Redação Pragmatismo
Compartilhar
Homofobia 16/Sep/2013 às 23:22
194
Comentários

Jovem expulsa de culto a pedido de Feliciano: "me deram três tapas na cara"

“Deram três tapas na minha cara”, afirma jovem expulsa de culto a pedido de Feliciano. Beijo teria provocado reação violenta do pastor-deputado

jovem agredida feliciano
A estudante Joana Palhares, de 18 anos, sendo
retirada do evento (Foto: Reprodução/Facebook)

Durante o “Glorifica Litoral”, evento gospel que terminou neste domingo (15) em São Sebastião, litoral norte de São Paulo, duas jovens foram agredidas e expulsas do local, após se beijarem, por ordem do pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), que dirigia o culto. A notícia foi inicialmente publicado no portal G1.

Ao perceber que os fiéis alertavam para o fato de Yunka Mihura, de 20 anos, e Joana Palhares, de 18, terem se beijado, Feliciano pediu que a força policial interviesse.

“A Polícia Militar que aqui está, dê um jeitinho naquelas duas garotas que estão se beijando. Aquelas duas meninas têm que sair daqui algemadas”. Imediatamente, as duas foram expulsas do evento.

Leia também

As jovens foram retiradas à força e algemadas por pelo menos seis guardas-civis municipais, e depois encaminhadas para a delegacia. No caminho, alegam que sofreram agressões.

“Eles tiraram a gente do meio do povo e colocaram para dentro da grade. A partir do momento em que levaram a gente para debaixo do palco, me jogaram de canto na grade, deram três tapas na minha cara e começaram a torcer meu braço”, acusa a estudante Joana Palhares.

Feliciano ainda lembrou que a arena de eventos, localizada na Rua da Praia, não era a “casa da mãe Joana, é a casa de Deus”. Sua pregação encerrava a 5º edição do “Glorifica Litoral”, que teve 200 mil pessoas presentes durante os dias do evento, segundo os organizadores.

com Revista Fórum

Recomendados para você

Comentários

  1. Gabriela Barbosa Postado em 16/Sep/2013 às 23:45

    Neste caso,houve erro de ambas as partes: as meninas,no fundo,quiseram "causar",se beijando no culto!

    • Daniela Postado em 16/Sep/2013 às 23:51

      isso não é justificativa para serem agredidas!!!

      • Oscarina Postado em 17/Sep/2013 às 19:00

        se eu for pregar na parada gay. o que pode acontecer comigo?

      • Ana Melo Postado em 18/Sep/2013 às 16:04

        Será que foram realmente agredidas quem prova? As únicas provas foram delas desrespeitando o culto, deveriam ter filmado também.

      • eu daqui Postado em 05/Jun/2014 às 09:09

        Concordo. Mas elas assumiram o risco. O que não significa que os agressores não devam ser punidos.

    • Myller Postado em 16/Sep/2013 às 23:57

      Ah sim, e é procedimento padrão meter a porrada em todo mundo que quer "causar", não é? Que bonito! Pois eis que eu me pergunto se não é bonito esse "causar" quando o objetivo é se opor a quem não merece paz. E me pergunto ainda: e se contra quem se "causa" só vive de "causar" também? Vives em que mundo, Gabriela?

      • Marcia Postado em 17/Sep/2013 às 00:12

        Concordo totalmente com suas palavras. mas arrisco uma resposta ao seu questionamento: Gabriela vive num mundo onde é mais aceitável um diferente ser rechaçado, do que um beijo ser aceito.

      • Gabriela Barbosa Postado em 17/Sep/2013 às 00:26

        Eu é que te pergunto em que mundo você vive! O que duas pessoas querem,entrando em uma igreja para se beijarem???? Digo isso INDEPENDENTE DO SEXO/GÊNERO/ORIENTAÇÃO das pessoas! Me poupe!

      • Gabriela Barbosa Postado em 17/Sep/2013 às 00:27

        Por acaso eu disse em algum momento que é procedimento padrão meter a porrada nos outros????? Me diga onde foi que eu escrevi isso,por favor! Se não me mostrar,acharei que você é analfabeto funcional!

      • Gabriela Barbosa Postado em 17/Sep/2013 às 00:27

        Por acaso eu disse em algum momento que é procedimento padrão meter a porrada nos outros????? Me diga onde foi que eu escrevi isso,por favor! Se não me mostrar,acharei que você é analfabeto funcional!

      • Rafael Postado em 17/Sep/2013 às 00:30

        Vai dormir Myller. Qual a parte de "houve erro de ambas as partes" você não entendeu. Estude interpretação textual, ignorante.

      • carlos Postado em 17/Sep/2013 às 10:28

        Quem disse que estavam em uma igreja?

      • Renan Postado em 17/Sep/2013 às 12:25

        Elas não estavam em nenhuma Igreja, o evento religioso ocorria em um local público, na praça de eventos da cidade.

      • Ana Medeiros Postado em 19/Sep/2013 às 20:28

        Vocês que se dizem tão defensores do "causar". Quero saber daopinião de vocês quando um casal estiver transando no funeral de seus familiares. Afinal, eles estão fazendo AMOR. E aí?

      • Vini Postado em 20/Sep/2013 às 00:21

        Felipe, igreja não é lugar, é um grupo de pessoas.

    • Kary Cintra Postado em 16/Sep/2013 às 23:59

      Se fosse um rapaz e uma moça se beijando, ninguém teria feito nada né? Nem estariam "causando" também...

      • Matheus F. Postado em 17/Sep/2013 às 00:30

        Teriam sim, é que vc não frequente igreja alguma Kary Cintra, eu nunca vi em sã consciência um casal se beijando em igreja evangélica, frequentei igreja desde meus 0 até meus 21, estou com 25.. isso além de ser ridículo é afronta à crença, assim como aquele pastor errou em chutar a santa, isso se chama falta de sabedoria, as pessoas tem de aprender o sentido da palavra respeito para serem respeitadas!

      • Gabriela Barbosa Postado em 17/Sep/2013 às 08:25

        Estariam "causando" do mesmo jeito! Quer se beijar,vai na pracinha,no cinema,no shopping...Tanto lugar e escolhem logo a igreja.... Faltou bom senso deles e de alguns comentários por

      • Lorena Postado em 17/Sep/2013 às 08:56

        É obvio que sim, eu acho que se beijar em evento religioso é desrespeito sejam as pessoas de que sexo for. Lembro que durante a visita do papa acharam o protesto da Marcha das Vadias muito desrespeitosa porque elas distribuíram camisinhas e quebraram imagens. Eu NÃO JUSTIFICO VIOLÊNCIA, acho que quem agrediu a menina ou mandou agredir, se realmente houve agressão, tem que ser punido. Agora, que para mim as pessoas se beijarem num evento religioso é só para chamar atenção, não tenho a menor dúvida.

      • Mimagi Postado em 17/Sep/2013 às 10:23

        Curioso...nunca fui expulsa da igreja por beijar meu marido dentro dela. Não venham defender que se fosse um casal hétero teriam tido a mesma reação, pq é mentira!!! Todo casal hétero dá beijinhos, como forma de carinho, na igreja e isso não é interpretado negativamente, como realmente não deveria ser! Qual o problema?Amor é amor. Simples assim. E se precisa "causar" pra escancarar isso a esses pastores e crentes preconceituosos, que assim seja! Nesse caso os dois lados da situação são o de quem bate e o de quem apanha! É tão difícil entender como tem gente que defende ou que ameniza essas barbaridades feitas em nome de Jesus! Me parece no mínimo incoerente.

      • ZENN BELL Postado em 17/Sep/2013 às 10:33

        O acontecimento se deu em espaço público, rua da praia da cidade de São Sebastião, litoral norte do Estado de São Paulo e não em uma igreja. Detalhe o espaço público é que estava sendo indevidamente usado para evento de cunho religioso, evento este custeado indevidamente com verba pública, sendo que o Brasil é um país LAICO, onde é vetado pela Constituição que se use verba pública para financiar cultos religiosos, ainda mais como plataforma eleitoreira. Investiguem mais antes de comentar asneiras. O Feliciano foi grosseiro, rude, homofóbico, busquem assistir aos vídeos no YouTube, confiram que houve abuso de poder. Homofobia é crime, e foi isto que ocorreu, um ataque histérico e homofóbico por parte do preconceituoso Feliciano.

      • Luiz Espindola Postado em 17/Sep/2013 às 10:37

        Vc está engana, Kary. Em cultos religiosos evangélicos não é permitido beijos. Existem, inclusive, algumas tendências mais tradicionais que separam homens e mulheres durante o culto. Não quero aqui justificar a desnecessária violência policial, mas não se pode fechar os olhos para o desrespeito cultual. Cordialmente,

      • Diego Postado em 17/Sep/2013 às 11:43

        errado se fosse um casal hétero também estariam errados, reunião de fé como cultos missas, mesa branca e por ai vai não é lugar de pegação e sim de reflexão, nem mesmo em crenças pagans como wikas que tem rituais com sexo, ficam fazendo pegação adoidada é escolhido um casal pra fazer algo ritualistico estou citando isso pra vc ver como em qualquer crença e independe do casal isso é errado e um desrespeito as crenças. o problema é que as pessoas não sabem diferenciar liberdade de libertinagem.

      • Renan Postado em 17/Sep/2013 às 12:27

        O evento ocorreu em um lugar público e não numa Igreja!

      • Diego Postado em 17/Sep/2013 às 14:14

        Segundo as garotas, haviam outros casais se beijando. A implicância foi toda para elas. Se estivessem em uma igreja (não estavam, o evento era público), elas deveriam ser chamadas atenção e caso continuassem, sido convidadas a se retirar. Prisão e violência deveria estar fora de questão. Ainda mais vindas de um pastor. Ainda mais vindo de um defensor das minorias...

      • ROGERIO Postado em 18/Sep/2013 às 23:56

        O espaço ali Gabriela não era IGREJA!!!

      • Gustavo Henrique Postado em 20/Sep/2013 às 05:01

        Mesmo se ocorresse dentro de uma Igreja elas poderiam sim se beijar, a partir do momento que lhes foi permitido entrar no local elas podem exercer seus direitos normalmente. Não é pq alguém está dentro da propriedade de alguém que ela deve seguir as suas ordens como um tirano. Devemos respeitar a Constituição!

    • Felipe Postado em 16/Sep/2013 às 23:59

      uma coisa é causar, outra coisa é lutar pelo seu direito de igualdade. menos preconceito iria bem, obrigado.

      • allan petersin Postado em 18/Sep/2013 às 11:59

        ótimo concordo plenamente com você

    • Leonardo Postado em 17/Sep/2013 às 00:11

      A Gabriela tem razão e ponto. O beijo em si não é proibido nem crime, porém as moças em questão criaram um contexto de crime (Art. 208 do Código penal brasileiro: Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso). O Feliciano é um escroto, e essas meninas não ficam atrás. Myller, abra seus olhos antes de falar merda. Kary, acredito que minha explicação tenha deixado claro o porque do "causando". Busquem conhecimentos.

