Redação Pragmatismo
Fotografia 25/Oct/2013 às 11:55
76
Comentários

As 10 fotos mais tristes da história

A lista a seguir, que notadamente não é unanimidade, teve como objetivo identificar quais são as 10 fotografias mais tristes de todos os tempos. As imagens são referências de alguns dos momentos mais cruéis da história

fotos tristes história
As 10 fotografias mais tristes da história (Arquivo)

Carlos W. Leite, via Revista Bula

A imagens a seguir foram retiradas de pesquisas através de compilação de reportagens e listas publicadas por jornais, revistas, sites especializados em fotografia, fotojornalismo e história.

Leia também

A pesquisa teve como objetivo identificar quais eram as 10 fotografias mais tristes de todos os tempos. Participaram do levantamento as publicações: “Life”, “The Guardian”, “Der Spiegel”, “Telegraph”, “El Universal”, “The Pulitzer Prizes”, “Day Life”, “World’s Famous Photos”, “Digital History”, “Listverse”, “Jornal Opção”, “Al Fotto”, “National Geographic” e “World Press Photo”. Obviamente que listas são sempre incompletas. Sabe-se que, como a percepção, a opinião — que foi a base da pesquisa —, é algo individual.

Entretanto, as 10 fotografias selecionadas, se não são unanimidades no meio jornalístico e fotográfico (e possivelmente não serão entre os leitores), são referências incontestes de alguns dos momentos mais cruéis da história.

Eis, em ordem classificatória, as 10 fotografias selecionadas baseadas nas publicações pesquisadas.

Omayra Sanchez (1985)

foto triste

A fotografia mostra Omayra Sanchez, uma menina de 13 anos que ficou presa em entulhos deixados pelo deslizamento causado pela erupção do vulcão Nevado del Ruiz, que arrasou com o povoado de Armero, Colômbia, em 1985. Os socorristas não conseguiram resgatá-la. Ela morreu cerca de 60 horas depois de ficar presa. A fotografia ganhou o World Press Photo de 1985 e se tornou uma mais comoventes da história. Fotografia: Frank Fournier

Biafra (1969)

foto-triste3

A Guerra Civil da Nigéria ou Guerra do Biafra matou mais de um milhão de pessoas entre 1967 e 1970, principalmente de fome. Milhares de crianças foram acometidas de Kwashiorkor, patologia resultante da ingestão insuficiente de proteínas. O fotógrafo de guerra Don McCullin foi o primeiro a chamar a atenção para a tragédia. Fotografia: Don McCullin

Phan Thi Kim Phúc (1972)

foto-triste4

Ganhadora do Prêmio Pulitzer em 1973 e a mais famosa fotografia de guerra de todos os tempos. Kim Phuc (a garotinha nua) corre ao longo de uma estrada perto de Trang Bang, no sul do Vietnã, após um ataque aéreo com napalm. Para sobreviver, Kim arrancou a roupa em chamas do corpo. Fotografia: Nick Ut

Execution of a Viet Cong Guerrilla (1968)

foto-triste5

Ganhadora do prêmio Pulitzer, a fotografia mostra Nguyen Ngoc Loan, chefe da polícia sul-vietnamita, disparando sua pistola contra a cabeça de Nguyen Van Lem, oficial Vietcong, em Saigon. Embora chocante, a fotografia não conta toda a história. O homem assassinado havia matado uma família. Fotografia: Eddie Adams

A fome no Sudão (1993)

foto-triste6

Fotografia publicada em março de 1993 no “New York Times” e responsável pela ascensão de Kevin Carter como fotógrafo. Em 1994, Kevin ganhou o Prêmio Pulitzer de Fotografia. Embora a fotografia seja impactante, o abutre não estava tão próximo do menino como a fotografia sugere — fato que continua causando controvérsias entre jornalistas e fotógrafos. O garoto da foto chamava-se Kong Nyong e sobreviveu ao abutre, morreu em 2007. Kevin Carter, o fotógrafo, se matou em 1994. Fotografia: Kevin Carter

