Redação Pragmatismo
Compartilhar
Saúde 29/Oct/2013 às 12:38
3
Comentários

Hospital tem máquina de hemodiálise ligada em vaso sanitário

Imagens flagram máquina de hemodiálise de hospital público ligada a um vaso sanitário de um dos banheiros da instituição

hemodiálise hu
(Imagem: Portal 180graus)

A máquina de hemodiálise do Hospital Universitário, o HU, da Universidade Federal do Piauí (UFPI) está ligada a um vaso sanitário de um dos banheiros do estabelecimento. A reportagem do sítio 180graus teve acesso a imagens que comprovam esta situação.

Leia também

As máquinas de hemodiálise (tratamento que consiste na remoção do líquido e substâncias tóxicas do sangue como se fosse um rim artificial) precisam ter uma espécie de cano para entrar água e outro para drená-la.

Neste caso, a máquina do HU está despejando a água suja dentro do vaso, o que não é identificado como um procedimento normal, é claro. Segundo um médico que faz atendimento no HU e prefere não ser identificado, este é apenas um dos vários problemas naquele hospital.

SEM ‘CONDIÇÕES MÍNIMAS’

“O HU funciona sem as mínimas condições para qualquer gestor de saúde. O SUS e o Ministério Público precisam tomar as devidas providências urgentemente. Não há a abertura do centro cirúrgico e a UTI segue sem alteração de médicos. Um grupo de médicos está querendo discutir a situação junto à superintendência, mas é impossível”.

O médico denuncia ainda que o superintendente do HU desrespeita a categoria e não atende os apelos da classe, mesmo sendo comunicado pelo Conselho Regional de Medicina (CRM). “Os médicos estão unidos, mas são desrespeitados repetidas vezes pelo superintendente do HU. A situação está insustentável”, afirmou.

Inaugurado em novembro de 2012 (prestes a completar um ano de existência) com a promessa de melhorar o atendimento de média e alta complexidade, o HU acabou se transformando num monumento ao desperdício do dinheiro público.

Quando inaugurado, a expectativa era de que, num primeiro momento, o HU funcionasse com 50% de sua capacidade e 18 mil atendimentos por mês. Hoje em dia o atendimento não passa de 4 mil pessoas por mês.

(Imagens: 180graus)

máquina-hemodiálise3

.

máquina-hemodiálise2

360grauspi

Tags

Recomendados para você

Comentários

  1. renato Postado em 30/Oct/2013 às 00:25

    Vocês estão de brincadeira comigo. Quando mijam, mijão aonde. Nunca mijaram no ralo?????

  2. renato Postado em 30/Oct/2013 às 00:27

    Isto chama-se humanização da máquina e paciente, se não pode mijar mais no vaso, a máquina mija por ele. Simples, não compliquem.

  3. Thiago Teixeira Postado em 30/Oct/2013 às 11:48

    Esses caras são dos meus, gambiarreiros de sangue! Eu vejo um banheiro limpo, um equipamento zero bala que tenho certeza que estava dentro de uma caixa porque os médicos daquele hospital ficam esperando o "GOVERNO" vir e coloca-la para funcionar. Alguém teve a iniciativa, não convencional, de fazer a gambiarra e por o equipamento para funcionar. Enquanto o médico fica reclamando da falta de condição ele já deveria, paralelamente, providenciar a instalação adequada e posterior adequação.