Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 20/Nov/2013 às 16:51
44
Comentários

Consciência Negra ou Humana?

365 dias de Consciência Humana? Seria lindo se não estivéssemos no Brasil. Esse tipo de “grito” por “consciência humana” exatamente no Dia da Consciência Negra soa como um reforço àquele discurso extremamente conservador segundo o qual “não existe racismo no Brasil”

Por Rafael Patto, via Facebook

A página do cantor e compositor Ivan Lins publicou hoje, 20/11, uma foto com a seguinte mensagem: “Por 365 dias de consciência humana”.

Lindo isso, se não estivéssemos no Brasil. Esse tipo de “grito” por “consciência humana” exatamente no dia em que celebramos o Dia da Consciência Negra me soa como um reforço àquele discurso extremamente conservador – do qual Ali Kamel e Demétrio Magnoli são adeptos – segundo o qual “não existe racismo no Brasil”. Logo, não seriam necessárias essas manifestações por afirmação identitária, como as que são promovidas pelo Movimento Negro e que, aos poucos, vão sendo incorporadas como parte dos esforços do poder público em reparar os erros e crimes que foram e são cometidos contra a parcela negra da nossa população.

Quase QUATRO QUINTOS da nossa História (é pouco isso?) foram vividos sob o regime escravocrata. A escravidão não foi praticada indiscriminadamente contra todos os seres humanos que aqui viviam até 1888. Não é possível que hoje queiramos fingir para nós mesmos que as consequências da escravidão sejam ainda sentidas, sem qualquer distinção, por brancos e negros.

Leia também

Falar que o Dia da Consciência Negra deveria ser substituído por um dia da “consciência humana” no nosso país seria como sugerir que todo esse passado de violência atroz contra os negros seja esquecido. Combinamos assim: “faz de conta que ninguém foi tratado diferentemente em razão da cor de sua pele e, por isso, hoje somos todos iguais. Humanos, com as mesmas oportunidades. Né?” Isso é o cúmulo da falta de consciência histórica!

Se os seres humanos não tivessem inventado um sistema de dominação que submete outros seres humanos a um poder instituído com base na marginalização da maioria em razão de traços como origem geográfica e cor da pele, aí sim, seria lindo celebrar a humanidade como uma coisa harmônica.

Mas, enquanto persistirem os efeitos dessas experiências de subjugação, exploração e aculturação que se abatem sobre aqueles a quem foi negado até o direito de serem reconhecidos e respeitados como seres humanos, temos a obrigação moral de reconhecer que infelizmente, no estágio evolutivo em que nos encontramos hoje, muito pouco há para se celebrar em razão do fato de sermos “todos seres humanos”, mas há muito o que se lembrar a respeito de tudo o que já se fez neste país contra seres humanos que, por causa da cor de sua pele, foram subcategorizados como uma raça inferior não pertencente à espécie humana.

Não entendo por que ainda há pessoas que preferem, depois de tudo o que passou, fingir agora que sempre fomos todos bons amigos.

Quer dizer, até entendo sim…

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 20/Nov/2013 às 16:58

    Sou favorável ao fim do feriado de 20 de Novembro pois é insuportável todo ano essa choradeira da elite escrota brasileira que se manifesta toda vez que um Negro é homenageado ou beneficiado.

    • giba sahn Postado em 20/Nov/2013 às 21:07

      olha cara .. é bem isso mesmo; elite(?) escrota, racista e preconceituosa; posam de bons moços e quando estão longe dos olhos e ouvidos dos demais, fazem piadas nojentas e deixam transparecer todo o seu racismo e preconceito; tenho vergonha da minha origem européia - aqui no sul é uma bosta este racismo oculto.

    • Oninte Subrik Postado em 20/Nov/2013 às 23:06

      Não! Porque não !

    • Shuma Postado em 21/Nov/2013 às 01:18

      Concordo

    • renato Postado em 21/Nov/2013 às 01:39

      Sou a favor de feriado em dia de trabalho, de preferencia na sexta - feira, já imaginou como os negros escravos se sentiam na sexta-feira, sabendo que iam trabalhar no sabado!!! Então em homenagem aos meus irmãos de cor, feriado em todo a segunda sexta-feira do mes de Novembro. Assim todo mundo sai de feriado para a praia e lá não tem esta de racismo, todo mundo cai na gandaia. É neste momento que nasce os mulatos e os pardos. E se existir só mulato e pardo, acaba a folia. Mas continua o feriadão.

