Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 02/Oct/2013 às 10:10
46
Comentários

Vídeo ironiza culpa da mulher por estupro e faz sucesso na internet

“É sua culpa” já teve quase 2 milhões de visualizações no Youtube desde que foi lançado, há uma semana. Assista ao vídeo

“O estupro foi culpa da mulher, porque vestia uma roupa sexy e estava fora de casa em horários estranhos”. Para refutar argumentos como estes, foi lançando na Índia um vídeo que com bastante ironia procura combater o conservadorismo em alguns setores no país.

Em um espaço branco e vazio, acompanhado por música típica de televendas, a gravação de três minutos mostra duas indianas que, sorridentes, explicam, sem dramas, que tipo de atitude feminina provocam para que os homens as estuprem.

“Sejamos sinceras, meninas, os estupros são culpa nossa. Estudos científicos sugerem que as mulheres que usam saia são a principal causa de estupro. Sabe por quê? Porque homens têm olhos”, afirma a atriz Kalki Koechlin no início do anúncio.

O vídeo, “It’s your fault”, já teve quase dois milhões de visualizações no Youtube desde que foi publicado, há uma semana, e viralizou nas redes sociais, em geral acompanhado da frase: “É culpa minha”.

Por trás da campanha está o coletivo de humoristas de Mumbai “All India Bakchod” (Os charlatões da Índia), formado por Gursimran Khamba, Tanmay Bhat, Rohan Joshi e Ashish Shakya.

Assista ao vídeo (com legenda):

O coletivo decidiu fazer um vídeo porque sabiam que com ele poderiam chegar a mais gente e chamar assim a atenção sobre os “estúpidos e odiáveis comentários” que alguns fizeram após o bárbaro estupro coletivo de uma estudante dentro de um ônibus em Nova Déli, em dezembro do ano passado.

Leia também

“Não sabíamos como o público ia reagir. Tínhamos medo de que as pessoas não captassem a ironia e pensassem que estávamos trivializando um tema tão sério, mas sabíamos que tínhamos que fazer algo”, explicou a Agência Efe um dos comediantes, Gursimran Khamba.

A atriz Koechlin aceitou participar do projeto junto com a estrela da televisão indiana Juhi Pande porque, segundo ela, “o humor é uma maneira fantástica de enfrentar um tema sério”, mas também disse ter ficado “preocupada com a possibilidade de não ser entendida”.

A morte de uma estudante em decorrência do estupro por vários homens dentro de um ônibus em dezembro do ano passado causou uma onda de protestos na Índia, mas algumas pessoas culparam a jovem – e foi isso que motivou os comediantes.

“Bhaya”

O popular guru indiano Asaram Bapu, por exemplo, disse que a vítima também teve culpa, embora em menor medida que os agressores, já que em vez de resistir “devia ter rezado para Deus e pedido aos estupradores, chamando-os de ‘Bhaya’ (irmão), que a deixassem em paz”.

O vídeo, que parodia a reunião, mostra uma das atrizes sendo atacada por vários homens e como consegue se livrar do estupro ao conseguir pronunciar a palavra ‘Bhaya’.

“Sempre funciona”, afirma sorridente a jovem, que pede às mulheres “que deixem de seduzir aos homens para que as estuprem”.

A reação nas ruas ao vídeo tem sido muito positiva, contou a entusiasmada Pragya Varma, de 21 anos, classificando o vídeo de “incrível”, e revelou que já teve de enfrentar mais de uma vez a mesma situação.

vídeo mulher estupro índia
“O estupro foi culpa da mulher, porque vestia uma roupa sexy e estava fora de casa em horários estranhos” (Imagem: Reprodução Youtube)

“Compartilhei no Facebook para que meus amigos vejam. Não é culpa nossa, não podemos ser culpadas por usar uma saia curta”, sentencia Varma.

Simranjeet Kaur Walia, de 19 anos e estudante de jornalismo, também gostou do vídeo, e ressaltou que “ninguém pode nos culpar (pelos estupros) por sair de casa depois das oito da noite ou por nos vestir de uma determinada maneira. Mas como isso acontece!”, lamentou.

A polícia não escapou da paródia no vídeo, acusada em várias ocasiões de incompetente e insensível diante das agressões sexuais, e de transformar as delegacias, como denunciou a organização Human Rights Watch, em “lugares que inspiram temor”.

Agência Efe

Posts relacionados

Comentários

  1. tiagoalexandredossantos Postado em 02/Oct/2013 às 10:31

    pois é!