      • pedro Postado em 18/Sep/2013 às 20:58

        Qual o nexo causal do referido artigo do cp, com o beijo da meninas? Busque vc conhecimentos, e te parafraseando abra os olhos antes de falar merda.

      • Gustavo Henrique Postado em 20/Sep/2013 às 05:07

        Leonardo. Vamos aos pontos. Art. 208 do Código penal brasileiro: Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa;(elas cometeram isso contra quem? Vc não pode simplesmente entender que ocorreu e pronto. As leis penais devem ser interpretadas de maneira restrita, não ampliativa, se diz escarnecer alguém, esse alguém deve existir, não simplesmente considerar a coletividade. Além disso, escarnecer é zombar, e elas estavam expressando sua crítica aos preconceitos daquele pastor) impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; (elas não impediram nada, pararam o culto por ato volitivo do pastor) vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso (isso também não ocorreu)

    • verônica Postado em 17/Sep/2013 às 03:21

      Gabriela, elas nao foram na igreja pra se beijar. o evento estava acontecendo em local publico, era uma arena de eventos na rua da praia! tá escrito ali no texto!!!

    • Diana Postado em 17/Sep/2013 às 07:45

      "Feliciano ainda lembrou que a arena de eventos, localizada na Rua da Praia, não era a “casa da mãe Joana, é a casa de Deus" O EVENTO NÃO FOI NUMA IGREJA E SIM NA RUA...

      • Luiz Espindola Postado em 17/Sep/2013 às 10:38

        Mas a partir do momento que se separa para um evento religioso, recebe as proteção da "liberdade de culto".

      • suzanuwo Postado em 17/Sep/2013 às 11:45

        ele falou arena de eventos, localizada na rua tal se referindo a endereço. gente vc's tão querendo defender a atitude da menina a qualquer custo mas ela ta errada. detesto o feliciano tenho nojo dele mas tenho que admitir que a menina ta errada mesmo.

      • Vanessa Postado em 18/Sep/2013 às 09:55

        A partir do momento em que um local é reservado para prestar culto a Deus, isso se torna a casa de Deus, ou seja , na presença de Deus tem que existir reverência!

      • Gustavo Henrique Postado em 20/Sep/2013 às 05:08

        Luiz Espindola, Liberdade de culto, não Tirania de culto

      • Sarah Postado em 20/Sep/2013 às 15:25

        A lei não fala de igrejas fala de "perturbar cerimonia ou pratica de culto religioso" (Art. 208 do Código penal brasileiro) não está especificado o local, mesmo pq igrejas TAMBEM são espaços publicos, mas com uma finalidade. Alem do mais, alguem ai viu a cena do beijo? Não foi um beijinho, foi um baita amasso... segue ai pros desinformados de plantão : https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=tCbLly5o76U#t=46

    • Fred Postado em 17/Sep/2013 às 07:57

      Ambos erraram. Porém existe uma política instituída em religiões, estou generalizando pois citar congregações só aumenta o ódio por determinadas crenças, que fomentam o preconceito contra alguns grupos segregados nas sociedades. Tais grupos foram historicamente oprimidos e massacrados por não fazerem parte do que seria "comum" em uma sociedade e essas ações por muitas vezes eram sustentadas por ideologias religiosas que por muito tempo não foram questionadas e, felizmente, hoje são discutidas sua credibilidade e sua responsabilidade dentro da sociedade. Não concordo com manifestações tão invasivas mas esses grupos tem que aceitar que nem todos são como eles, por conta disso, não devem ser tratados como doentes.

    • Bruno Postado em 17/Sep/2013 às 08:48

      Se um negro entra num culto do KKK, nem assim ele pode ser agredido.

    • Rodolfo Postado em 17/Sep/2013 às 08:55

      A questão é: qual o crime que elas cometeram ? Simples assim, a Constituição é bem clara, o cidadão só é obrigado a fazer algo ou deixar de fazer algo sob força da Lei, não existe nenhuma lei proibindo as pessoas de se beijarem, sendo assim, o que aconteceu é um caso claro de arbitrariedade e homofobia.

      • Fatima Postado em 17/Sep/2013 às 10:13

        Esta na hora de repensar alguns pontos da constituicao pois todo pais tem suas falhas graves na constotuicao e nesse ponto acredito que o pais que vivo tem acertado quando por lei e proibido cenas intimas entre casais em publico pois e considerado uma ofensa e um atentado a liberdade do proximo. Ninguem e obrigado a ver cenas intimas entre casais pois a intimidade entre casais so diz respeito a eles mesmo. Portanto beijos,toques intimos e algo para um ambiente reservado e nao em publico onde tem criancas e pessoas com valores e costumes diversos. Entao uma pessoa de bom senso nao vai sair de casa para assistir um culto publico onde as pessoas tem seus costumes e valores, onde tem se Deus como o principal objeto de culto para ir beijar-se e ter intimidades. Nao aceitar esta atitude nao quer dizer homofobia Estamos usando o termo homofobia para impor as a aceitacao de valores as quais elas nao concordam. Todo ser humano tem seus valores e culturas e temos que respeitar esses valores e culturas Se casais querem se beijarem, terem sua intimidade devem procurar locais reservados a isto e as pessoas nao tem porque se ofenderem. A questao e discernir o que e realmente homofobia e nao confundir com falta de respeito ao proximo. Tanto casais de mesmo sexmo ou heterogenios nao tem o direito de ofender os valores e costumes de um povo e as pessoas nao sao obrigadas a serem ofendidas por falhas da Lei.

      • William Oliveira Postado em 17/Sep/2013 às 10:13

        Assim como eles querem respeito . Nós cristãos também exigimos respeito em nosso lugar de Adoração a Deus . Segundo a Lei do senhor Homem que se deita com outro homem é uma abominação . Se querem fazer coisas impuras façam , mas não em um culto evangélico de adoração ao nosso Deus.. esses gays e lésbicas querem respeito mas não respeitam ninguém ...O Pastor agiu certo .. Eles tem é sorte de estarem no Brasil .. Se Fosse em um país árabe .. era morte na certa .. Não sou a favor da violência , se é que os policiais realmente agrediram as moças .. mas concordei plenamente com a atitude do pastor . Nosso culto é um lugar de respeito . tinha tantos lugares pra elas praticarem este ato imundo .. porque logo em um culto ? Se liga meu camarada .. Vc não sabe nada sobre leis e fica falando bobagem .. deixa de ser idiota ..

      • Luiz Espindola Postado em 17/Sep/2013 às 10:41

        A constituição assegura a proteção aos locais de culto e suas liturgias no inciso VI, do Art. 5º.

      • pedro Postado em 17/Sep/2013 às 14:31

        comentário sábio

      • Rafael Moco Postado em 17/Sep/2013 às 15:12

        Fatima, você teria toda a razão caso fosse uma Igreja. Neste caso, era um local público. Houve abuso de poder aí sim, que história é essa de "Quero que as duas saiam daqui algemadas"?

      • Carlos Postado em 17/Sep/2013 às 19:13

        Tudo para alguns da sociedade é homofobia! O respeito inicia quando respeitamos o nosso próximo, porque as meninas não deixaram para se beijarem depois? em outro lugar aonde não haveria pessoas reunidas que não concordam com esta opção sexual! Agora se entra uma pessoa evangélica no meio do público gay e prega alguma coisa da bíblia, todos estes são julgados por estes, ou seja, cada grupo independente de raça, cor, etnia,opção sexual tem respeita o local do outro! O culto iria demorar 24 horas ininterruptas? Tem culto lá todos os dias e horas? Porque não ter a paciência, o bom senso para se portar de acordo ao local que esta frequentando? O que esta acontecendo no Brasil é a falta de respeito ao próximo! Para quê esta disputa de opiniões tão acirradas? O Dep. Feliciano tem uma opinião, vivemos em um lugar que podemos expor nossas idéias! Porque não aceitar calado? Se o Gay quer ser Gay temos que respeitá-lo, mesmo que haja pessoas que não concordem! Gays tem o mesmo direito dentro da lei como os héteros, mas, eles pensam em ser diferente!!! Tenho amigos evangélicos e eles não tomam atitudes desta de atacar moralmente, ou desrespeitando as opções sexuais! Agora, entrar no meio do povo na realização de um culto, ou missa e beijar ali, é uma atitude de enfrentamento a parte da sociedade que esta ali para adorar a Deus, deixando as coisas mundanas.Vejamos:Constituição Federal de 1988, em seus artigos 5o, Inciso: VI, e, 19, inciso I, respectivamente, estabelecem a liberdade religiosa, garantindo a liberdade de culto, independente do credo, e respeito aos locais de culto, na forma da lei, e, a separação do Estado e Igreja, em nosso país. Infelizmente, essas meninas fizeram uma atitude na hora errada! Era no momento local de culto! Quiseram chamar a atenção!!! Tantas lésbicas, Gays e afins que existem no Brasil e mantém um comportamento educado! Sem provocar ninguém e nem tumulto, esta é a forma que todos nós devemos viver, educadamente, sem se preocupar com o que os outros pensam! Isso nos dará uma vida mais sadia! Vamos pensar em viver a nossa vida, e não se envolver com os diversos grupos que existem no Brasil, entre opção sexual, religião, raça, cor, pobre ou rico, o tipo de vida que leva ou não, se não infligir a lei, não perde a razão! Essa é minha opinião, ela é simples para viver uma boa vida! abçs aos amigos!

      • Celeste Postado em 18/Sep/2013 às 03:11

        O Estado é laico. A constituição é bem clara a esse respeito e a respeito do cidadão só ser obrigado a fazer algo ou deixar de fazer sob força da lei e não existe nenhuma lei que proíba as pessoas de se beijare3m. Errou feio, pastor Feliciano! Merece um processo rigoroso pela arbitrariedade e homofobia!

      • Gustavo Henrique Postado em 20/Sep/2013 às 05:10

        Assegura a liberdade de culta, não concede tirania aos líderes religiosos. Essa interpretação sua da constituição é o mínimo medíocre

    • Lourenço Faria Postado em 17/Sep/2013 às 09:00

      Eu concordo com você, Gabriela. O que esses policiais fizeram é inadmissível numa democracia, mas não dá pra combater desrespeito com mais desrespeito. Se o alvo é a intolerância religiosa, existem formas mais sensatas de combatê-lo do que ofendendo (sim, um beijo em um culto é uma ofensa, independente de gênero ou opção sexual). O objetivo deve ser sempre informar e educar os praticantes dessas religiões dos malefícios da intolerância. A ofensa, por si só, não irá fazer com que os evangélicos reflitam sobre o assunto - pelo contrário, apenas reafirma as diferenças e justifica a intolerância.

