Redação Pragmatismo
Compartilhar
Saúde 02/Sep/2013 às 14:03
70
Comentários

Médicos brasileiros ofendem cubanos e retiram cama de dormitório

Médicos cubanos foram ofendidos e tiveram as camas retiradas do dormitório para que não dormissem no mesmo espaço destinado aos médicos brasileiros

médicos cubanos brasil
Médicos estrangeiros destacam que preconceito aumentou desde a chegada dos cubanos ao Brasil

Dois médicos cubanos foram vítimas de ofensas morais e discriminação quando realizavam plantão no Hospital Municipal de Itaboraí. Eles já residem no Brasil há mais de 15 anos e tem registro expedido pelo Conselho Regional de Medicina (CRM). Quando dariam início ao plantão, os estrangeiros tiveram as camas retiradas do dormitório para que não dormissem no mesmo espaço destinado aos brasileiros. Além disso, na parede do dormitório foram pichadas frases que exigiam sua saída do Brasil: “fora médicos gringos”, dizia.

A ação dos médicos no Rio ocorre alguns dias após a primeira manifestação de preconceito praticada contra os profissionais cubanos em Fortaleza, no início da semana. Sob vaias e gritos ofensivos, os profissionais vieram atender ao programa Mais Médicos instituído pelo governo Federal.

O preconceito e a falta de respeito aumentaram “consideravelmente”, segundo revelaram médicos de Itaboraí que pediram para não ser identificados.

Testemunhas que viram o ataque de discriminação em Itaboraí disseram que tudo teve início a partir de um mal entendido envolvendo o atendimento a uma criança.

A doutora Candelária é cubana de nascimento, mas casada com um brasileiro. Seu filho, Islem, também médico e igualmente discriminado, tem todos os registros para trabalhar no Brasil. Testemunhas afirmam que os dois saíram chorando da unidade hospitalar onde Candelária trabalha há 15 anos. Até hoje, afirmaram, jamais haviam sido vítimas de qualquer tipo de manifestação preconceituosa. Com a saída dos médicos da unidade municipal de Itaboraí, permaneceu sozinha no plantão a médica também cubana de nome Emma.

Leia também

O problema envolvendo a criança, que teria dado início ao conflito, ainda permanece confuso. Segundo apurado por Conexão, os pais da criança queriam mantê-la na unidade, embora seu estado de saúde não oferecesse maiores riscos. A família teria plano de Saúde do Bradesco. O conflito teria provocado a reação de discriminação. Com a confusão, alguns funcionários insatisfeitos com a presença dos estrangeiros retiraram as camas destinadas aos dois cubanos e picharam na parede a mensagem pedindo que deixem o país.

O diretor do hospital no turno da manhã, que presenciou a cena, pediu desculpas aos dois médicos ofendidos. Entretanto eles, se dizendo humilhados, acabaram saindo do hospital.

Outros estrangeiros garantiram que a discriminação contra o trabalho de profissionais de outros países aumentou consideravelmente nos últimos dias: “insuportável!”, resumiu uma estrangeira que pediu para não ser identificada.

Fábio Lau, Conexão Jornalismo

Recomendados para você

Comentários

  1. marcos Postado em 02/Sep/2013 às 14:36

    isto é caso de polícia

  2. Lourenço Postado em 02/Sep/2013 às 14:51

    apenas fazendo os cubanos se sentirem em casa :P

    • christina Postado em 03/Sep/2013 às 11:20

      A casa deles não é como a sua Sr. Lourenço.

  3. shirley Postado em 02/Sep/2013 às 14:52

    Isso aconteceu em Itaboraí ou Itaguaí? Que eu saiba , xenofobia é crime.

  4. Thiago Augusto Maciel Postado em 02/Sep/2013 às 15:16

    É uma contradição a pessoa ser formada em Medicina e agir de tal forma com outras pessoas. Independentemente da procedência do médico, quem é médico deve saber como agir para o bem das outras pessoas no sentido biológico, psicológico e social. Falta muito mais humanismo, falta gente que se põe no lugar dos outros antes de agir ou falar determinadas coisas. É uma pena que no Brasil há tantos médicos que pensam mais no bem-estar próprio do que no bem-estar coletivo. Para os médicos brasileiros, eu desejo que se coloquem no lugar dos médicos estrangeiros, dos pacientes, daqueles que nunca viram um médico em toda sua vida. Melhor um médico cubano (ou europeu, ou asiático...) no interior onde dizem não haver "condições mínimas" para trabalhar, e que mesmo assim possa evitar uma morte por diarreia, do que esses lugares não terem nenhum médico, porque se uma morte possa ser evitada, já valeu a pena o médico estar lá. Sou médico formado em Cuba.

