Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 11/Sep/2013 às 14:23
52
Comentários

Ser negra vai além de uma questão de pele...

O racismo me fez chorar durante anos, me fez odiar minha pele e meu nariz, fez me esconder no fundo da sala de aula, não querer namorar, fugir dos homens e acreditar que “aquele olhar não era pra mim” (...)

Por Lorena Morais, via Facebook

lorena morais racismo facebook
Lorena Morais (Foto – Arquivo pessoal / Facebook)

O racismo me calou durante anos. Calou-me através da timidez, da baixa estima, dos cabelos alisados ou do ferro no cabelo na beira do fogão, calou-me através das roupas, das bonecas brancas de bocas rosadas e barbies louras. Calou minha inteligência, minha coragem e meus desejos.

O racismo não deixou ver minha beleza durante anos, escondeu meu sorriso, não me deixou ser doutora, nem atriz ou modelo, me fez não querer tentar ir às bancadas ou reportagens do telejornal, me fez acreditar que sou incapaz, ou “burra” e feia. O racismo me fez durante anos enxergar um cabelo ruim, me fez chorar, odiar minha pele e meu nariz, fez me esconder no fundo da sala de aula, não querer namorar, fugir dos homens e acreditar que “aquele olhar não era pra mim” ou que eu não seria pra casar.

O racismo me fez acreditar que nunca vou conseguir e que aquele palco não me pertence. O racismo trouxe-me tanta dor, tantas lágrimas que hoje são transformadas em uma única palavra: RESISTÊNCIA!

Leia também

Ao acordar enfrento o racismo cruel no trabalho, na rua e na escola. Enfrento o racismo do olhar, o verbal, imaginário e disfarçado. Enfrento o racismo em uma cidade negra que carrega uma cultura do preconceito, do cabelo liso, da sexualidade da negra, roupas “da moda” e uma cidade que diz que “seu lugar não é aqui, sua neguinha” e que “candomblé é coisa do diabo”.

Sou negra, jornalista, agente comunitária de saúde, soterocachoeirana, amo o meu cabelo crespo, meu nariz, sou linda e me visto como eu amo, adoro turbantes, samba de roda, faço capoeira e para mim ser negra é muito mais do que uma questão de pele. Todos e todas somos iguais, mas só quem é negro/negra sente a dor da chibata nas costas. Chorar não alivia a dor. Enxuga essas lágrimas, levanta e vamos a luta!

RESISTA, NEGRO! RESISTA, NEGRA!

Recomendados para você

Comentários

  1. Rodrigo Postado em 11/Sep/2013 às 16:45

    resista

    • VALDIR GOMES PEREIRA Postado em 11/Sep/2013 às 23:38

      SOU NEGRO, 70 ANOS DE IDADE. QUANDO CRIANÇA E ADOLESCETE TIVE PROBLEMAS SÉRIOS E REAÇÕES SEMELANTES AS AS DESCRIAS ACIMA, POR LORENA. SOFRI MUITO O PRECONCEITO. EU ACHAVA O MENINO MAIS FEIO DO MUNDO. CRESCI ANALFABETO ATÉ OS 22 ANOS DE IDADE, NA ROÇA. MAS, COM A AJUDA DE MISSIONÁRIOS, FUI PARA A CIDADE E ESTUDEI E VENCI, LUTANDO. ESTUDEI DE MANHÃ, A TARDE E A NOITE. COM 30 ANOS DE IDADE TIVE MEU PRIMEIRO BACHARELADO E COMECEI A TRABALHAR, COM PASTOR BATISTA E PROF. DE 1º E 2º GRAUS NAS DÉCADAS DE 197O E 1980. AO LONGO DOS ANOS ESTUDI, TEOLOGIA, FILOSOFIA, A NÍVEL DE BACHARELADO. LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA, HABILITAÇÕES PARA ENSINAR: FILOSOFIA, HISTÓRIA E SOCIOLOGIA. PÓS GRADUEI EM: ADMINISTRA E SUPERVISÃO ESCOLAR, HISTÓRIA E GEOGRAFIA. JÁ COM 67 ANOS DE IDADE CONCLUI E COLEI GRAU DE BACHAREL EM DIREITO. MAS, O PRECONCEITO, HOJE, ALÉM DE NEGRO, SOU VELHO. MAS, MINHA LUTA CONTRA O PRECOCITO CONTINUA. AGORA COM O CONHECIMENTO E A PRÁTICA DO DIREITO. DE VEZ EM QUANDO, TENHO QUE DIZER: SOU NEGRO, BACHAREL EM DIREITO E VOU LHE PROCESSAR POR RACISMO. OU: TENHO 7O ANOS, SOU BACHAREL EM DIREITO E VOU LHE PROCESSAR POR PRECONCEITO CONTRA IDOSO.AO LONGO DOS ÚLTIMOS 10 ANOS, ESCREVI E PUBLIQUEI 10 LIVROS. Pr. VALDIR GOMES PEREIRA.