      • Gabriela Barbosa Postado em 17/Sep/2013 às 09:08

        Também não achei certo agredir as moças! Que bom que você me compreendeu,pois eu,em momento algum,achei certo o que fizeram com elas.Só achei que faltou bom senso das moças,com tantos lugares onde elas poderiam ir para namorar!

      • Celeste Postado em 18/Sep/2013 às 03:13

        Como já citei antes, o Estado é laico. A constituição é bem clara a esse respeito e a respeito do cidadão só ser obrigado a fazer algo ou deixar de fazer sob força da lei e não existe nenhuma lei que proíba as pessoas de se beijarem em público. Presenciamos isso todos os dias em todas as ruas e praças públicas do país, com ou sem cultos e pregações. Errou feio, pastor Feliciano! Merece um processo rigoroso pela arbitrariedade e homofobia!

      • Gustavo Henrique Postado em 20/Sep/2013 às 05:12

        Exercer o direito constitucional delas é justificar tolerância? Nossa, aprendeu isso em qual faculdade particular de direito?

    • valkiria Postado em 17/Sep/2013 às 09:12

      elas estavam em uma praça PUBLICA. nao em uma igreja, o que na minha opinião nao faaz a menor diferença. beijar nao é contra a lei, doa a quem doer.

      • vania Postado em 19/Sep/2013 às 23:32

        a praça era pública, mas a reunião tem proteção constitucional, pois a proteção não é no lugar onde fica localizada o tempo, mas qualquer lugar que se reúne desde que comunique previamente que ocorrerá o evento. O que foi ferido é o direito de cultuar. art. 5º VI CF.

    • Regina Postado em 17/Sep/2013 às 11:36

      Gabriela, se elas querem se beijar em uma avenida, que é um local público, que se beijem. Se foi pra confrontar, elas estão no direito delas. Não fizeram nada de errado de acordo com a lei e a constituição. O culto foi realizado em uma avenida (acho que você nem leu a reportagem):"culto evangélico ministrado pelo parlamentar na avenida da praia de São Sebastião".

      • vania Postado em 19/Sep/2013 às 23:31

        Hei a proteção é ao culto, a proteção é em prol da reunião, do direito de cultuar e não do local construído com placa de igreja! Art. 5º , VI da Constituição Federal. Não estou aqui para defender ou acusar ninguém, mas apenas para trazer a questão legal disso! Percebo que as pessoas estão com dificuldade de entender que a proteção é ao culto em qualquer lugar que seja. Pois qualquer grupo poder reunir-se em local publico desde que haja prévia comunicação as autoridades pública. Então querida elas violaram a constituição. Assim como também se provado que elas foram agredida por perícia ocorreu lesão!

    • vilda Postado em 17/Sep/2013 às 14:04

      concordo!

    • Rafael Moco Postado em 17/Sep/2013 às 14:49

      Não importa o que fizeram, o litoral é um local público e não estavam fazendo nada que pudesse ferir ou intervir no direito de ir e vir de qualquer um que estava ali. Sair dali algemada é abuso de poder e um tremendo absurdo. Um total retrocesso promovido por esse verme ladrão que se diz pastor

    • Carlos Postado em 17/Sep/2013 às 15:08

      Elas não estavam em uma igreja.

    • ana maria Postado em 18/Sep/2013 às 07:56

      houve erro sim, a historia esta distorcida, fizeram a mesma coisa que aconteceu com o Marcos Feliciano no avião, mas dessa vez foi pior, debocharam e ainda fizeram isso dentro da igreja, foram procurar briga e ainda mentem dizendo que foram agredias, elas que chutaram os policiais diante de VARIAS TESTEMUNHAS. AGORA ESSA MÍDIA MEDILCRE E COMPRADA FICA ENCHENDO A CABEÇA DOS OUTROS DE LIXO!

    • Allan Petersin Postado em 18/Sep/2013 às 11:45

      Pensamento retrogrado e provinciano. O espaço era público. A liberdade onde fica? Eu apoio um processo contra o sr. Feliciano por homofobia e aos policiais.

    • allan petersin Postado em 18/Sep/2013 às 11:55

      O ESPAÇO NÃO ERA UMA IGREJA. Leiam a matéria na integra. Muitos comentários e observações mal colocadas. a verbalização agressiva não é algo muito sensato para que se considera intelectual. '"analfabeto funcional". Use outros termos quando se sentir confrontada. Abraço

    • Gustavo Henriqeu Postado em 20/Sep/2013 às 04:58

      Os direitos fundamentais delas são indisponíveis. Elas não estavam "causando" nada, apenas exercendo direitos expressos na Constituição Federal. Estuda um pouco primeiro antes de digitar aberrações cognitivas...

    • Luiz Guedes Postado em 20/Sep/2013 às 23:39

      Bem empregado pra elas que não souberam respeitar o direito dos outros. Além de estarem desrespeitando um grupo de pessoas num ambiente "religioso" sem contar que só fizeram isso porquer se tratava do polemico pastor Marcos Feliciano. Se elas tivesse se beijando na casa delas ou noutro lugar mais próprio não teriam passado por este constrangimento.

    • Fernanda Postado em 20/Jun/2014 às 11:07

      Gabriela Barbosa, se por conta da ignorância do Feliciano (vide evangélicos), as pessoas começarem a agir conforme as expectativas guiadas pelo preconceito desse grupo, seja provocação ou não (fizeram bem), estariam só corroborando com isso. O maior problema aqui, depois da existência do Feliciano, foi a atitude dos policiais, que regidos pela ilegalidade desses preconceitos, satisfizeram a autoridade cegamente, indo contra qualquer direito de ser dessas duas meninas que não fizeram NADA que justificasse a agressão dos policiais. Discriminação é crime. Pessoas como você só justificam a existência desses grupos.

  2. Renato Postado em 17/Sep/2013 às 00:11

    Se é "a casa de Deus", quem é ele para expulsar alguém de lá?Pensem em um cara distorcido mentalmente.

    • Rafael Postado em 17/Sep/2013 às 00:28

      "Casa de Deus", Renato. Não seja hipócrita nem ignorante. Você não sabe o que fala. Vá ver opinar sobre futebol no site do Globo Esporte. Já existem argumentos teológicos suficientes contra este deputado. O bom senso agradece se você for ler um livro.

    • Eduardo Postado em 17/Sep/2013 às 01:01

      ele se acha ele.... com "e" minusculo pois acho que nem filho Dele esse senhor é.

      • Braz Postado em 17/Sep/2013 às 06:36

        Temos que ter o entendimento de ¨TUDO NÓS PODEMOS MAS, NEM TUDO CONVÊM ¨ a partir do momento que foram um culto e não querem e nem praticam aquela FÈ foram lá com intuito de provocação, estavam ciente de seus atos e são responsáveis por ele, Pastor fez muito bem mandando retirá-la ,não tinham nada haver com o evento, por outro lado se houve excesso da força policial aí é outro assunto. Quanto aos demais tenho a dizer que sinto muito, vocês estão vendo pelos ¨OLHOS DA CARNE¨ e pelo visto estão todos mal informados sobre a palavra de DEUS.Coloquem DEUS no coração e encontrarão as respostas verdadeiras.NÃO JULGUEI PARA NÃO SEREM JULGADOS, POIS SERÃO MEDIDOS COM A MESMA MEDIDA.

      • Celeste Postado em 18/Sep/2013 às 03:15

        O Estado é laico. A constituição é bem clara a esse respeito e a respeito do cidadão só ser obrigado a fazer algo ou deixar de fazer sob força da lei e não existe nenhuma lei que proíba as pessoas de se beijarem em local público. E o pastor não tem nenhuma autoridade policial/judicial para retirar e mandar prender seja quem for de um local público. Errou feio, pastor Feliciano! Merece um processo rigoroso pela arbitrariedade e homofobia!

    • Adilson Postado em 17/Sep/2013 às 05:33

      Sim é a casa de Deus e ninguém pode expulsar ninguém. Isso quando se portam com ordem e decência. Pois essa garotas foram lá no propósito de ofender o pr. Marcos e profanar a casa de Deus. Seria a mesma coisa que fazerem sexo na frente de seus filhos se é que você tem. Igreja é lugar de Adoração e louvor, oração, reverência a Deus, Lugar de ordem e respeito. Por isso amigo Renato não confunda as coisas. Paz seja contigo!

      • ZENN BELL Postado em 17/Sep/2013 às 10:38

        O ocorrido foi em espaço público, e não em uma igreja. Se informe melhor. O evento de cunho religioso se realizou na Rua da Praia de São Sebastião, litoral norte do Estado de São Paulo. Aqui o que ocorre é inverso do que você pensa, pois usaram o espaço destinado ao lazer do cidadão pra fazer pregação, e tem mais, o Feliciano teve mesmo foi uma ataque histérico de homofobia explícita e cometeu abuso de poder.

      • juliano Postado em 17/Sep/2013 às 11:11

        o evento não aconteceu em uma igreja.

  3. Andre Postado em 17/Sep/2013 às 00:12

    Elas foram imbecis,tanto quanto ele. Por qual motivo,elas se beijaram em um evento gospel,onde nem os héteros,tem esse tipo de liberdade por respeito,isso não seria intolerancia delas?!

  4. marina Postado em 17/Sep/2013 às 00:16

    Eu não entendo como ele não levou um tiro andando na rua ainda. Vai pro inferno direto, sem escalas. É um sentimento muito grande de impotência saber que estou sustentando esse cara no congresso enquanto ele atrasa o país com uma leva de ignorantes atrás.

    • Rafael Postado em 17/Sep/2013 às 00:26

      Você sustenta todos os outros caras no congresso (isto é, se você paga seus impostos honestamente e não sobrevive do 'jeitinho brasileiro', como a maioria dos hipócritas nesta página sobrevive). Você, Marina, é uma ignorante, como a maioria do povo brasileiro que prefere a novela-das-8 e o domingão em vez dos estudos. Vá estudar e depois opine, por gentileza.

    • Eduardo Postado em 17/Sep/2013 às 01:02

      coisa da democracia, voto errado, voto impensado, voto radical, voto que faz mal.

    • Elizabete Franco Postado em 17/Sep/2013 às 02:01

      Acredito q preconceito contra os homo seria agressão física,verbal, bullying,negar um emprego, acho isso mais q preconceito, acho crime mesmo, porém, o q eles querem é mais do q isso, eles querem banir com a religião q ñ condiz com o comportamento deles, construir um novo modelo de "família" , para educar nossas crianças com a legalização da adoção e... aguardem, por ultimo q é o mais sério: legalizar a pedofilia. Essas moças foram pra dentro da igreja provocar os religiosos. Se eles ou elas querem respeitos então q comecem respeitando a fé alheia. E ñ é de hj os homo estão fazendo isso e olha q eu nem sou evangélica, mas, é um questão de bom senso, onde termina o direito de um começa do outro.Isso é cristofobia.Vagabas...

