Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 27/Nov/2013 às 17:54
49
Comentários

Escola ameaça expulsar menina por usar cabelo 'crespo e volumoso'

Escola particular ameaçou expulsar menina de 12 anos caso ela não cortasse e mudasse o estilo de seu cabelo. O prazo para a mudança é de uma semana

Uma menina de 12 anos foi ameaçada de expulsão pela escola particular onde estuda na Flórida, nos Estados Unidos, caso não cortasse e mudasse o estilo de seu cabelo. Vanessa VanDyke tem os cabelos crespos e com volume, e segundo sua família, recebeu o prazo de uma semana para decidir se iria cortar os fios ou deixar a escola, de acordo com a emissora de TV “WKMG”.

O caso gerou muita repercussão nos EUA, e a escola Faith Christian Academy de Orlando disse nesta semana que não está exigindo que a menina corte os cabelos para continuar frequentando o estabelecimento – eles “apenas” querem que ela mude seu estilo.

Vanessa Van Dyke cabelo crespo
Escola ameaçou expulsar Vanessa Van Dyke por causa de seu cabelo (Reprodução)

De acordo com a família de Vanessa Van Dyke, na última semana um conselheiro da escola advertiu a mãe da menina para que ela alisasse ou cortasse seu cabelo – ou a criança poderia ser expulsa.

A família não cogitou fazer as mudanças, pois o cabelo da menina faz parte de sua identidade. “Ele mostra que sou única. Eu gosto desta maneira. Eu sei que as pessoas vão me provocar porque ele não é liso, mas eu não ligo”, contou Vanessa.

Leia também

A escola onde Vanessa estuda tem códigos de vestimentas e regras sobre como os alunos podem usar seus cabelos. “Os cabelos devem estar na cor natural e não devem ser uma distração”, dizem as regras, que citam como exemplos que não podem ser utilizados moicanos e raspados.

“Uma distração para uma pessoa não é distração para outra”, diz a mãe da menina, Sabrina Kent. “Você pode ter uma criança com espinhas no rosto. Você vai chamar isso de distração?”

Vanessa contou que usa seu cabelo longo e armado desde o início do ano, mas ele se tornou uma questão para a escola depois que sua família reclamou das provocações feitas pelas outras crianças.

“Houve pessoas que a provocaram por seu cabelo, e me parece que estão culpando-a por isso”, disse Sabrina. “Vou lutar pela minha filha. Se ela quer usar o cabelo assim, ela vai mantê-lo assim. Há pessoas que podem pensar que usar o cabelo natural não é apropriado. Mas ela é bonita assim.”

Responsáveis pela escola disseram em um comunicado que não estão pedindo que a menina use produtos ou corte seu cabelo, mas que ela o modele de acordo com as regras da escola.

G1

Recomendados para você

Comentários

  1. Tina Postado em 27/Nov/2013 às 18:27

    HISTÓRIA DA MINHA VIDA!

    • Dango Postado em 27/Nov/2013 às 21:08

      Mas.... você meio que tem o cabelo liso na fofo. Assim, é só uma pequena observação.

      • Amanda Postado em 29/Nov/2013 às 03:26

        É, também notei esse pequeno detalhe rs...

    • Henrique Postado em 28/Nov/2013 às 01:10

      Sai daê com esse teu cabelo liso!

    • Aken Postado em 28/Nov/2013 às 16:40

      "Menina é expulsa da seção de comentários porque tem cabelo liso e escorrido"

      • Vicky Postado em 02/Dec/2013 às 21:53

        Adorei Aken! Kkkkkkkkk Gente, não sei se vocês estão por dentro de biologia, ou se terminaram o ensino médio, mas por conta dos hormônios a textura do cabelo muda na passagem da infância pra adolescência e depois na passagem pra fase adulta. Meu cabelo quando eu era criança parecia de índio, depois ficou cacheado, armado e com fios muito grossos (fora que eu tinha cabelo pra duas cabeças). Agora adulta eles voltaram a ser lisos e com fios finos. Ninguém tem o mesmo cabelo a vida inteira.

