Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Racismo não 22/Aug/2013 às 14:49
101
Comentários

Manequim negro acorrentado no Pão de Açúcar gera revolta

Supermercado Pão de Açúcar causa revolta após instalar manequim negro com os pés acorrentados. Imagem de criança negra com grilhões nos pés, utilizada para decorar área destinada a produtos de panificação, foi considerada de extremo mau gosto nas redes sociais

manequim negro pão de açucar

Estátua de criança negra acorrentada gera revolta nas redes sociais (Reprodução / Facebook)

Estátua de um manequim negro com os pés acorrentados, instalada na unidade do supermercado Pão de Açúcar, no bairro da Vila Romana, em São Paulo, está causando revolta nas redes sociais desde o dia 19 de agosto.

A comunidade negra se sentiu ofendida e considerou de extremo mau gosto a imagem de uma criança negra sendo utilizada para “decorar” a área destinada a produtos de panificação do supermercado. A foto foi publicada no perfil Mundo Negro, gerando uma enxurrada de comentários indignados.

Entre as razões para a revolta, a imagem da criança negra carregando um pesado cesto de pães faz apologia ao trabalho infantil, “já que o cesto é de proporções incompatíveis à estatura da criança e seria um sacrifício seja pelo tamanho ou pelo peso para ser carregado”, afirma o perfil.

Leia também

Além disso, revotou a inclusão de grilhões no pé da criança, remetendo à escravidão, além da infeliz escolha, por usar uma criança negra nestas condições como objeto de decoração em uma área de grande circulação do supermercado.

Apesar de o perfil oficial da empresa no Facebook já ter se desculpado pela gafe e informado que o objeto já havia sido retirado da loja, os protestos – e críticas – na rede social continuam.

Em nota oficial distribuída no início da tarde, o Pão de Açúcar afirma que a estátua foi adquirida como parte de uma coleção de peças decorativas de loja, “sem intenção ou apologia a qualquer tipo de discriminação”. A empresa afirma que lamenta o fato ocorrido, “uma vez que pauta suas ações na ética, promoção e respeito à diversidade”.

O Pão de Açúcar afirma que, “assim que tomou ciência do caso, providenciou a retirada da estátua das lojas e está revendo o processo de seleção de peças decorativas”.

Jornal O Globo

Recomendados para você

Comentários

  1. Rodolfo Postado em 22/Aug/2013 às 15:07

    "Vila Romana"...

  2. Vitor Postado em 22/Aug/2013 às 15:13

    sem noção, acho que isso é até crime em...

  3. José Ferreira Postado em 22/Aug/2013 às 15:27

    Exagero... Tem coisas piores para se preocuparem...

    • David Postado em 27/Sep/2013 às 13:15

      Os judeus também são uns exagerados por proclamar os nazi como criminosos, vc não acha??? Ora, ponha a mão na consciência ou então vá se informar.

    • Dory Postado em 01/Nov/2013 às 11:08

      Nossa concordo, povo que não tem o q fazer....

    • DENIZAR Postado em 07/Nov/2013 às 10:33

      EXAGERO... TALVEZ PARA VOCÊ QUE NUNCA FOI DISCRIMINADO SÓ POR TER PELE NEGRA

    • Anne Frank Postado em 29/Nov/2013 às 03:25

      Vamos fazer um paralelo: Se a estátua de um judeu, com uniforme e uma plaquinha com um número, dentro de uma cela fosse colocada para ornamentar um shopping na Alemanha isso viraria notícia internacional e é possível que até a ONU interferisse exigindo que o shopping fosse processado. Afinal, lá, ao contrário daqui, tem uma política séria contra o genocídio oficial que já foi visto como algo normal. Lá, ao contrário daqui, o povo se envergonha da parte da história deles onde seres humanos eram tratados como animais. Lá, ao contrário daqui, você tropeça em museus que fazem questão de lembrar a todos até onde pode chegar a crueldade humana. Lá o nazismo é lembrado diariamente nas escolas, nas universidades, nas redes de televisão para que as pessoas se conscientizem que o preconceito existe e que ele, se não for combatido, pode gerar tragédias monstruosas. Aqui, nós fazemos questão de fingir que a escravidão não existiu. Não temos museus da escravidão espalhados pelas cidades, pois não queremos lembrar que o regime escravocrata matou milhares de de pessoas e condenou outros milhões a uma existência miserável, mesmo depois da "abolição". Muitos brasileiros brancos querem fingir que não há racismo nem aqui e nem em lugar nenhum do mundo, assim fica mais fácil manter o status quo, garantir que os negros continuem a servir os brancos. #RacistasNãoPassarão