  5. J.C. Postado em 17/Sep/2013 às 00:48

    Intolerantes filhos da p. ao invés de pensar no próprio cú quer ficar de olho no dos outros. Faço com meu cú o que eu quizer até enfiar uma geba bem grande nele. Vai rezar pra pica das galaxias cambada de preconceituosos

    • vania Postado em 19/Sep/2013 às 23:27

      e isso que você está fazendo é demonstrar seu preconceito pelos cristão. Tira a trave do seu olho antes de querer tirar a dos outros. Fala de preconceito mas também é um. Quer respeito, mas não respeita as pessoas. Por isso as coisas estão desse jeito. Existem pessoas como você dos dois lados.

    • Sarah Postado em 20/Sep/2013 às 15:31

      https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=tCbLly5o76U#t=46 Não é preconceito pedir respeito JC! Elas poderiam ter protestado de outra forma, mas se amassarem em pleno culto achei uma forma meio irracional de agir. Da mesma forma q o pastor q chutou a santa errou, elas tbem erraram.

  6. Mashiach Postado em 17/Sep/2013 às 00:53

    "Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus." O culto era religioso? Evento gospel? Tem algo a ver com os ensinamentos deixados por Jesus? Pelo que li, esse tal de Jesus era muito contrário às ações de intolerância. Até arrisco dizer que ele era contra a violência e qualquer ato de brutalidade contra outro ser humano, independente do ato praticado. E agora pessoas são agredidas por se beijarem? Isso não parece ser nada compatível nem com o nome do evento "Glorifica litoral". Ou estou enganado? "Guardai-vos dos falsos profetas. Eles vêm a vós disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos arrebatadores". Os lobos estão famintos, bem alimentados de maldade e chegam a ser adorados pelas ovelhas.

    • Sarah Postado em 20/Sep/2013 às 15:30

      As reportagens deixam bem claro que quem agrediu foram os guardas municipais. E embora um beijo não seja condenavel, um culto religioso (seja de qual denominação for) não é local pra isso... e antes q digam q foi só um beijinho, dá uma olhadinha ai na cena das duas garotas https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=tCbLly5o76U#t=46

  7. Maria de Lourdes Cardoso Postado em 17/Sep/2013 às 01:00

    Marina, tens toda razão uma leva de ignorantes atrás, lá aparecem representantes da Igreja dele espalhada pelo Brasil e só pensam em levantar dinheiro. O povo esperançoso vai atrás. Nove países dentro de cinco anos abolirão qualquer tipo de religião e dentro de mais alguns anos irão crescer o número de países que acordarão para está exploração sem sentido e passarão a desacreditar. O número de pessos que não entra mais nesta fria, está aumentando dia a dia.

  8. JOANA PALHARES Postado em 17/Sep/2013 às 01:11

    FUI AGREDIDA POR ESSES ANIMAIS! E NAO FOI EM UMA IGREJA, FOI EM UMA PRAÇA PUBLICA! EM UM EVENTO PAGO COM O DINHEIRO PUBLICO!!!

    • Tatiane Postado em 17/Sep/2013 às 12:44

      Respondendo as criticas feitas pelas pessoas. Primeiro: onde está escrito Igreja na reportagem? O Evento foi numa rua (ruas são públicas) Igreja é só na sua cabeça, antes de julgar qualquer coisa acredito que as pessoas devem ler corretamente as coisas pra depois tirarem suas conclusões e ninguem tem direito de julgar, e mesmo que fosse em uma Igreja ele não é Deus para julgar e expulsar alguém de qualquer lugar. Segundo: Se tem alguém querendo causar aqui, esse alguém é o Seu Feliciano que diz coisas absurdas e age de forma extrema. Terceiro: Não existem lésbicas, gays, bis ou seja la o que, esses são apenas nomes rotulados pela sociedade nojenta e ridícula que existe, o que existe é o amor que não distingue a ninguém, o amor não se escolhe apenas se sente, se fosse um casal julgado normal pela sociedade (homem e mulher) duvido que os policiais teriam agido desta forma. Quarto: Nada justifica a ação destes policiais a não ser o preconceito e a estupidez. A unica coisa que eu vejo nessa sociedade podre é preconceito e autoritarismo, acham que por serem policiais, deputados, senadores ou seja la quem, são superior as outras pessoas e não se lembram que eles são humanos como todos. A ignorância existente nesta sociedade podre é absurda. Onde está a liberdade que dizem existir? Não vejo ela em lugar nenhum. Outra coisa, enquanto todos estão aqui discutindo isso, dinheiro é roubado dos cofres públicos, enquanto o Feliciano age desta forma para distrair a atenção do povo, teu dinheirinho está sendo roubado. Apenas reflitam sobre as coisas e não julguem sem saber.

      • Glauco Postado em 19/Sep/2013 às 13:34

        Você acha que as pessoas têm que ler corretamente? Pois bem, assista o vídeo e vai ver que não foi um "beijinho" que elas deram. Foram lá, retiraram a camiseta(porque estavam com uma camisola diferente na delegacia), chamaram atenção e se beijaram loucamente COM O INTUITO de ofender. E sim,é crime conforme o Inciso VI, do Art. 5º. Pense no contrário agora: Se fosse uma reunião de homossexuais e alguém se colocasse para falar contra o que eles acreditam, eles não se sentiriam ofendidos nesta situação? Não é contra o preconceito que estão lutando aqui, e sim para incutir que "ser cristão" e "pensar de uma forma diferente" é errado, então que os cristãos não devem ser respeitados. "Ser humanos como todos?" Os cristãos que estavam lá não são humanos também? Ou isso só vale pra quem pensa igual à você?

    • Fábio Carmo Postado em 20/Sep/2013 às 06:37

      E agora, quem retrucará a pessoa que foi vítima e agredida? Eu simplesmente acho que um Deputado Federal, ao invés de ficar "fantasiando" uma possível "CURA" para "X" opção sexual ou disseminando um sentimento PRECONCEITUOSO para com quem escolheu viver de uma forma que não é a "padrão", deveria estar pensando em leis que favorecessem o povo brasileiro como um TODO, porque não criar e tentar aprovar leis que impeçam essa VAGABUNDAGEM que acontece no congresso brasileiro? Pra evitar que coisas do tipo que aconteceram essa semana no STF não se repitam, com MENSALEIROS que roubaram NOSSO dinheiro e ficou mais que provado, tendo o DIREITO a ter um novo julgamento.

  9. Miguel Postado em 17/Sep/2013 às 01:48

    Achei foi pouco pra elas, se não forem doentes mentais com certeza ja sabia que lá não era o local que pensavam, provavelmente pensou que o culto fosse algum movimento glbt, receberam o procuraram...

  10. Marcos Postado em 17/Sep/2013 às 01:53

    Toda ação tem uma reação, querem beijar na rua tudo bem, agora no meio da igreja? Ambos os lados ai estão errados.

    • verônica Postado em 17/Sep/2013 às 03:24

      na verdade, está escrito no texto, o evento tava acontecendo na arena de eventos... ou seja, um local publico!! e na minha opinião, mesmo que fosse dentro da igreja, o feliciano nao tem o poder de mandar prender as garotas!!!

    • André Postado em 17/Sep/2013 às 03:26

      Beijar não é crime. A polícia não pode intervir. Muito menos violentamente.

    • Gabriela Barbosa Postado em 17/Sep/2013 às 08:29

      Concordo com você,Marcos! Mas a galera acima nos comentários parece ser analfabeta funcional e não teve capacidade de compreender o que eu quis dizer!

      • Nicolle Postado em 17/Sep/2013 às 08:42

        ''querem beijar na rua tudo bem'' Sinto muito avisar, mas MUITOS homossexuais são agredidos só por fazer isso. Nada justifica o modo como as meninas foram retiradas. Se vocês acham que elas só queriam causar, então pq essas pessoas de deus aí não ignoraram? Infantilidade cristã isso aí.

      • Marcio Postado em 17/Sep/2013 às 08:48

        Gabriela e Marcos não podem se manifestar...não depositaram o DÍZIMO ...vou chamar o "Fefe" para que ele tenha uma "reação religiosa" com vocês!!!!

      • Silva Postado em 17/Sep/2013 às 10:55

        Gabriela, pare de chamar todos que não concordam com você de analfabetos funcionais. Você baixou o nível dessa conversa com seus comentários mal educados. O que, por si só, já demonstra que você não é das pessoas mais brilhantes (isso foi um eufemismo - não sabe o que é? Joga no google).

      • Juliano Corti Postado em 17/Sep/2013 às 11:15

        Gabriela, eu entendi o seu ponto de vista. Mas a atitude das meninas foi realmente uma afronta, contra a moral religiosa... pois muitos religiosos descriminam e tem atitudes agressivas com quem é homessexual ou de alguma outra minoria... Eles queriam realmente "causar", causar um golpe nessa sociedade baseada na religião seja ela qual for... O evento foi na rua, ninguem deveria retirá-las por simplismente se beijarem... isso não configura crime algum.... Não houve axagero das duas partes, apenas por parte dos religioso, que "fizeram" a lei. Muitas pessoas de qualquer religião querem o direito de serem preconceituosos com as minorias, por acharem ser a vontade de deus... Em qualquer sociedade as leis não devem se basear em "livros sagrados", pois nem todos concordam ou aceitam essas leis divinas.

      • Gabriela Barbosa Postado em 18/Sep/2013 às 23:37

        Silva,imagine se eu não sei o que é eufemismo! Hahahaha! Eu sou muito burra e você também! Beijos e bons sonhos!(com sarcasmo,caso não saiba,jogue no Google)

    • Vanderlei Postado em 17/Sep/2013 às 08:57

      Igreja? Pelo que lí na notícia e pude reparar nas fotos, era um evento no litoral, da igreja, mas não "no meio da igreja" como você disse... Outra coisa, não gostam de lógica? Então vamos ser lógicos, não existe nenhuma lei, que impeça duas pessoas do mesmo sexo, de se beijarem, seja na rua, na igreja, na escola, blá blá blá... Por que em vez de comentarem somente o ato das garotas, não comentam o abuso de poder de um pastorzinho/deputado que manda a policia prender duas garotas por se beijarem? Infantilidade cristã. Aprendam a ser racionais.

      • Marcos Postado em 17/Sep/2013 às 18:47

        Eu sou ateu mas não vou ficar pelado em uma igreja, por questões lógicas!!!

      • vania Postado em 19/Sep/2013 às 23:24

        ôO Genteeeeee...tem que desenhar para entender. Sou advogada e vim aqui explicar isso! a proteção é ao culto não importando onde ele ocorra. art. 5º, VI da Constituição Federal. a proteção ao direito de cultuar. Todos podem reunir-se pacificamente desde que haja prévia comunicação as autoridades públicas.

    • Rodolfo Postado em 17/Sep/2013 às 08:57

      Hã ... só que não. Beijar não é crime, quem quer beijar pode beijar onde quiser.