Hiroshima (1945)

foto-triste7

A fotografia mostra o primeiro bombardeio atômico da história. Em 6 de agosto de 1945, a cidade de Hiroshima foi devastada pela bomba atômica de fissão denominada Little Boy, lançada pelo governo dos Estados Unidos, resultando em 258 mil mortos e feridos. Fotografia: George William Marquardt (piloto do avião)

Racismo nos Estados Unidos (1950)

foto-triste8

A fotografia, que causou indignação em todo o mundo, mostra bebedouros separados para brancos e negros, na Carolina do Norte, Estados Unidos. Até a década de 1950, os afro-americanos não tinham direito a voto, eram segregados socialmente e compunham a parcela mais pobre da população norte-americana. Fotografia: Elliott Erwitt

Uganda (1980)

foto-triste9

Fotografia feita por Mike Wells, em abril de 1980, mostra uma criança da província de Karamoja, Uganda, de mãos dadas com um missionário. O contraste entre as duas mãos serve como um lembrete do abismo que separa países desenvolvidos e subdesenvolvidos. A fotografia permaneceu inédita durante anos. Fotografia: Mike Wells

The Falling Man (2001)

foto-triste10

Fotografia feita por Richard Drew, fotógrafo da Associated Press, mostrando um homem caindo da Torre Norte do World Trade Center, em Nova York, durante os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. Cinco anos após os ataques, o homem foi identificado como Jonathan Briley, de 43 anos, funcionário de um restaurante instalado na Torre Norte do World Trade Center. Entretanto, oficialmente, sua identidade nunca foi confirmada. Fotografia: Richard Drew

Mãe migrante (1936)

foto-triste11

Um ícone da Grande De­pressão e uma das fotos mais famosas dos Estados Unidos. Florence Owens Thompson, 32 anos, desolada por não ter comida para alimentar os filhos. Jornalistas americanos passaram décadas tentando localizar a mãe e seus sete filhos. No final dos anos 1970 ela foi encontrada, não prosperara muito. Vivia em um trailer. Fotografia: Dorothea Lange

Tags

Posts relacionados

Comentários

  1. Danilo Eloy Postado em 25/Oct/2013 às 12:13

    O mais triste disso tudo é saber que pessoas foram premiadas com fotos mostrando a morte anunciada ou a miséria alheia...!

    • Matheus H Postado em 25/Oct/2013 às 12:26

      Sem essas pessoas nunca saberíamos desses casos. O trabalho do fotografo é importantíssimo e digno de premiações.

      • Janaina Postado em 25/Oct/2013 às 13:50

        Não culpe o mensageiro

    • Guilherme Postado em 25/Oct/2013 às 12:32

      vc não sabe nem oq fala.... os jornalistas premiados realizaram um papel de DENÚNCIA à humanindade sobre as atrocidades que estavam ocorrendo..... A foto "Phan Thi Kim Phúc (1972)" por exemplo ganhou grande clamor mundial e ajudou a a pressionar o governo americano a encerrar com a Guerra do Vietnã. Vai estudar um pouco antes de sair falando asneiras.... Maldita inclusão digital.

      • fabiola Postado em 25/Oct/2013 às 12:40

        Tudo bem mas no caso daqueloa menina que morreu presa no entulho....porque ao proprio fotogrado nao a tirou? Bendita inculsao digital amo!

      • Rvld Postado em 25/Oct/2013 às 13:07

        "Maldita inclusão digital" Ignorância da sua parte falar isso. Acesso a informação cria uma sociedade mais inteligente. Você estava indo bem, explicando a real importância de fotos como essa, até soltar essa asneira.

      • alvaro Postado em 25/Oct/2013 às 13:14

        a menina estava presa nos entulhos e ñ era tão simples puxa-la pelos braços. entendeu, presa. e ñ havia recursos na época para o resgate. ou ta achando tbm q isso aconteceu semana passada? se reparou bem a foto é de 1985!!!

