Redação Pragmatismo
Compartilhar
Meio Ambiente 08/Oct/2013 às 14:45
5
Comentários

Site desnuda a bancada ruralista no Congresso

Entidades lançam site para apresentar dados sobre membros da chamada bancada ruralista, uma das mais nocivas ao povo brasileiro. Informações mostram que maioria dos parlamentares da bancada legislam em seu próprio favor

bancada ruralista república dos ruralistas
Bancada ruralista do Congresso Nacional é uma das mais nocivas à população brasileira. Acesse aqui o site República dos Ruralistas (Reprodução)

O Conselho Indigenista Missionário (CIMI), o Centro de Trabalho Indigenista (CTI), o Greenpeace e o Instituto Socioambiental (ISA), lançaram em conjunto, na última semana, o website “República dos Ruralistas”. O site visa apresentar dados públicos sobre os membros da chamada bancada ruralista.

Leia também

Os dados diponibilizdos pelo site mostram que a maioria dos parlamentares da bancada são grandes proprietários de terra, que legislam em seu próprio favor, atuando contra a demarcação de terra indígena e áreas de preservação. Entre os dados estão informações sobre a atuação parlamentar, o patrimônio fundiário e financeiro, os financiadores de campanha e as ocorrências judiciais de 13 das principais lideranças.

Com o site, a população pode conhecer o perfil de cada deputado e acompanhar as mudanças e pressões às quais está submetida a lei de demarcação de terras indígenas. No caso do deputado Abelardo Lupion (DEM-PR), por exemplo, vemos que sua profissão declarada é de agropecuarista, que seu patrimônio total declarado é de quase seis milhões de reais.

Além disso, o usuário encontra ainda infográficos e mapas interativos em uma aba destinada a análises complementares, como, por exemplo, um mapa da Amazônia que mostra a ocupação da região pela agropecuária, em contraste com os territórios indígenas e áres de preservação.

O site “República dos Ruralistas” foi desenvolvido utilizando tecnologias livres e é acessível via computadores e dispositivos móveis, como tablets e smartphones.

Caros Aamigos

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 08/Oct/2013 às 18:41

    Agora eu pergunto, a maioria da população brasileira é proprietária de terra ou lavradores? Quem vota nuns estrumes desses? Sem noção.

    • Andre Postado em 09/Oct/2013 às 14:56

      Esses caras são herdeiros de currais eleitorais.

  2. Mirna Postado em 09/Oct/2013 às 14:25

    Estes homens não representam a classe dos pecuaristas.Separem o pecuarista deste tipo de gente.

  3. Rodolfo Postado em 09/Oct/2013 às 14:34

    Thiago, também penso o mesmo; mas também penso naquela questão dos "mais bem votados" deputados que, devido ao grande número de votos, "puxam" uma porção de outros cavalheiros cuja quantidade real de votos é muito pequena. A legenda faz o cara, nesse contexto.

    • Felipe Postado em 09/Oct/2013 às 16:24

      A maioria deles não depende tanto assim da legenda para se eleger eu acho. O negocio é que eles tem muito dinheiro para bancar suas campanhas, ou bancar candidatos para representá-los. Assim a maioria da população, que não tem consciência de classe ou são desinformados sobre o jogo de interesses econômicos por trás da política, votam nesses caras somente por que são mais famosos pelas suas propagandas, e acabam sendo os únicos que muita gente conhece. Existem políticos e partidos (quase todos considerados extrema esquerda) que se recusam a entrar nesse jogo pois tem reais aspirações de mudar a sociedade, mas a maioria nem sequer ouve falar desses candidatos pois eles não dispõem de dinheiro para fazer propagandas massivas, nem são financiados por empresários já que suas causas vão de encontro aos interesses deles. Algo que poderia amenizar o problema seria o financiamento público exclusivo de campanhas, junto com voto em lista fechada. Isso reduziria um pouco a influência do poder econômico nas eleições. Muita gente diz que voto em lista fechada é ruim por que o partido que escolhe os nomes. Só que atualmente isto também acontece, o partido que escolhe os nomes, e muita gente não sabe mas antes de votar no candidato está votando na coligação e na legenda, pois o voto conta primeiro para definir o tamanho da bancada do partido. Com o voto em lista, acabariam estes "puxadores de voto" e reduziria o poder de candidatos que são muito bem financiados para representar interesses. A pessoa seria obrigada a escolher o partido que iria votar pelas suas reais propostas e idéias, mudando um pouco o quadro atual onde as eleições são um negócio, tem mais chances que tem mais dinheiro ou que representa interesses de quem tem dinheiro, oportunistas e corruptos de todos os tipos.