    • Claudete do Amaral Cruz Postado em 12/Sep/2013 às 15:31

      É isso ai, temos que começar a nos valorizar mais, não deixar que as pessoas nos faça sentir inferior a elas, amo a minha cor tenho orgulho e ser negra e não aceito brincadeiras de mal gosto sobre a minha cor de pele, não faço questão de que ninguém seja meu amigo se quer ser mas se diz ser meu amigo e me respeita do jeito que eu sou não me venha brincar achando que fazer piada com a minha cor vai me fazer dar risadas, se que respeito aceite respeitar... Parabéns pelo seu depoimento Lorena Morais!

      • Carlos Francisco Postado em 28/Oct/2013 às 13:00

        "não querer namorar, fugir dos homens" Nossa minha gente, como o racismo faz isso?

    • Manuela Fonseca Postado em 13/Sep/2013 às 13:17

      O racismo me calou durante anos. Calou-me através da timidez, da baixa estima, dos cabelos alisados ou do ferro no cabelo na beira do fogão, calou-me através das roupas, das bonecas brancas de bocas rosadas e barbies louras.

      • Carlos Francisco Postado em 28/Oct/2013 às 13:03

        Nossa, você tem preconceito contra as bonecas rosadas e louras? Você é racista?

      • Aline Postado em 28/Oct/2013 às 14:46

        Carlos Francisco, ser contra bonecas rosadas e louras é ser contra a opressão. Ou você não é muito esperto ou está mal-intencionado com esse discurso falacioso e raso. O único racismo existente no Brasil, fundamentado histórico, social e economicamente, é contra os negros e as negras.

      • Liliane Santos Postado em 11/Nov/2013 às 13:41

        Manuela Fonseca, é por pessoas com a tua garra e coragem que eu olho no espelho todos os dias e me sinto linda! Através de palavras com tanta verdade e superação que eu me inspiro e vou a luta também. Eu sei o que é sentir este olhar que oprime e nos faz sofrer.... hoje sou pedagoga e luto para que nossos irmãos não precisem sentir o peso da exclusão! AXé

  2. Regina Postado em 11/Sep/2013 às 17:13

    "ser negra é muito mais do que uma questão de pele" Concordo e digo que ser negra também é muito mais do que alisar ou não o cabelo. Alisar o cabelo nem sempre é não aceitar-se como negra. Porque uma loira com cabelos cacheados pode alisar o cabelo por simples vaidade e uma negra que alisa porque não se aceita?

  3. Fernando Fidelis Postado em 11/Sep/2013 às 17:28

    Acreditaram, esse é o problema maior durante séculos. Não há o que resistir, mas simplesmente não aceitar e viver como rainha e rei. Não é preciso lei pra aniquilar o racismo, mas atitude. Se algum branquelo se achar superior sinta-se superior a ele, porque é de fato.

  4. Sérgio Íscaro Postado em 11/Sep/2013 às 17:42

    A gente esquece, mas hoje, novamente, senti um pouco o que é isto: deixei meu aluno de xadrez falar à vontade - e - com muita timidez, começou a narrar a história da peça que havia assistido pela manhã, em Americana. Ás vezes eu fazia vista grossa, mas imediatamente ele ficava mudo, esperando um retrucar ou perguntar... Devagar, com minha ignorância, percebi sua pele e tudo de ruim que tinha se assentado sobre ela... uma reprovação latente, um desprezar cheio de premências históricas... felizmente conversamos - e hoje ele falou mais que eu, falou um pouco mais do que o silêncio que haviam impelido a ele, por eternidades a fio.