    • Mirna Postado em 02/Sep/2013 às 15:33

      Concordo plenamente,deveriam estudar mais ética nas faculdades de medicina,e mai humanidade.

    • Angela Postado em 02/Sep/2013 às 17:04

      Parabéns Dr concordo plenamente com o senhor. Tb sou da área da saúde, se os nossos médicos não querem ir p/ o interior, fazer valer ao seu juramento, q venham os médicos cubanos, colombianos...

    • roberto Postado em 02/Sep/2013 às 19:00

      entao seja BENVINDO ao novo Brasil com ssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss

    • Sandraev Postado em 03/Sep/2013 às 11:54

      Você disse tudo Thiago...

    • eva norberto Postado em 03/Sep/2013 às 11:59

      e tao lamentavel saber que esse tipo de atitudes esta acontecendo no brasil e justamente por pessoas que na maioria da populacao sao considerado Deuses, nao me conforme com estes profissionais formados Doutores tantos anos dentro de uma sala de aula e sairam isso? desse jeito se perde mesmo a fe na Humanidade por Favor senhores Deuses do povo ajam como tal demonstrem realmente merecer esse respeito e parem com essa barbaridade de querem prejudicar seus irmaos cubanos agradecam por eles estarem aqui atendendo a populacao a espaco para todos e a pacientes para todos nao nos humilhem desta forma logo voces que o povo sentia orgulho e respeito.

  5. Rui Rosato Postado em 02/Sep/2013 às 15:24

    Há muito atacar médicos Cubanos deixou de ser um ponto de vista, uma liberdade de expressão, para dar lugar ao caso sintomático da "Revolta dos Tucanos" travestidos de povo, onde os baderneiros deixam escapar o real teor dessas manifestações, enquanto o resto faz passeatas pacíficas, mas todos eles manobrados pelos terrorista que apregoam a volta da inflação, ensinam em suas cartilhas que os impostos vão todos para a Dilma, que a dívida externa voltou, que segurança pública e salários de professores é responsabilidade da Dilma e todo tipo de terrorismo antidemocrático e só não vê quem não quer ver...... Ou não tem instrução nem cultura suficiente para separar o joio do trigo nesse País.

    • Mirna Postado em 02/Sep/2013 às 15:30

      É bem isso

    • Vanessa Carvalho Postado em 02/Sep/2013 às 18:22

      Concordo 100%. Obrigada Rui, pelo comentario muito bem esclarecido e que define a situacao perfeitamente.

    • Carlos Fernando Piske Postado em 02/Sep/2013 às 21:32

      Concordo em número, gênero e grau. E são tão politicamente analfabetos, que servem de massa de manobra do tucanato e nem percebem.

      • Bernadete Postado em 03/Sep/2013 às 11:11

        A necessidade de manter os políticos analfabetos é tão grande que o investimento em educação é baixo, a ponto de pessoas estudadas, as quais recebem títulos de Dr. nem sempre honrados, cometerem tais atrocidades.

  6. Andre Postado em 02/Sep/2013 às 15:26

    Têm que acabar com esse negócio de que medico têm que ser rico. Aqui no interior da bahia a prefeitura ofereceu salário de 15.000 e eles não aceitaram..pediram pra aumentar pra 20.000 porque a cidade era muito distante da captal

    • Antonio Angelo Postado em 02/Sep/2013 às 16:24

      20000 é pouco prá preencher caprichos demagógicos federais. Quem trabalha de graça é relógio ou petista (na teoria pq na prática...)

      • Pedro Henrique Leal Postado em 03/Sep/2013 às 05:45

        Caprichos demagógicos federais? É assim que tu chama "não é capital"? 20 mil é pouco? Depois vocês dizem que não são elitistas... o que, o SUS é "um capricho demagógico"? Saúde não é um direito pra você?

      • Bernadete Postado em 03/Sep/2013 às 11:14

        Se 20.000 é pouco vá ser um professor alfabetizador que também tem q ter capacidades e habilidades desenvolvidas e responsabilidades de formar cidadãos mais honrados que você, pois, o ser humano não sobrevive sem mas também naõ só pelo dinheiro!

      • suely C Turley Postado em 03/Sep/2013 às 12:14

        Então abre uma empresa privada e vá cuidar da sua vida, deixe em paz aos que querem trabalhar de forma digna respeitando o ser humano. NÃO SE FAZ RESERVA DE MERCADO COM VIDAS HUMANAS!!! É BRUTAL E CRIMINOSO.

      • Analista Postado em 03/Sep/2013 às 13:17

        Onde foi que falaram "de graça", mané? 15000 é de graça pra ti? Maioria da nação não ganha 10% disso e consegue (sobre)viver! Que venham os cubanos pra esses mercenários baixarem a bolinha deles...