      • Sarah Postado em 20/Sep/2013 às 15:33

        elas não foram presas por se beijarem, foram presas por causar tumulto num culto religioso que é protegido por lei. https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=tCbLly5o76U#t=46

  11. Daisy - Ctba - PR Postado em 17/Sep/2013 às 02:03

    Por gentileza, não misturem a religião (qualquer que seja) com algum "pseudo-pastor/deputado" existem muitas pessoas religiosas (lideres em suas denominações) que não entram em confronto desta maneira, sou religiosa, não concordo com o Marcos Feliciano, pois existe liberdade de credo e de ir e vir, entendo que ele exagera em suas colocações e tudo o mais, mas ofender às demais pessoas por sua escolha religiosa já é violar um direito conquistado: liberdade de culto. Acredito no lado bom do ser humano, nem todo mundo é corrupto e sempre há exceções, então cuidado ao generalizar, assim como com certeza não gostariam que dissessem qualquer outra coisa que pudessem, igualmente, atingir a vocês. Torno a dizer, sou religiosa, estudante de direito, não concordo com muitas ações de Marco Feliciano e nem por isso concordo com o pensamento de Maria de Lourdes Cardoso, achei um pouco exagerado e com certo teor preconceituoso, você desprezaria alguém pela sua LIVRE escolha de crença???? Você gostaria que lhe privassem com essas Leis toscas que existem por aí de alguma coisa que lhe faz bem, não ganho nada material e sim em bem estar, me sinto livre, útil à sociedade, pois faço trabalhos beneficentes em conjunto com a Igreja para tentar melhorar a condição dos Seres Humanos que se importam com isso - FRATERNIDADE e IGUALDADE. Bom dia!

  12. dodo Postado em 17/Sep/2013 às 03:25

    Foram se beijar no meio do culto, tenta agora entrar no meio da torcida da fiel com a camisa do parmera, ou xinga a mãe do PM durante blitz, por ultimo pula pelada dentro do quintal daquele vizinho que tem tres pit bull com historicos de doença mental. retardadas.

  13. VorKaos Postado em 17/Sep/2013 às 03:47

    Cometeram crime de ultraje a culto: art. 208 do Código Penal Brasileiro. "Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: pena detenção, 1 mês a 1 ano ou multa". Cometeu crime, vai preso, simples assim.....

    • Renan Postado em 17/Sep/2013 às 11:57

      O culto que volte para a Igreja.

      • vania Postado em 19/Sep/2013 às 23:21

        Ei a proteção ao culto não é só na igreja...é no local onde se reúne...E a reunião pública pode ser em qualquer lugar desde que avise previamente as autoridades publicas. Assim se você quiser fazer um rock, fechar sua rua poderá fazer também desde que avise que irá reunir e que tenha as condições legais, exemplo: extintor, banheiros públicos a depender da quantidade de pessoas. Do mesmo jeito que um bar tem direito de colocar musica ao vivo nas ruas, a igreja também tem. Vivemos em uma coletividade e o problema surge porque uns não respeitam os direitos dos outros.

    • Enoc Postado em 17/Sep/2013 às 23:40

      O culto que volte pra igreja.

      • Sarah Postado em 20/Sep/2013 às 15:33

        naõ queria ver o culto era só não ir

    • Alessandra Postado em 23/Oct/2013 às 13:03

      Vorkaos, onde está escrito que não pode beijar? Pelo que li, não achei, se sua inteligência lê isso, por favor, me mostre.

  14. Pedro Igor Postado em 17/Sep/2013 às 06:59

    O "Deus" que ele serve, definitivamente é diferente do Deus que eu acredito existir!

  15. michel Postado em 17/Sep/2013 às 07:51

    Violência real por falta de respeito ao deus imaginario...

  16. João Antonio Postado em 17/Sep/2013 às 08:07

    Babaquice dos dois lados! Sou antifundamentalista, antirreligioso e abomino essa gosma chamada Marcos Feliciano. Mas vamos ter clareza e honestidade intelectual: o que essas duas babaquinhas estavam fazendo lá na toca da raposa? Claro que era provocar para virar uma notícia, um factóide. São tão intolerantes quanto os fundamentalistas felicianos...Não é com essa intolerância que vamos colocar os felicianos pra escanteio!

  17. Vinícius Postado em 17/Sep/2013 às 08:13

    A intolerância dele não é novidade para ninguém, é questão dos evangélicos questionarem os dogmas atuais de suas igrejas, isso é amor ao próximo ? Porque um "lugar sagrado" ou a "casa de Deus" é usada para estes tipos de atitude ? enquanto os próprios evangélicos não questionarem suas igrejas e lideres os Felicianos continuaram perpetuar no congresso.

  18. Mira Postado em 17/Sep/2013 às 08:43

    Calma, gente! Não terá o pastor deputado Marco Feliciano um problema de saúde, uma tara sexual que mexe com seu equilíbrio emocional quando ele vê pessoas de um mesmo sexo amando-se livremente e em liberdade? Vai saber...

    • Alessandra Postado em 23/Oct/2013 às 13:04

      boa Mira!!!

  19. André Postado em 17/Sep/2013 às 08:46

    Não tem nem o que falar, as meninas não deveriam ter feito o que fez, entrar em um evento evangélico e darem um beijo na boca, está procurando problema, tem que colocar para fora mesmo, agora quanto a truculência, sabemos que isso é Brasil, em todos os lugares ou eventos, seguranças ou policiais colocam para fora com violência, estas meninas não moram na Suiça.

  20. Lourenço Faria Postado em 17/Sep/2013 às 08:48

    Eu concordo que não há um motivo sequer que justifique a reação da polícia (e óbvio, do Marcos Feliciano) neste caso mas, convenhamos, existem formas muito mais inteligentes de protestar contra a intolerância religiosa do que o desrespeito a um culto.

  21. Mauricio Patricio Jr. Postado em 17/Sep/2013 às 08:57

    Vivemos numa democracia, e mesmo abominando Feliciano, tenho que reconhecer que ele estava apenas exercendo sua liberdade de culto; ele exagerou sim, mas ninguém mandou as duas entrarem numa igreja evangélica para desrespeitar desse jeito. Querem se amar? Há muitos outros lugares ondem poderiam fazer isso em paz, mas não, tinham que ofender alguém, né? Me pergunto se evangélicos invadissem a sede do Grupo Gay da Bahia, se isso não seria notícia no mundo inteiro. Quer sua liberdade respeitada? Respeite a dos outros.

  22. Felipe Postado em 17/Sep/2013 às 09:06

    Vamos ter bom senso. Algumas e famosas atitudes do Pastor dispensam comentários negativos, já tem-se uma opinião formada aos valores que esse sujeito nos traz. Porém as duas garotas foram duas babacas. E também desrespeitaram a Constituição que diz: "é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias". Temos muitas outras formas mais eficazes e melhores de protestar, muitas delas já usadas contra o deputado.

  23. Victoria Postado em 17/Sep/2013 às 09:22

    O evento era em praça pública, não dentro da igreja. O pior é que é bem capaz de este "senhouro" conseguir ainda mais votos com isso. Elas vão processar o deputado e a guarda municipal, torço por elas, despreparo total da polícia (se confirmada a denúncia de agressão), elas não ofereciam risco a ninguém, podiam apenas te-las conduzido para fora.

  24. Daniel Terense Postado em 17/Sep/2013 às 09:29

    Se o evento estava acontecendo em um lugar fechado ele até podia expulsar as meninas, afinal o evento é dele, ele admite quem ele quiser lá dentro. Mas elas nao cometeram nenhum crime, entao o maximo que a policia podia ter feito era ter convidado elas a se retirarem conforme ele pediu, nunca poderiam ter prendido elas, nao há nenhuma justificativa legal para isso (apesar de que se as coisas continuarem do jeito que estao, com o conservadorismo crescendo cada vez mais na sociedade, daqui a pouco beijo gay vai ser considerado crime). Esses policiais tem que ser denunciados por, alem de agressao, prisao ilegal.

  25. luiz carlos ubaldo Postado em 17/Sep/2013 às 09:30

    Quem esse senhor acha que è? Deus! E essa moças? Seres evoluidos da criação! Porra vamos parar de alimentar o odio dessa gente fanatica que buscam em verdade o confronto de ideias, confrontro de ideias se as tivessem, fico vendo muitas pessoas pregando a tolerância com esses ilusionistas de almas, a omissão diante dessa gente é tão permissiva quanto a participação em seus crimes, são criminosos que se escondem por detrás dessa ou daquela religiãoe não são encomodados por por quem compete fazelo!

  26. Juvi Postado em 17/Sep/2013 às 09:34

    Esses lideres religiosos, são uns alienados e querem que todos seja com o eles, um bando de idiotas que seguem esses lavadores de dinheiro do povo inocente, pois encucam na cabeça do povo que levando um envelope, vc traz uma quantia em dinheiro, em troca Deus lhe dará carros, apartamentos etc ..... td papo furado desse canalhas, eu já fiz parte de um grupo religioso sei muito bem o que eles querem, ficar ricos as custas do nosso sofrido salário mínimo....... esse Deputado merece uma bela de uma cadeia.......

  27. nelson Postado em 17/Sep/2013 às 09:44

    Pergunta: Podemos então mandar prender e bater nesse "pastor/político/deputado por estimulo a intolerância religiosa quando "profetiza", na "casa de deus", a morte e sepultamento dos pais e mães de santo? Por chamar os sentimentos dos homoafetivos de podridão? Por chamar os africanos de "raça amaldiçoada por deus? Por chamara a religião católica de "religião morta e fajuta?, Por afirmar que os mamonas assassinas foram pro inferno? É assim mesmo! O (in) culto não foi numa igreja, foi numa praia, portanto, lugar pública e em matéria de desrespeito esse moço aí é um modelo de comportamento!

    • luis Postado em 17/Sep/2013 às 10:49

      não custa tentar...

    • Fernando Postado em 17/Sep/2013 às 11:28

      Esse inFeliciano é um lixo, isso que ele é. Snceramente, onde anda a bandidagem da baixada paulista que não lhe revela o caminho do inferno com uma bala nem tão perdida assim? O Brasil, agradecido, comemoraria. Afinal, parece que a bandidagem tem mais ética do que o Estado: estão dando um fim em estupradores e até nos assassinos do garoto boliviano assassinado por querer defender a mãe no assalto.

      • junior Postado em 18/Sep/2013 às 09:01

        vc é mais um que foi manipulado pela midia meu amigo, essas duas violaram local de culto isso é crime, se um evangelico fizesse isso na passeata gay seria espancado ate a morte, entao foi justa a prisao das duas. o brasil hoje ninguem tem coragem de se contrapor aos gays porque se nao ira sofrer perseguiçoes como sofre o feliciano, veja se vc ve o nome dele ligado a corrupçao?

    • junior Postado em 18/Sep/2013 às 09:03

      vc provavelmente é mais um ativista gay heterofóbico. feliciano me representa.