  5. junior Postado em 11/Sep/2013 às 17:44

    Você é linda! :)

  6. Sergio Iscaro Postado em 11/Sep/2013 às 17:48

    É um hospício onde os loucos são todos nós e as tragédias concernem a estes; é um suplício que endoida qualquer um; um martírio residente em lugar nenhum... e temos espaço, e temos tempo ... e ensejamos convento... Uma colher sem arroz, um carro sem motorista, esta palavra na premissa, desprezado agente em submissa, em promíscua interpretação. Uma cor e tudo de terror, um hiato com vômitos e determinismo... Que a palavra desbrave o antro e plante a flor; que a linguagem e seus comparsas atos reneguem o passado e explodam em atômica bomba o entreato de um futuro mais que desejado, um tempo entrelaçado, uma conversa enamorada...

  7. Fábio Mattos Postado em 11/Sep/2013 às 17:52

    Sempre repudiei o racismo. Acho ilógico. Uma frase sua me chamou atenção pois sempre percebi isso, até mesmo em minhas falas escondidas por paradigmas que nos passam culturalmente ao longo dos anos e que é muito difícil perceber e se livrar deles. A frase em questão é sobre o racismo imaginário e disfarçado, entendo que seja o mais difícil de ser combatido. Enfim, o que queria dizer mesmo é que todos nós devemos desculpas por séculos de sofrimento causado e seu texto me deu a oportunidade me desculpar humildemente. Não sou bom em me expressar e muito menos sei escrever corretamente mas achei muito lindo seu texto e me emocionei com ele. Gostaria de ter nascido negro com cabelos ruim e com toda essa magia que possuem. Parabéns pelo texto e por sua resistência.

  8. sabrina Postado em 11/Sep/2013 às 18:12

    acho que ser racista e uma das coisas mais feias do mundo para tds cada um tem a sua cor,jeito,e e isso

  9. Wilza Postado em 11/Sep/2013 às 18:47

    Sou de pele branca e sempre, desde de criança, tenho amigos negros, e por isso tive que enfrentar a fúria do meu pai que não aceitava. Me relacionava escondido com estes amigos. Eu nunca tive preconceito. Mas, lendo sobre como a Lorena se sentiu e se sente, eu consigo compreender melhor uma sensação que eu sempre tive, a de que eu não consigo conquistar de verdade a confiança e o afeto de alguns amigos de pele negra. Entendo que há um mal estar. Então eu questiono sobre até que ponto não se trata de sentimentos ou sensações que não condizem com a realidade. Sinto muito, porque acho a pele negra linda, amo cabelos crespos, a alegria do samba, as cores e os batuques do candomblé. Sinto muito quando sou encarada com desconfiança e as vezes até excluída de algumas reuniões. Nem por isso deixo de acreditar que existe sim e de fato racismo neste país, só acho que pessoas que se sentem assim como a Lorena não devem deixar de acrditar que há pessoas que sinceramente não vê diferença entre as pessoas por causa da cor da pele.

  10. Osvaldo Aires Bade Coment Postado em 11/Sep/2013 às 18:51

    Sou da minoria branca e tenho câncer de pele (muitos tem) por acharmos que deveríamos ser "morenos". Casei com uma negra por causa disso e depois com uma asiática. Nunca, em nosso meio e lar, foi permitido a conduta vitimista e perdedora raivosa de esquerda

  11. CRISTINA Postado em 11/Sep/2013 às 18:54

    acho que tudo sofrimento pelo qual passou ,deve se a baixa auto estima e má educação,pois amar a si mesmo se apreende no berço.....fala sério a declaração chega a ser piegas

  12. Davis Postado em 11/Sep/2013 às 19:21

    PARTICULARMENTE, acho que o preconceito é ambíguo, arbitrário, velado, relativo e subjetivo. Então como discutir? Quem é a pessoa que sofre o preconceito e quem é o preconceituoso, são coisas que se deve levar em consideração. Assim sendo, a meu ver, não se pode falar de preconceito como uma coisa fixa e clara, facilmente compreensível e debatível. Qualquer análise superficial é de extrema ingenuidade.

  13. Veridiana Postado em 11/Sep/2013 às 19:47

    Maravilhoso texto! Às vezes, para entender o óbvio, a gente precisa que o outro o verbalize.

