Redação Pragmatismo
Compartilhar
Barbárie 14/Sep/2013 às 12:58
18
Comentários

Esquizofrênico é amarrado e espancado por populares

Vídeo mostra o rapaz sendo amarrado pelo pescoço com uma corda em um poste e levando chutes e murros de populares

Um rapaz diagnosticado com esquizofrenia foi agredido por populares e amarrado pelo pescoço em um poste após quebrar o vidro de um carro que estava estacionado na avenida Prudente de Morais, na tarde desta sexta-feira (13), no bairro de Lagoa Seca, em Natal. A Polícia Militar foi acionada e encaminhou Igor Carlo Guerra do Nascimento, de 26 anos, para a Delegacia de Plantão da zona Sul. Não foi registrado boletim de ocorrência nem por parte do dono do carro, nem por parte do rapaz agredido.

O vídeo mostra o rapaz sendo amarrado pelo pescoço com uma corda em um poste e levando chutes e murros de populares.

A mãe de Igor, a auxiliar de farmácia Minerva de Medeiros, de 49 anos, contou que o filho saiu de casa para ir a uma consulta com o psicólogo. Ela terminava de se arrumar para acompanhá-lo, mas ele não quis esperar. “Ele foi na frente e eu saí em seguida. Quando vi a confusão na avenida Prudente de Morais me aproximei e vi que era meu filho. Eu comecei a gritar, a pedir para pararem de agredi-lo. Fiquei desesperada quando vi meu filho amarrado”, disse.

Leia também

O soldado Nascimento, que atendeu a ocorrência, disse que ao chegar ao local o rapaz estava amarrado pelo braço. “Ele não estava mais sendo agredido. O caso dele é de hospital, não de delegacia, mas trouxemos ele pra cá para evitar uma confusão maior no local. A mãe dele assumiu o prejuízo e não foi preciso registrar ocorrência. É uma pena que a população tenha agido dessa forma, mas a sociedade está tão cansada de tanta violência que ninguém sabe como agir em uma situação como essa”, afirmou. O PM afirmou que a orientação à população é que acione a polícia para que sejam tomadas as providências. O dono do carro estava na delegacia, mas não quis falar com a reportagem.

Minerva de Medeiros contou que a doença do filho foi diagnosticada em 2008 e desde então ele faz acompanhamento médico e toma remédios controlados. Ela apresentou o atestado onde consta que o filho tem CID10: F25, que pela Classificação Internacional de Doenças significa transtornos esquizoafetivos. “Ele tem esses rompantes, essas mudanças repentinas de comportamento. Uma hora ele está bem, em outra fica agressivo”, contou. Ela relatou que essa não é a primeira vez que ele tem uma crise na rua. “Ele já agrediu um rapaz na rua uma vez sem razão aparente e também já quebrou móveis e eletrodomésticos em casa”, disse.

esquizofrênico espancado natal
Mãe apresentou atestado do filho Igor Carlo do Nascimento (Foto: Fernanda Zauli/G1)

Na delegacia, Igor relatou que quebrou o vidro do carro com uma torneira de alumínio que ele levava no bolso. Perguntado sobre as razões que o levaram a fazer isso ele respondeu apenas “não sei”.

Emocionada, a mãe de Igor falou do preconceito enfrentado pela família. “É muito difícil, as pessoas não entendem a doença, a sociedade ainda tem muito preconceito, é injusta”, disse. Apesar das agressões sofridas pelo filho, ela optou por não registrar boletim de ocorrência. “Eu não quero mais problemas, tudo isso é muito difícil. Estar em uma delegacia já é muito humilhante. Meu sentimento hoje é confuso”.

Fernanda Zauli, G1-RN

Recomendados para você

Comentários

  1. arthur Postado em 14/Sep/2013 às 13:28

    SOCIEDADE LIXO

  2. maria penha da rosa Postado em 14/Sep/2013 às 14:40

    A sociedade é assim,reclama da violência mas quando tem uma oportunidade de ser violenta não a perde.Que feio,que deprimente,,,,,,,,,,,,,,,,

  3. Luiz Carlos da Silva Postado em 14/Sep/2013 às 15:01

    Ao ler essa reportagem,me emocionei,pois tenho um filho com esta doença,e sei realmente o que é viver e conviver com surtos que ocorrem de uma hora a outra,infelizmente,como o pm falou,a população não tem como verificar e toma atitudes erradas,pois não tem noção de como dagnosticar e porque na real não são médicos.

  4. Eloy Postado em 14/Sep/2013 às 17:42

    Direto do mundo onde quebrar o vidro de um carro equivale a ser enforcado em praça pública.

  5. Elton Monteiro Postado em 14/Sep/2013 às 17:46

    Lamentável o episódio.O fato da vítima ser esquizofrênica aumenta a comoção ao caso, entretanto qualquer atitude de violência contra delinquentes são repreensíveis.Mais do que uma tentativa de punição, o que percebemos em vários casos como os mostrado em vídeos, são homens, covardes,aproveitando para 'chutar cachorro morto' já que as agressões pioram quando o 'bandido' está amarrado.