      • duart Postado em 21/Nov/2013 às 09:20

        https://fbcdn-sphotos-d-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash3/1235911_665387523492991_86767443_n.jpg

      • renato Postado em 21/Nov/2013 às 18:21

        duart, daí não daí é sacanagem... isto tem que ser para todos. Mas uma coisa é verdade...tomara que esteja um sol escaldante...para o negócio ficar bem vermelho....

    • Lidia Vargas Postado em 21/Nov/2013 às 03:07

      cara pq vc tá PENSANDO NA ELITE? A ELITE É A ELITE!!! QUE TAL PENSARMOS MAIS NO POVO, nos trabalhadores, na classe que trabalha, que produz e que é ainda discriminada e excluida da sociedade!!! Se liga Thiago Teixeira!!!

    • Paulo R. Postado em 21/Nov/2013 às 10:34

      Verdadeira manifestação racista, cheia de ódio e rancor esta mensagem. Coisas deste tipo não contribui para a paz e harmônia entre os homens.

  2. Sebastião Pinheiro Postado em 20/Nov/2013 às 17:22

    Ok, o Brasil é um país racista, lamentavelmente. Só que instigar o rancor entre as raças não vai melhorar as coisas. Esse tipo de discurso racialista, na verdade, é mais uma forma de deslocar o problema do conflito entre classes. Fato histórico: na Alemanha do entre-guerras, Adolf Hitler utilizou o discurso do "conflito entre raças" para tirar a mobilização do proletariado alemão para a construção de uma sociedade mais justa para todas (=socialista). O que fez ele? Disse que a culpa era de "pessoas de outras raças", como judeus, eslavos e franceses. Deu no que deu! Massacre de dezenas de milhões de seres humanos e muitos lucros para as indústrias de armamentos!

    • Elaine Cristina Postado em 20/Nov/2013 às 18:58

      Mas o rancor existe desde quando a menininha negra é deixada de lado pq as meninihas brancas não querem brincar com ela. O Dia da Consciência Negra, bem como as ações afirmativas ao longo do ano, servem para criar subsídios para que a menininha negra saiba defender-se desse tipo de preconceito e lutar pelos seus direitos.

    • Ricardo Brum Postado em 20/Nov/2013 às 19:16

      Lei de Goldwin nunca falha.

    • Olga Postado em 20/Nov/2013 às 20:02

      Ódio entre as raças? Eu até agora não vi nenhuma postagem ou comentário que fale do dia 20 de novembro com esse teor de incitação ao "conflito entre raças". O que há é afirmação identitária, o que nos foi negada historicamente por meio de violência física e psicológica (que perdura até hoje...). Agora, se os brancos não suportam que os negros se assumam e tomam isso como uma ofensa à sua "brancura", aí o problema não é meu... ;D

      • Flávio Postado em 21/Nov/2013 às 01:11

        Olga até concordo com você, mas veja se a forma como vc escreveu não é uma forma de conflito? Existe muito rancor e principalmente gente ressentida de ambas as partes.

      • Damaris Postado em 21/Nov/2013 às 09:02

        Perfeito Olga.

    • Betto Marque Postado em 21/Nov/2013 às 00:00

      Ja que falou da alemanha nazi, vale lembrar que o massacre dos negros em solo brazileiro, teve muito mais vitimas e foi muito mais cruel que o holocausto!!! Se ninguém contesta a dor que os judeus sofreram, como achar normal o que vivemos aqui há tão pouco tempo durante os seculos de escreavidão? O dia da consciencia negra nao tem a intencao de instigar o rancor estre as racas( ate pq essa teoria de racas nem vigora mais depois do projeto genoma onde fixou claro que so existe uma raça, a saber, a humana, pensar em termos de raça ja mostra o racismo que opera em seu nivel inconsciente), o dia da consciencia negra tem a funcao social de mostrar o quanto fazemos parte de uma sociedade que precisa se debruçar sobre um passado maldito, para buscar solucoes para o futuro!!!