  2. Luiz Postado em 27/Nov/2013 às 18:31

    Another brick in The Wall

    • José Humberto Postado em 28/Nov/2013 às 11:35

      Falou tudo.

  3. Joelson Postado em 27/Nov/2013 às 18:43

    QUE ABSURDO. "Não devem ser uma distração", confesso que ri alto - meu cabelo é que nem o dela, parece algodão doce, sei como a nossa juba pode ser um tanto chamativa sim, porém não é um penteado, não é um moicano, é o cabelo natural dela - e o meu também. O mais incrível é ver as explicações por parte da escola, cada uma pior do que a outra, só confirmando o EVIDENTE preconceito, descarado mesmo. Espero que sigam na luta até o fim, porque é um absurdo ver algo desse tipo saindo na mídia e mesmo assim a escola manter o seu discurso sem qualquer vergonha na cara. Mesmo sendo escola privada, não importa, o racismo aqui foi muito além. Aquilo que a mãe dela disse foi perfeito, estão culpando a menina por ser vítima do bullying (ABESURDO), vergonhoso.

    • ELIANA Postado em 27/Nov/2013 às 22:43

      É TÃO LINDO UM CABELO NATURAL, SEM CARA DE QUE FOI PASSADO A FERRO .... , COMO VC DIZ, ALGODÃO DOCE!!!!!!

    • Aken Postado em 28/Nov/2013 às 16:52

      Na verdade cara, creio que não esteja presente o teor racista. Deve derivar de alguma tradição britânica, que influenciou na obsessão ocidental de se buscar a 'normalidade'. Ou seja, devemos estar sobriamente dentro dos padrões, tanto no modo de se portar e vestir como no modo de pensar. Pois bem, estudei na Austrália e lá fui advertido por causa do meu piercing e um professora cortou minhas pulseiras. Lá também tinha normas de vestimentas, até sobre o calçado que se deveria usar. Quanto ao cabelo, não me lembro de nada do tipo. Mas não vejo o viés racista que você fala ou o site tenta induzir; afinal, um moicano não é bem vindo, assim como o cabelo inteiramente raspado. Não é uma objeção específica contra os negros, para mim é uma objeção a liberdade individual de que cada ser humano deve ter, independente de cor.

      • Luiz Postado em 22/Apr/2014 às 14:57

        Mas o que está se questionando é justamente este padrão de "normalidade". Esta "normalidade" não afeta somente à negros, mas este caso específico é de teor racista, uma vez que a mina simplesmente se propôs a utilizar o seu cabelo de maneira natural, usá-lo de maneira natural fere o código de "normalidade" que é branco: cacheado, liso ou ondulado. Neste sentido quem usa moicano ou piercing fere o código de conduta da "normalidade", mas e quanto os que simplesmente por serem naturais estão fora desta "normalidade"? Os que naturalmente são excluídos do código de "normalidade"?

  4. Rafael Pamplona Postado em 27/Nov/2013 às 19:09

    Caraca, velho. Eu fico com ódio ao ler essas coisas, porque me coloco no lugar da pessoa, e poque percebo o quanto as outras culpam a vítima. Então quer dizer que a culpa pelo bullying é da própria menina por ter um cabelo crespo? E gostei muito do argumento da mãe "Uma distração para uma pessoa não é distração para outra". Se a moda fosse ter um cabelo semelhante ao da garota, aposto como as escolas teriam 'alternativas' para que não 'atrapalhasse' os alunos que sentassem atrás (como foi argumentado num comentário no post do facebook). No mais, o cabelo é lindo.

  5. Milena Gimenes Postado em 27/Nov/2013 às 19:18

    Desnecessário a escola fazer isso, só acho .

