Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 17/Sep/2013 às 13:55
17
Comentários

Médico que mandou "negra voltar para África" não responderá por injúria racial

Médico que ofendeu atendente em cinema não vai responder por injúria racial. Juiz alega que não existem provas de que o psicanalista tenha ofendido "a dignidade da vítima, fazendo referências a sua cor"

médico racista brasília
Ministério Público pediu condenação de Heverton Otacílio (Foto) por injúria racial (Divulgação)

De acordo com a sentença da 2ª Vara Criminal de Brasília, o médico Heverton Octacílio de Campos Menezes praticou somente o crime de injúria contra a atendente Marina Serafim dos Reis, na bilheteria do Liberty Mall. Em abril do ano passado, ele fugiu do shopping depois de ofender a funcionária de um cinema (relembre aqui).

Leia também

O juiz descartou que o psicanalista tenha feito comentários de cunho racista à jovem, à época com 25 anos, e o absolveu do crime de injúria racial, conforme pedia o Ministério Público.

Heverton recebeu uma pena que será cumprida com medidas alternativas. Ainda cabe recurso. Segundo a decisão, não existem provas de que o psicanalista tenha ofendido “a dignidade da vítima, fazendo referências a sua cor”.

Durante o anúncio do parecer, o juiz declarou que “a ofensa não se deu em um contexto de discriminação racial, restando provado que o desentendimento entre os dois ocorreu apenas em razão da discordância sobre o momento em que deveria ter sido feito o atendimento”.

A acusação tentou culpá-lo pelo crime de injúria racial a partir das frases que o acusado teria dito no dia em que aconteceram as supostas ofensas: “Sua negra, volta para a África. Você está no lugar errado. O seu lugar não é aqui lidando com gente, mas e com animais”.

Correio Braziliense

Recomendados para você

Comentários

  1. Marcos Antonio Caliman Na Postado em 17/Sep/2013 às 14:26

    Faço uma reclamação - faltou o nome do Juiz da 2ª Vara Criminal de Brasília que afirma que não existem provas de que o psicanalista tenha ofendido “a dignidade da vítima, fazendo referências a sua cor”.

    • eu mesmo Postado em 01/Oct/2013 às 21:47

      e se ele tivesse mandado um germânico de volta à "terra velha"? ou um asiático, generalizando, de volta pro Japão? A discriminação, NESSE CASO, não foi de cor, foi de relação à etnia estrangeira qualquer. Mas sabemos o que ele quis dizer, certo? Ele está errado de toda forma.

  2. Josué Borges Postado em 17/Sep/2013 às 14:49

    A justiça brasileira dia após dia amplificando a injustiça no país. Juízes indignos da profissão.

  3. Marco Alencar Postado em 17/Sep/2013 às 16:19

    Se esse juiz acha que "raça" refere-se especificamente a "cor da pele", eu devo dizer que ele é absolutamente ignorante em português e ciências sociais.

  4. Julio Postado em 17/Sep/2013 às 16:54

    Pra xingar ele teve peito, mas na hora de aguentar e assumir o que fez, fugiu rapidinho!!!!, um perfeito idiota!!!! ainda se diz um psicanalista, coitado de quem se trata com um desses!!!!

  5. Maria Indignada Postado em 17/Sep/2013 às 17:22

    'Sua baleia, volta para o mar. Você está no lugar errado. O seu lugar não é aqui lidando com gente, mas com animais como tu' Tem pessoas que provocam o meu pior, dr. psicanalista; que tremendo profissional da saúde mental você deve ser.

  6. hosana Postado em 17/Sep/2013 às 19:16

    No mimimo esse juiz è racista tambem, outra quando foi que o Brasil jà teve justiça para rico????? Responda quem puder

  7. Thiago Teixeira Postado em 17/Sep/2013 às 20:07

    Eu gostaria de ir para a África. Lá quem tem nível superior é valorizado independente do curso ou profissão.

  8. Leonardo Postado em 17/Sep/2013 às 20:50

    “Sua negra, volta para a África." Até aqui eu não me sentiria ofendido se dissessem volta para a Síria o problema claro é a guerra que devastou o país. "Você está no lugar errado." O cara que estava porque não foi num caixa com uma mulher branca? "O seu lugar não é aqui lidando com gente, mas e com animais” Ele acha que a África inteira é cheia de animais, mas é muito inteligente, os poucos animais ficam em reservas, ele pensa que qualquer pessoa negra vai conseguir tratar de leões, elefantes, mas que idéia maluca. Ele podia dizer que ela tem cara de gorila, assim como Bush e Lincon tem cara de chimpanzé, a questão que eu queria saber do juiz é como ele deixa continuar sendo médico se o cara nem sabe que somos primatas ??????, o juiz é tão marciano quanto o médico !!!!!!!!!!