  7. juliano rafael Postado em 02/Sep/2013 às 16:02

    chipkevitch medico e pedófilo e de origem estrangeira, cobrava caríssimo. Roger Abdelmassih, medico e abusava sexualmente das paciente. com esse nome, provavelmente também deve ter descendência estrangeira. o brasil é realmente o país da incoerência. se eles não tivessem sido descobertos, estariam aí abusando da galera, tanto no valor da consulta quanto outras formas, e o povo ainda lamberia o saco deles. realmente o brasil precisa acordar de muita estupidez.

    • Marco Postado em 02/Sep/2013 às 16:58

      Até parece que não existe médico brasileiro que abuse sexualmente de pacientes. É muito cômodo reclamar da vinda desse médicos estrangeiros, porém existem lugares que não há nenhum médico para atender a população. Nesses lugares do interior do Brasil, você pode argumentar comigo que não tem infraestrutura e que fica difícil trabalhar em tais circunstâncias. Concordo com você, mas temos que ver a situação por um outro foco: da população; imagina você com um filho doente em um local sem nenhuma estrutura. Mesmo sem estrutura você não iria querer que seu filho fosse visto por um médico (mesmo que fosse em um local insalubre)? Ok, existem lugares sem condições, porém é melhor que exista pelo menos um médico para ver o paciente. Imagino que você seja médico e me pergunto se você exercesse a medicina na década de 1940 aonde não existiam todas essas modernidades de hoje, a pergunta que fica é: acho que uma parcela dos médicos formados recentemente não conseguiriam exercer a profissão. Vocês estão reféns de equipamentos. Me responde: por que vocês não vão trabalhar lá no interior do nordeste ou em Rondônia (reportagem da Isto é mostra uma vaga para médico com salário de R$ 30.000,00 que não foi ocupada e o Hospital é referência em tratamento de câncer)? Eu mesmo respondo: porque vocês não querem sair dos grandes centros urbanos para ir para lugares de difícil acesso. Se vocês não querem preencher essas vagas, deixem médicos que queiram trabalhar (sejam eles brasileiros ou não). E vamos para de frescura, racismo e xenofobia (o que é exatamente o que vocês estão fazendo, deviam ser processados). Uma parcela dos médicos brasileiros só pensam em ganhar dinheiro e estão pouco “se lixando” para o juramento que fizeram.

      • Paulo Postado em 03/Sep/2013 às 10:05

        Realmente existem essas vagas, em que se paga R$ 30.000, para quem for trabalhar nos confins do Brasil. Mas sabe porque os médicos brasileiros não querem? Porque não há garantia de emprego. Se houvesse um contrato sério, FEDERAL, garantindo a vaga por 10 anos, por exemplo, muitos recém-formados iriam para fazer o "pé-de-meia". Mas a cada troca de Prefeito, Secretário de Saúde, etc, esses médicos correm o risco de perder o emprego. Além disso, quem gostaria de arriscar sua carreira e reputação atendendo em um local onde não se tem a mínima estrutura, onde não se tem ao menos gaze e esparadrapo, onde as chances de mortalidade são altas, e ter esses óbitos vinculados a sua prática profissional? Então, amigo, o "buraco" é mais embaixo... Ou a Saúde no Brasil passa a ser tratada com seriedade, ou teremos que nos contentar com soluções improvisadas como essa.

    • Suelem Postado em 02/Sep/2013 às 23:15

      Esse foi o argumento mais estúpido que já li na vida!!!!! Que pessoa estúpida que é vc!

  8. Neusa Nardeli Postado em 02/Sep/2013 às 16:05

    Será que os cubanos que estão sendo ofendidos publicamente não podem entrar com um processo encima desse povo que se acha melhor que os outros? o meu ORGULHO de ser brasileira está se transformando em VERGONHA de ser brasileira.

    • Angela Postado em 02/Sep/2013 às 16:51

      Com certeza Neuza, tb me sinto envergonhada. É um absurdo q estão fazendo com os médicos cubanos. Preconceito não é crime? e aí? como é q fica?

  9. Klaus-H. Müllet Postado em 02/Sep/2013 às 16:05

    Muito tempo não frequento medico no Brasil, pq mesmo eles somente trabalham com a doença, e não trabalham com saúde. Então este trabalho com saúde eu mesmo faço, sem ser medico, sem autorização e com muita fé.