  28. José Ferreira Postado em 17/Sep/2013 às 09:45

    Se não fosse a polícia, eu bateria se fosse o pai de uma dessas aí... É olha que eu não gosto do Feliciano, e ele não iria gostar de mim se me conhecesse (sou agnóstico)...

    • Daniel Postado em 18/Sep/2013 às 17:02

      agnóstico e ignorante.

    • Alessandra Postado em 23/Oct/2013 às 13:07

      Querido José, espero que sua filha ou filho vire homossexual, de coração.

  29. valéria Postado em 17/Sep/2013 às 09:46

    pessoas alienadas..... esse lideres religiosos precisam de uma punição urgente......ficam usando de má fé a mente das seus seguidores....... como pode um cidadão desse aina ser Deputado...... se sentindo indignada......

  30. Fatima Postado em 17/Sep/2013 às 09:51

    Aqui onde eu vivo por lei e proibido beijos em publico e considerado uma ofensa pois a intimidade entre casal e algo reservado a eles mesmos nao na frente de criancas e das pessoas. Eu conconcordo. O Brasil me parece que muitos brasileiros confundem liberdade com libertinagem. Limites de liberdade pois a minha liberdade termina onde comeca a do outro. Muitos perderam o Bom Senso, a razao. E gritante ver o video em que o proprio ladrao sendo roubado denuncia o roubo acreditando estar na sua razao e ainda usa a expresao "denunciando o roubo em cima do roubo" Que pais e este que estamos vivenciando.Que liberdade e esta que da direito a ofender a liberdade do poroximo. De ofender a moral e costume do seu semelhante. Sair de sua casa e ir para um culto onde as pessoas tem seus valores e costumes e ofender esses valores e costumes.Isso e correto? Isso e bom senso? Saimos de casa para um culto evangelico para cultuar a Deus e a estrela do culto e Deus portanto os beijos e intimidade de casais devem ser reservados a eles mesmo ninguem e obrigado a ficar vendo cenas de intimidades em lugares publicos ainda mais em um culto. Brasil a nossa liberdade nao deve ser de forma que constranja a liberdade do nosso proximo

    • Frank Postado em 17/Sep/2013 às 23:26

      Fátima, onde porra tu moras ? Se for no Brasil, esta lei não é legal, pois, afronta a lei maio , as garantias CONSTITUCIONAIS. Onde já se viu isso, não posso beijar minha namorada ? Os casais sejam quais forem, não podem se beijar, se relacionar. Somos seres relacionais, isso faz parte de nossa "essência", portanto, quem desrespeita a natureza são os imbecis que acham puder evitar que pessoas se relacionem. Creiam no que quiserem crer, só não queiram impor sua visão estreita a população , nem se apossar dos espaços públicos, " ..."a praça é do povo, como o céu é do condor".

  31. Beatriz Postado em 17/Sep/2013 às 09:52

    Ainda não entendo por que essas meninas resolveram se pegar no meio do culto. Daí além disso teve toda essa reação esquisita de gente batendo nas meninas e tudo mais. Muita loucura numa história só. Sou lésbica tanto quanto elas, mas plmdds né? Vamos respeitar a crença alheia. Mas nada justifica as agressões e esse circo em volta da história tá dando preguiça.

  32. Rodrigo Postado em 17/Sep/2013 às 10:31

    Erraram todos. Em maior parte e de modo a merecer maior censura, quem promoveu agressão física e discriminação, por tratar-se de local em que era realizado culto religioso, mas não fogueira de bruxas. Quem prega o amor, quem diz seguir Jesus, não pode praticar o desamor, o ódio; tivessem protestado pacificamente contra a aparente provocação, ambas sairiam constrangidas do local, caso fosse a intenção delas a provocação. Em parte menor, quem ali foi pelo mero prazer de provocar. A não ser que ambas fossem "ficantes" ou namoradas, casadas, que ali rumassem com a intenção de conhecer a fé professada por Feliciano, ou dele fossem participantes; de toda sorte, estavam dentro de uma celebração religiosa, ainda que na rua, não sendo o ambiente para demonstrações de carinho mais intensas, sejam homo, sejam heterossexuais. Temos de atentar para, não apenas condutas agressivas e discriminatórias, para quem eventualmente promova injusta provocação, o que a própria lei penal prevê. Um exemplo é o daqueles que se diziam "feministas" (creio que não representam o ideal do movimento) e foram ao encontro dos integrantes de celebração religiosa com o Papa Francisco. As pessoas que ali chegaram com crucifixos e imagens, após passando a inserí-los no ânus e vagina dos respectivos, compraram tais ítens sem nenhuma intenção prévia? Ou apenas queriam o confronto? Gandhi se revira no caixão...

  33. catia Postado em 17/Sep/2013 às 10:44

    gente o pastor feliciano não invadiu um evento gay e começou a pregar para chamar atenção,se fizesse isso iam cair em cima dele, agora as duas bonitas que queriam aparecer e por certo fazem isso porque querem causar comoção nas pessoas ou pra sair naquela fotinho ali, são oque?apenas pessoas que se amam e querem seus direitos? faz me rir

    • ZENN BELL Postado em 17/Sep/2013 às 18:06

      Baderna é usar verba pública para custear eventos religiosos e homofóbicos, que na verdade são plataformas eleitoreiras, baderna é e cercear a cidadania das pessoas ao invadir-lhes o legítimo espaço público de lazer, violar o direito de ir e vir, e coibir o direito de liberdade de expressão e afetividade. - ZENN BELL

    • ZENN BELL Postado em 17/Sep/2013 às 18:06

      O cidadão não tem que abrir mão do seu espaço público para cedê-lo à eventos religiosos e ainda custeá-los com os impostos que paga. - ZENN BELL

  34. ZENN BELL Postado em 17/Sep/2013 às 11:01

    Aconteceu uma somatória de erros e de abuso de poder. Este evento de cunho religioso, o tal de "Glorifica Litoral" é financiado com verba pública, e invade o espaço público. Sendo o Brasil um país laico, é vetado usar dinheiro público para custear evento religioso. Cada religião/congregação é que deve custear seus eventos, e em usando espaço público, pagar como forma de aluguel pelo uso do espaço e a verba ser destinada as necessidades da tal cidade. Ceder espaço de graça gera despesas para a cidade, que tem que arcar no mínimo com a limpeza do local e conserto dos estragos após o uso. Além disto o infeliz do Feliciano teve mesmo um ataque histérico de homofobia explícita, que esta gravado em vários vídeos disponíveis lá no YouTube. As meninas como cidadãs brasileiras, estavam em seu direito de frequentar a rua da praia e namorar com tranquilidade, pois não ofendiam ninguém, apenas aos de mente curta, retrógrados, de neurônios engessados e homofóbicos declarados. O cidadão não tem que abrir mão do seu espaço público para cedê-lo à eventos religiosos e ainda custeá-los com os impostos que paga. Paga-se impostos para que sejam revertidos em benefícios a comunidade e aos munícipes, e não para privilegiar as escolhas religiosas dos políticos, e que fique claro estes políticos fazem uso da religião como plataforma eleitoreira e controle de massas em seu benefício. - ZENN BELL

  35. Kika Postado em 17/Sep/2013 às 11:34

    Beijar nãoé crime. E tem tanto lugar pra que elas possam fazer isso! Ir propositalmente a um evento religioso, ao qual elas não creem, apenas para afrontar a crença de outros, causar tumulto, desrespeitar as pessoas presentes, zombar da fé, sim isso é crime. Erraram e o Feliciano tb errou, deveria apenas pedir que se retirassem, afinal o respeito a fé é assegurado por constituição. Pq não foram se beijar na frente do Papa? Deveriam sim sair de onde estavam,estavam ali ridicularizando todos os outros que foram cultuar a Deus. E tb acho que ao rotularem isso com um nome em negrito de preconceito, tende-se a defender atos insanos completamente irresponsáveis de desrespeito a fé de inúmeros brasileiros. E se isso virar moda? Invadam a Igreja Católica tb, beijem-se em missas,em cultos. Ora isso não é protesto, isso já passou dos limites, isso sim leva 'a intolerância. Creio que a imprensa deveria pensar no que está promovendo com títulos que incentivam jovens a promover a intolerância. Respeitem a fé dos outros, já tem tantos lugares que possam se beijar ... passamos do ponto de coerência, gente nua na JMJ, destruindo imagens, com crucifixo ridicularizando, beijos em cultos(que fique bem claro que isso não é cumum nem aceitável até mesmo entre casais héteros).Sinto muito por estarmos involuindo no respeito ao próximo em nome de uma liberdade de expressão que beira 'a libertinagem.

  36. roberto Postado em 17/Sep/2013 às 13:31

    meus Deus! Como alguém chama o Marcos Feliciano pra pregar.????????????// Dos dois lados há politicagem.

  37. Vinicius Postado em 17/Sep/2013 às 13:38

    Ah tá, e as bonitinhas querem ir lá, no meio da reunião evangélica e "causar" com um beijaço lésbico. Sinceramente, isso seria errado mesmos e fosse um beijo hetero. Qual o próximo passo? Colar o velcro na missa? Ridículas! E isso aí só prova o caráter das retardadas, que no mínimo inventaram essa história de que apanharam dos fiéis.

  38. renato Postado em 17/Sep/2013 às 15:20

    Se fosse a morte de um negro ou uma puta, ninguém estava escrevendo tanto aqui!!! Parece novela da Globo.

    • Jane Postado em 17/Sep/2013 às 17:47

      Mas não é a morte de alguém e se te incomoda tanto a opinião das pessoas pq perde seu tempo escrevendo???

  39. Diego Postado em 17/Sep/2013 às 15:30

    na boa o que as duas estavam fazendo dentro de uma arena de evento privado??? Mereceram, tem todo direito de se beijarem, mas em local adequado e não em um local onde pessoas de outras ideologias fazem um evento privado. Falta de senso... comum entre homos

  40. Reynaldo Postado em 17/Sep/2013 às 16:07

    É necessária a Desfelicianização da sociedade de forma urgente. Um psicopata alimentando outros psicopatinhas. Mas que as meninas agiram de forma adolescente isso é um fato! Maturidade nessa hora ajuda ao levantar suas bandeiras.

    • Paulo jr Postado em 17/Sep/2013 às 18:55

      Imaturidade não é passível de prisão, muito menos beijo. Um deputado deveria saber disso enão é caso de psicopatia, mas sim de ignorância, coisa que no caso do seu comentário se faz presente.