  14. Mariana Postado em 11/Sep/2013 às 19:50

    ótimo desabafo, Lorena Morais. No entanto, existem tantos outros como eu, como você que lamentam e choram todos os dias. Infelizmente, nossas lamentações e desabafos não vão mudar a realidade. Pelo contrário, a sociedade racista ao ler seu desabafo o analisa como mais uma negra que está se agarrando aos choros e as lamentações da discriminação para chamar atenção. Como já ouvi muito "Mais uma afro dando uma de coitada para chamar atenção, quando na verdade o maior preconceito parte deles", sim companheira, é assim que os nossos desabafos em redes sociais são vistos e analisados. Gostaria de enfatizar que, não é uma crítica ao seu desabafo, apenas uma constatação que precisamos sair do papel de coitados e mostrar que somos tão capazes e competentes quanto qualquer um. Inteligência, força, garra, determinação, independe da cor da pele. Infelizmente, chorar nossas pitangas não muda realidade. Precisamos RESISTIR, sim, mas de cabeça erguida, lutando por um Brasil justo e igualitário. Não quero que me vejam como coitado do destino, mas como protagonista dele.

  15. Carolina Darly Postado em 11/Sep/2013 às 20:15

    Maravilhosa! Seja Feliz! ;)

  16. Paulo Postado em 11/Sep/2013 às 21:09

    resistam, não aceitem o discurso "falar de raça é coisa do passado ou racismo", há uma dívida histórica entre as raças, que deve ser paga, cedo ou tarde.

  17. leonardo Postado em 11/Sep/2013 às 22:16

    Depende do padrão de beleza do país, na África uma mulher que aqui é mulata é considerada branca e uma deusa, a miscigenação não ocorreu na África mas ocorreu em todo resto do planeta, tirando o Leste Asiático, o caso dos orientais é ainda pior eles possuem menor variabilidade genética, nos africanos se você misturar as etnias ( o que os poderosos não querem ) criaria-se diversas novos biotipos que nem existem, miscigenação para chineses e negros se assim desejarem, não podemos aceitar que tiranos controlem suas populações como gado !!

    • Verônica Postado em 12/Sep/2013 às 21:20

      Miscigenação??? Variabilidade genética??? Sinto muito Leonardo, você é tão racista quanto os tantos que fizeram a Lorena chorar!!! Se não sabe, racista é aquele que hierarquiza o ser humano por meio de uma classificação, de uma suposta superioridade racial, falar sobre miscigenação, variabilidade genética é também nos tratar como gados!!!

  18. marcos Postado em 11/Sep/2013 às 22:58

    Sou branco e concordo com o posicionamento da negra. o negro faz parte do meu povo, um povo com gingado, resistência,alegria. Obrigado meu Deus por fazer parte desta missigenação

  19. Amanda Postado em 12/Sep/2013 às 00:29

    Me vi em todo o texto e sei bem o que é sentir esse racismo ridículo na pele desde criança. Só depois de adulta aprendi a valorizar minha beleza como ela é. Meu cabelo crespo, meu nariz largo, minha pele, tudo isso é parte de quem sou e me orgulho demais! RESISTÊNCIA é a palavra que me move!

  20. lamiel Postado em 12/Sep/2013 às 04:30

    Eu amo ser negro

  21. Jefferson Rocha Postado em 12/Sep/2013 às 10:26

    Linda Explanação sobre o que vivemos neste país da desfaçatez, do racismo velado e sorrateiro, resistam Negros e Negras à essa classe branca racista que quer somente nos relegar à suas cozinhas, às sarjetas e as prisões.

  22. Alice Ramos de Oliveira Postado em 12/Sep/2013 às 11:32

    Hoje e sempre poderemos nós tornar firmes com a nossa auto estima e felizes com a nossa panela de misturas chamadas Brasil...Não se espante se vc for branco, não se surpreenda se tu fores índio, não se abale se tu fores amarelo, no toca discos corre sangue nordestino, brasileiros, nós somos todos brasileiros" e agora meu nariz é fino, meu cabelo enrolado, minha garganta eletrizada, e sua boca deve ter mel....viva, abaixo qualquer conceito atrasado e burro.

  23. Jair Soares Postado em 12/Sep/2013 às 11:46

    O que calou foi a ignorância de ser pobre e nao a cor da pele, parem com isso.

  24. Diego Santos Postado em 12/Sep/2013 às 11:58

    Minha humilde opinião, o único motivo dos afro-brasileiros estarem do jeito que estão, é por em sua grande maioria serem covardes e aceitarem a situação.Pretos e pardos são mais de 50% da população nos E.U.A. não passam de 15%, os pretos no Brasil estão acomodados e acham que o governo vão resolver todos seus problemas.