  2. Guilherme Postado em 02/Oct/2013 às 10:43

    Não é só no caso do estupro q se culpa a vítima. Se vc deixar a janela da casa aberta e for assaltado, alguém irá pôr a culpa em vc. Claro q a culpa é do bandido, mas mentes estreitas não percebem assim.

    • Viviane Postado em 02/Oct/2013 às 18:24

      Não, não... se alguém assalta a sua casa, irão pôr a culpa no sistema. "Pq se ele tivesse chance, não estaria assaltando sua casa."

    • Fenixlee Postado em 02/Oct/2013 às 20:47

      Já ouvi esse tipo de coisa, Guilherme....ah, foi assaltada porque "deu mole". Os ladrões, estupradores, assassinos daqui a pouco vão ser considerados vítimas da violenta população desarmada. Só rindo. Estamos vivendo numa absurda troca de valores.

    • Bruna Postado em 02/Oct/2013 às 21:11

      Cara, sério que você está comparando o estupro de uma mulher ao descuido de deixar a janela de casa aberta?

      • Nicole Postado em 07/Oct/2013 às 20:31

        Bruna, se você entrar com a camisa do Palmeiras no meio da Gaviões da Fiel vão te espancar até a morte - e aposto que todo mundo dirá que você agiu imprudentemente, deveria ter tomado mais cuidado e tal. Ninguém vai dizer que isso é ser anti-palmeirense, reflexo de uma sociedade corintiana, que vivemos numa cultura de espancamentos até a morte. Mas claro, isso não entra na cabeça de feminazis retardadas e esquerdistas com deficiência cognitiva. Continuem o bom trabalho de incentivar as meninas a agirem de maneira irresponsável, quem sabe assim o número de estupros aumente ainda mais e vocês possam ter orgasmos ao constatar o machismo da sociedade. Feminismo mata.

  3. Gabriel Postado em 02/Oct/2013 às 10:50

    Assisti ao vídeo e achei muito interessante, sim. É inacreditável que uma mulher possa ser culpada apenas por querer ter um vestido bonito ou se sentir bem, o que é o mais importante. Embora o vídeo se refira a outro país, no caso a Índia, penso que podemos muito bem aplicar o mesmo ao Brasil. Não nos enganemos: A sociedade tupiniquim é extremamente conservadora e puritana no que se refere às vestimentas usadas por mulheres. Um absurdo! Por que temos que nos meter tanto na individualidade alheia? Penso que devemos refletir sobre um fenômeno que infelizmente se tornou comum: O estupro em universidades. Cursos noturnos e meninas bonitas são, hoje, comuns, e isso dá uma boa margem para que aconteçam crimes, inclusive assassinatos. Por que não existir um bom planejamento de segurança pública que tenha por base a inteligência, onde universidades deveriam ser prioridade à noite, pois são espaços com muita gente e, em geral, ocupam grandes espaços, possibilitando a entrada de bandidos.. enfim, é um absurdo total.

    • Nicole Postado em 07/Oct/2013 às 20:34

      Não, meu caro. Não se pode ter planejamento de segurança pública em universidades porque os acéfalos vão gritar "fora a pm". Eu sou mulher, estudo á noite no centro de São Paulo e sei o quanto é tenso. Mas claro, a playboyzada que volta de carro pode gritar "fora a pm", afinal, não são eles que são afetados mesmo. Por fim, cabe-se salientar que 90% dos assassinatos são contra homens, então a segurança não tem que ser só porque tem "meninas bonitas" andando à noite por aí.

  4. waldemar Postado em 02/Oct/2013 às 11:41

    A mulher tem que ser feminina,agora o animal deste tipo tem que matar vivo

    • Laura Postado em 02/Oct/2013 às 14:24

      Concordo. E é importante que a pessoa esteja viva para poder matá-la.

      • Danielle Postado em 03/Oct/2013 às 01:11

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Daniel Postado em 02/Oct/2013 às 14:58

      Porque matar morto é pros fracos né?

    • Dalto Postado em 02/Oct/2013 às 16:38

      quem comete esse tipo de ato deveria ser mutilado nos órgãos sexuais com uma faca de mesa, bem devagar para sentir bastante dor e para nunca mais poder estuprar ninguém. A morte sai muito barato para um animal desses.

      • Amanda Postado em 02/Oct/2013 às 23:41

        Concordo.

    • RICARDO Postado em 02/Oct/2013 às 17:35

      até porque é meio difícil 'MATAR ALGUÉM MORTO' kkkkkkkkkk

    • Domingos Postado em 02/Oct/2013 às 18:26

      Claro, porque matar ele quando já morreu não tem graça, não é mesmo?