  6. Santos Postado em 27/Nov/2013 às 19:20

    Tinha que ser nos estados unidos.. ô país pra ter gente mau amada hein, puta que pariu

    • rosemary Postado em 28/Nov/2013 às 08:55

      Aqui também, é assim, mas disfarçado.... Mesmo tendo cabelos cacheados e bem nutridos, o que já ouvi de direta e indireta para alisar o cabelo.... e teve uma vez, que perguntei uma menininha porque prendia o cabelo lindo dela, com volume e bem cacheado. A mãe dela lhe disse que ela podia me responder. E ela me disse que uma tia lhe perguntou quando é que ela daria um jeito naquele cabelo ruim. Horrorizada, frisei que o cabelo dela era lindíssimo, e não ligasse para a opinião da tia. E olha, a menina tinha uns 5 anos.... e infelizmente não é a única.

  7. Daniela Postado em 27/Nov/2013 às 19:22

    Não queremos que mude, queremos apenas que adeque, ahnam, . Filhos da p*t@. Eu que não ficaria em uma escola idiota dessas,

    • silvia Postado em 27/Nov/2013 às 20:20

      Lá todas as escolas são assim...meus sobrinhos moram la tinham cabelo meio compridinho da moda.. tiveram que cortar bem curto.. entao nao acho que seja preconceito ou nada parecido,,,é sim uma maneira de colocar ordem

      • Talita Postado em 29/Nov/2013 às 18:38

        Maneira de colocar ordem? Não, eu não li isso. Isso é sim uma maneira de ser preconceituoso com as diferenças. Por favor, não invente palavras ou expressões bonitas para encobrir a mediocridade dessa sociedade preconceituosa.

  8. camila Postado em 27/Nov/2013 às 19:30

    Intolerância basta!!!!!!!!

  9. Fagner Postado em 27/Nov/2013 às 20:21

    Olha eu vou te dizer que no ano de 2009 eu trabalhava numa pequena empresa de Filmagem e em um destes trabalho era gravar todo um encontro que duraria uma semana na Igreja Assembléia mas por ter um cabelo mais ou menos black power comecei a chamar a atenção de alguns "irmãos da igreja" e por este meu cabelo diferente foi imformado pelo meu irmão que trabalhava comigo a deixar aquele trabalho e ele me explicou o pq do pastor ter dito algumas coisas sobre meu visial.E foi assim que um cabelo chamou a atenção em um encontro Universal da Igreja Assembléia de Deus.E se alguém que for da Assembléia por ventura se encontra lendo desculpe se te ofendi mas se fosse vc em meu lugar o que faria?(Como eu ganhava por diaria em 2009 então eu usei o dinheiro deste dia e comprei um livro do Friedrich Nietzsche,final feliz!)

  10. Jessica Postado em 27/Nov/2013 às 20:55

    Nossa senhora... tenho nem palavras.

  11. Adriana Postado em 27/Nov/2013 às 21:31

    O mais terrível que o próprio preconceito, é ainda tentar justificá-lo ....

    • Amanda Postado em 29/Nov/2013 às 03:28

      Não é?

  12. Alexandro Postado em 27/Nov/2013 às 21:37

    Enquanto isso no Brasil: Fifa troca casal de negros por casal de loiros para apresentar o sorteio de grupos da Copa... E o vagabundo do diretor de jornalismo da Globo, Ali Kamel, ainda tem a cara de pau de escrever um livro dizendo: "não, não somos racistas"!

    • Luiz Postado em 22/Apr/2014 às 15:00

      O pior é que tem gente que te responderia assim: "mas é mera coincidência..."

  13. José Ferreira Postado em 27/Nov/2013 às 22:29

    É só ela sentar no fundo da sala, assim não atrapalha a visão de ninguém. Faziam isso na minha escola com os alunos altos demais.

  14. Paula Postado em 27/Nov/2013 às 22:37

    Ela não tem que sentar no fundo porcaria nenhuma. O problema aqui é o racismo, ponto final. Isso acontece aqui também.