    • Cauê Nessin Postado em 02/Dec/2013 às 18:46

      tem coisas piores para se preocuparem (2)

    • kingmozamba Postado em 11/May/2014 às 01:44

      olha só José Mané... IMAGINA UMA CRIANÇA NEGRA vendo isso... e depois imagine a criança branca...

  4. Ágata Postado em 22/Aug/2013 às 15:40

    Muito de mal gosto!!

    • David Postado em 27/Sep/2013 às 13:11

      Realmente agiram MAL, foi de muito MAU gosto esse pessoal da loja do PA-Vila Romana.

  5. Elis Postado em 22/Aug/2013 às 15:45

    "Coisas piores" são oriundas justamente de preconceitos enraizados no pensamento da nossa sociedade, essa escultura de péssimo gosto é a prova disso. Nem por um instante podemos achar isso natural ou aceitável.

  6. Vitor Dias Postado em 22/Aug/2013 às 15:46

    Coisas piores pra se preocupar?? Escravidão é um assunto para ser tratado de maneiras éticas, críticas e reflexivas. Embora seja passado, ainda produz muitos ecos no presente. Um exemplo do que eu falo, José Ferreira, é a questão do Holocausto e do nazismo na Alemanha. É um assunto que não pode ser tratado sem diversas reservas, pois envolve pessoas diretamente relacionadas ou com os torturadores, ou com os torturados. Você acha que encontraria imagens da Gestapo ou de soldados da SS em supermercados. No Brasil, no entanto, o preconceito e o vazio ético com relação aos nossos problemas sócio-históricos são tão profundos, que não dificilmente surge um comentário como seu: "coisas piores pra se preocuparem".

    • Dory Postado em 01/Nov/2013 às 11:09

      o Brasil , não é a Alemanha e esta muito longe disso!

  7. Cléber Meirelles Postado em 22/Aug/2013 às 15:48

    Sr. José Ferreira, seria um exagero se esta imagem infeliz não fizesse parte de um legado, que faz do racismo, até hoje, algo internalizado e natural. Há sim coisas bem piores. E essas coisas são muito bem pensadas, e não são exploradas em ornamentação de PDV, de uma rede poderosa de supermercados.

  8. Sarah Postado em 22/Aug/2013 às 15:52

    Eita povo que não usa o cérebro pra pensar! Em pleno século XXI arrumar um "decoração" dessas... nem precisava raciocinar muito para prever que todos ficariam abismados com uma imagem dessa... peloamor...

  9. Israel Silva Postado em 22/Aug/2013 às 15:52

    "Tem coisas piores para se preocuparem" Sim pq nem existe racismo no Brasil... né?

  10. ana Postado em 22/Aug/2013 às 16:04

    Demissão de quem partiu a idéia de colocar isso lá.

  11. Beatriz Postado em 22/Aug/2013 às 16:07

    Cara! Que mau gosto, usar um escravo como objeto de decoração! Pelo menos reconheceram a besteira que fizeram... mas o que passou pela cabeça de toda a equipe que pensou na estátua e que a aprovou?

  12. Assis Postado em 22/Aug/2013 às 16:11

    SOCIEDADE RIVOTRIL. Não querem enxergar o quanto mau foi a feito para estes seres. Só querem saber do "tudo bonito", "tudo feliz" e esquecer quanta maldade existiu e ainda existe na humanidade.

  13. Nicolas Postado em 22/Aug/2013 às 16:13

    eu acho que isso é vendido em artesanato, e eles ultilizaram a peça sem se preocupar ou prestar atenção as correntes e o que isso poderia ser interpretado pelas pessoas.