    • Lidia Vargas Postado em 21/Nov/2013 às 03:56

      É verdade Sebastião Pinheiro!!! O CAPITALISMO TENTA DE TODAS AS FORMAS , DIVIDIR A CLASSE EXPLORADA!! Seja em sexo, em cor, em sexualidade, em camadas sociais, em drogados ou não!!! Enfim, tenta nos dividir a qualquer preço, para nos enfraquecer e torná-los mais fortes!! Tudo mal!!! Mas enfim.................no percurso da história, conseguiu sim!!! E o resultado disso é que ele conseguiu criar milhares de preconceitos, discriminações, competições, guerras e diferenças entre nós!!! Então um Salve ao movimento "NEGRO", um Salve ao " ORGULHO GAY", um Salve ao "MOVIMENTO DE MULHERES" !!! Um Salve ao "MOVIMENTO PELA LEGALIZAÇÃO DA MACONHA" pq é necessário até o dia em que sacarmos e nos posicionarmos como seres da mesma CLASSE!! Vc tem razão total quando fala que o conflito ´"DE CLASSES"" !! PRAZER em te conhecer!!

  3. Rabêlo Postado em 20/Nov/2013 às 17:34

    Thiago, sou a favor que a choradeira continue! Deixar de ter um benefício ou de ser homenageado só pq um grupo fica de mimimi? Não! Não devemos ser vencidos pelo cansaço, não só com relação a esse dia.

  4. Flavio ismail Malmacedo Postado em 20/Nov/2013 às 17:37

    O texto é razoável, peca ao falar de forma depreciativa do Brasil, a discriminação é um fato existente no mundo inteiro. Adjetivar pejorativamente, mesmo que de forma implícita, não contribui para a tão necessária evolução cultural no pais.

    • Mattos Postado em 20/Nov/2013 às 22:16

      Claro, porque o feriado da Consciência Negra existe no mundo todo... Porque o Zumbi de Palmares (vc sabe quem é?) vivia na Argentina, e não no Brasil ¬¬

    • Tiago de Campos Postado em 20/Nov/2013 às 22:55

      Nossa, falou e disse! Vejo textos depreciando muito o Brasil. Discriminação, injustiças e problemas socio-ambientais existem em todo o lugar. No entanto, tenho de concordar com o texto no que tange ao ataque aos que clamam por 365 dias de consciência humana, a "brancaida" toda tem uma dívida racial - palavra que não gosto de utilizar pois somos todos da raça humana - com a negritude linda que vive no Brasil e que enriquece muito a cultura do país que, ao meu ver é o mais lindo do Mundo!!!!

    • Aparecida Célia Santos Postado em 20/Nov/2013 às 23:54

      "peca em falar de forma depreciativa do Brasil"!!! recorro ao velho ditado que diz "roupa suja se lava em casa"...temos que falar do Brasil,moramos aqui e esse problema é nosso, se não se pode resolver os problemas que estão dentro da sua casa,vamos resolver os problemas de quem?

  5. Estefferson Torres Postado em 20/Nov/2013 às 18:18

    Acho forçar a barra dizer que não existe racismo no Brasil.

  6. Davi Alves Postado em 20/Nov/2013 às 18:31

    Ah sim, como se um dia pagasse todo um historico de violencia, dia da consiencia negra pra mim eh uma balela pois eles continuam a ser subjulgados em todo canto do mundo, com este dia vem a tona o pensamento de "coitados eles sofreram" que nao favorece em nada.

  7. Carolina Postado em 20/Nov/2013 às 19:04

    Entendo o termo consciência humana como um estado em que não existirá mais racismo, nem contra negros, contra deficientes, mulheres, nordestinos. O Brasil é muito racista, sim, e a consciência humana eliminará todo tipo de preconceito, inclusive contra os negros.

  8. Billy Pinheiro Postado em 20/Nov/2013 às 19:08

    O racismo existe, é um fato e devemos combate-lo. Contudo, todas as vezes que "criamos" algo como consciência negra é apenas criar diferenças onde não deveria existir!!! E digo mais... falar de dia da consciência negra é dizer que nesse dia devemos lembrar que somos negros e nos calar nos outros 364.