  41. Alexandre Postado em 17/Sep/2013 às 16:15

    p.q.p também essa galera né... porra eu sou ateu, acho não só esse Feliciano como todos os outros pastores um bando de ... mas e aí, o que eu faço ? simplesmente os ignoro, não frequento igrejas, não fico tentando doutrinar ninguém. Deixo os caras lá na deles e fico na minha! Simple as that! Agora as duas querem ir no "terrero" dos cara e apavorar, vai levar tapa na cara mesmo! Sinceramente não entendo porque buscar aprovação/aceitação de pessoas que pensam, acreditam e seguem coisas das quais vocês discordam e não acreditam, enfim, discussão interminável!!! Sou daquela, cada um na sua, sem incomodar e respeitando as diferenças... aí vão falar, mas e os pastores, os preconceituosos e etc, pq ficam incomodando ? Aí eu dou um berro de raiva e penso “ah vááá pro inferno seu burro” esse é o papel dos pastores, dos preconceituosos e etc. Ser humano é um equívoco da natureza, se você foge do padrão estabelecido pela sociedade, não espere aceitação.... é difícil explicar isso, mas definitivamente invadir o “culto” de uma tribo “inimiga” e provocar o pajé dos caras, seja na igreja ou em lugar público, não vai resolver e não vai levar a nada!!!! Vá beijar sua namoradinha na sua casa, no seu quarto, para os mais desinibidos, na rente dos seus amigos tolerantes e não preconceitusos, aí ninguém vai achar isso ruim e todo mundo segue seu caminho na boa.

    • ZENN BELL Postado em 17/Sep/2013 às 18:07

      O cidadão não tem que abrir mão do seu espaço público para cedê-lo à eventos religiosos e ainda custeá-los com os impostos que paga. - ZENN BELL

  42. Carlos Henrique Postado em 17/Sep/2013 às 16:17

    Me parece que a maioria dos comentários estão girando em cima da avaliação (moralista) do ato das duas garotas, e que não tem importância alguma, e não da atitude de uma figura pública, presidente da comissão de direitos humanos do Congresso e das autoridades policiais e seus abusos. Estes sim devem ser avaliados pela crítica do cidadãos, pois estes é que são pagos para cuidar de pessoas e da dignidade delas e não o fizeram, o deputado é representante de um órgão oficial que existe para resguardar o respeito ao ser humano.

  43. Roger Marques Postado em 17/Sep/2013 às 16:17

    O nível de fanatismo e abuso de poder chegou ao ponto do fascista dar ordem de prisão para as pessoas. Hoje é para meninas se beijando. Amanhã é para qualquer pessoa que não compartilhar das mesmas ideias fechadas, simplistas, moralmente questionáveis e preconceituosas.

  44. Reynaldo Postado em 17/Sep/2013 às 16:17

    Vou alem. O problema criado por essas seitas neo pentecostais é de saúde publica e de natureza jurídica. Esses marginais como o Feliciano causam tremendos problemas para a sociedade e alem de roubar seus "fies" ainda os enlouquecem. Cada dia mais a sociedade esta mais reacionária e doente. Antes culpavam a elite branca e católica pela manutenção do fascismo na sociedade. Hoje com estas seitas toda a sociedade esta vulnerável a essa doença.

    • luiz carlos Postado em 17/Sep/2013 às 22:47

      o único problema que a igreja tem causado é que muitos que hoje seriam bandidos perigosíssimos, estão desarmados louvando e adorando a Deus, gostaria que no lugar de cada boteco houvesse uma igreja!

  45. shyko Postado em 17/Sep/2013 às 16:39

    Tenha, a santa paciência, esse tal de Feliciano é bosta n'agua, ele não é Deus, e nem tão pouco, ele é guardião para julgar seja lá quem for. Todos tem seus defeitos, mas também tem suas qualidades. Que caia toda culpa dos meus pecados sobre mim, mas esse Feliciano deveria encontrar uma bala, no meio da testa. Ele é um farsante, um sem moral, e sem um mínimo de moral pra falar em nome de Deus. Hoje temos nesse país chamado Brasil, uma politica de brinquedo, não serve pra nada. Um país de quase extrema pobreza intelectual desses politicos, que só sabem roubar, roubar e roubar. A maioria desses evangelicos é um bando de oportunista, Roubam de pessoas menos instruídas, pregando uma falsa salvação, Antes que eu me esqueça!!!! VAI SE F.... FELICIANO, E ESSA CORJA DE BANDIDOS QUE SE ESCONDE ATRAS DE UM LIVRO QUE JA NÃO TEM MAIS NADA DO ORIGINAL. Um bando de merda que usa Deus como mercadoria.

  46. Ana Jardim Postado em 17/Sep/2013 às 16:58

    Já Imaginaram evangélicos num evento católico quebrando imagens? Lembram do Pastor que chutou uma imagem há tempos atrás? (Ele fez isso dentro da sua própria instituição) Mesmo assim sofreu ameaças e perseguições...E para continuar vivendo teve de deixar o país. E se algum Pastor hoje invadir um centro espírita e sair pregando bíblia? Isso pode produção? PODE NÃO... MANDAM PRENDER SIM SENHHOR!! 1º A Constituição Brasileira o artigo 5º no inciso 6 diz: “É inviolável a liberdade de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos e garantida, na forma da lei a proteção aos locais de cultos e suas liturgias" A lei não fala do templo, mas do LOCAL do culto. Neste caso a praça era o local para a realização do evento, e este local não poderia ser violado! 2º O artigo 208 do Código Penal, prevê de um mês a um ano de cadeia e multa por quem perturba ou escarnece QUALQUER culto religioso. - Então porque alguns concordam com atitudes destas duas moças? E quanto as agressões pelo que eu vi no vídeo o Deputado pediu cautela aos guardas, pois ele já sabe que os ativistas sempre usam a vitimização e acusações de agressões como arma. Aconselho ficarmos mais atentos pois já sabemos que existem patrocinadores por trás usando estes indivíduos como massa de manobra para impregnar a Cristofobia no Brasil. Existem "ativistas" sendo incentivados por professores e partidos políticos. E pior! Muitas vezes investem dinheiro público nisso.

    • Reynaldo Postado em 17/Sep/2013 às 17:47

      É... Uma constituinte é urgente. O Estado não é Laico e isso é uma aberração. rsrsrsrs

    • Rodrigo Postado em 17/Sep/2013 às 20:50

      Centro espírita rejeitando a presença da Bíblia?????? Conte-me quem te contou tal "estória".

      • Meire Postado em 18/Sep/2013 às 23:09

        Rodrigo, pensei exatamente o mesmo... centro espírita rejeitando a Bíblia? Ana Jardim, pelo visto você não tem a mínima ideia do que seja um centro espírita. Procure se informar, conhecimento não ocupa espaço.

  47. pedro jr Postado em 17/Sep/2013 às 17:22

    O deputado deveria saber que duas pessoas não podem ser presas por que estão se beijando. Num lugar sério ele perderia o mandato e iria preso junto com os guardas que acatarm sua "ordem". Impressiona a quantidades de ignorantes que sequer levam em consideração que esta b...de país tem lei.

  48. A. Buscariolli Postado em 17/Sep/2013 às 17:31

    Falar que as garotas estavam "causando" parte da mesma lógica de quem justifica a morte de uma pessoa em uma briga de trânsito por ela ter fechado outro carro. Velha tentativa de culpabilizar a vítima.

  49. Jane Postado em 17/Sep/2013 às 17:45

    Dessa bicha recalcada vocês esperariam o que????Nada de negativo que venha dele me assusta!!! Homofóbico estúpido, uma hora vai encontrar o que é dele!!!

  50. Raphael Postado em 17/Sep/2013 às 17:48

    Beijo não é atentado violento ao pudor, independente de onde seja praticado, então os encarregados de aplicação da lei cometeram crime de abuso de autoridade. Mas sabem de uma coisa? Estou desacreditado no homem! Pessoas como esse Feliciano me dão nojo.

    • André Postado em 18/Sep/2013 às 20:35

      Dentro da filosofia Evangélica Cristã, elas agrdiram sim, e é crime dentro do código penal. a boa, sou Evangélico e não vou em templo hindu, igreja católica ou espirita fazer auê, o culto era para evangélicos, porque ir lá fazer arruaça, está no código penal. Tinha que ir presas sim, a policia bateu?, não foi o Pastor que mandou. vejam o video que mostra a verdade. https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=tCbLly5o76U

    • vania Postado em 19/Sep/2013 às 23:09

      EI..querido não foi enquadradas no atentado violento ao pudor. Até porque essa tipificação penal foi alterada. Mas no art. 208 do código penal...Lei que você vai entender. Sem contar da violação ao Constituição Federal (art. 5, VI) Elas tem direito de serem homossexuais, tem direito de se beijarem isso é garantido a elas, mas não tem direito de perturbarem um reunião religiosa.

  51. [email protected] Postado em 17/Sep/2013 às 19:44

    Que palhaçada...discutir por causa da agressão tudo bem, mas discutir por causa de um simples beijo...tenha dó, beijar é normal...acorda pro mundo gente...

  52. Reinaldo Vichiatti Postado em 17/Sep/2013 às 19:46

    Deveria se beijarem numa sala de audiência no forum para ver o que o juiz acha!

  53. Barão Postado em 17/Sep/2013 às 20:27

    Nojo tenho eu do que esta virando este mundo... agora vcs acham que elas foram lá se beijar pra que???? pra afrontar, para causar confusão, problema, ficam exigindo respeito e tudo o mais, mais não tem respeito por ninguem, acham que podem fazer o que quiser em qualquer lugar e todo mundo tem que aceitar e ficar calado, claro!!! pobrezinhos, são viadinhos discriminados não é??? nunca vi gente mais cheias preconceito do que esta minoria nazista e opressora chamada homossexuais... querem lei???? já temos lei para toda a sociedade, mais nao esta bom!!! pois querem privilégios.. estes dias que houve protestos, teve um grupo de homossexuais que quebraram um monte de imagens, chegaram ao ponto de enfiar crucifixos no C. zombando da crença dos outros e vê se falaram alguma coisa???? claro que não, porque esta gente pode tudo sacanagem isso...

  54. Thiago Teixeira Postado em 17/Sep/2013 às 20:41

    Claramente as meninas queriam tumultuar o evento. E essa reação passional do pastor só piora a imagem dele a cada dia. Poderia ter ignorado e prosseguido a sua palavra de fé.

  55. Rogério Postado em 17/Sep/2013 às 21:49

    Esse tipo de coisa só favorece o Feliciano, como o caso do avião. Não duvido se isso tivesse sido combinado por ele só pra ter que reagir e fazer outros darem razão a ele. Sabem como ele é e o que pensa. Não alimentem o preconceito dele. Ignorem!

  56. junior Postado em 18/Sep/2013 às 08:58

    ESTA NA CONSTITUIÇAO O LOCAL DE CULTO É INVIOLAVEL O QUE ESTAS JOVENS FIZERAM FOI UM DESRESPEITO A MILHARES DE PESSOAS QUE ESTAVAM ALI. ENTAO FOI JUSTA A PRISAO AGORORA VAMOS INVERTER PAPEIS IMAGINE UM CRISTAO PROTESTANDO NO MEIO DE UMA PASSEATA GAY, O QUE VCS ACHAM QUE ACONTECERIA? SERIA ESPANCADO ATÉ A MORTE POIS OS GAYS SAO INTOLERANTES E A MIDIA DE UM MODO GERAL FICARIA DO LADO DOS GAYS. NAO PODEMOS ACEITAR PRIVILEGIOS AOS GAYS , HETEROFOBICOS QUEREM COLOCAR UMA MORDAÇA NA SOCIEDADE. RESPEITO A TODOS. OS GAYS NAO RESPEITAM CRISTAOS E AINDA QUEREM SER RESPEITADOS. FELICIANO PARA PRESIDENTE.