      • Janaina Postado em 25/Oct/2013 às 13:48

        fabiola, a menina não foi removida porque ela estava presa até o peito, não era simplesmente o caso de alguém ir lá e tirar. Muuuito facil falar asneira, ne? "Sánchez was immobilized from the waist down, but her upper body was free of the concrete and mud. For the first few hours after the mudflow hit, she was covered by concrete but got her hand through a crack in the debris. After a rescuer noticed her hand protruding from a pile of debris, he and others cleared tiles and wood over the course of a day. Once the girl was freed from the waist up, her rescuers attempted to pull her out, but found the task impossible without breaking her legs in the process. Each time a person pulled her, the water pooled around her, rising so that it seemed she would drown if they let her go, so rescue workers placed a tire around her body to keep her afloat. Divers discovered that Sánchez's legs were caught under a door made of bricks, with her aunt's body under her feet", Wikipedia

      • Oliveria Postado em 26/Oct/2013 às 14:38

        Fabiola, ele não mostrou asneira no "maldita inclusão digital" apenas se revelou embaixo da mascara a fraude que é. Os que tiraram essas fotos são apenas mais um que exploram a miséria de outro ser humano. Nada fizeram além e usam suas fotos das maneira que lhe é conveniente, escondendo o porque dinâmico da situação, enquanto saem do Brasil e vão morar em Paris como o Sebastião Salgado.

    • Márcia Postado em 25/Oct/2013 às 12:34

      Triste não é o prêmio, triste é a realidade fotografada, tristes são as condições que motivaram as situações fotografadas.

    • Mariana Postado em 25/Oct/2013 às 12:35

      Penso que você não levou em consideração a importância dessas fotos, como denúncia do que acontece. Como você, muitos contestaram a ação dos fotógrafos, de serem capaz de "apenas observar", mas em algumas nada poderia ser feito. Como por exemplo a fota da menina Omayra Sanchez, o fotógrafo se sentiu agoniado, pois não poderia tirá-la de lá, uma vez que, devido a precariedade do socorro que ele prestaria ela certamente morreria e tudo o que ele pôde fazer foi observar, chamar o socorro (que nunca chegaria) e ficar ao lado dela. Fotógrafos não tem o super poder de impedir toda desgraça que encontram, mas podem revelá-las ao mundo até que muitos se revoltem e exijam com que algo seja feito a respeito. Por isso que esses trabalhos merecem prêmios!

    • Alexandre Postado em 25/Oct/2013 às 12:53

      Premiados por mostrarem a realidade. Você queria o quê: que os prêmios fossem destinados a alguém que fotografasse uma família feliz, fazendo piquenique em um campo florido, como se o mundo de fato fosse assim? Os prêmios foram o reconhecimento à importância política e social dos trabalhos artísticos, e quase todos os fotógrafos nunca mais foram os mesmos após presenciarem tais fatos.

    • Adriana Postado em 25/Oct/2013 às 12:59

      Chama-se fotojornalismo pq parte da premissas que os fatos mostrados são reais. O papel é denunciar!

    • Carine Ferreira Postado em 25/Oct/2013 às 13:05

      Que pena que você não é capaz de enxergar o que as fotografias queriam denunciar.

    • natalia Postado em 25/Oct/2013 às 13:32

      assinou seu atestado de ignorancia com esse comentario...

    • Guilherme Postado em 25/Oct/2013 às 14:57

      cala essa boca velho...

    • Kary Cintra Postado em 25/Oct/2013 às 15:27

      Kevin Carter,ficou deprimido e posteriormente se suicidou por não suportar mais a depressão causada por pessoas que o crucificaram com comentários como o seu...Após a foto, começaram a questionar porque ele não salvou o garoto, como se ele fosse o responsável pela miséria no mundo....

      • Maria de Lourdes Cardoso Postado em 25/Oct/2013 às 22:18

        Parace-me que no caso do garoto fotografado por Kevin Carter, o profissionalismo para ele foi mais importante que salvar um ser humano da morte. Todos os dias passamos por pessoas jogadas na rua e nem por isso tocamos nelas para saber se estão precisando de ajuda. Socorri uma mãe que bateu na minha porta com uma criança com uma ferida funda no crâneo. No dia seguinte levei-o ao dermato que deu um simples diagnóstico e me ensinou o que eu deveria fazer. Comprei o necessário, devo ter ganhado alguma pomada do médico, Dr. Harming que se surpreendeu com a minha ação. Com 30 dias o menino estava curado e ambos foram dispensados da minha casa.