  9. Augusto Postado em 20/Nov/2013 às 20:37

    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=681982241826814&set=a.180447441980299.44775.100000451347358&type=1&theater&notif_t=like

  10. Paulo Cesar Postado em 20/Nov/2013 às 21:36

    Bill Maher (humorista americano) possui um vídeo no youtube, onde apesar das piadas, ele toca em um ponto interessante: negar o racismo, é o novo racismo. Negar que a desigualdade afetou nosso país (ele se refere aos EUA, mas a ideia serve para o Brasil) é uma postura ingênua.

  11. Marcos Postado em 20/Nov/2013 às 21:44

    Racismo existe em todo mundo, e sinto dizer que talvez sempre ira existir, justamente por causa de medidas como essa, o racismo esta aumentando absurdamente diferente do que vcs acham devido a esses feriados para negros, dia para negros e por ai vai, quer acabar com o racismo melhore o ensino publico nivele as condições, feriados, cotas e outras afirmações raciais só farão todas as etnias se afirmarem mais ainda.

  12. debora Postado em 20/Nov/2013 às 22:01

    Existe racismo no Brasil sim! Clamei por consciencia humana...mas nunca esqueci do que houve aqui.... A DOR do preconceito não só pela raça mas por todas as outras coisas é horrivel.

  13. Alexandre Postado em 20/Nov/2013 às 22:24

    Eu li muitas matérias e consequentemente alguns comentários sobre o dia da consciência negra, cheguei a uma conclusão de que datas como essa INCOMODAM, incomodam porque fazem as pessoas lembrarem que ainda existe muita sujeira debaixo do tapete, sujeira essa que muitos que reclamam não querem ver e muito menos limpar, é como um filho que quando ouve sermão da mãe por não ter limpado o quarto sujo há uma semana, se acha perseguido e considera a mãe uma chata que só sabe pegar no pé, isso prova também que existe muito racismo e que as pessoas morrem de medo de confronta-lo.

    • Divina Postado em 21/Nov/2013 às 00:09

      Sujeira debaixo do tapete e, pior, sujeira atrás da fachada de humanista. O preconceito aparece no discurso hipócrito-humanitário como uma mancha de baton no dente...

  14. Jose Postado em 20/Nov/2013 às 22:57

    a manutenção da ignorância de um povo é a forma encontrada para a manutenção do "status Quo" daqueles que detém o poder e a riqueza e melhor acesso para chegar a essas 2 coisas... muitos que criticam essa homenagem a Zumbi usam um argumento que seria hilário se não fosse tão trágico: que só existe a consciência humana... o que é a mais cristalina verdade!!! mas esquecem que Zumbi é homenageado justamente por isso: por ter lutado para que o povo negro pudesse ter consciência da sua condição humana!!! é de uma simplicidade o motivo da homenagem que fico na dúvida se a crítica é ignorância mesmo ou se é uma maneira perversa e dissimulada de propagar o preconceito!!!

  15. cirlei Postado em 20/Nov/2013 às 23:49

    FERIADO, FERIADO, FERIADO! nossa, que texto mais apelante. Dizer que: "Quase QUATRO QUINTOS da nossa História (é pouco isso?) foram vividos sob o regime escravocrata", tá, legal, temos uma historia, temos um passado, esse passado ninguém apaga, nem mesmo um FERIADO, não acho justo, agora pro resto da humanidade, temos que pagar pelos erros de nossos antepassados. Ter um dia pra consciência negra, é perfeito, mas, ter um feriado, é ridículo. Vamos combinar que no sangue dos Brasileiros já tem muito sangue negro correndo nas veias, pois a grande maioria dos que vivem aqui tem algum tipo de influencia negra em seus familiares, e, se temos, se permitimos a mistura das raças, por óbvio, essa discriminação não é da forma que vem sendo pregada com intuito de conseguir um feriado. Nossa, quanta apelação por feriado! Brasileiro se sente trabalhador, mas desculpa, a grande maioria dos que imploram feriado, pra mim, é vagabunda por natureza. Penso que ter um feriado pra brancos ou pra negros, é sim uma forma taxativa pra insultar mais ainda a discriminação. Feriado?? quantos de vcs foram pra praia e ficaram refletindo sobre o dia da independência? sobre as formas que ela ocorreu? me poupem, fui pra praia pra farrear, assim como 99,9% da população. Tenho influência negra na minha raça, e tenho orgulho dela. a tal discriminação, existe sim, mas dentro de cada um, tanto do branco que morre de penas dos negros (e este eu considero o mais pejorativo dos sentimentos), como dos negros que vivem usando a cor, como bengala pra justificar seus fracassos. Tocar a vida em frente, sem se vitimar pelo passado, pode ser a receita do sucesso no futuro.