  14. Diogo Postado em 22/Aug/2013 às 16:19

    Eeee laia! cade o departamento "isso vai dar merd@" do Pão de açúcar! Coisas tão simples de ver e resolver, mas não, o bom senso passou longe!

    • Victor Postado em 20/Apr/2014 às 18:12

      É isso aí, de acordo !

  15. Rodolfo Postado em 22/Aug/2013 às 16:20

    Será que demitirão todo o departamento de marketing da companhia?

  16. Marcelo Sheuer Postado em 22/Aug/2013 às 16:21

    Eu não vi nada demais nessa foto. Acho que as pessoas tem que parar com essa mania de enxergar preconceito em tudo!

    • Dory Postado em 01/Nov/2013 às 11:11

      também acho! tudo acham que é preconceito, tudo acham que é racismo, a escravidão fez parte da história do brasil, não adianta querer mudar isso agora...

  17. Guilherme Costa Postado em 22/Aug/2013 às 16:24

    Se filmar um filme sobre escravidão no Brasil, não pode haver cenas com negros, muito menos acorrentados!

  18. Rodrigo Postado em 22/Aug/2013 às 16:28

    Mas será que em nenhum momento da criação de tal peça, os envolvidos no processo não pararam para pensar um pouco? Bem pouco, até mesmo um pensamento mínimo bastaria. Depois a piada de burro (na hipótese de não ter se tratado diretamente de provocação preconceituosa) é feita com português...

    • Daniel Postado em 14/Nov/2013 às 11:46

      A peça não é criada com correntes. O manequim é feito na cor solicitada, seja ela branca, preta, amarela, azul, verde ou qualquer cor estilizada ou não, e o uso que se dá a ele é completamente independente da criação, sendo de total responsabilidade e decisão do cliente. Culpar o criador do modelo de manequim pelo uso que foi feito é o mesmo que culpar o fabricante de carros pelos atropelamentos.

  19. neto Postado em 22/Aug/2013 às 16:31

    De quem partiu essa infeliz ideia, caso seja do setor de Marketing do Pão de Açúcar.... Demissão Sumária !!!!!!

  20. Cristiano Postado em 22/Aug/2013 às 16:40

    Não consigo entender o uso dessa estátua pra decorar a parte de pães. Não tem nada a ver com pão. Independente do racismo, que é execrável, claro, mas por que uma criança negra com cesta de pão na mão ia ser em algum lugar do mundo alguma forma de marketing...

  21. Leonardo Postado em 22/Aug/2013 às 16:42

    Bem, pelo que ví na foto o manequim retrata o período de escravidão que ocorreu no Brasil e em diversos outros países. Independente de interpretações, é um momento da história brasileira. Se fosse um manequim com roupas atuais e grilhoes eu concordo com a visão racista. Mas representar parte da história não pode ser visto como ato racista. Se qualquer imagem do período de escravidão remete ao racismo implicito, precisamos rever os livros de historia, as pinturas da época e tudo o mais que apresentam imagens do período escravocrata brasileiro. E assim os negros perderão completamente as suas raízes históricas no Brasil.

  22. João Gabriel Postado em 22/Aug/2013 às 16:47

    Eu, como um descendente de pessoa negra, preta, criolo, negão (como vocês quiserem chamar) ao ver essa imagem sinto orgulho dos meus antepassados que sofreram tanto nesse período da história e conseguiram, através de muito trabalho e paciência, deixar para trás esse período sofrível da história da humanidade! Quem se ofende com essa imagem simplesmente é a pessoa que mais convive com o preconceito, e vive o buscando em todas as partes! Aos poucos o preconceito (que obviamente ainda existe) se apagará, mas só acontecerá no dia em que se não falar mais sobre isso.

  23. Cintia Postado em 22/Aug/2013 às 16:51

    Isso são tornozeleiras africanas, gente. São acessórios de beleza usados por eles. Não são grilhões.