    • Edin Postado em 25/Oct/2013 às 16:51

      Pensei a mesma coisa, por isso faço de suas palavras, as minhas...

    • Katarina Lima Postado em 25/Oct/2013 às 16:55

      que comentário mais besta, não acredito que li isso..

    • Hércules Dutra.Vitória ES Postado em 25/Oct/2013 às 18:51

      O fotógrafo fez seu trabalho.Ele não pediu p/haver guerra e fome. Isso é culpa de pessoas com sede de poder e maldade no coração, monstros que vendem a própria mãe para não perderem o poder.Sem essas fotos o poderia jamais saber a que ponto chega o absurdo da guerra, da ganãncia e da insanidade humana.

    • Rodrigo O. Postado em 25/Oct/2013 às 20:08

      Ia falar exatamente sobre isso. Se por um lado denuncia-se a miséria do mundo, por outro lado, lucra-se em cima dela. Há quem diga também que trabalho de fotógrafo não é muito lucrativo. Enfim. Talvez o que ajudou o fotógrafo Kevin Carter a se matar foi essa contradição.

    • Rafael Mosso Postado em 26/Oct/2013 às 03:11

      Bobagem!!!

    • José Lourenço Postado em 26/Oct/2013 às 07:15

      Ô Danilo, talvez vc tenha razão... "Não ver" é melhor do que ver e não fazer nada, né? Autoiludir-se, fingindo que "a vida é bela", desobriga-nos de tomar uma posição. É isso aí... sigamos enfiando a cabeça na areia.

    • andersonmauricio Postado em 26/Oct/2013 às 12:21

      A intenção é conscientizar a humanidade, pois, esta é desumana.

    • Vanessa Postado em 26/Oct/2013 às 14:10

      Tipo não tem nada haver seu comentário.

    • Selton Postado em 27/Oct/2013 às 23:02

      Penso como você! No entanto,não é interessante que julguemos essas pessoas,pois não sabemos o que passava na cabeça delas na hora da foto,ou seja,se elas queriam realmente fazer uma denúncia social ou se realmente queriam ser premiados com a desgraça de outros.

    • Amanda Postado em 04/Dec/2013 às 01:53

      O Kevin Carter até onde sei, se matou pq estava sendo.acusado de negligente e insensível por ter tirado a foto da criança quase sendo devorada pelo animal e nao ter feito nada... realmente lamentavel, mas como foi dito, sem o trabalho dos fotógrafos nao veríamos muitas realidades escondidas nesse mundo

  2. Poliana Postado em 25/Oct/2013 às 12:20

    Faltou alguma do Holocausto... :(

    • Marla Postado em 25/Oct/2013 às 13:46

      Bem lembrado,Poliana.

    • cristovisk gyn Postado em 25/Oct/2013 às 18:49

      E so ir nos hospitais brasileiros nos finais de semana que vai ver um holocausto do governo com povo

  3. Jéssica Postado em 25/Oct/2013 às 12:29

    Concordo Danilo! A menina estava presa e alguém foi tirar foto? Não entendi. Pqp!

    • Daniel Postado em 25/Oct/2013 às 20:02

      "Os socorristas não conseguiram resgatá-la." Se os socorristas não conseguiram salvar a menina, você acha realmente que é responsabilidade de um fotógrafo, provavelmente leigo no assunto, fazer isso?

    • Patricia Postado em 26/Oct/2013 às 11:37

      Recomendo você ler e pesquisar primeiro, antes de falar burramente, menina.

  4. Fernanda Postado em 25/Oct/2013 às 12:29

    A questão que importa Danilo, não é a premiação em si, mas o fato de documentar e mostrar ao mundo a realidade que poucos veem, ou fingem não ver.

  5. Fernanda Postado em 25/Oct/2013 às 12:33

    O fotografo tem a função social de documentar a realidade seja ela dura ou não, o que seria da sociedade se todas as documentações fotográficas fossem somente de ,modelos, famílias perfeitas, e flores? Vivemos em uma sociedade doente, e que prefere ser cega do que ver a realidade, essas imagens tem a função de mostrar o quanto temos que evoluir social e politicamente.