  16. Raquel Postado em 21/Nov/2013 às 00:00

    Acho que o racismo existe a todo momento, por parte de todos, até mesmo de si. A existência de um dia aos negros já é um preconceito. Tudo bem, a "raça" deles sofreram, isso e aquilo. Porém, muitos brancos também já. Alias, acho que essa coisa de raça, preto e branco é ridículo, basta você falar isso em voz alta pra perceber. Enfim, não só a raça negra já sofreu, mas muitas outras etnias e sociedades, se resume a poder e dominação de povos mais fracos. Por isso penso que, os negros tiveram toda uma história, mas ficou no passado, ou deveria estar. Eles mesmos vivem presos nisso. A luta de hoje é de todo mundo, todos aqueles que são dominados por governos corruptos. Nós somos os "fracos" e justamente porque ficamos medindo nossas diferenças e não nos unimos, tudo está como está. Só queria deixar claro que a existência desse dia, é um fato que mostra diferença. E por favor, se fosse assim, teria que ter um dia para os brancos e cada povo que sofreu, ou isso ou aquilo. A diferença somos nós quem criamos.

  17. jose geraldo dos santos Postado em 21/Nov/2013 às 00:15

    Eu entendo que raça é para cachorro, eu me considero um ser humano! E, enquanto isso tem um monte de gente por ai ganhando dinheiro com esse papo. Se vcs que ficam brigando por que um é branco ,preto ou roxo ,estivessem preocupados em criar um ambiente, aonde cada ser humano, olhe e veja outro ser humano e não a côr da pele, certamente esse lugar chamado terra ficaria muito melhor.

  18. Jônatas Monte Postado em 21/Nov/2013 às 01:06

    Sempre aparece esse papo de "precisamos de consciência humana, não de consciência negra" no 20 de Novembro, data em que o Estado assassinou ZUMBI... Aí eu pergunto: que Consciência Humana? A mesma que assiste o extermínio da juventude negra e naturaliza tal ação criminosa? A mesma consciência humana que afirma sua "humanidade" negando a do outro? Ou a que diz que todos são filhos de Deus e por isso são iguais, ao passo que se beneficia e alimenta esse sistema racista? Que humanidade é essa?... Só uma coisinha: MINHA CONSCIÊNCIA É NEGRA, logo HUMANA! Salve, salve, Zumbi!

  19. Paulo Nascimento Postado em 21/Nov/2013 às 03:05

    O que falar então da falta de oportunidades das pessoas que vivem á margem da sociedade, como os ribeirinhos dos rios amazonicos, e dos indios descendentes direto de uma invasão feita por mercadores e exploradores de minério, que os exploraram de todas a formas possíveis, tomando-lhes suas propriedades, que é a terra, as florestas e sua cultura. O que dizer dos favelados, dos moradores de rua, de usuários de crack e outras drogas, cuja consciencia lhes falta muitas vezes para sair do vicio. O que dizer de toda essa inconsciência eleitoral, trocando voto por favores, o que dizer da falta de educação, que muitas vezes não é apenas por falta de uma escola. O que dizer da inconsistência de uma consciência que só aflora uma vez ao ano, reivindicando suprir o passado com mágoas presentes. O Brasil tem sim que valorizar os negros, todavia estes muito mais devem superar todo e qualquer fato histórico, mesmo porque é com muita resiliência que os negros desta nação superaram ou não, traumas antigos.

