Redação Pragmatismo
Compartilhar
EUA 02/Oct/2013 às 15:41
6
Comentários

EUA expulsam três diplomatas venezuelanos

EUA aplicam reciprocidade e expulsam três diplomatas venezuelanos Todos foram declarados como "personas non grata" por Washington

eua dimplomata venezuela
Governo dos EUA expulsa três diplomatas da Venezuela (Ilustração)

Em resposta à decisão do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, de expulsar três diplomatas norte-americanos, os Estados Unidos anunciaram que também expulsaram três diplomatas venezuelanos, inclusive o encarregado de negócios da Embaixada em Washington, Calixto Ortega. Todos foram declarados como “personas non grata”. Caracas repudiou a expulsão de seus funcionários.

Ortega, assim como a segunda secretária da embaixada venezuelana em Washington, Mónica Alejandra Sánchez Morales, e a cônsul em Houston, Marisol Gutiérrez de Almeida, têm 48 horas para deixar o país, de acordo com a CNN. Em comunicado emitido ontem, o governo venezuelano questiona a aplicação do princípio da reciprocidade, ressaltando “a conduta inequívoca de nossos funcionários, que não ousaram em nenhum momento manter reuniões com grupos contrários” ao governo de Barack Obama.

Ontem, o presidente venezuelano anunciou a expulsão da encarregada de negócios dos EUA na Venezuela, Kelly Keirderling; de Elizabeth Hoffman, da seção política, e do vice-cônsul Dave Moo, por terem se reunido com “a extrema-direita venezuelana” com a finalidade de apoiar planos de sabotagem e desestabilização.

Leia também

“É lamentável que o governo venezuelano tenha decidido novamente expulsar diplomatas com base em alegações sem fundamento, o que requer uma ação recíproca. É contraproducente para os interesses dos dois países e não é uma forma séria de se dirigir a política externa de um país”, disse um porta-voz do Departamento de Estado norte-americano citado pela emissora de televisão. Washington “rejeita completamente as explicações do governo venezuelano sobre qualquer participação do governo dos EUA em qualquer tipo de conspiração para desestabilizar” o Executivo de Maduro, acrescentou o porta-voz.

Em uma entrevista coletiva posterior em Caracas, Kelly rejeitou as acusações do governo venezuelano e disse que as operações consulares e comerciais continuarão com normalidade. “Todas as acusações de sabotagem, de conspiração, que nós vamos acabar com o mundo, todas são falsas”, disse Kelly que, junto com os outros diplomatas expulsos, tem até amanhã para deixar a Venezuela. No mesmo comunicado no qual repudia a expulsão de seus funcionários, Caracas afirma que as declarações de Kelly são uma “confissão da aberta ingerência nos assuntos internos da Venezuela”.

Opera Mundi, com Telesur

Recomendados para você

Comentários

  1. renato Postado em 02/Oct/2013 às 16:43

    Viva Chaves!!!

  2. Marcos Postado em 02/Oct/2013 às 19:12

    O USA esta certo, Venezuela é lixo ideológico e o Brasil esta tomando o mesmo rumo, de esquerdismo já chega o Brasil os USA que abram os olhos também, em pouco tempo estarão infestados de comunas em suas universidades como as nossas e depois disso nada se salva.

    • Gabriel Postado em 03/Oct/2013 às 14:55

      Vc sugere então outra ditadura militar??? seu desgraçado!!! baba ovo de estadunidenses vai lá pros eua trabalhar de babysiter!!!

      • Marcos Postado em 04/Oct/2013 às 00:10

        Se bobear ia ganhar mais que aqui huauhauhauh, quem falou em ditadura militar? Ditadura é coisa de Cuba, Coreia do Norte, eu em comentário estranho.

  3. Vinicius Postado em 03/Oct/2013 às 08:43

    @Marcos A direita é tão boa, mas tão boa, que os principais vértices de sua aplicação simplesmente desapareceram e foram substituídos, gradativamente...ou mostram verdadeiros sinais de desestabilização, buscando adaptar-se às convergências econômicas e sociais e perdendo suas principais características. Vai por mim: melhor comunas em universidades do que extremistas de direita nas ruas proclamando interesses escusos disfarçados de V de Vendetta!

    • Marcos Postado em 03/Oct/2013 às 14:02

      Anarquistas são de esquerda, são contra o capitalismo e acreditam na extinção do estado, é a utopia mais idiota e infantil que existe, manifestantes de direita são trabalhadores honestos que cuidam de suas famílias que sofrem influencia indireta de medidas "progressistas" lesivas a sociedade, que são mortos por bandidos e esquecidos pelo estado, estado de esquerda que defende toda forma de assassinos.