Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 14/Oct/2013 às 19:40
26
Comentários

Carta à menina execrada por um vídeo de celular

Garota deixou de frequentar as aulas e foi afastada do emprego por causa do assédio após a divulgação do vídeo íntimo na internet. Polícia investiga caso e diz que crime pode se enquadrar na Lei Maria da Penha

vídeo sexo fran carta aberta
A graça com a desgraça dos outros: internautas fazem o sinal de OK em referência ao vídeo de Fran (Na Pimentaria)

Nathalia Ziemkiewicz, Pimentaria

Fran,

Meu celular acabou de apitar avisando uma mensagem nova no Whatsapp. Era um vídeo de 13 segundos em que você aparece fazendo um boquete e perguntando ao câmera: “quer meu c*zinho apertadinho?” – fazendo um sinal de OK. Eu deveria ter achado graça, caído na gargalhada e compartilhado com outros contatos. Porque, afinal, é só mais uma “vagabunda que se deixou filmar” e cujas imagens acabaram vazando para milhares (milhões?) de desconhecidos. Como se nenhuma moça “direita” pudesse chupar um pau ou ficar de quatro. Como se ninguém falasse baixarias a dois. Como se fosse absurdo realizar a fantasia de ser filmada enquanto transa.

Leia também

Eu não te conheço, mas descobri que você é uma universitária de 19 anos e mora em Goiânia. Não sei quem era o cara do vídeo nem a relação que você tinha com ele. Se era amante, namorado, marido, affair de uma noite. Se você foi “ingênua” ou “safada”, se tem uma índole boa ou ruim. Simplesmente não interessa. Nada disso justifica o massacre contra você e sua família. Qual o tamanho da sua dor agora? Soube que você não está frequentando as aulas e foi afastada da loja de roupas em que trabalhava por causa do assédio. A delegada que cuida do seu caso disse que você disfarçou a aparência para não ser reconhecida, que está abatida de tão triste.

Lamento muito por todos os comentários grotescos e ofensivos que têm circulado na internet. Eles foram feitos pelas mesmas pessoas que acreditam que, se estava de saia curta na rua, pediu para ser estuprada. Tipo: não queria ser exposta, então não deveria ter se deixado filmar. É uma lógica machista que inverte os valores. Você é puta – e não o cara, um mau-caráter. Querida, nossa sociedade está mergulhada nos próprios pudores. Não há nada de errado no que você fez. A cretinice da história toda pertence somente àquele(a) que primeiro repassou o vídeo de um celular privado para uma rede infinitamente invisível.

Espero que você tenha visto a página Apoio à Fran, já com quase 20 mil apoiadores no Facebook: “ela é a vítima”. Sabe, em 2006, uma jornalista que eu venero contou uma história parecida com a sua. Fotos de uma garota de 20 anos transando com dois caras foram parar no Orkut. Ela e a família precisaram mudar de cidade para recomeçar a vida publicamente destroçada. Eu desejo que você consiga se perdoar. Posso imaginar a culpa e a vergonha que você está sentindo. E torço para que os leitores dessa carta sejam mais humanos e menos hipócritas do que eu tenho visto por aí.

Atualização: Uma amiga de Fran me contou que ela só sai de casa para ir aos advogados e à delegacia. Está em pânico, morre de medo de ser reconhecida.

Recomendados para você

Comentários

  1. Juliana P. Postado em 14/Oct/2013 às 20:04

    Todo apoio a Fran!

  2. Ariane Postado em 14/Oct/2013 às 20:08

    Realmente, é um absurdo maltratarem a garota, e esquecerem do real criminoso. Transar não é crime. Sexo oral não é crime. Crime é divulgar um vídeo pessoal não autorizado. Achei a carta muito interessante, me mostrou até mesmo pontos em que eu não tinha pensado, como em comparar o vídeo com a "garota que sai de saia curta". Espero que a mentalidade das pessoas mude, e parem de pensar no que há de errado com as garotas, e comecem a pensar no que há de errado com o real criminoso.

  3. Anaksunamuh Postado em 14/Oct/2013 às 20:10

    A sociedade além de hipócrita é machista, o idiota que divulgou o vídeo não passa de um "moleque" que não sabe nem curtir uma "putaria a dois", a moça resolveu inovar só que com a pessoa errada,e ele agora é o "gostosão" da história e ela apenas uma puta burra,afff povo alienado e hipócrita.

  4. Xicão Postado em 14/Oct/2013 às 21:45

    O cara sem dúvida foi um canalha da pior espécie, só que isso não apaga o fato dela ter sido muito burra em se deixar filmar. ACORDA MULHERADA!!!! quer fazer pornô procura um estúdio, pelo menos ganha um trocado

    • Joane Farias Nogueira Postado em 15/Nov/2013 às 13:10

      Ela não foi burra em se deixar filmar. De novo, as mulheres tem que se privar das coisas ou devem ser culpadas pelos erros e as canalhices de certos homens.