  10. Marcos Schifino Postado em 02/Sep/2013 às 16:07

    Gostaria muito que ao invés de serem 6.000 médicos, que fossem 600.000, pois a saúde pública brasileira está em colapso, em tempo de desmoronar tudo, hoje, levei o meu irmão com uma dor insuportável de garganta, chegamos a um posto de saúde na cidade de Vitória da Conquista/Ba, e só poderíamos marcar uma consulta para a semana que vem, daí indaguei, "A PESSOA TERÁ QUE TER UMA BOLA DE CRISTAL, PARA SABER O REAL DIA QUE QUE VAI FICAR DOENTE PARA PODER MARCAR COM UMA SEMANA DE ANTECEDÊNCIA???!!!!", resolvi ir a um hospital - chegando em um dos três Hospitais "PÚBLICOS"de vitória da conquista, a atendente nos diz: "O SENHOR PODE ESPERAR PARA VER SE PODERÁ SER ATENDIDO HOJE, MAS NÃO GARANTO NADA, POIS TEM MAIS DE 40 PESSOAS NA FRENTE" e me deu uma outra alternativa: "AGORA, SE O SENHOR PAGAR A QUANTIA DE R$ 100,00, POSSO MANDAR UM MÉDICO PARTICULAR VER O QUE O SENHOR TEM"... isso, é uma afronta ao POVO BRASILEIRO, pois se temos dinheiro, somos logo atendidos, se não temos podemos ou não ser no dia e talvez, bem "rapidinho", sermos atendidos na semana que vem por um clínico geral.... é brincadeira???!!!! Seguimos a nossa árdua maratona, quando chegamos ao Hospital São Viciente, que também atende pelo SUS, fomos recebidos por um senhor muito prestativos que marcou nossa consulta as 10:00hs da manhã, nos informando que pelo que ele conhecia que só seríamos atendidos após as 14:00hs, quando retornamos as 13:30hs. o médico estava em hora de almoço, e ninguém sabia a que horas iriam atender o meu irmão.... então ele resolveu ir embora e se auto medicar.... com tudo isso, podem os "MÉDICOS BRASILEIROS" fazerem isso???!!!! gostaria mesmo que tivessem vindo 600.000 médicos cubanos. SON BIENVENIDOS AMIGOS

    • Thiago Augusto Maciel Postado em 02/Sep/2013 às 16:40

      O problema começa quando o paciente é chamado de cliente. Medicina não pode ter clientes. Lojas podem ter clientes. Ninguém vai no médico porque quer, mas sim porque não tem alternativa. Infelizmente a medicina no brasil é comercial, e muitos pensam que quem tem dinheiro merece ser melhor atendido do que quem não tem. Quem critica a vinda dos médicos estrangeiros são aqueles que têm um convênio com corporações, aqueles que têm como pagar uma consulta particular e nunca precisaram usar o SUS. São os mesmos que, sem nunca terem precisado do SUS, falam mal. A saúde do Brasil está de ponta cabeça.

      • Ellen Postado em 02/Sep/2013 às 18:09

        concordo...

  11. Alberto Quintas Postado em 02/Sep/2013 às 16:20

    A unica coisa que médico brasileiro sabe fazer é greve e baderna, vou dar uma sugestão se for mal atendido por um marginal destes vestido de jaleco brando porrada nele.

  12. Rodrigo Postado em 02/Sep/2013 às 16:40

    Ninguém tirou foto, filmou? Há testemunhas? Caso positivo, a devida imposição da sanção legal cabível a todos que tenham promovido ofensas.

  13. GILBERTO Postado em 02/Sep/2013 às 16:47

    QUE VERGONHA HEIN SEUS MEDICÚS.... POR ISSO TENHO VERGONHA DE SER BRASILEIRO... FAZEM MERDA EM CIMA DE MERDA , SEMANA PASSADA FORAM DUAS CRIANÇAS QUE MORRERAM POR ERRO MÉDICO.... POR ISSO APOIO A IDEIA DE TER PROVA PARA OS CRM IGUAL COM OS ADVOGADOS...

  14. Dione Brito Postado em 02/Sep/2013 às 16:47

    A ética não é privilégios dos cultos. Virtude não se aprende na faculdade. Os médicos e todas as pessoas que estão sofrendo com discriminação étnica devem ir a delegacia e fazer um BO. Não podemos deixar que coisas como essa sejam praticadas sem punição. Sem medo de ser feliz!

    • Fabiana Farias Postado em 02/Sep/2013 às 19:10

      Perfeito, Dione!

    • Brígida Seabra Postado em 02/Sep/2013 às 20:23

      Concordo! Essa é uma luta que envolve a compreensão de que esse tipo de reação deve ter enfrentamento. O melhor dos enfrentamento é denunciar legalmente, pois, lei no Brasil só funciona na pressão.

  15. ed carlos Postado em 02/Sep/2013 às 17:02

    O médico que faz isso com outro ser humano não deve estar bem da saúde moral e ética!