    • André Postado em 02/Oct/2013 às 19:02

      Matar morto eh meio impossivel neh mano

    • Michael Postado em 02/Oct/2013 às 20:13

      Curar uma doença com veneno? vc tá serto!

    • izabel Postado em 02/Oct/2013 às 20:24

      e..por q matar morto ia ser dificil ne..kkkkk

    • Liz Postado em 02/Oct/2013 às 20:43

      Tem como matar depois de morto? Claro que tem que matar vivo.

    • Karla Postado em 02/Oct/2013 às 22:10

      Não se pode matar morto.......me desculpe! rsrsrsrs

    • Douglas Postado em 02/Oct/2013 às 22:41

      Até porque matar morto é meio difícil, né?

    • Amanda Postado em 02/Oct/2013 às 23:40

      Matar vivo?

  5. lopes Postado em 02/Oct/2013 às 12:26

    Não é só no caso de estupro que a vítima é considerada culpada. Experimentar andar com o carro sem os vidros levantados ou as portas travadas!

    • Ferdi Postado em 02/Oct/2013 às 16:22

      Nossa, cara sério, pensa melhor. Quantas vezes você vê uma pessoa ser morta e alguém dizer "ah, mas o bairro era perigoso, tinha que ter tomado cuidado". E se uma pessoa não tem a liberdade de andar na rua como bem entender (porque aqui entra a questão de que e se o cara achar o tornozelo excitante e partir pra cima da mulher porque estava aparecendo? gosto pessoal sobre sensualidade, ela provocou?????) que bosta de mundo é esse que a gente vive? Sério, seu comentário foi doentio e te digo o porquê, parece que nele você afirma que "ok culpar a vítima, ela está errada mesmo" e se for isso mesmo (e não só um erro de interpretação terrível da minha parte) meu amigo, você deveria procurar tratamento pra sua falta de empatia e compaixão.

      • Nicole Postado em 07/Oct/2013 às 20:41

        Então entra com uma camisa do Palmeiras no meio da torcida do Corinthians. Você certamente será morta e ainda vão te chamar de retardada por fazer algo estúpido. Experimenta andar fardada de policial e desarmada no meio do morro tomado por facção criminosa, vê se não vão te matar e ainda vão todos dizer que agiu como idiota. Existem várias hipóteses de homicídio em que a vítima é "culpada". Eu não concordo com isso, a culpa é sempre do meliante. Mas as feminazis são histéricas e dizem que isso só ocorre com o estupro e de quebra incentivam comportamentos irresponsáveis. Infelizmente nossa sociedade não é segura, e devemos buscar evitar ser vítimas de crime e não aumentar as chances de que eles ocorram. Se para isso temos que evitar encher a cara de madrugada e sair bêbada e pelada na rua, então que seja. Minha segurança e minha vida valem mais do que um orgulho bobo - espero que um dia isso mude, mas não é se comportando como idiota que as coisas vão mudar.

  6. Nadilson Postado em 02/Oct/2013 às 12:27

    Obrigado por usarem o vídeo que legendei no link de sua matéria. :D

    • renato Postado em 02/Oct/2013 às 16:51

      Valeu Nadilson..

    • renato Postado em 02/Oct/2013 às 16:55

      Todo o estuprador precisa de carinho especial. O Estado sabe como promove-lo.... Qualquer delegado, sabe, desde que o estuprador não seja filho de gente poderosa e rica. Como vai o caso da menina morta e estuprada no Porque em Colombo - Curitiba. Quem fez isto parece ser realmente muito poderoso. Fez, cuspiu, colocou quatro inocentes na cadeia, estuprou um deles. E está tudo certo.. Uma das falhas do estupro...o estuprador não aparece.. Depende do Delegado...

  7. Mariana Postado em 02/Oct/2013 às 13:33

    Comparar estupro a roubo de carros é no mínimo estúpido. Embora eu perceba que a intenção tenha sido de redirecionar a culpa do roubo ao praticante da ação, não posso deixar dizer que é esse tipo de analogia que contribui para culpabilização da mulher vítima de estupro. Numa sociedade patriarcal e machista como nossa, a mulher é vista como um objeto "sem dono", passível de "transferência de propriedade" e de usufruto. Comparar o roubo ao estupro é corroborar essas concepções que tanto vitimizam as mulheres mundo afora.

  8. Carolinne Postado em 02/Oct/2013 às 14:59

    Nós mulheres vivemos isso todos os dias! Eu mesma tenho uma grande preocupação com minhas roupas por medo. Faço curso à noite e chego em casa tarde. Tenho muito medo de usar um vestido para ir ao curso, mesmo quando está calor, mesmo quando é longo, pois muitos homens interpretam como um convite! Ouvi uma vez uma pessoa dizer que em um assalto um homem pensa: "Por favor, não me assalte!" e uma mulher pensa "Por favor, não me estupre!" É um absurdo viver acuada, com medo! Infelizmente essa é a realidade que temos que enfrentar todos os dias...