  6. Franco Pontes Postado em 25/Oct/2013 às 12:51

    Em cada uma delas está presente a estupidez e a arrogância típicas do ser humano.

  7. LUIS SÉRGIO BRAGA CÔRTES Postado em 25/Oct/2013 às 12:58

    Danilo Eloy. Perdoado seu Equívoco. Não é a foto que é de Mau Gosto. Mau gosto anda o Espírito Humano dos Abastados que não enxergam a Miserabilidade de Tantos.

  8. Luiz Otavio Postado em 25/Oct/2013 às 13:02

    O que você queria Danilo ? Que os fotografos fossem responsabilizados negativamente pela foto ? Sem as fotos o mundo nunca saberia ou até mesmo esqueceriam o que aconteceu na humanidade. Seu comentario me faz pensar que existem pessoas tão imbecis nesse mundo!

  9. Guilherme Gonçalves Postado em 25/Oct/2013 às 13:05

    Como que das 10 fotos mais tristes da história, 3 são dos Estados Unidos da América? Deve ser alguma piada que eu não entendi.

    • Olavo Lin Postado em 26/Oct/2013 às 14:41

      A piada se chama viés de seleção.

  10. Aline Vargas Postado em 25/Oct/2013 às 13:20

    Fabíola, se nem os socorristas conseguiram tirá-la de lá c acha que o fotógrafo ia conseguir? Graças a esses fotógrafos essas histórias foram conhecidas por todos. Se não fossem eles nós nunca saberíamos disso.

  11. Sulista Postado em 25/Oct/2013 às 13:48

    Dispensaria a última foto. A fome na Africa não é nem nunca foi descaso e essa mulher da grande depressão tinha uma vida de marajá comparada com o resto.

  12. Netto Postado em 25/Oct/2013 às 14:16

    Quem fotografou a pobre menina nos entulhos do vulcão, a deixou morrer? Isso sim, é muito triste.

    • Paulo Cesar Postado em 25/Oct/2013 às 15:11

      "Os socorristas não conseguiram resgatá-la." Não basta saber ler...

    • Kary Cintra Postado em 25/Oct/2013 às 15:48

      Ninguém deixou ela morrer,ela morreu porque não havia meios de salvá-la, a água era turva, o que impossibilitava uma operação submersa, teriam que fazer uma drenagem da água e não havia recursos para isso, se tentasse apenas puxá-la ela morreria porque estava presa embaixo da água, foi isso que aconteceu.

    • Patricia Postado em 26/Oct/2013 às 11:38

      Ler, ler, ler, eis a questão. Vc consegue Netto?

  13. Renata Postado em 25/Oct/2013 às 14:27

    Perde-se muito tempo explicando o que deveria ser óbvio...

  14. Ariane Postado em 25/Oct/2013 às 14:55

    isso tudo acontecendo e eu aqui na praça, dando milho aos pombos!!!

  15. severino Postado em 25/Oct/2013 às 15:00

    Faltou a do menino brigando com um urubu por um pedaço de ceio amputado, no lixão de Recife.

  16. Daniel Postado em 25/Oct/2013 às 15:02

    Ai, ai, ai...gente critica os fotógrafos, que abrem os olhos do mundo com suas imagens...dizem: "_não fazem nada pra ajudar" porém ele fez muito mais do que quem fica com a bunda na cadeira apenas criticando!

  17. renato Postado em 25/Oct/2013 às 15:05

    Clic......alguem morreu! Clic......alguem nasceu! Clic......alguem morreu! Clic......alguem nasceu! O Proximo!.......Clic!

  18. Patricia Postado em 25/Oct/2013 às 15:09

    triste é saber que a maioria dessas fotos foram causadas pela ganância e egoismo do próprio homem. O homem é o lobo do homem. O mais trágico é que ainda não aprendemos com tudo isso.

  19. João Carlos Postado em 25/Oct/2013 às 15:25

    Essa fotos servem para provar que deus não existe...

    • Lourenço Postado em 26/Oct/2013 às 07:24

      Profundo!!! Putz, como não pensei nisso antes?!

