Redação Pragmatismo
Ditadura Militar 02/Sep/2013 às 22:13
15
Comentários

Nomes de presidentes da ditadura batizam quase mil escolas do Brasil

Das 3.135 unidades escolares públicas que homenageiam ex-dirigentes da República, 976 pertencem aos cinco generais que comandaram o regime militar

escola presidente médici ditadura militar
Brasil tem quase mil escolas com nomes de presidentes da ditadura militar (Reprodução)

Na Escola Municipal Presidente Médici, em Bangu, na Zona Oeste do Rio, boa parte dos alunos tem pouco a dizer sobre o general que governou o país de 1969 a 1974. “Minha vó falou que ele era um sanguinário”, conta uma aluna do 8º ano. “O professor de Geografia disse que ele não era uma boa pessoa”, afirma uma colega de sala, de 14 anos, quando perguntada sobre o gaúcho ditador, responsável pelo período de maior recrudescimento à liberdade de expressão na ditadura militar brasileira.

Leia também

Dentro da unidade, porém, há um mural com fotos do homenageado e, segundo professores, o nome do colégio é usado para abordar o assunto em sala.

— Durante a aula, temos que explicar o período Médici deixando que eles tenham o seu próprio olhar sobre o ex-presidente, com senso crítico. Nossa função é fazer o aluno se colocar nesse debate. Explicar a razão da homenagem e contextualizá-la com a época — argumenta Gabriella Fernandes Castellano, professora de História.

Inaugurada em 1975, com a presença do próprio Médici, a unidade em Bangu é uma das 160 escolas públicas de ensino básico e pré-escolar no país batizadas com o nome do ditador. Atualmente há no Brasil 976 colégios municipais, estaduais e federais com os nomes dos cinco presidentes do Regime Militar, de 1964 a 1985 (ficaram fora da conta os ministros da junta que chefiou o país de agosto a outubro de 1969). Só o marechal Humberto Castello Branco, que governou de 1964 a 1967, é homenageado em 464 unidades. Ao todo, o país tem 3.135 escolas com nomes de ex-presidentes.

com Agência Globo

Posts relacionados

Comentários

  1. Henrique Sievers bBarbosa Postado em 02/Sep/2013 às 22:38

    a Escola Municipal Presidente Médici fica em BALNEÁRIO CAMBORIÚ, EM SANTA CATARINA, EU SEI , POR QUE EU ESTUDAVA NESSA ESCOLA

    • Valeria Postado em 03/Sep/2013 às 09:52

      Olá Henrique, a matéria cita que existem outras escolas com esse nome..... "a unidade em Bangu é uma das 160 escolas públicas de ensino básico e pré-escolar no país batizadas com o nome do ditador."

  2. Rodivon Postado em 03/Sep/2013 às 08:31

    a Escola Municipal Presidente Médici fica em BALNEÁRIO CAMBORIÚ, EM SANTA CATARINA, EU SEI , POR QUE EU ESTUDAVA NESSA ESCOLA. POR FAVOR, VERIFICAR INFORMAÇÃO ANTES DE COLOCA-LA!

    • Rafael Postado em 03/Sep/2013 às 12:48

      Leia a matéria direito antes de comentar algo.. a matéria diz que existem umas 160 escolas públicas de ensino básico e pré-escolar no país batizadas com o nome do ditador. E ela citou apenas essa do Rio de Janeiro...

  3. mirthes Postado em 03/Sep/2013 às 08:33

    Estudei em uma das Castello Branco e nunca foi abordado quem era o sujeito...

    • Thiago Teixeira Postado em 22/Sep/2013 às 09:36

      Esse sujeito, excelentíssimo Sr. Ex-Presidente da República General Castello Branco, demitiu o próprio filho por chegar a seu ouvido "suposto desvio de verbas" numa estatal do nordeste. Fez isso por telefone ainda. Quem me disse isso foi um ex-assessor do Castelo Branco, esse e outras histórias a mídia não divulga, só trazem o lado ruim a tona.

  4. Thiago Teixeira Postado em 03/Sep/2013 às 10:34

    E qual o problema de um escola ter o nome do presidente Médici? Porque esta satanização da Ditadura? O que o estado "democrático" tem de tão diferente ou melhor que a ditadura? Só porque alguns bichos grilos, maconheiros e com complexo revolucionários levaram uns tapa na orelha? Hoje existe tortura da mesma forma, há censura, não há liberdade de expressão (vide jornalistas, MST, sem teto, manifestantes mortos nos últimos anos). E a putaria do cinema nacional dos anos 70? Ué? Não era na época da linha dura? Veja o que o programa Sensual Club que passa de madrugada tem de solicitação de cancelamento. Precisamos abrir a cabeça e enxergar o presente, e aprender a não errar mais como nossos antecessores.