  9. Anonima Postado em 02/Oct/2013 às 15:18

    Fui abusada pelo meu pai quando era menor, e minha madrasta disse que era culpa minha pois eu durma com um shorts muito curto e porque saia do banho de toalha.

  10. Miguel Angelo Postado em 02/Oct/2013 às 15:41

    Estupro é crime hediondo, e quem o comete deve sofrer todas as penalidades. Mais respeito ao Ser Humano.

  11. renan Postado em 02/Oct/2013 às 16:49

    Hoje em dia eu não fico tranquilo quando minha mulher sai sozinha, eu digo sempre pra ela estar acompanhada. Antigamente, nos brincávamos nas ruas desde pequenos, ficávamos na porta de casa até de madrugada sem preocupação. Hoje não fico tranquilo nem eu mesmo sair sozinho, não tem consequência pra mais nada, e junta isso tudo com o machismo, é nisso que dá. Uma pessoa crítica e informada o suficiente não julgaria dessa forma. Enfim é uma triste realidade, e não fico nem um pouco tranquilo com ela :(

  12. eloisa Postado em 02/Oct/2013 às 18:20

    Tá certo, mea culpa!

  13. Leonardo Postado em 02/Oct/2013 às 18:20

    Elas tem razão, e pra provar vou dormir num bairro perigoso, com a porta e as janelas abertas, afinal, não é minha culpa ser assaltado, é do ladrão! Falando sério, é claro que eu acho errado a forma com que as mulheres estão sendo tratadas pela lei perante o estupro, mas, isso não dá à vocês imunidade. O mundo é um cu preto e sujo, todo mundo se fode em algum momento. Assim como pode acontecer de um homem ficar ouvindo música alta no celular, de madrugada, num lugar vazio e então ser assaltado. É óbvio que a culpa é do assaltante, e ele que está errado. Mas quem deu a ele a oportunidade de te assaltar? Pelo amor de Deus, é tão óbvio quanto dar uma arma a um assassino, tá bem na cara de vocês, nem sei por que isso ainda é discutido.

  14. Thiago Teixeira Postado em 02/Oct/2013 às 19:22

    Muito bom o vídeo.

  15. Gabriel Postado em 02/Oct/2013 às 20:54

    Fantástica ideia!

  16. Luana Postado em 02/Oct/2013 às 21:06

    É isso ai!! Vídeo foda.

  17. Kim Weasley Postado em 02/Oct/2013 às 22:09

    Concordo com o vídeo mas tem mulher que anda com uma saia de 10 cm de pano que não cobre porcaria nenhuma e reclama quando essas coisas acontecem. Claro que não justifica um estupro, jamais, mas mulher tem que andar decentemente também.

    • fernanda Postado em 03/Oct/2013 às 01:12

      mas um homem cometer uma brutalidade dessas é coisa de alguém que é tão desequilibrado que não vai precisar de saia curta pra isso.... um homem normal ou que seja civilizado o suficiente jamais terá prazer com a violêrncia.

  18. simone Postado em 02/Oct/2013 às 22:41

    e mais facil colocar a culpa na vitima,em todos os crimes,o ladrao entrou p k aporta tava aberta,estuprou porque tava de saia ou a calca era muito justa,sempre encontram uma desculpa p o machismo criminoso e cruel , que ganha um abraco da impunidade

  19. Thiago Teixeira Postado em 03/Oct/2013 às 13:29

    Na época do governo Quércia e Fleury em SP (1986 a 1994), vida de estuprador na cadeia era questão de dias.

    • Osvaldo Postado em 20/Dec/2013 às 09:45

      Esse era o Brasil da época, independente de Quércia ou Fleury, ou vc acredita mesmo que esse período foi assim por causa do Quércia ou do Fleury?

  20. Osvaldo Postado em 20/Dec/2013 às 09:43

    Um grupo de comediantes, pessoas inteligentes e sensíveis ao mundo, oferta ao mundo um pouco de si. Uma paródia lúdica...enquanto isso no Brasil?

  21. Zbgniew Brzezinski Postado em 07/Nov/2014 às 16:00

    Apesar de tratar de um assunto muito sério e delicado, o vídeo o faz com uma certa inteligência e bom humor... Parafraseando George Orwell, "cada piada é uma pequena revolução"!

O e-mail não será publicado.