  20. Jackson Postado em 25/Oct/2013 às 15:28

    Sinto tanto orgulho do "Ser Humano"...

  21. Thiago Teixeira Postado em 25/Oct/2013 às 15:44

    Sem contar que as fotos criaram uma imagem depreciativa ao continente Africano. Até hoje pessoas acham que na África só tem miserável esquelético passando fome. Não que deixo de existir, mas formou a opinião do mundo inteiro.

    • Carolina Marques Postado em 25/Oct/2013 às 16:24

      Essas fotos criaram uma imagem depreciativa para os ignorantes. As pessoas tendem a ver a REALIDADE, como algo sempre depreciativo. A África é um país maravilhoso, de natureza e cultura sem igual, que, Graças a Deus tive oportunidade de conhecer, mas que infelizmente sofre com diversos problemas financeiros e sociais, assim como tantos outros países, inclusive o Brasil. Dito isso, quem acha que a África só tem esquelético passando fome, só sabe enxergar o preto e branco, é limitado, e a culpa não é dos fotógrafos, que aliás, fizeram um belíssimo trabalho.

      • danusia Postado em 28/Dec/2013 às 03:59

        "A África é um país maravilhoso". é carolina, ignorante NÃO É você. rara (sarcasmo)

    • Masku Postado em 25/Oct/2013 às 17:31

      Não é possível que a repercussão das fotos tiradas e demais coberturas jornalísticas da década de 80 tenham ajudado, de alguma forma, a mobilizar investimentos de capital humano, político, econômico e social por governos, ONGs, empresas e sociedade para promover justamente o cenário atual que hoje (como você diz) mudou?

  22. HAMIVINKZ Postado em 25/Oct/2013 às 16:02

    TRISTE E O FOTOGRAFO CLICAR E NADA FAZR OU SEJA FICAR FAMSOO EMCIMA DE DORES E DESGRASAS ADORO AFOTOGRAFIA ACHO UMA ARTE , MAS FOTOGRAFAR OQUE E BELO MAS SOBREVIVER OU VISAR LUCORS EM CIMA DE MORTE NAO E SER HUMANO NAO EXISTE OUTRO NOME P ISSO .........

    • Lourenço Postado em 26/Oct/2013 às 07:23

      ... e viva a ilusão!!!

  23. Raquel Postado em 25/Oct/2013 às 16:38

    Só uma correção: os meninos da foto da Guerra do Biafra estão com marasmo (quadro por deficiência grave de aporte calórico), e não kwarshiorkor (deficiência mais pronunciada de proteínas). Os dois quadros são muito graves, mas o marasmo é visualmente mais impactante, já que no kwarshiorkor a criança tem edema, então parece estar "gordinha".

  24. Rodolpho Caivalos Postado em 25/Oct/2013 às 16:54

    Cara, to ficando com pena do Danilo Eloy. Se pararem pra pensar, analisar, o que ele escreveu, de certa forma é interpretativo. Talvez, eu disse TALVEZ, o comentário dele não tenha sido uma crítica ofensiva ao trabalho dos fotógrafos, mas sim uma crítica à imbecilidade humana presente em algumas dessas fotos que criam margem para esses acontecimentos.

  25. Gilberto Sant´Anna Postado em 25/Oct/2013 às 18:04

    Os textos explicativos das fotos revelam uma carga ideológica inócua. As fotos falam por si só.

  26. Félix Postado em 25/Oct/2013 às 18:54

    Fotógrafos são pessoas corajosas que arriscam a própria vida ,muitos a perdem , outros no caso da foto com o abutre não resistem ao terror e se matam , tudo isto para trazer a informação a denuncia até nós que estamos em casa protegidos e ainda tem os ignorantes que os criticam , bom estes devem ter feito algo muito melhor pela sociedade ,,,,,,,

  27. Didi Postado em 25/Oct/2013 às 19:54

    A mesma "ignorância" que é exaltada nas criticas ao Danilo é vista quando o mesmo é xingado de forma até feroz.

  28. Giuliana Postado em 25/Oct/2013 às 21:36

    Omayra Sanchez ficou imortalizada e não foi mais uma morte desconhecida. Ela não tinha chance de sobreviver e pode, com a ajuda da fotógrafa, em um último momento fazer algo para todos: a oportunidade da reflexão. O fim da história é triste porque é o que acontece na vida, isso não é uma ficção, não esperem um happy end.