  15. Bruno Postado em 28/Nov/2013 às 00:28

    Pra ver como o dinheiro não compra tudo como é aqui nessa farra chamada Brasil. A escola parece ser super tradicional e tem um código de conduta que tbm diz respeito ao uso do cabelo. Não tem nada a ver com racismo. Quer estudar lá, simples, siga as regras da instituição. Caso contrário ADIOS. Por outro lado, se os pais das outras crianças acompanhasse de perto a vida delas e as EDUCASSEM, não haveria caso de bullying. Como já diz o ditado, a escola ensina, mas a família educa. A menina é linda, tal qual o seu cabelo. Acredito que prender pra ir a escola e soltar em casa não causaria mal algum, muito menos tiraria sua identidade. Ao contrário a família preferiu causar e chamar a imprensa. Voltando ao caso de que o dinheiro não compra tudo, as universidades lá são todas particulares, e custam muito caro. Se o aluno não apresentar um bom rendimento escolar, é dado uma chance no semestre seguinte e oferecido todo apoio pedagógico e psicológico necessário (sem nenhum custo adicional). Caso fracasse pelo segundo semestre consecutivo é convidado a retirar da instituição (um pé na bunda educado).

  16. Thiago Postado em 28/Nov/2013 às 00:31

    Biiizarroooooo! Uma escola dessas nem merecia ser chamada de escola.

  17. renato Postado em 28/Nov/2013 às 00:36

    Me parece que há regras! Não quer obedecer regras, tem que mudar! No começo, estava do lado dela, MAS....... Tem regras....obedeça. Quer manter o cabelinho, mude-se para outra escola e mantenha a identidade de floqunho de neve!!!

  18. Deisi Postado em 28/Nov/2013 às 01:00

    Racismo!!!

  19. Anna Postado em 28/Nov/2013 às 02:36

    A menina é linda e tem personalidade. Eu tirava dessa merda de colégio onde a alienação já começa pela direção. Eu tinha cabelos apenas ondulados e um pouco volumosos e era alvo de piadas de coleguinhas. Alisei aos 10 anos de idade por ter passado a não gostar de mim mesma por isso. Hoje, mulher formada, me arrependo por não conseguir meus cachos de volta. Lindo ver uma meninas pequena lutando pelo seu direito de ser diferente.

  20. vitor Postado em 28/Nov/2013 às 05:12

    eu moro na bahia praticamente estado de 80 por cento negro e eu so muito branco o que eu mais tenho é amigo negro e eu gosto bastante deles mas sempre quando eu vou pra escola tenho que leva piada por causa da minha cor na escola na rua algumas pessoas ficam me olhando parecendo que nunca viu um branco na vida acho que nem ligo mais

  21. Crazyseawolf Postado em 28/Nov/2013 às 07:55

    Gente, antes de tudo a escola tem regras que não permite certas coisas. É ridículo? Claro que sim, mas cada instituição tem as suas regras, e se não concorda com elas o melhor é a mãe procurar outra escola. O que se poderia esperar de uma escola ligada a religião? E a propósito, a menina é linda demais!

  22. José Ferreira Postado em 28/Nov/2013 às 08:32

    Tudo é racismo para vocês. O cabelo da mãe da menina está bem tratado, agora o dela está forçado, não precisa alisar, mas poderia tratar.

    • Guzz' Postado em 28/Nov/2013 às 08:51

      Mas é alguma doença, para ter que tratar?

    • Jeff Postado em 28/Nov/2013 às 09:07

      o cabelo dela é assim, retardado

    • rosemary Postado em 28/Nov/2013 às 09:33

      Esse tipo de corte é assim mesmo.... não está forçado, só é bem 80s.....

  23. Thaís Postado em 28/Nov/2013 às 09:38

    Forçada é essa sua tentativa que justificar tamanho absurdo, José Ferreira. O que vc chama de cabelo bem tratado, é o cabelo, provavelmente, artificial da mãe da menina. Vc acha ele bem tratado pq está dentro dos seus padrôes de beleza, e do padrão imposto por esta sociedade preconceituosa e racista. Racismo não é só aquilo que é escancaradamente dito como racista. Comentários como os que vc fez, José Ferreira, tbm podem ser considerados bem racistas, mesmo que vc não perceba isso.