  20. Paulo R. Postado em 21/Nov/2013 às 08:04

    A foto é de agora e são escravos escravizados por negros africanos. Prática secular na África e ainda contemporânea. Chega de ingenuidade e hipocrisia precisamos de Consciência Humana como a dos que proibiram o comércio escravocrata, porém, não conseguiram acabar com ele dentro da África.

  21. Su Dias Postado em 21/Nov/2013 às 08:06

    Rafael Patto, muito obrigada por ler meus pensamentos! Texto maravilhoso!

  22. Paulo R. Postado em 21/Nov/2013 às 08:14

    • DIA DA CONSCIÊNCIA HUMANA Hoje (20/11/2014) foi executado o serial killer Joseph Paul Franklin que assassinou pelo menos 22 pessoas entre 1977 e 1980 e deixou paraplégico Larry Flynt editor da revista "Hustler". Muita gente pensa Joseph era um moralista e por isso atirou em Larry Flynt, mas, não. Ele era racista e seus alvos eram judeus, negros e especialmente casais inter-raciais. Foi a publicação de imagens de um casal inter-racial que fez de Larry Flynt um alvo dele. Joseph disse sobre Larry Flynt em uma entrevista: "It just made me sick. I think whites marry with whites, blacks with blacks, Indians with Indians. Orientals with orientals.” (Ele só me fez mal. Acho que devem brancos casar com brancos, negros com negros, índios com os índios. Orientais com os orientais.) Joseph Paul Franklin e Larry Flynt, ambos são brancos e um branco racista tentou assassinar outro branco por não ser racista. Puxa, mas, racismo não é coisa de branco contra não-brancos? Como um branquela pode ser racista e outro branquela não ser? É coisa de brancos e eles que se entendam? Como pode isto? Simples, racismo não é monopólio de um grupo, mas, parte da insanidade de pessoas em particular que acabam por se associar com outras com as mesmas ideias nefastas. Numa das escolas em que trabalhei todos os anos tinha a Semana das Etnias, nesta semana independente da origem de cada um eram formandos grupos que pesquisam sobre a cultura, vestimentas, culinária... de uma determinada etnia. Tudo culminava com a apresentação dos grupos em bancas no pátio da escola e com palestras de convidados. No bairro tinha a Sociedade dos Negros (ou afrodescendentes) e a direção fez contato o pai de um ex-aluno que foi fundador e Presidente desta sociedade para falar sobre a cultura, religião, história... dos negros. Ele agradeceu e recusou. Recusou porque havia se desligado da Sociedade da qual havia sido Presidente, pois, segundo ele um novo grupo tinha assumido e direção e proibiu que os negros associados tivessem amigos brancos, andassem com brancos, namorassem brancos... e ele não aceitava isto.

  23. Pitty Postado em 21/Nov/2013 às 10:16

    Da mesma forma quem tem o dia "Consciência Negra" deveria ter também consciência branca!!!

  24. Marco Postado em 21/Nov/2013 às 11:28

    Existe racismo no Brasil? Existe. As pessoas que possuíam a característica fenotípica epitelial negra foram taxadas como inferiores? Foram. Existe raça negra, branca, amarela, azul, vermelha ou parda? Não! Não podemos confundir etnias com raças. Realmente o passado histórico da escravidão, não só no Brasil, mas seja onde aconteceu, contou com o peso do racismo biológico, e vale lembrar que raça branca, negra, amarela, vermelha, azul ou cor de rosa são coisas que a genética até hoje não conseguiu provar empiricamente que existe. O racismo biológico foi um mecanismo inventado pelos países que estavam se modernizando na época, que tinha como objetivo conter a imigração. Enfim, o dia da consciência negra não deve ser substituído pelo dia da consciência humana. O dia da consciência humana deve ser posterior ao dia consciência negra, seguido da consciência indígena, seguido da consciência branca, pois o dia da consciência humana deverá servir para lembrá-los que todos fazem parte de uma mesma raça, a chamada raça humana, autodenominada de homo sapiens.

  25. Marcelo Hideki Postado em 21/Nov/2013 às 11:54

    Aqui em SP tem o feriado de 9 de julho,instituído em 97 se não me engano,e não vejo ninguém reclamar dessa data ...