  25. Breno Postado em 12/Sep/2013 às 12:41

    Ao meu ver a miscigenação traz frutos bons e ruins. No Brasil, estudos indicam que o negro está "clareando" por assim dizer e tende a desaparecer em alguns seculos, fruto do racismo e da mídia que impõe uma beleza "branca", nem os negros estão querendo os negros. No Brasil, apenas 10% dos negros se casam com negros, isso é fato. Tenho centenas de amigos negros e nenhum deles é casado ou namora com negros. Meu amigos "Negões" só querem as loiras e minhas amigas negaras e mulatas preferem os "branquinhos" como elas dizem quando estão comigo. Sou Branco e já namorei varias meninas negras e acredito no ditado " if u try black u ll never go back".

  26. Pensando Postado em 12/Sep/2013 às 12:52

    Tire esse medo dentro de ti, tire essa amargura dentro de ti, há preconceito no Brasil? Claro que há, mas existe com todas as pessoas, das belas/burras, das feias/inteligentes, pobreza/falta de educaçao, negro, branco, chines, japones... Muitas vezes a sua atitude positiva, de não pensar 24hs que tudo é por culpa de ti, ou da tua condição, dos teus pecados e seja mais vc... Ao se importar, vira vitima da sua mente, não mais da sociedade... Abraço

  27. Marcelo Postado em 12/Sep/2013 às 14:42

    Parabéns e obrigado pela volta por cima!!!

  28. Joana Postado em 12/Sep/2013 às 15:17

    Parabéns, Lorena, pelas suas palavras e pela sua coragem. Suas palavras são oportunas e servem aos grupos (maioria ou minoria) que é oprimido/reprimido/negado/ridicularizado: mulheres, homossexuais, magros, gordos, albinos, anões, deficientes físicos, cegos......

  29. Leon Bolissian Postado em 12/Sep/2013 às 16:32

    Não discordo de nada no texto, a não ser uma das últimas colocações: "(...) só quem é negro/negra sente a dor da chibata nas costas." Ora, talvez a autora do texto tenha se colocado mal: "quem é negro/negra sente a dor da chibata nas costas" seria uma afirmação mais verídica, historicamente falando. Eu sou branco e de olhos verdes, mas venho de uma família de armênios que foram duramente perseguidos durante os anos de 1905 e 1919 pelo governo dos Jovens Turcos. Conheço pessoas descendentes de índios, cujos descendentes foram massacrados e praticamente exterminados. Tantos povos, de tantas raças, que compartilham ou não crenças religiosas e características culturais, mas todos dividem passados sangrentos, de perseguição e opressão. Índios sabem o que significa perder seu estilo de vida, sua casa e sua cultura; mais do que ninguém! Armênios, judeus, argelinos, palestinos, ciganos, poloneses, todos sabem o que é ter de fugir de sua terra mãe e se espalhar pelo mundo como nômades, por medo de guerra e genocídio. Quantos irmãos de nossa América Latina não sofreram torturas nos porões da Ditadura? Será mesmo que só um povo, somente uma raça, sabe da dor de uma chibata?

  30. Carla Postado em 12/Sep/2013 às 17:18

    Isso mesmo, chega de baixar a cabeça, de deixar pra depois! Somos negros e com orgulho e não há um ser humano na face da terra que possa falar que não é miscigenado! Vamos impor respeito dando o exemplo e com classe! Diversidade existe e é admirável a beleza de cada rosto e traços, o gingado de cada etnia e histórias!

  31. Betto Postado em 12/Sep/2013 às 20:00

    eu sempre olhei e desejei as morenas, "negras" como cor da beleza, como pele marom-bombom, entre duas mulheres uma branca e uma negra, olho sempre a negra pois nela vejo uma beleza sobrenatural.. o que falta realmente é vocês negros se valorizarem, e quando alguem olhar para voces, dão este sorriso lindo que todas vocês tem! se aceitem que todos irão aceitar.. pensa que nós "brancos" não temos nossas crises?? ser chamado de amarelo e bom?? e sofremos principalmente pelos abençoados pela cor morena. São os que mais nos chama... eu me aceito e quem gosta de mim me aceita assim. logo me amo e sou amado. o resto nao me importa.