    • Marcos Postado em 04/Sep/2013 às 13:04

      Concordo, temos 500 pessoas mortas a cada três dias no Brasil por criminosos e absolutamente ninguém diz nada para mudar isso, a esquerda reclama de 500 comunas mortos guerrilheiros em 20 anos, morreram inocentes sim, mas apenas hoje mais 200 serão assassinos pelos defendidos da esquerda e ninguém se lembrara deles.

    • Guilherme Postado em 05/Sep/2013 às 13:45

      Concordo contigo quanto a termos que pensar sobre as deficiências da nossa democracia e "aprender a não errar mais como nosso antecessores". Porém todo o resto do seu comentário não faz sentido - não há lógica em homenagearmos os erros do passado e aqueles que cometeram esses erros. Não há razão para hoje, democraticamente, engolir a imposição dessas homenagens forçadas e despropositadas.

    • Roberto Postado em 13/Sep/2013 às 14:10

      Concordo plenamente companheiro. Por que essa patrulha diária em cima do passado. Temos que olhar para a frente e ver se o país sai do buraco que está metido.

  5. Mera Carneiro Postado em 03/Sep/2013 às 11:24

    Thiago Teixeira, você é um idiota, um imbecil, vá estudar a História do Brasil para poder dar essa opinião sem cabimento.

    • Thiago Teixeira Postado em 03/Sep/2013 às 21:32

      Muito democrática você.

  6. Tony Montana Postado em 04/Sep/2013 às 13:49

    olavetes são um porre, defende um regime que entregou o país de mão beijada a grigaiada

  7. Tony Montana Postado em 04/Sep/2013 às 13:51

    esses olavetes coxinhas só falam asneiras e se fazem de vítima.

  8. Ellifaz Siqueira Postado em 26/Nov/2013 às 22:58

    Boa Noite. Bem senhores, pq ocorreu a revoluçao de 64? Pelo que os gerrilheiros/terroristas lutaram na epoca da ditadura? Quem começou o banho de sangue nos anos dos militares? Respondendo essas perguntas veremos que quem lutou pela democracia e pela liberdade (pouca eu sei, mas que ainda temos) foram os militares brasileiros. Eu n sou a favor das torturas e dos assassinatos, mas alguem aqui ja consultou a lista d mortos pelos guerrilheiros? Alguem aqui ja leu o Manual do Guerrilheiro? Alguem aqui sabe onde os "guerreiros da liberdade" foram fazer curso para lutar pela "democracia" no Brasil? A resposta eh Cuba, URSS. Quantos morreram em Cuba? Infelizmente para os comunistas que distorcem os fatos, nos tivemos uma das ditaduras mais brandas do mundo, e graças a Deus tivemos uma ditadura militar, ou estariamos em um estado vermelho hoje. Bem voltando ao assunto do texto, qual o problema de 1000 escolas do Brasil terem o nome de Presidentes Generais? Perguntem ao papaizinho de voces, ao vovô no mandato de quem que construiram mais de 65% dos colegios do País. Quem de voces com menos de 40 anos (como eu, que tenho 23) viu a fundação de um Colegio Estadual na cidade de voces? Se foram eles que contribuiram para a construçao desses colegios, nada mais justo que os mesmos levem o nome desses Generais. Mera Carneiro, quanto a sua acusação ao Thiago Teixeira, acho que você deveria ao menos manter a compostura no lugar de ficar dando bobeira, e vou te dar uma dica, estude você os livros de historia, mas digo os livros de historia mesmo, que tenham historia embasada, documentada, e nao esses de ensino medio. Desculpa aos meus amigos de faculdade, mas 95% do Departamento de Historia da Federal é de comunistas cegos, que se formam sobre uma ideologia politica, ou seja, ao meu ver, se formam militantes e nao historiadores. Então, presta atençao nos documentos que você lê. Tenta ler um pouco sobre Guararapes, Marighella, Lamarca, e sobre os varios atentados TERRORISTAS que o Brasil sofreu na epoca.

O e-mail não será publicado.