Redação Pragmatismo
Compartilhar
EUA 15/Oct/2013 às 10:04
23
Comentários

Uma tragédia americana: grávida, solteira e morta com 17 tiros

Grávida, solteira, mandada embora, deprimida e morta com 17 tiros: uma tragédia americana

Mirian Carey. Grávida. Solteira. Desempregada. Não é fácil manter a sanidade mental em tais circunstâncias (Reprodução)
Miriam Carey. Grávida. Solteira. Desempregada. Não é fácil manter a sanidade mental em tais circunstâncias (Reprodução)

Paulo Nogueira, DCM

Gostei muito de Breaking Bad por mostrar os Estados Unidos como eles são: o professor de química que não tem a menor condição de pagar um tratamento de câncer e acaba virando traficante.

Uma história que aconteceu na última semana me remeteu ao pesadelo americano. E me comoveu.

Uma mulher de 34 anos, Mirian Carey, profissional da área de higiene dental, tentou entrar com seu carro numa área proibida da Casa Branca. Segundo relato de sua mãe, Mirian sofria de depressão pós-parto. Sua filha de um ano estava com ela no carro.

Leia também

A polícia tentou deter Mirian, mas ela não saiu do carro. Deu marcha à ré e arrancou. Câmaras de transeuntes captaram a perseguição, e a história foi o assunto da semana entre os americanos.

Quando o carro finalmente parou, Mirian recebeu uma saraivada de tiros de vários policiais. Ficou desfigurada, o que dificultou a identificação.

Estava desarmada.

Por milagre, sua filha escapou incólume. Quer dizer, tanto quanto é possível você escapar incólume quando tem um ano e vê sua mãe ser fuzilada.

O que Mirian estava fazendo na Casa Branca? De acordo com versões de gente próxima a ela, Mirian imaginava que Obama estava se comunicando de alguma forma com ela. É possível que o aparente delírio fosse consequência dos remédios fortes que ela tomava para lidar com a depressão.

O que mais me doeu foi ver as circunstâncias de sua maternidade traumática.

Mirian trabalhava numa clínica odontológica quando levou um tombo que a levou a um hospital. Ali, ficou sabendo que estava grávida. Era solteira. Poucas semanas depois de retornar ao trabalho, foi mandada embora.

Grávida. Solteira. Desempregada. Não é fácil manter a sanidade mental em tais circunstâncias.

A proteção às grávidas nos Estados Unidos é zero. Numa frase frequentemente citada de um comediante, os Estados Unidos não dão educação pública de qualidade para suas crianças e nem saúde gratuita decente para seus velhos, mas são muito bons em atirar bombas em outros países.

Bem, também não dão muita coisa a grávidas como Mirian. O que ela recebeu mesmo, no fim, foram 17 tiros.

Tags

Recomendados para você

Comentários

  1. Lucas Postado em 15/Oct/2013 às 11:00

    Uma tragédia mesmo. Mas acho um exagero culpar os seguranças americanos. Não é todo dia que tentam invadir a Casa Branca com boas intenções.

    • Nicolas Postado em 15/Oct/2013 às 11:44

      isso é imagem que passam nos filmes de ação pra você consumir, já não é a primeira vez que isso acontece...e se tem medo tem culpa cara.

    • patricia Postado em 15/Oct/2013 às 20:03

      Qquer um que invada a casa branca está bem intencionado. mal intencionado é quem entra lá pela porta da frente todos os dias.

      • adriano Postado em 15/Oct/2013 às 20:25

        Excelente, patricia! Aplausos para você.

      • Shuma Postado em 16/Oct/2013 às 12:00

        Maniqueísmo nosso de cada dia.

  2. gisele Postado em 15/Oct/2013 às 12:26

    Depois de ler o comentário acima, nasceu um tumor seguido de outras doenças bizarras no meu cérebro. #VENHAMETEORO

    • Márcia Da La Vita Postado em 15/Oct/2013 às 12:35

      Gostei de sua resposta ao comentário idiota acima Gisele, o mundo esta cheio de " Lucas " por aí .

    • Husayn Postado em 15/Oct/2013 às 12:36

      Incrível como a interpretação de textos faz falta na formação de uma pessoa. DIariamente na internet somos obrigados a nos deparar com pessoas que incrívelmente leem sobre determinado assunto, entendem outro e escrevem outra coisa diferente dos três.