  6. Armando (Porto Alegre) Postado em 15/Sep/2013 às 09:04

    A hipocrisia da sociedade está estampada na frase do soldado Nascimento "... a sociedade está cansada de tanta violência que ninguém sabe como agir...". Reformulando o pensamento dele podemos concluir que a sociedade está cansada de sua própria violência e responde com mais violência.

  7. Paulo Ribeiro Júnior Postado em 15/Sep/2013 às 11:34

    Isso é além do cansaço de impunidade criminosa da população. É a instigação dos datenas e marcelos da vida, que expõe ao sangue uma sociedade já doente e nos bombardeiam todos os dias com a tese da pena de morte...queria saber quem vai morrer pelas suas insinuações, em que isso consertou ou vai consertar algum país e por fim: e se acontecer com um de seus filhos?

  8. renato Postado em 15/Sep/2013 às 13:02

    Não é facil licar com transtornos de humor, é coisa seria, e tira a base da gente. Ficamos sem chão, e com o gatilho ligado a todo momento. è muito dificil, espero que os médicos encontre o melhor tratamento, pois é um negocio de experimentar varios medicamenos até achar o melhor, isto é demorado. Muita força para o jovem e a mãe, e que o estado ajude..

  9. Hamelin Postado em 15/Sep/2013 às 14:45

    Conheço bem mudanças de humor, sofro muito com isso e em dose dupla. Retirei o sobrenome paterno em parte por causa delas, meu genitor também já foi diagnosticado com esquizofrenia e, quando ele e minha mãe ainda eram casados, direto ocorriam agressões à mão armada vindas dele contra a gente. E como se isso não bastasse, eu sou autista asperger. Normalmente sou calmo, tranquilo mas, se provocado, caçoado, agredido seja física ou verbalmente, não sei ficar quieto, não sei engolir sapo, não gosto de trazer desaforo pra casa e acabo reagindo com a mesma mudança drástica no humor. Gostaria inclusive de pedir a quem pertence à classe médica que por favor informasse se existe alguma relação entre as duas coisas, autismo e esquizofrenia. Escusado dizer que meu avô paterno igualmente demonstrava certos comportamentos hoje tidos como autísticos e meu filho também tem diagnóstico de autista asperger. Ao que tudo indica, meu genitor ou é autista ou pelo menos é neurotípico com reflexos autísticos. Atenciosamente, Jonathan Hamelin Malavolta, enxadrista, escritor e músico. Meu mail para contato: [email protected]

  10. DELOURDES Postado em 15/Sep/2013 às 17:25

    Que estes bárbaros, sintam pelo menos vergonha de si mesmos.

  11. Caio Postado em 15/Sep/2013 às 17:51

    Todos sofrem com uma situação tão complexa. Força e fé para a mãe!!

  12. Thiago Teixeira Postado em 16/Sep/2013 às 21:14

    Chutar um cara amarrado ... típico de um panaca fdp e covarde. Vai lá em Taubaté chutar o Pedrinho Matador seu valentão.

  13. Fabiana Postado em 17/Sep/2013 às 08:18

    Engraçado é que essa mesma sociedade não se cansa de ver corrupção. Votam nos mesmos corruptos. E ninguém bate em corrupto. Estranho não?!

  14. Fred Postado em 17/Sep/2013 às 09:56

    Com lagrimas nos olhos escreve esse comentário sobre o fim da nossa sociedade. Viver em meio a violência cometida pelo estado, violência cometida pela população e a diluição dos direitos humanos, não me da nenhuma vontade de continuar inserido nessa sociedade falida. Em uma sociedade onde a matéria vale mais que a vida de um ser humano, não importa o quanto errado seja o mesmo, não nos dá o direito de decidir sobre quem deve viver ou morrer. Quando a sociedade apontou o capital como seu norte a humanidade foi descartada.

    • Marcio Postado em 24/Sep/2013 às 09:13

      Estamos vivenciando o fim do capitalismo, esse sistema de governo falido que leva a população e governantes a atos tão mesquinhos e ignorantes

  15. lucas cantino Postado em 18/Sep/2013 às 17:07

    o eduardo soares (elite da tropa, falcão meninos do trafico) costuma dizer que o Pais que mais linxa no planeta é o Brasil

  16. Geroní Postado em 04/Oct/2013 às 15:31

    É realmente muito dificil conviver com pessoas com esse problema, tenho uma cunhada que é esquizofrênica e toda a familia sofre com ela....

  17. Lukas Holtz Postado em 09/Jul/2014 às 22:50

    Eu sei que o que o cara fez foi errado mas não era pra ter agredido ele dessa forma acaba perdendo a ração deveriam ter apenas segurado ele ou até usado a corda pra amará apenas as mãos até o Pms chegar a população acaba ficando pior que esse rapaz sei não precisamos de paz!!!