Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mercado 26/Nov/2013 às 18:43
13
Comentários

Homem pede desconto à Claro e é chamado de 'Otário chorão'

Cliente ficou indignado e sentiu-se desrespeitado: "O que eles fizeram afeta minha honra como pessoa, como pai de família”

cliente claro otário chorão
Fatura endereçada a Otário Chorão (Foto: Gabriela Pavão

A conta do mês de novembro da televisão por assinatura do empresário de Campo Grande César de Medeiros, 42 anos, veio com uma surpresa que ele considerou desagradável. A fatura, gerada pela Claro TV, estava em nome de “Otário Chorão”. O cliente desconfia que um atendente da empresa alterou o cadastro depois que ele ligou pedindo desconto no plano.

Por meio da assessoria, a empresa disse que esse tipo de conduta não está de acordo com os princípios e valores da companhia e por esse motivo adota todas as providências para solucionar a questão.

De acordo com o empresário, ao pegar a correspondência na caixa de correio junto com várias outras, o nome ao qual estava destinada passou batido. “Acabei lendo Otávio no lugar de Otário”, conta. No entanto, ao olhar com mais atenção, percebeu os adjetivos e em seguida, pelo endereço, viu que estava destinada a ele. “Eu achei que fosse brincadeira, mas depois fiquei indignado”.

Leia também

Foi então que Medeiros lembrou-se da ligação que fez pedindo redução na mensalidade. Ele viu uma propaganda oferecendo o mesmo tipo de assinatura que ele contratou, mas com valor menor.

O empresário questionou o motivo de não poder pagar valores menores e foi informado que teria que cancelar e depois recontratar o plano, pois assim teria o desconto dado aos clientes novos. “Começou tudo aí. Paguei pelo cancelamento e depois pela ativação”, relata.

Medeiros diz que ao comentar o caso com amigos, todos pensaram que ele havia forjado o boleto. “A primeira coisa que se pensa é isso, que é montagem”, comenta.

O empresário diz que ficou indignado, sentiu-se desrespeitado e por isso entrou em contato com a Claro TV há 15 dias para reclamar da situação. “O que eles fizeram afeta minha honra como pessoa, como pai de família”, relata.

“Tentei resolver direto com eles. Liguei, questionei e eles me pediram quarenta e oito horas para resolver o problema, isso na semana retrasada. Eu queria a certeza de que o problema foi resolvido, uma carta de retratação, um simples respeito, mas nem resposta da empresa eu tenho”, afirma.

A princípio, o empresário diz que não pretende processar a empresa. “É uma situação que chateia. Talvez se um processo contra eles for impedir que outros clientes passem pelo que eu passei, eu até entro [com a ação]. E se ganhar dinheiro de indenização eu entrego pra doação. Graças a Deus não preciso de dinheiro dessa forma”, afirma.

Medeiros diz ainda que não guarda ressentimento do atendente que ele suspeita ter feito a alteração. “Nós aprendemos a relevar, mas não tem como ignorar”, conclui.

G1 / MS

Recomendados para você

Comentários

  1. Paulo Cesar Postado em 26/Nov/2013 às 18:54

    caraca, não vai processar? mas é um otário mesmo!!! ahuahauhuahau brincadeira cara, não leve isso tão a sério (aos limites da honra), isso é bobagem, é para rir mesmo.

    • vitor claus Postado em 27/Nov/2013 às 10:05

      Que comentário idiota esse seu, cara! Queria ver se fosse com sua mãe,pra você rir domesticamente.

    • Shuma Postado em 28/Nov/2013 às 13:49

      * facepalm *

  2. jorge luiz sobanski Postado em 26/Nov/2013 às 19:06

    Chega de bancar o bonzinho Otávio, vc é uma pessoa digna e consumidor que paga para receber serviços, e sua atitude é errada não podemos continuar com estas multinacionais pisando em todos não só pelos funcionários mal treinados como pelas altas taxas cobradas, vc tem que representar nós brasileiros e mostrar para eles que não vamos mais fechar os olhos a falta de respeito e qualidade ao consumidor , que aqui não é um lugar para ganhar dinheiro fácil.

  3. Thiago Teixeira Postado em 26/Nov/2013 às 19:37

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Certamente um atendente escreveu de zueira para passar ao colega da operadora o caso dele e esqueceram de tirar. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. renato Postado em 26/Nov/2013 às 19:44

    Já despidiram os dois atendentes! E ficou por isto. Afinal estão lidando com brasileiro.

    • Klaus Postado em 26/Nov/2013 às 19:56

      Nos Estados Unidos, a Empresa teria que pagar muito caro. Não se pode aceitar tudo.

  5. Mariana Postado em 26/Nov/2013 às 19:50

    Processa!! E doa o dinheiro, como você disse!

  6. Farias Postado em 26/Nov/2013 às 22:22

    processa mano, essas corporações não podem ofender os clientes e ficar por isso mesmo!

  7. olivcorsi Postado em 27/Nov/2013 às 00:25

    Processa, pois o brasileiro precisa aprender exigir respeito nem que seja nos tribunais.

  8. Graziele Lopes Postado em 27/Nov/2013 às 09:49

    Absurdo! Tem que processar sim!

  9. Cecilia Postado em 27/Nov/2013 às 16:02

    A situação chateia e o cara não processa?Carta de retratação? Desculpe aeh mas nesse caso é otário mesmo! Por causa da preguiça do brasileiro é que essa galera caga na cabeça da gente!!

  10. Igor Postado em 05/Dec/2013 às 14:02

    Tem que processar mesmo, aí depois no tribunal eles verão quem é o chorão