  5. leticia Postado em 14/Oct/2013 às 22:35

    coitada das mulheres que são vitimas desses golpes sujos

  6. José Nascimento Postado em 14/Oct/2013 às 22:41

    Fran, não tenha vergonha do seu ato, apenas humano, tenha vergonha de um dia ter conhecido esse anormal. Levante a cabeça você não fez nada de errado...

  7. Paula Postado em 15/Oct/2013 às 07:54

    Hum...é por esse tipo de coisa que eu tenho um pé atrás com o feminismo. Não é questão de defender um lado, mas sim, um pouco de bom senso né? Como que a pessoa vai fazer putaria com um estranho ou um idiota qualquer que filma tudo, tipo, como a pessoa se rica filmar? Mesmo que a moça não tenha nenhuma má intenção, mas ela deveria ver que nem todo mundo, alias, a grande maioria, possui uma má índole, ela poderia ter evitado todo esse vexame. E sim, ela não esta insenta, ela possui sua parcela de culpa.

    • Priscila Postado em 15/Oct/2013 às 11:46

      realmente vc não entendeu que a questão não foi ela fazer sexo falar obscenidades ou coisas do tipo, nem está em questão com quem ela fez sexo: namorado, ficante, marido, amante ou até mesmo algum ex, o que está em questão é o uso indevido de imagens dessa garota, que pode leva-la até a morte. Não se deixe levar pelos julgamentos, as ações dela estavam no âmbito privado e de alguma forma cairam no publico, coloque-se no lugar desta pessoa, vc pode achar q ela é uma idiota ou algo do tipo mas solidariedade faz bem, afinal quem nunca errou?

    • Leila Postado em 17/Oct/2013 às 14:43

      Moça, você é machista.

  8. Juniperos Postado em 15/Oct/2013 às 08:25

    Não aguento quando acusadores se passam por freiras e padres castrados. Todos parecem esquecer que fazem sexo. A vontade de acusar alguém é grande demais, e como crianças num jardim de infância, dão mostras que estão longe do preparo para uma vida adulta e convívio em sociedade. Não estou falando de quem filmou, ou foi filmado, mas daqueles que não conseguem cuidar (do vazio) da própria vida. me enviaram um posto corrente a um tempo atrás, com ditados ilustrados, e num deles dizia, com um desenho caricato de um jovem olhando algo na NET com uma expressão dúbia, com o dizer logo abaixo; “SUA PIOR DESCONFIANÇA ESTÁ CORRETA: TODOS ESTÃO TRANSANDO NESTE MOMENTO, MENOS VOCÊ!”

  9. Dani Postado em 15/Oct/2013 às 09:02

    apoiada!!!

  10. Roberto Postado em 15/Oct/2013 às 09:16

    Sinal de OK?

  11. Leonardo Postado em 15/Oct/2013 às 09:29

    É complicado... sociedade do espetáculo. Se ela se matar por causa desse trauma, é capaz de acharem mais graça ainda. Sociedade decadente

  12. Helena Postado em 15/Oct/2013 às 09:41

    Ninguém veio ao mundo sem que seus pais fizessem "sexo"! Sociedade machista, hipócrita, de uma moral muito questionável! A menina é jovem, cheia de hormônios! É natural! Sexo é bom e faz bem! Ah! QUE FALTA DO QUE FAZER!!!

  13. Tati Postado em 15/Oct/2013 às 11:17

    Isso tudo pode ser resumido em uma palavra: machismo. Ninguém condena o homem porque há uma associação entre identidade masculina e a possibilidade de ter desejo. Como disse a Simone de Beauvoir, essa separação entre santa e prostituta vem da constituição da fam[ilia burguesa: ao ser impedida de ter desejo sexual, a mulher era também impedida de querer coisas em geral, inclusive a liberdade. Aí um trechinho elucidativo de "O Segundo sexo": "Todos os códigos europeus foram redigidos de acordo com o direito canônico, o direito romano e o direito germânico, todos desfavoráveis à mulher; todos os países conhecem a propriedade privada e a família e submetem-se às exigências dessas instituições. Em todos esses países, uma das conseqüências da escravização da "mulher honesta" à família é a existência da prostituição.Relegadas hipocritamente à margem da sociedade, as prostitutas desempenham papel dos mais importantes. O cristianismo despreza-as, mas as aceita como um mal necessário". (p. 126)

  14. Thiago Teixeira Postado em 15/Oct/2013 às 19:14

    E daí que a menina fez um boquete? E daí que ela fez uma brincadeira íntima? Quanta idiotice e hipocrisia. Agora ela precisa ser prejudicada na vida profissional e estudantil? Galera da loja, façam um gesto de maturidade e chamem a mina para o trampo. Mesmo para a coordenadora da escola, faculdade, sei lá.

