em 29/Nov/2013 às 17:29

    Agora tem que fazer um de luxo, para que os favelados "experimentem" a riqueza, pode?

  13. Diogo Postado em 29/Nov/2013 às 17:36

    Programação do Hotel: 9h30 simulação de reintegração de posse 10h45 café da manhã - Menu - água e bolacha de agua e sal vencida :: importada* 11h simulação da fila do posto de saúde lotado 13h almoço - Menu - XXXXX 13h15 simulação de pedir dinheiro no farol 14h as 17h tempo livre para catar latinhas 17h 30 simulação de tiroteio na favela 17h simulação de chorar as mortes geradas 19h Dormir!

    • Carla Postado em 29/Nov/2013 às 18:05

      Me permita, reproduzir seu texto. Minha indignação não me permitiria expressar meu asco de maneira tão espirituosa. Você disse TUDO e mais um pouco. ;)

    • Elaine Souza Postado em 29/Nov/2013 às 18:21

      Kkkkkkkkk

    • Elaine Souza Postado em 29/Nov/2013 às 18:22

      Muitoooo boa! Kkkkk

    • arão Postado em 29/Nov/2013 às 21:06

      kkkkkkkkkk..Excelente programação!!!!!

    • tania Postado em 03/Dec/2013 às 17:27

      eu também acho que o Diogo disse tudo. E eu me pergunto, que TIPO de gente se hospeda aí....

      • Ellen Postado em 23/Jul/2015 às 00:02

        kkkk, a melhor!!!

  14. Heyde Postado em 29/Nov/2013 às 17:38

    KKKKK esse comentário da programação foi o melhor! Minha gente, a sociedade fica a cada dia mais estúpida!

  15. Bel Pacheco Postado em 29/Nov/2013 às 17:58

    não basta fazer vista grossa para os abismos sociais enqto dirige seus carros luxuosos e come nos melhores restaurantes! eh preciso 'sambar na miséria alheia', transformar infelicidade, dor, limitações em algo que gere status para algm... coisa mais lixo q vi por esses dias!

  16. Maria Martins Postado em 29/Nov/2013 às 18:35

    Diogo, programação muito boa!! Só não concordo em oferecer dormir tanto tempo.... acho q no pacote, poderiamos ter umas noites com muito ruido, muito barulho, pra no dia seguinte terem a sensação de dormir mal, ou nao dormir.

  17. Talita Postado em 29/Nov/2013 às 18:43

    Já que querem essa experiência, porque não pagam esses quase 200 reais POR DIA a alguém de uma favela e vá ficar lá pelo período que quiser? A intenção é ter a experiência de pobreza ou ser ridículo? Faça-me o favor, viu. Pelo menos se fosse na casa de um morador de comunidade, como um intercâmbio cultural, não estaria só fazendo asneira no mundo, mas ajudando também.

    • Ciro Postado em 29/Nov/2013 às 18:47

      mas nesse caso o tiroteio é real, e ninguém quer pagar pra morrer de verdade entende?

  18. Thiago Teixeira Postado em 29/Nov/2013 às 19:46

    Achei muito louca a ideia. Aprovado!

  19. Adalberto Postado em 30/Nov/2013 às 00:06

    Há uma grande diferença entre turismo e imigração. Bem que podiam incluir no pacote atividades como acordar 3h da madrugada, pegar ônibus lotado, comer quentinha fria e chegar em casa às 22h em casa.

  20. Cleyson Postado em 30/Nov/2013 às 08:05

    É muito bom brincar de ser pobre !

  21. Aline Postado em 30/Nov/2013 às 09:38

    Que mal gosto. Mais ridículo é impossível.

  22. Paula Postado em 30/Nov/2013 às 11:59

    Achei uma falta de respeito com o favelado que não tem escolha.

  23. cezar sotaque Postado em 03/Dec/2013 às 23:41

    É a mercadologia da pobreza. Praticamente não existe mais nada pra explorar. Só a miséria alheia.

  24. Marcia lima Postado em 08/Dec/2013 às 11:10

    Isso e criatividade minha gente! Nada de apelação ! A realidade vista assim no mundo a fora pode trazer uma luz a quem precisa e ate idéias para os políticos e governo tomar vergonha na cara e fazer algo pra mudar o q precisa para o nosso povo!!!!

  25. Aline Tavares Postado em 24/Mar/2014 às 15:31

    Me parece que não podemos ser mais ridículos, essa inversão de valores está cada vez mais assistida por todo nós todos os dias. É simplesmente lamentável fazerem com que moradia de pessoas que não tem expectativas de vida parecer de "luxo".

  26. Morvan Postado em 28/Nov/2014 às 10:17

    Bom dia. Não deixa de ter um certo sentido, virtualizar a vida em favela para aqueles para quem a vida não tem qualquer sentido, a não ser gastar o resultado da exclusão brincando de viver ser recursos e sem perspectiva, a exemplo dos excluídos. É. Os chimpanzés deram certo; geladas, côlobos, bonobos, etc., idem; nós, não...

  27. Glenda Postado em 13/Dec/2014 às 14:49

    Eu adotaria a ideia nas favelas brasileiras. Ofereceria o barraco para os ricos ficarem alguns dias e ganharia muito dinheiro com isso. Ou então, faria intercâmbio com os ricos...os pobres alguns dias nas mansões e os ricos alguns dias no barraco...Se fosse possível. Mas na favela "de verdade", não em locais construídos assim. Isso sim seria uma experiência que traria uma nova visão aos ricos, aproximando-os mais dos pobres. Quem sabe não motivaria os ricos a serem mais solidários?

  28. Tonim Postado em 22/Jul/2015 às 15:37

    me fez lembra da musica do Zeca Baleiro: Banguela "Favela não é hotel Vida não é novela Qual é a graça desgraça que há no riso do banguela?"