    • gloria Postado em 02/Sep/2013 às 18:23

      Todos nós somos filhos de Deus- O Universo pertence a todos- precisamos de ajuda esta está sendo dada muito obrigada a todos que possam vir a nos ajudar- a paz.

    • REGINA Postado em 02/Sep/2013 às 20:39

      UM VERDADEIRO ABSURDOOOOOOOOOOOOOO ESTES MEDICOS VIERAM PARA SOMAR, AJUDAR FALTA DE ETICA, EDUCACAO....LAMENTAVEL

  16. eliane elisabeth Postado em 02/Sep/2013 às 18:46

    Vergonha de tanta burrice, ego, separativismo e prepotência terceiro mundista . Vergonha de ter nascido no Brasil.

  17. Mércia Gloria Postado em 02/Sep/2013 às 18:51

    Que coisa mais ridícula e baixa, a falta de educação e de boa conduta, de ética desses que se dizem médicos daqui do Brasil. Estão querendo ser os donos do pedaço, não sabem eles que antes do MS querer trazer médicos de qualquer país o povo é quem pedia médicos e que esse mesmo povo está feliz porque vai ser atendido por quem sabe o que é humanização e não por quem se formou pra ter título de médico, ( pra mim é um trabalhador como outro qualquer) Nós brasileiros devemos ser muito hospitaleiros com os médicos que vieram socorrer nosso povo.

    • Odair Postado em 02/Sep/2013 às 22:29

      Minha querida, os médicos cubanos são uma estratégia do governo de coloca lia em áreas carentes e retirar os brasileiros para PAGAR MENOS.... A proporção de médicos aqui e alta pata cada habitante ( pesquise), so q como p governo petista gosta de botar a culpa no medico e não neles.... Mensaleiros, ladroes, corruptos,..... Que alimentam a camada de baixa renda com milhões de bolsas incentivando o ócio. Muito mais fácil falar q a falta de leitos,macas,infra estrutura,água,luz,saneamento,gaze,sabão,remédios são culpa do medico.... Não e mesmo? Porque o medico além de tratar o paciente sem condições ele tem q criar remédio e o resto não e mesmo? Agora os "cubanos" vão salvar ps. Hospitais com infra estrutura.... Sem diploma revalidado.... Uma vergonha! ( a atitude dos médicos brasileiros foi radical) , porém o q vc disse q eles vieram para salvar as pessoas foi errado

      • Bruno Leandro Postado em 02/Sep/2013 às 22:59

        Odair, você leu a matéria? Não estamos falando de médicos recém-chegados (o que não seria motivo, ainda assim). Estamos falando de médicos que estão há anos aqui e foram destratados por xenofobia. Consideremos que tudo o que você disse está certo, faz algum sentido discriminarem pessoas que já trabalhavam aqui e que não estão chegando para "roubar vagas", pois a vaga já é deles há muito tempo?

      • Alexandre Magno. Postado em 02/Sep/2013 às 22:59

        Odair, posso até concordar com os médicos brasileiros se eu puder ver como os cubanos trabalham, mas reclamar e não deixar os caras trabalharem é, no mínimo, xenofobia e intolerância racial. Vcs estão defendendo uma classe que é muito necessária à população brasileira, mas que não faz nada por ela. Sinto muito pela declaração.

      • Suelem Postado em 02/Sep/2013 às 23:09

        Não sou petista e odeio política, mas daí dizer que tem médico suficiente já é demais. Já li e continuo lendo muito, e sei muito bem buscar em fontes confiáveis (ao invés de memes de facebook, por ex.) pra saber que faltam médicos. E isso, se vc ler também, é algo que acontece na maioria dos países como o Brasil. Pouquíssimos países possuem a quantidade de médicos suficiente e os que estão em melhores condições também "importaram" médicos. E nesses países que trouxeram médicos de fora, ninguém fez o escândalo que estão fazendo aqui. Oq pra mim só prova que a população é ignorante, desinformada e vai na onda dos antipetista, já que essa história de trazer médicos cubanos já vem sendo falada desde a época de FHC, e só agora que se concretizou.