  29. Andrea Postado em 25/Oct/2013 às 22:01

    Uma imagem vale mais que mil palavras. Eis a prova. Aos que reclamam dos fotografo mil perdões, daqui a pouco vamos reclamar dos livros de história e jornalistas por nos mostrarem um pouco do que fechamos os olhos para não vermos.

  30. Augusto Duarte Garcia Postado em 26/Oct/2013 às 00:46

    Eu gosto é dos comentários que colocam a culpa no fotografo. Tipo, tem vários fatores que causaram esses absurdos, mas a culpa é do que denuncia. Isso é igual num caso de estrupo tu colocar a culpa na vitima, ou de assassinato colocar a culpa no morto. Burrice não justifica esse tipo de pensamento.

  31. Cristiano Postado em 26/Oct/2013 às 05:26

    Inacreditável que pessoas recebam prêmios por retratar desgraças. A humanidade tem muito a crescer moralmente. Qualquer ser, realmente com "humanidade" em sí, largaria a câmera para ajudar, socorrer. E mesmo que necessário denunciar, mostrar ao mundo, para que o mundo possa fazer algo, não deveriam ganhar nenhum prêmio, este tipo de trabalho é social, tem um fim muito, mas muiiito maior que prêmios ou remuneração. Fossem deveras éticos e inteligentes, se negariam a receber os prêmios, de forma a ensinar a estes que dão tais prêmios que a vida, a função do homem na terra, as obrigações sociais, são imensuravelmente mais valiosas.

  32. Celso Faria Postado em 26/Oct/2013 às 10:54

    São sempre os dois lados da moeda... Se por um lado a fotografia é denúncia de trajédia eminente ou consumada, registro de terror, incapacidade ou assombro para que do fato se extraia aprendizado... por outro lado, à qualquer pessoa, envolvida ou não em tragédias, se reserva o direito e a dignidade de ter reservado esse momento, sem sensacionalismos... Tenho certeza da ética de muitos profissionais e o cuidado e comprometimento em não cruzar esta linha, mas infelizmente temos um crescimento no número de veículos e profissionais que agem como abutres diante do sofrimento humano, e chegam até mesmo produzir abordagens mais impactantes para resultar em matérias que choquem ainda mais e resultem em aumento de audiência e lucro. Resta a nós, espectadores, aplicar o discernimento de diferenciar entre uma e outra e dar audiência somente à reportagem ética.

  33. Claudinete F S. Andrade Postado em 26/Oct/2013 às 12:11

    Quantas leituras estas imagens podem nos proporcionar. De imediato o que elas causam é indignação, tristeza, repulsa e mesmo a crença no fim da humanidade. A guerra, a fome, a violência são resultados da dinâmica capitalista que se nutre de vidas, da desigualdade e da morte. As fotografias desnudam a triste ralidade que nos cerca, lembro do trabalho de Sebastião Salgado, tão sensível e profundo e penso "é preciso mudar esta sociedade para que estas imagens não mais existam".

  34. Aluana Amaro Postado em 26/Oct/2013 às 12:37

    Sei q pra essas pessoas mto sofrimento, e dolorosa essa exposição de tamanha desgraça, mas se nao fossem essas fotografias como iríamos sair do nosso pequeno mundo de ilusão q construímos para justificar a nossa inércia. E fácil criticar os fotógrafos pq nao fizeram nada e nos,acredito q poderíamos tb fazer algo para mudar ao nosso redor, q tb se olharmos bem nao difere mto dessa realidade.

  35. Marina Postado em 26/Oct/2013 às 16:24

    O motivo? Capitalismo :(

    • MArcos Garcia Neto Postado em 07/Nov/2013 às 23:25

      Boa. O capitalismo fez o vulcão Nevado del Ruiz entrar em erupção. Alegria e vida só no socialismo, que nem na Russia (30 milhões de mortos), na China (60 milhões confirmados, 100 milhões estimados). Jenial.

O e-mail não será publicado.