  15. Paula Postado em 15/Oct/2013 às 22:11

    Eita! Nunca disse que ela não poderia fazer um boquete, dar o cuzinho ou o diabo a quatro, o problema esta em: se deixar filmar por um estranho, ah e acabei de saber que o cara era casado ainda por cima, olha só.. Enfim, fazer todo esse draminha pq as pessoas fizeram um escarnio com o vídeo, é ser muito fraca, pior ainda, querer se matar por causa da opinião alheia?! Por favor, vá lá dar o cuzinho pra alguém,mas por favor, não se deixe filmar, depois não quero saber de mimimi

    • Leila Postado em 17/Oct/2013 às 14:45

      Não era um ESTRANHO, só era panaca. Para de colocar a culpa nela, que coisa.

  16. Lopes Postado em 16/Oct/2013 às 12:20

    Fica a dica: nunca se deixem filmar numa situação comprometedora mesmo que o parceiro seja totlamente confirável. Hoje os smartphones são verdadeiros computadores ligados à Internet. Qualquer hackerzinho bunda mole pode acessar os vídeos e fotos armazenados.

  17. Isabela Postado em 16/Oct/2013 às 21:40

    eu só digo uma coisa: que os vermes que compartilham,olham os vídeos e massacram as mulheres também sejam expostos um dia e humilhados de um jeito que tenham que se suicidar. e todos que se acham no direito de julgar e criticar também passem por isso, que ninguém é santo.

    • Lopes Postado em 17/Oct/2013 às 06:15

      Isabela, e que voce esta fazendo criticando? Eh soh fui atras do video apos ver essa reportagem no Pragamatismo Politico! Nao me considero verme por isso.

  18. Lopes Postado em 17/Oct/2013 às 09:20

    Vamos brincar de desenhar? Suponha a seguinte situação, estamos em Salvador, mais precisamente no Bairro Pituba (classe média baixa). Mariazinha resolve sair em seu carro e não se preocupa em levantar os vidros, mesmo com a bolsa no banco do carona. Daí, ela para num sinal e um rapaz bem apessoado se aproxima do seu carro se provocar nenhuma suspeita. No entanto, rapidamente ele dá o bote e leva a bolsa de Mariazinha. Sem sombra de dúvidas a Mariazinha é vítima do rapaz bem apessoado! O que tem em comum entre a Fran e a Mariazinha? AMBAS FACILITARAM A ATUAÇÃO DO MELIANTE.

    • Rafael Postado em 27/Mar/2014 às 13:59

      OK, ambas facilitaram, mas isso configura que o autor da ação deixou de ser algum criminoso? Agora é proibido ser inocente ou acreditar nas pessoas? Não é desculpa...

  19. Juniperos Postado em 14/Nov/2013 às 15:21

    Isso é trágico. Simplesmente. Agora a pouco tivemos um caso parecido. Sim, claro, acho que adolescentes não são fãs do pragma, e não lerão... mas não importa a quantidade: se for ter relação: não filme, não se deixe filmar. Sei que é um fetiche da atualidade, mas coisas muito ruins podem acontecer. Ela anteviu o seu futuro próximo, obviamente e imaginando o pior, pôs fim a sua vida. Praticamente criança. O suicídio é sempre cometido, quando julgam a morte menos dolorosa (que pode ser de varias formas diferentes de dor) que a vida. O sofrimento de um suicida pode estar acontecendo nesse momento e nós não podemos ver, e ele provavelmente se matará escondido, buscando um pequeno alivio no meio de tanta tristeza, amargura e medo. Nossa espécie não se comporta como as outras: em vez de um coletivo, milhares de indivíduos tão diferentes, que muitos parecem de espécies diferentes. Todos tem o direito e devem fazer sexo. Quem não suporta o vazio da própria vida, aponta a sexualidade alheia como se fosse uma das maiores novidades do mundo e ainda se diz moderno. No entanto a intimidade, como o nome diz pede medidas básicas de segurança, e acho que ninguém quer ver outra menina se matando por aqui. Se você gosta de alguém, imagina como seria não vela amanhã? Que por descuido de uma gravação nos ligaríamos tão amargamente a um suicídio. Se que muitos gostam de ver copula alheia, e isso é bom, e a muitos que se deixam filmar compassivamente. Isso já é outra historia. O jeito é desligar o celular, sair do computador e chamar que se gosta para “namorar”. E continuar vivo depois disso.

  20. Rafael Postado em 27/Mar/2014 às 13:58

    Acho que esse tipo de notícia nem deveria ser publicada. No momento que li isso a um tempo atrás, já fui me informar sobre o vídeo... Também acho errado cantarem por ai o nome da coitada da guria que foi vítima... o nome do cara do vídeo você não acha em site nenhum. O próprio site ajuda a aumentar o sofrimento das vítimas ao fazer uma notícia com esse conteúdo: "Um strip-tease registrado por smartphones e compartilhado incontáveis vezes colocou a estudante de enfermagem Priscila Lopes, 20 anos, no olho do furacão em Cuiabá." fonte: http://www.pragmatismopolitico.com.br/2014/03/se-jesus-perdoou-maria-madalena-por-que-crucificam.html E isso é compartilhado no facebook para 286 MIL PESSOAS que curtiram a vossa página. Fica aqui minha opinião, espero que publiquem.