      • Thiago Augusto Maciel Postado em 02/Sep/2013 às 23:15

        "A proporção de médicos aqui é alta para cada habitante". Muito bem, é uma afirmação correta, no Brasil temos em torno de 1,8 médicos/mil habitantes, só que há um porém: para chegar nesse número, o Conselho Federal de Medicina soma o número bruto de médicos (clínicos gerais + especialistas) e divide pelo número total da população. Agora me responda uma pergunta: um especialista, por exemplo, em Anestesiologia, ou Cirurgião, irá fazer atenção básica? Não, verdade? Então de que adianta termos valores brutos de médicos enquanto o que realmente acontece é que poucos se dedicam a trabalhar na atenção básica? Outro ponto é a centralização dos médicos no Brasil, onde a maioria quer se estabelecer perto de grandes cidades, às vezes por comodismo, por não querer colocar o próprio carro em uma estrada de terra, ou quem sabe para ter mais opções de onde gastar o dinheiro que ganha, e claro, outros porque realmente falta infra-estrutura em alguns locais mais isolados (como eu disse em outro comentário nessa mesma postagem). Agora, achar que esse programa é uma estratégia para obter benefícios próprios para o governo, eu acho que seria uma teoria da conspiração. O Programa Mais Médicos prioriza os profissionais brasileiros, e CASO sobrem vagas, serão completados com estrangeiros. E observe que menos de 1000 profissionais do país quiseram trabalhar no Programa. Há um desinteresse. E comparar a escravidão com esse Programa, como muitos fazem, é admitir que são pobres conhecedores da história. Outro ponto: as prefeituras que demitirem médicos contratados para substituir por médicos do Programa, serão excluídas. Agora deixo umas perguntas, mas me responda se sentir a vontade: o senhor é médico? Se não for, já dependeu do Sistema Único de Saúde? Como foi atendido, e em quanto tempo? Um abraço.

      • Italia Fanfa Postado em 03/Sep/2013 às 01:09

        Não é estratégia,não!Talvez uma das únicas coisas corretas que o governo está fazendo:levar a todos os cantos doBrasil,um médico,a que todo o brasileiro tem direito,mas não lhe é ofertado.Odair,não estás bem por dentro da situação.O médico se forma e quer status e esse só é adquirido trabalhando nos grandes centros,onde os exames resolvem todos os problemas.Não há necessidade nem de pensar nem de experiência.Lá no interior,ele vai,cresce o olho no salário(um pouco melhor)mas dura meses essa permanência,pois não sabem nem querem lidar com as dificuldades,com as improvisações e abandonam o posto.Médico no Brasil é status.Há exceções,como em tudo na vida.Mas ainda não é a solução!Só terá um fim essa novela,quando o médico,como qualquer outro funcionário público,tiver que prestar concurso,preencher vagas onde tem(se quiserem trabalhar)serem nomeados,cumprir estágio probatório,ter sua designação,permanecendo obrigatoriamente,por 2 anos.Só assim organizará a saúde.

  18. nilza fialho Postado em 02/Sep/2013 às 18:52

    complexo de inferioridade falta de maturidade agora reconhecemos porque a saude se encontra nesta precariedade e devemos atribuir tambem as nossas faculdades.

  19. Roberto Postado em 02/Sep/2013 às 18:53

    a maioria dos medicos no Brasil nao sabem o sentido da palavra SALVAR VIDAS; pensao so no dinheiro receber estes estrangeiros e vitoria do povo brasileiro tao carentee sofrido com tanta robalheira que temos nesse pais sejao BENVIDOS todos que queram trabalhar brasileiros ou nao.

  20. Diógenes Postado em 02/Sep/2013 às 19:22

    Os médicos brasileiros que são contra a vinda dos cubanos devem receber o nosso desprezo.

  21. Jeanete Postado em 02/Sep/2013 às 19:57

    trabalhei por bastante tempo na previdência Social e nunca me acostumei em ver os médicos que deveriam trabalhar 4 horas para atenderem 16 pacientes, atenderem os mesmos 16 pacientes em 1 hora, e sairem para outros empregos em clínicas particulares. Agora querem o que? Se os cubanos são mais disciplinados e honestos que sejam bem vindos. Aliás sempre soube que em Cuba fazem tratamentos espetaculares principalmente na área de dermatologia. Venham e provem que são capazes e melhores.

  22. Daiane Postado em 02/Sep/2013 às 20:13

    afastamento do cargo já!

    • Danilo Postado em 02/Sep/2013 às 23:46

      E prisão. Um médico desses precisa passar um tempo na cadeia pra ver se pára pra pensar um pouco nas merdas que faz-pensa-diz...

  23. roger wallisk Postado em 02/Sep/2013 às 22:49

    o problema é que a dona rede globo ta do lado dos médicos brasileiros, aí já viu né ,acabou o direito dos outros .

    • Italia Fanfa Postado em 03/Sep/2013 às 01:13

      não tem rede Globo!Não vamos colocar a culpa nos outros. É apenas uma questão de respeito e se despirem da grande vaidade que se espalha nesse meio.

  24. Geovane Postado em 02/Sep/2013 às 22:53

    Se eu conhecer algum medico que discriminou um cubano nunca mais quero saber de consulta com ele.

    • Danilo Postado em 02/Sep/2013 às 23:47

      To pra comprar uma camiseta com a bandeira de Cuba para eu usar especialmente quando eu tiver consultas médicas.