  57. nilda Postado em 18/Sep/2013 às 09:23

    as meninas agiram de forma errada , mais o pastor por se julgar um homem de deus não deveria agir dessa forma afinal se tratava de seres humanos bastava pedir para elas se retirarem do local já tava de bom tamanho, mais tem muita gente usado a casa de deus para se camuflar,lobo se passado por cordeirinho.

  58. Guilherme Aguiar Postado em 18/Sep/2013 às 11:52

    Aqui ta cheio de hipócrita que tem preguiça de pensar por si mesmo. Não se dão ao trabalho de estudar a própria religião e deixam pra que outros digam em seu lugar o que é aceitável e moralmente correto na sociedade ao invés de buscarem uma autonomia intelectual e se responsabilizarem pelo que pensam. Mas, não. São os escravos "felicianóides". Seres bípedes que repetem tudo o que o seu falso líder repete apenas por medo! Não é possível que com toda a informação disponível na sociedade ainda temos que discutir delírios de fanáticos religiosos sobre uma moral utópica, baseada no preconceito de um manuscrito milenar sobre regras de comportamento e etiqueta "moral" escrito sabe la por quem. Enquanto vcs não souberem a distinção de uma verdadeira filosofia religiosa de um culto de ódio pregado por um paranoico, vcs sempre serão escravos do paranoico e a fé de vcs estará perdendo a chance de conhecer o verdadeiro sentido de Deus.

  59. Heraclito Postado em 18/Sep/2013 às 12:06

    Feliciano é um político safado e gay enrustido; deus não existe, e vocês vão procurar "uma trouxa de roupa para lavar"! e ponto final.

  60. luis Postado em 18/Sep/2013 às 13:14

    Não se preocupem, em breve os evangélicos vão dominar o Brasil e ninguém nunca mais vai poder beijar ninguém...

  61. Reynaldo Postado em 18/Sep/2013 às 13:53

    Elas erraram e erraram feio, infantilidade e falta do que fazer. Mas a relação dos neo pentecostais dentro da sociedade é seria e perigosa. Liberdade religiosa tem que ser seriamente debatida até porque democracia não é permissão para que haja culto ao ódio. Não! Eu não sou favorável a essa tal liberdade religiosa sem que se tenha um marco regulatório que impeça lavagem de dinheiro, homofobia, racismo e todo e qualquer tipo de fascismo. O problema é de saúde publica e natureza jurídica.

  62. Luiz Rodrigues Postado em 18/Sep/2013 às 14:05

    Eu ja disse que esse negocio de religião e politica vai dar banho de sangue no Brasil...

  63. Rich Postado em 18/Sep/2013 às 16:51

    - Não gosto do "Feliciano ", porém, essas filhas do diabo querer impedir um culto a Deus, isso é uma vergonha!!!

  64. Junior Postado em 18/Sep/2013 às 18:06

    Axo assim, sou gay, mas não concordei com que as meninas fizeram =/ mas mesmo assim nao precisa ter algemado elas, e muito menos partido pra violencia, agora então vai todo mundo partir pra violencia por nao gostar do feliciano ? ai seria errado neh !

  65. Adalberto Postado em 18/Sep/2013 às 20:26

    Essas denominações "cristãs" estão sempre dizendo: Jesus te ama. E próximo?

    • vania Postado em 19/Sep/2013 às 23:06

      Cara existem pessoas(seres humanos) de caráter e pessoas sem caráter...Nem todo aquele que diz ser cristão é. Não defina todos por olhar a besteira que alguns fazem. Da mesma forma que jpa vi cristão cometendo crime, já vi ateu cometendo crime, já vi gay cometendo Crime. Lei os jornais, olhe nos noticiários da sua região que você vai verificar isso. O mundo esta cheio de pessoas que só pensam em si mesmo.

  66. André Nogueira Postado em 18/Sep/2013 às 20:33

    Na boa, sou Evangélico e não vou em templo hindu, igreja católica ou espirita fazer auê, o culto era para evangélicos, porque ir lá fazer arruaça, está no código penal. Tinha que ir presas sim, a policia bateu?, não foi o Pastor que mandou. vejam o video que mostra a verdade. https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=tCbLly5o76U

  67. Rodri Postado em 19/Sep/2013 às 12:32

    Ambos foram errados.O Feliciano devia ter parado o culto e dito "Aqui é um evento religioso, um evento cristão, não faz parte da nossa doutrina e desse culto que os casais se beijem, ou fiquem com caricias maliciosas, peço por favor para que ninguém faça mais isso em sinal de respeito a nossa crença e religião, se tornarmos a ter esse problema, convidaremos o individuo a se retirar do evento".Eu como cristã faria isso, é nunca beijei meu namorado na igreja e nem em shows e eventos gospeis, em algumas denominações é um pouco mais liberal, mas a partir do momento que você vai a um evento tem que respeitar as regras do local, ele também errou, foi muito bruto e agressivo, se fosse um casal heterossexual, acho que no máximo ele teria dado uma bronca como citei a cima, ele é muito ignorante e não me representa, e nem representa a Jesus, com o jeito bruto dele de julgar e pregar a palavra que ELE ACHA SER DE DEUS.

  68. Rodrigo Postado em 19/Sep/2013 às 13:38

    foda-se a igreja

  69. Victor Silva Postado em 19/Sep/2013 às 17:05

    Temos a tendência a formar opiniões precipitadamente. Lemos um texto e discutimos fervorosamente, como se de fato soubéssemos como as coisas aconteceram.

  70. vania Postado em 19/Sep/2013 às 23:02

    é incrível como as pessoas só defendem seu lado...Seres pensantes tem poucos por aqui. A realidade queridos é que muitos aqui estão defendendo sua opinião e pronto. Não vi nenhum fundamento legal nas discussões de vocês, nenhum comentário de cunho moral também. Sou Advogada, evangélica. Cidadão. MInha intenção aqui não é defender Marcos Feliciano, porque ele não me representa. Muito menos defender o beijo gay dado na "igreja". Como conteudo espiritual Igreja é a pessoa, o indivíduo...Para conteúdo constitucional "igreja" é templo, local onde se cultua...Então somente esclarecendo as pessoas que disseram que aquilo não era uma igreja, perante o Estado brasileiro aquele lugar tinha proteção reconhecida como igreja. Porque a constituição protege o lugar onde se cultua. Violação portanto do art. 5º inciso VI da Constituição Federal. Sem contar da tipificação no art. 208 do Código Penal brasileiro. Assim o casal de lésbicas violaram um direito contitucional. Outro ponto é de que Constitucionalmente falando não resta dúvida de que todos são iguais perante a Lei, e sem dúvida alguma elas tem direito de se relacionar e se beijar...Mas é sabido popularmente que seu direito termina quando começa o do outro. E é mais ou menos assim que deveria funcionar no caso concreto. Desta forma é um direito delas ser homossexuais..Isso é fato. Mas não é direito delas se beijar em um local protegido constitucionalmente. Porque assim como elas tem direitos os Cristãos também tem. Não só os cristãos, mas Judeus, Islâmicos...qualquer que seja o credo religioso. Além de ser uma falta de respeito porque os que estavam ali tinha seu direito garantido de cultuar. Quanto as agressões vamos aguardar e ver os laudos periciais ou coisa doo gênero. Por que se ocorreu agressões isso foi errado. Respeito deve ser mútuo..Elas não deveriam ter feito isso porque elas atingiram inúmeras pessoas. O Feliciano não representa a classe evangélica, nem a classe cristã..Ele fala por ele e por alguns não por todos. Ir assistir um culto ou pregação dele não significa que se estar contra os gays e a favor dele. Em que pese nós cristão não concordarmos com a prática delas, isso não significa que desrespeitamos elas. Caráter é individual e há algusn que tem e outros que não tem.

  71. Reynaldo Postado em 20/Sep/2013 às 14:18

    http://www1.folha.uol.com.br/multimidia/videocasts/2013/09/1344876-papa-diz-que-nao-cabe-ingerencia-espiritual-para-gays.shtml

  72. Eduardo Postado em 22/Sep/2013 às 20:29

    Apanharam pouco. Acredito que nós temos o direito a proteção ao culto religioso descrito pela nossa constituição.( Art 5º , VI) " a proteção aos locais de culto e suas liturgias" . Bem que Feliciano afirmou, não é lugar de bagunça e safadeza. Todos que violam a lei devem ser punidos pelo acontecido. Sem mais!

  73. BERNARDO Postado em 21/Nov/2013 às 20:33

    NEM UMA COISA, NEM OUTRA, O ENGOMADINHO DO MARCOS FELICIANO E NA VERDADE UM MERCENARIO, COM SUA ROUPINHA CHEIA DE LEDS ACESOS, E AQUELE CABELO HORRIVEL CHEIO DE LAQUE. ELE TIRA PROVEITO DA POLITICA, IGREJA, ETC... AGORA, LUGAR DE LESBICAS, VIADOS, BISSEXUAIS, E TODA ESPECIE DE ANOMALIA MENTAL, FISICA, ESPIRITUAL, E LONGE DA SOCIEDADE, CRIANÇAS TEM O DIREITO DE ENTENDER QUE, EXISTEM HOMENS, MULHERES, E QUE ISSO E O CERTO. TENTA FAZER UM FILHO EM UM VIADO, VAI SAIR COM O PAU SUJO DE MERDA E NAO VAI NASCER NADA. A RAÇA HUMANA ESTARIA CONDENADA A EXTINÇAO. COLOCA DUAS DEBEIS MENTAIS SE ESFREGANDO, NO MAXIMO, UMA CAIXA DE SABAO, E NAO UMA CRIANÇA. OS HETEROS TEM O DIREITO DE DEFENDER A FAMILIA. SE FOSSE EU COM MINHA NETINHA NA FRENTE DAS DUAS VAGABUNDAS, EU NAO DAVA TAPA NO ROSTO, TIRAVA MINHA NETA DO LOCAL E QUEBRAVA A CARA DAS DUAS A MURRO. NISTO, O NAZISMO FAZ FALTA. POR ISSO, DEIXARA O HOMEM SEU PAI E SUA MAE, E UNIR-SE-A A SUA MULHER.

  74. juliano Postado em 21/Apr/2014 às 20:06

    na boa. as duas vao num culto religioso e se beijam é pq queriam "causar". gente que quer aparecer nao importa como. nao ligo pra opçao sexual, mas é aquela maxima. cada macaco no seu galho. se querem viver assim q façam no seu canto. e outra. tres tapas foi pouco pra essas escrotas...