  24. José Ferreira Postado em 28/Nov/2013 às 10:48

    Existem cabelos afro que são bonitos e bem tratados. É isso que quis dizer.

  25. Ervelin Geisa Postado em 28/Nov/2013 às 11:34

    Gente!!! Onde fica o bom senso? Tudo envolve o negro é objeto de racismo ou preconceito... Entendo que se um padrão social de uma determinada sociedade/escola etc (moral) tem como regra cabelos penteados (o que para mim é uma questão de cuidado e higiene), os que pretendem divergir dessa regra não deve querer que essas regras sejam mudadas por capricho pessoal. Se for assim, os militares poderão usar barbas, cabelos enormes, unhas grandes...já que é tudo natural! Ora, cabelos grandes, sejam eles lisos ou crespos devem estar presos em ambiente escolar, pois, inclusive, evita contagio de piolhos (que não esta associado a limpeza dos cabelos). Imagine, p.ex., vc ser atendido por um dentista com os enormes cabelos que de tão grande e volumoso atrapalha sua visão e ainda de quebra fica passando em seu rosto que esta deitado na cadeira sendo atendida? Ora o cabelo do dentista é natural, mas isso significa que ele deve utiliza-lo na forma natural em todas as ocasiões? E se uma cozinheira que tenha os cabelos igual ao dessa estudante resolve usar seus baitas cabelos na forma natural durante o exercício de sua profissão? Vc comeria num restaurante cujo chefe de cozinha(ou mesmo ajudantes) trabalhasse com seus cabelos naturais e revoltos? E se um cirurgião resolvesse quebrar as regras do Hospital/centro cirúrgico e fosse realizar procedimentos cirúrgicos com seus cabelos na forma natural? Tenha paciência!!

  26. Leonardo Postado em 28/Nov/2013 às 14:40

    Utilizarei então de uma maneira bem oportunista, o politicamente correto que no Brasil infelizmente está impregnado em nossa cultura, para ferrar com a vida de alguém ou abocanhar uma boa grana. Por eu ser um pouco moreno de traços europeus e cabelos não lisos, irei me desleixar com a aparência, ficar sem cortar o cabelo e sem tomar banho por 6 meses, ficar bem fedido, e piolhudo para que na primeira oportunidade ao ser importunado por alguém por este feito, agir de maneira legal para processar o "algoz".

  27. leonardo Postado em 28/Nov/2013 às 15:00

    A grande hipocrisia é se você reparar na foto a mãe da "vitima" ela está de cabelo liso, então tudo gira na questão cuidado pessoal e higiene e não do preconceito. Infelizmente hoje em dia não podemos relar nas pessoas se não quisermos sermos presos ou processados. Qualquer brincadeira será interpretada como preconceito. As empresas não irão contratar com medo de qualquer coisinha poder ser processada. Não podemos brincar entre amigos, tudo será preconceito.

  28. Jaqueline Postado em 28/Nov/2013 às 15:39

    Como diz Chico César: " RESPEITEM MEUS CABELOS, BRANCOS. O CABELO VEIO DA ÁFRICA JUNTO COM MEUS SANTOS....

  29. andré Postado em 28/Nov/2013 às 17:41

    pensando bem...............todos somos racistas!

  30. andré Postado em 28/Nov/2013 às 17:45

    e preconceituosos.......fala q é mentira.

  31. Thiago Teixeira Postado em 29/Nov/2013 às 19:29

    Quando eu li Flórida, parei de ver o resto da reportagem.

  32. flavia Postado em 07/Apr/2014 às 21:54

    ta feio... tem que amarar mesmo.... imagina quem sentar atras dela....

O e-mail não será publicado.