    • Mariana Postado em 15/Oct/2013 às 13:38

      É, e são comentários como o de cima que me fazem perder a fé nas pessoas.

    • Amanda Postado em 15/Oct/2013 às 14:26

      HAHAHAHA PODE CAIR, ÉS BEM VINDO

    • Lautter Postado em 15/Oct/2013 às 15:42

      Concordo, um meteoro é a única coisa capaz de transformar este planeta num lugar melhor.

    • Marina Postado em 15/Oct/2013 às 15:51

      HAHAHAHAAHAHAHAHA realmente

    • Duda Postado em 15/Oct/2013 às 20:24

      Boa..

  3. rosi Postado em 15/Oct/2013 às 13:35

    Ah, okay, não é exagero culpá-los por FUZILAR UMA INOCENTE. A culpa, ÓBVIO, é da mulher!! Oras bolas, quem mandou tomar remédios controlados? Quem mandou ter depressão pós-parto? Quem mandou ser demitida logo após descobrir que estava grávida?! Mas é um absurdo culpar os pobres seguranças que só estavam mataram essa inocente para preservar a vida do presidente. (claro, a vida dele é muito mais importante do que a de uma zé ruela qualquer, prioridades, certo?). Tá passando da hora desse mundo acabar.

  4. Caio Amorim Postado em 15/Oct/2013 às 13:58

    O que mais me deprime são os comentários sonsos nos textos dos portais. "Exagero culpar os seguranças americanos" é uma coisa muito louca... acho que cheirou cola e engoliu a tampa... tadinho.

    • Thiago Teixeira Postado em 15/Oct/2013 às 18:21

      Concordo. Os seguranças deveriam adivinhar que tinha uma coitadinha com crianças no carro num país onde um atentado contra o presidente corresponde a máxima degradação da soberania deles.

    • Shuma Postado em 16/Oct/2013 às 12:06

      Sim, dessa vez, infelizmente, os seguranças só agiram de acordo com o contexo. Todo mundo sabe que os EUA adoram aprontar por aí, amam jogar bombas no país dos outros. Sendo assim ,fica óbvio que, cedo ou tarde, alguém vai querer vingança, então eles tem que se defender do mal que eles mesmos criam. É uma pena que a vítma tenha sido uma pessoa inocente e não um herói tentando vingar o sangue da sua gente.

  5. marcia Postado em 15/Oct/2013 às 15:21

    Será um ato racista??,,,Caso ela fosse loira,como seria a receptividade??...E como assim:... Mas acho um exagero culpar os seguranças americanos...Por acaso esses oficiais não recebem treinamento??,,tudo tão estranho...

  6. Renata Vasques Postado em 15/Oct/2013 às 19:02

    Realmente o carro era uma ogiva nuclear! Melhor Miriam tinha poderes de telecinesia e iria explodir o cérebro de Obama. A politica do tolerância zero matou uma mulher desequilibrada, traumatizou sua filha e desestruturou a família delas!

  7. juliana Postado em 15/Oct/2013 às 19:50

    É o extremo da Paranóia. Nao é tanta loucura assim achar que o Obama queria se comunicar de alguma maneira com ela. Os transeuntes gravaram a perseguição e os policiais a fuzilaram! Que produção de loucura é essa sociedade...

  8. Arão Melo Postado em 16/Oct/2013 às 00:08

    Deixem os americanos para lá. Eles consideram vocês MACACOS SELVAGENS!!!!

  9. Renê Torres Postado em 16/Oct/2013 às 00:54

    Foram precipitados sim !!! poderiam ter estourados os pneus, interceptado o veículo ... mas o mais fácil é sempre exterminar. Nítido sinal de precipitação e falta de preparo. É assim que vive a nação mais poderosa do planeta: "mergulhada no medo".

  10. renato Postado em 16/Oct/2013 às 18:51

    São americanos? o carro era roubado?ou era dela? Queria aparecer, e ganhar grana na TV. Era a unica nos EUA, com depressão pós parto. O filho era de Obama? Obama não pagou pensão? Era espiâ americana? Trabalhava na casa Branca como aux. dentista? Foi uma jogada politica? Ou pegou a rua errada, aqui no Brasil se pegar a rua errada não sai mais.