    • Otavio Postado em 18/Sep/2013 às 12:49

      Seres humanos são seres humanos, primatas são primatas, não confunda as coisas, LEONARDO! Antes de dar a sua opinião verifique se você não esta repassando bobeiras que pseudo professores do ensino fundamental lhe ensinaram, ou ate mesmo faca uma pesquisa para não ficar falando coisas desnecessárias.

  9. Marina Postado em 18/Sep/2013 às 08:59

    Leonardo, a frase “Sua negra, volta para a África. Você está no lugar errado. O seu lugar não é aqui lidando com gente, mas e com animais” está declarada como SUPOSTA OFENSA. Um significado suposto e subentendido no que realmente foi dito: "volta pra África". Várias interpretações podem ser feitas em relação a esse "volta pra África". Eu por exemplo, interpretei de forma qual ela é uma mulher negra, e querendo ou não, os negros tiveram origem na África, então ele queria apenas que ela voltasse para lá. Isso não é uma ofensa. Mas como o brasileiro tem essa mania irritante de achar que tudo é perseguição ou preconceito, já taxaram a frase com um significado totalmente pejorativo. O preconceito está na cabeça da mulher negra que logo relacionou o "volta pra África" com, animais, áfrica, negros, pobreza, e na cabeça do povo tão acostumado com esse tipo de pensamento. Para mim, isso é uma tempestade num copo d'água.

  10. Rosane Postado em 18/Sep/2013 às 11:10

    A grande maioria dos médicos brasileiros parecem não ter noção da profissão q escolheram, cuja função é diagnosticar, tratar, esclarecer etc. aspectos da saúde das pessoas. Primeiro:__ Quantos médicos sabem diagnosticar examinando um paciente e verificando sintomas???___ Se sabem não o fazem por preguiça e te enche de exames p vc voltar qdo o mal não incomodar mais... Quando vc pergunta o q tem, eles te olham com desdém, como se vc fosse uma "besta" sem noção do próprio corpo. E ai qdo não dão conta apelam para a ofensa, falta de respeito, falta de noção. "Plano Médico" virou "Plano para médico e laboratórios", pagamos uma nota por mês p ser atendidos em encaixes, e aguardar mais de 1 0u 2 horas até os vendedores todos forem atendidos. Tb sou profissional liberal, atendo e dou pareceres para pessoas, não me lembro de alguma vez ter entregue um esboço ou um texto sem explicar detalhadamente p o meu cliente: pq sou paga para isto. Os médicos brasileiros se sentem pagos para ter o melhor carro, a melhor casa, a melhor vida e ainda nos fazem morrer de vergonha ao vaiarem médicos estrangeiros preocupados com a saúde do "nosso povo". Destratar um paciente apelando p racismos gerais é injúria sim! E é grave, esse médico deveria ser punido como exemplo para os demais. __Quem eles pensam q são, Deus???!!!

  11. FABIO AZEVEDO Postado em 18/Sep/2013 às 14:15

    Para que servem juízes tão passivos e condescendentes ?

  12. Rich Postado em 18/Sep/2013 às 17:33

    - BRASIL SIL SIL !!!

  13. Cleide Martins Postado em 18/Sep/2013 às 18:16

    Concordo com Marcos Alencar o que se ver é muita falta de conhecimento dessas pessoas com esse tipo de preconceito e outros, vão estudar e pesquisar mais. Essas pessoas acham que sabem tudo é ai que nos deixam inseguros, parecem que não conhecem aquela frase de "Sócrates só sei de que nada sei " quanto mais achamos que sabemos demais e temos essas condutas só provamos ignorância e penso que quanto mais adquirimos conhecimentos mais humildes temos que ser para que possamos nos aproximar dos outros seres humanos como nós e socializarmos o que já aprendemos inclusive criticar não se deixar levar por imposições, coisas prontas se assim não for não vale o esforço de se tornar grandes cientistas, grandes vazios. Precisamos nos alertar que nunca deixaremos de ser ignorantes e que nada é absoluto e que temos que admitir querendo ou não que somos todos iguais como seres humanos e que gente tem que ser tratado como gente.

  14. antonio Postado em 24/Sep/2013 às 17:54

    Perfil é prova documental de racismo: https://www.facebook.com/DrHevertonOctacilioDeCamposMenezes?fref=ts

  15. Milton Fernando Talzi Postado em 07/Oct/2013 às 00:00

    Até acho que atualmente está havendo um certo exagero nestas questões. Estamos vivendo a era do "politicamente correto". Tudo o que se diz pode ser mal interpretado e levado para o lado preconceito. Na minha opinião, dizer que um "preto" é "preto", não é ofensivo e nem descriminatório, assim como também não é dizer que um "amarelo" é "amarelo", um "vermelho" é "vermelho", ou um "branco" é "branco". No entanto, neste caso, o juiz errou feio. É evidente que a intenção daquele médico era sim a de ofendê-la em razão da sua raça.