Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 05/Oct/2013 às 15:32
17
Comentários

Marina vai para o PSB e será vice de Eduardo Campos

No último dia de prazo para políticos que pretendem participar das eleições, Marina Silva assina filiação ao PSB e formará chapa com Eduardo Campos para a disputa presidencial de 2014

marina silva eduardo campos
Marina Silva se filia ao PSB e provavelmente será vice de Eduardo Campos. Prazo para filiação a partidos políticos se encerra hoje (Foto: Ultimo Segundo / IG)

Marina Silva vai se filiar ao PSB, de Eduardo Campos. Juntos, formarão a “coligação democrática”, uma espécie de terceira via, disposta a quebrar a polarização entre PT e PSDB.

Segundo o coordenador executivo da Rede, Bazileu Margarido, a ex-senadora “se disporia” a ser vice de Campos por “reconhecer” a sua candidatura.

Marina Silva acerta filiação ao PSB

O quadro sucessório de 2014 sofre uma reviravolta nas últimas horas, com a decisão da ex-senadora Marina Silva de se filiar ao PSB do governador Eduardo Campos. Segundo interlocutores de Marina, ela aceitou ser candidata a vice. Com a rejeição do registro do Rede Sustentabilidade, para não ficar de fora da disputa presidencial, Marina fechou sua filiação ao PSB e propôs ao PPS de Roberto Freire a formação de uma frente que incluiria seu partido, quando ele vier a ser oficialmente criado, mas Freire rechaçou a proposta.

As negociações com Campos e Freire começaram na noite de sexta-feira. Com a intenção de barrar a reeleição da presidente Dilma Rousseff no primeiro turno, levando a disputa para o segundo, a intenção era formar uma “Coligação Democrática” com PPS, PSB e Rede, o que também não exclui uma dobradinha com o PSDB de Aécio Neves, para apoio mútuo para quem for ao segundo turno.

Tudo estava certo para Marina se filiar ao PSB, já sabendo que Campos é candidato. O anúncio formal será feito neste sábado às 15h30m. Hoje é o último dia de prazo para os políticos que pretendem participar das eleições de 2014 fazerem sua filiação ou trocarem de partido.

Marina se reuniu primeiro com o PPS pela manhã. Ao final do encontro, a cúpula do PPS começou a preparar uma nota na qual deve descartar uma aliança com Marina Silva e o PSB. O PPS havia proposto a filiação de Marina ao partido.O presidente do PPS, Roberto Freire, chamou a Brasília a cúpula do partido, na expectativa de uma eventual filiação de Marina. Freire ficou irritado com a decisão de Marina de ir para o PSB.

As conversas de Marina com Eduardo Campos começaram no inicio do ano. Em fevereiro, num encontro em Recife, ele assinou a ficha para a criação do Rede e uma carta de apoio. Já naquela época se sinalizava para um acordo futuro de alianças de apoio mútuo.

Adversários na corrida pelo Planalto em 2014, os presidenciáveis Aécio Neves , Marina Silva e Eduardo Campos estão agora, curiosamente, com os destinos entrelaçados. Sabem que só têm chance de vencer a presidente Dilma Rousseff, e o PT, se conseguirem levar a disputa para o segundo turno. Para que isso aconteça, Campos precisa garantir coligação com pelo menos um partido para ter tempo de TV. Os três pré-candidatos vêm conversando e traçando estratégias conjuntas, de ajuda mútua, para concretizar as candidaturas.

com agência globo

Recomendados para você

Comentários

  1. Dani Correia Postado em 05/Oct/2013 às 15:43

    Marina é uma piada... Se aliando ao anti democrático Eduardo Campos. Dois personalistas Extremados. Os dois se merecem!

  2. Vitória Lima Postado em 05/Oct/2013 às 17:02

    Marina + Feliciano vai detonar a campanha de Campos. Dobradinha na qual não aposto, nem apóio.

  3. Rafael bello Postado em 05/Oct/2013 às 17:45

    Eu acho q com Eduardo Campos ela não soma muita força ainda, muitos nem sabe quem ele é ainda.

  4. Thiago Teixeira Postado em 05/Oct/2013 às 18:30

    Abram o túmulo do Chico Mendes, o homi tá a tendo convulsão!!!!!!!!!!!

  5. Eduardo Postado em 05/Oct/2013 às 18:55

    VICE.... AH achei que ela queria ser candidata a presidente.... o negócio é pirraçar o PT, ela não conseguiu fazer sua vontade então vamos acabar com o PT....EM 2014 É 13 DILMA ROUSSEFF, o resto é resto e retrocesso.

    • Penha Leite Postado em 05/Oct/2013 às 20:51

      Pois bem Eduardo, se o jogo é sujo...... Deixa como está. 2014 É DILMA ROUSSEFF, sim senhor!!!!!!

    • luis Postado em 05/Oct/2013 às 23:24

      Eu sou o único aqui que é contra um mesmo partido ficar 50 anos no poder? (vale tanto pro pt quanto pro psdb)

  6. Fernando Neves de Medeiro Postado em 05/Oct/2013 às 20:16

    Mesmo assim, voto na Marina e no Eduardo, vivemos em uma Democracia, chega de um mesmo governo.

  7. Rafael Bello Postado em 05/Oct/2013 às 20:29

    Sabe pq a Dilma vai ser reeleita, por que não existe candidato ainda no Brasil com força para bater o PT (não estou defendendo o PT) mas longe de mim ser o PSB ou PSDB que só querem privatizar o Brasil.

  8. Manoel Postado em 05/Oct/2013 às 21:14

    Ainda resta uma esperança. Aqueles que torceram o nariz para a criação da Rede de Marina, incluindo o molusco-chefe, devem estar um tanto preocupados agora.

  9. luis Postado em 06/Oct/2013 às 10:50

    Políticos são como fraldas: eles tem que ser trocados constantemente. E pela mesma razão

    • Thiago Teixeira Postado em 06/Oct/2013 às 11:39

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Fernanda Postado em 07/Oct/2013 às 10:37

      Muito boa!

  10. odair montes claros Postado em 06/Oct/2013 às 10:59

    Bananeira que ja deu cacho...agente corta. Renovacao ja..Aecio na presidencia.

  11. Marcos Postado em 06/Oct/2013 às 16:19

    Vou votar nele quer dizer nela, por mais que seja outro partido de esquerda, a doutrinação ideológica no Brasil é insuportável acredito que um novo governo talvez mude isso.

  12. Sandro Postado em 06/Oct/2013 às 22:27

    No Brasil não há ideologias, e sim busca de poder. Marina, Aécio e Eduardo se uniram para derrubar o PT, partido que dá seta para a esquerda e entra na direita, depois eles se separam de novo e votarmos a estaca zero. Pra mudar isso, só uma revolução no estilo francês ou russo.

  13. Prof. Manoel Postado em 08/Oct/2013 às 10:50

    Realmente após ver a ligeireza com que cartórios eleitorais autorizaram o PROS e o Solidariedade (do famoso Paulinho da Força) e dar um golpe rasteiro não aceitando 95.000 assinaturas do Rede de Marina Silva e o TSE homologando tudo isto fico cada vez mais descrente de políticos e magistrados, esta nobreza que governa o Brasil... Marina Silva, antes de ser política, é como a Luiza Erundina, uma mulher honrada que faz política como um meio de servir ao povo... Só tem uma coisa: jamais ela vai poder fazer alguma coisa com esta política de balcão do toma-lá-dá-cá imperante na política do Brasil-Estado, cada vez mais distante do Brasil-Nação, que somos nós!!!