  25. Mariazinha Ploger Postado em 03/Sep/2013 às 00:08

    A história nos mostrou como os negros sofreram no passado com a escravidão e o preconceito. Hoje ainda existe preconceito, racismo no Brasil em pleno século 21, contra os médicos cubanos, estou indignada com a falta de respeito e ética. Qualquer exclusão, distinção, restrição ou preferência baseada na raça, cor e nacionalidade que tenha intenção de resultar ou anular o reconhecimento de exercícios é considerado discriminação racial. Neste contexto caracterizou o crime de racismo, pois os médicos cubanos foram impedidos de ter acesso a um determinado local, negação de emprego baseado na raça da pessoa humana. Seguem alguns itens de base que caracteriza racismo: - Comentários ou ofensas que tenham conteúdos discriminatórios. - Qualquer atitude que fere, denigre ou rebaixe a pessoa baseando somente na raça. O que esta matéria relatou é racismo, a vítima deve registrar um boletim de ocorrência em uma delegacia ou se a discriminação ocorrer no ambiente de trabalho, a vítima pode procurar o Ministério Público do Trabalho. Neste caso ocorreu no ambiente de trabalho, crime inafiançável. Se a discriminação não se referir especificamente a uma pessoa, pode procurar o Ministério Público do Estado. Portanto, na nossa Constituição Federal de 88, artigo 5º, §2º e 3º temos disposição a respeito da incorporação de Tratados Internacionais ao ordenamento jurídico brasileiro. Ainda tendo por base a Carta Maior, considere-se que: ● Artigo 5º, incisos XLI e XLII - considera a prática do racismo crime inafiançável, imprescritível e sujeito à pena de reclusão, nos termos da lei. ● Artigo 1º, inciso III - Princípio da Dignidade da Pessoa Humana é um valor essencial nos países livres. ● Artigo 3º, inciso IV - é um dos objetivos principais da República combater o preconceito e a discriminação. ● Artigo 4º, inciso VIII - reafirma o compromisso da República de combater o racismo em todas as suas manifestações. Ressalte-se ainda que nos Atos de Disposições Constitucionais Transitórias – ADCT - artigo 68, o legislador constitucional visa resgatar a propriedade das populações quilombolas, incumbindo ao Estado Brasileiro o seu reconhecimento. Essa é uma forma eficaz e positiva do Estado e da sociedade brasileira na tentativa de eliminar e atenuar todas as consequências negativas do racismo para as diversas populações do país. Mariazinha Ploger

  26. Italia Fanfa Postado em 03/Sep/2013 às 00:25

    Isso é fruto da incompetência e irresponsabilidade.Pintavam e bordavam,ficava por isso mesmo,o povo é que sofria,Agora,essa corja sentiu-se ameaçada.Ou trabalha ou perde a vaga.Mas não precisavam ser tão animais,sem educação.Decepciona a classe médica e apavora quem deles necessita.Que venha médico de todas as nacionalidades,com tanto que tenham boa vontade e amor ao que fazem.E a esses nossos,que tenham uma postura digna de quem salva vidas e não de quem disputa vaga.

  27. ceila Postado em 03/Sep/2013 às 00:29

    Que nojo!!!!!!! Alguém pode ensinar a esses fedelhos o que é ética?????? Eles só estão provando o quanto são uma geração de ditos "médicos" sem nenhum escrúpulo e sem nenhuma visão de mundo e de humanidade, além da fissura em se dar bem. Que seja caçado o CRM destes irresponsáveis infantiloides!!!!

  28. José Maria Gurgel Postado em 03/Sep/2013 às 00:42

    Esses médicos brasileiros fazem o jogo da "Máfia de Branco", ou seja, uma medicina com base no capitalismo selvagem, onde o q vale é o lucro, o paciente nada mais é do que uma fonte de alta renda para satisfazer a ganância pelo dinheiro desses médicos desumanos, nada a ver com saúde preventiva ou uma medicina comunitária q possa utilizar a fitoterapia por exemplo. Os médicos cubanos estão sendo reprimidos por serem verdadeiros agentes de mudanças no campo da saúde, médicos por vocação, a saúde em primeiro lugar, uma medicina num contexto social para uma população saudável. Esses médicos brasileiros que reprimem os cubanos, sequer representam a maioria dos médicos brasileiros que querem um trabalho ético, nem tão pouco a grande maioria da população que quer uma saude de qualidade, talcomo a oferecida pelos médicos de Cuba.s

  29. Thiago Hermes Postado em 03/Sep/2013 às 01:13

    Alguém explica para estes fascistas que os médicos cubanos nada tem a ver com as decisões do governo e nem são eles que deixam faltar remédios, equipamentos e condições mínimas de trabalho em nossos hospitais? O cara sai lá do país dele, larga a família ara trabalhar longe de casa e encontra um monte de colegas de profissão revoltados com o governo E o que fazem essas antas, brigam com o governo? Não, imitam nazis e põem a culpa não estrangeiros, "jênios"! Depois quando a sociedade fica contra eles acham ruim..