  32. Andreza Postado em 12/Sep/2013 às 21:04

    Você conseguiu exprimir como todas as mulheres negras já sentiram um dia ou ainda se sentem até hoje. Acrescento a palavra resiliência com a resistência.

  33. [email protected] Postado em 12/Sep/2013 às 21:07

    Só a partir de agora as coisas começaram a mudar, quando cada vez mais nos unirmos em busca do nosso ideal, sendo as primeiras a nos aceitarmos como somos com o nosso cabelo, nossa pele, nosso jeito, automaticamente as pessoa terão que nos aceitarem como somos, se de repente chegamos os lugares com o nossos cabelos naturais que demonstram muito mais personalidade, o nosso jeito de vestir, de certa forma estaremos impondo respeito, e não ligar se percebermos alguma crítica, pois se tivermos força, nossos filhas não passarão por isto.

  34. Marcos Postado em 12/Sep/2013 às 21:17

    Obviamente o pesar da sociedade em cima dos negros é um pouco maior, porem muito do preconceito que o negro tem não vem da sociedade vem dele mesmo, Obama é o homem mais poderoso do mundo e pode apostar que não sofre nada por ser negro. A sociedade valoriza mais valores do que cor de pele.

    • Rodrigo Postado em 13/Sep/2013 às 10:59

      "O preconceito que o negro tem não vem da sociedade [,] vem dele mesmo". Isso é uma falácia, pois é o próprio racismo, explícito ou camuflado, e suas pressões que faz com que muitos negros se sintam assim. E em relação ao Obama... "pode apostar que [ele] não sofre nada por ser negro". Okay, Estados Unidos não são um país racista, onde não houve escravidão, onde não houve segregação racial... A sociedade revela sua hipocrisia quando diz que não há racismo.

      • Marcos Postado em 13/Sep/2013 às 20:21

        Quem sofre com o racismo é racista, o negro que não liga pra isso é o que realmente tem valor, os que ficam chorando vão morrer chorando.

  35. Tiago Postado em 13/Sep/2013 às 11:35

    Pode resistir o quanto quiser, desde que não roube a minha carteira!

    • Jéssica Marinho Postado em 15/Sep/2013 às 11:31

      Meu querido Tiago, que você consiga enxergar o verdadeiro amor de um Deus, que tem a todos como filhos seus, iguais!! Porém venho lhe informar que não é a "cor que rouba" é a marginalização de uma sociedade sem educação independente da cor da pela. Como relato informo que os maiores "marginais" da nossa sociedade são os políticos "Brancos". Fica com Deus meu filho! E aprenda a pensar e refletir. Não seja irracional!!! Somos (eu+vc+toda humanidade) seres pensantes!

    • andrei santiago Postado em 09/Jun/2014 às 13:56

      Isso mesmo esse ridiculo acha que so preto é ladrao!!!!

  36. Neto Postado em 13/Sep/2013 às 11:36

    Não existe "baixa estima" o correto seria baixa autoestima. Este AUTO refere-se a si próprio e não a alto e baixo.

    • Lorena Morais Postado em 13/Nov/2013 às 15:19

      Agradecida Neto, depois que vim perceber isto.

  37. Érick Postado em 25/Sep/2013 às 23:17

    Não sou negro, mas faço questão de dizer: VAMOS resistir! VAMOS cultivar NOSSA cultura, NOSSOS hábitos, NOSSA religiosidade, NOSSOS costumes e histórias, etc. SOMOS humanos, e a cor da pele, ou a etnia, costumes, etc, não devem mais se sobrepor ao fato de sermos humanos e iguais. RESPEITO. Vamos construir UMA DEMOCRACIA RACIAL VERDADEIRA!

  38. Sonia Postado em 28/Oct/2013 às 16:42

    Os meios de comunicação de massa são os primeiros estimuladores ao racismo os apresentadores, ator , atriz ,na maioria são loiros, brancos, parece que vivemos na disney e so de pensar que nós que o enricamos na audiência, e como se dissessemos sim a sua apologia racista, e todos são "lindos,loiros,ricos,perfeitos, felizes" com tantos negros lindos, inteligentes , que estão provando seu valor, que fora roubado pelos seus antepassados.

  39. Brígida Barros Postado em 22/Feb/2016 às 14:07

    Ser negra não é deixa de ser vaidosa, em relação ao seu cabelo eu sou negra de pele e de alma,mais adoro alisar o meu cabelo é simplismente uma questão de gosto e respeito !!