  30. Nizinho Postado em 03/Sep/2013 às 05:27

    APESAR da XENOFOBIA dos médicos brasileiros que a agora querem induzir a SOCIEDADE, quero deixar bem claro que mesmo os que podem pagar planos de SAÚDE DE 1º MUNDO, quando são VÍTIMAS DE ACIDENTES estes XENÓFOBOS, deveriam postar um DOCUMENTO dizendo que em caso de EMERGÊNCIA, não aceitam ser ATENDIDOS pelo SAMU ou CORPO DE BOMBEIROS e LEVADOS A HOSPITAIS que fazem atendimento do S U S. Aí então sobrariam ambulâncias e carros de resgate e vagas de LEITOS nos HOSPITAIS do S U S, pois é do conhecimento de SOCIEDADE que boa parte da clientela dos PACIENTES têm PLANOS de SAÚDE e condições FINANCEIRAS para serem atendidos em CLÍNICAS e HOSPITAIS PRIVADOS. ESSE é o meu desabafo para os MERCENÁRIOS DE JALECOS BRANCOS e uma parte dos ALIENADOS IMBECIS, que se acham os verdadeiros DONOS DA VERDADE, que são contra a vinda dos MÉDICOS CUBANOS ou da CONCHICHINA, que os mercenários brasileiros estão a REJEITAR. .

  31. Elizabeth Postado em 03/Sep/2013 às 08:22

    Os médicos cubanos não tem culpa de fazerem parte de um sistema sujo que tem em Cuba. Não concordo que sejam maltratados afinal foram convidados pelo nosso governo a fazer parte do quadro médico brasileiro...E também tem muito médico corrupto aqui no Brasil, infelizmente, aumentando as possibilidades do governo colocar mais médicos estrangeiros ...

  32. Guilherme Postado em 03/Sep/2013 às 09:26

    O Mais Médicos, se de resto for um fracasso, pelo menos teve esse efeito interessante: a de botar uma classe profissional conformada e persuadida de que nada poderia jamais se interpor nos seus planos de continuar enriquecendo ad infinitum pra correr atrás do prejuízo, os forçando a sair do salto e mostrar a sua personalidade barraqueira. É hilária a situação de baixeza a que desceram os doutores: se rebaixando à posição de caipiras xenófobos vulgares, covardes provincianos sem educação, medrosos apegados a antigos ritos, temendo a desmistificação do estatuto mitológico que a profissão goza no país – lamentando os tempos em que eram personalidades olímpicas intocáveis. Agora vão gritar por infraestrutura, se fazer de mártires da saúde brasileira, alardear conspirações dignas de socialistas ortodoxos, tentando convencer a população de que essa é uma briga deles com um governo corrupto, claro, são eles os heróis injustiçados e sem reconhecimento! Estão, ainda por cima, defendendo os cubanos, que, pasmem, seriam escravos justamente porque abriram mão do dinheiro e dos privilégios que eles nunca tiveram coragem de sacrificar.

  33. Cidadania e Democracia Postado em 03/Sep/2013 às 10:55

    Lamentável tais atitudes! www.cidadaniaedemocracia.com.br

  34. Rafael Postado em 03/Sep/2013 às 11:30

    Bom totalmente errado o que os Brasileiros fizeram, Primeiro vi uma matéria onde Médicos vao as hospitais , batem seu ponto e vão embora enquanto muitas pessoas ficam na mao enquanto eles depois ficam com mais de 160 horas semanais no ponto sem trabalhar ou seja se o brasileiro nao trabalha porque descriminam os cubanos que tao lá pra trabalhar ? detalhe a mais de 15 anos ainda , brasileiro e um povo idiota mesmo ...

  35. Andrea Almeida Postado em 03/Sep/2013 às 11:33

    Lamentável...

  36. luiz Postado em 03/Sep/2013 às 14:40

    Com os medicos brasileiros dando jeitinho pra bater o ponto e não trabalhar como temos visto em reportagens, que moral tem pra criticar médicos de outros paises. Esses medicis que estão tendo essa postura inadmissível tem que ser punidos. Um monte de medicos mauricinhos e patricinhas que só querem trabalhar em hospitais na zona sul ainda tem a cara de pau de discrimar quem quer trabalhar.. Tem emprego publico, masosó batem ponto e vão embora trabalhar em suas clinicas ou em clinicas particulares deixando os pacientes da rede publica sem atendimento. Vocês são uma vergonha seus vagabundos!