  24. Lyndy Luca Postado em 22/Aug/2013 às 16:54

    Para quem diz que é um "exagero", e que tem "coisas piores para se preocupar" certamente caucasiano é, provavelmente de olhos e cabelos lisos e claros, e faz parte de uma elite que jamais sofreu na pele preconceitos... Gente egoísta que acha que não existe racismo, que existem "mal entendidos" ou meramente "liberdade de expressão". Gente pequena, e tão pobre, mas tão pobre, que o máximo que deve ter é dinheiro.

  25. Gabi Postado em 22/Aug/2013 às 16:58

    Pior que isso é ter pessoas que acreditam que há 'coisas piores' para nos preocuparmos... 'se fizerem um filme sobre escravidão...' Meo, como se um filme se comparasse a uma 'peça decorativa' no meio de um supermercado! Há um contexto para tudo e uma criança negra acorrentada carregando uma cesta de pães como peça de decoração de supermercado é definitivamente algo grotescamente fora de qualquer tipo de contexto. Que mal gosto e soa como provocação. Sabendo da história do nosso país e da grande exploração do trabalho infantil há pessoas que ainda acreditem que uma estátua assim num supermercado é algo normal...

  26. Karolina Nascimento Postado em 22/Aug/2013 às 17:05

    Leonardo e João Gabriel acham que escravidão deve ser tratada como cultura no Brasil. Uma criança, escrava, acorrentada, sofrendo, representando um dos períodos mais cruéis da história do Brasil que foi a escravização do negro deve ser ostentada como uma coisa positiva? Isso é motivo de orgulho pra quem? Vamos trabalhar melhor essa mentalidade racista aí.

  27. Pedro Jackson Postado em 22/Aug/2013 às 17:23

    Que vergonha viver em um país, em uma cidade onde esse tipo de coisa acontece! Cade o ministério público?? NUNCA MAIS COMPRO NADA NESSE MERCADO RACISTA E IRRESPONSÁVEL.

  28. renato Postado em 22/Aug/2013 às 17:36

    Vou ficar com o Marcelo. Se colocassem um pia branco, diriam " nossa só branco faz comercial". Se acorrentam um Branco, " nossa que sensual". Se for um Negro " PÕ...não tinha outra coisa". Vamos para com estas coisas, é menos uma a nos preocupar. Eu sou pardo mais pra negro...e não tô nem aí com estas coisas. Tivemos escravos sim, tivemos escavos. Tivemos branco atrás do arame enfarpado, sim tivemos. Tivemos japones em campos de concentração, sim tivemos. Tivemos pele vermelha cheio de colera, sim tivemos. Tivemos macaco preso no zoologico, sim temos... AH.....agora vai invocar com o macaco...tá bom...

    • maria Postado em 20/Nov/2013 às 15:49

      Então ta...vamos colocar de "enfeite" a estatua dum judeu queimado nos fornos de Auschwitz, na padaria! ...cara! achei que não existisse gente como tu no mundo...não acredito no que leio...

  29. Jose Postado em 22/Aug/2013 às 17:37

    Se o pessoal que tiverem obras de arte que retratem o passado do brasil, de preferência, que valia milhões, pode depositar tudo como lixo lá em casa!!!!!!!!!!

  30. nivea Postado em 22/Aug/2013 às 18:03

    lugar de gente infeliz!

  31. Patricia Postado em 22/Aug/2013 às 18:09

    Imagino que algum artista plástico tenha feito a peça. Gostaria que alguém procurasse seu autor e pedisse pra explicar se ela de fato representa um escravo, ou o que representa, e por que foi feita desta maneira. Pela foto tb não dá pra ver se são mesmo grilhões ou adornos, como caneleiras. Não estou defendendo a empresa, falo por curiosidade mesmo. De qualquer maneira, sim, remete a uma criança escrava e chega a ser ridículo, se pensar que essa rede de mercados é típica da zona sul e de riquinhos brancos.

  32. Marco Costa Postado em 22/Aug/2013 às 18:15

    Vai ficar difícil ensinar história. Será proibido mostrar fotos ou figuras de negros acorrentados. Ah, sim! Com certeza! Professor que faz isso só pode ser racista e estar tentando incentivar ou fazer apologia da escravidão. E vamos ter que fazer um verdadiro "Farenheit 451" em muitos museus e bibliotecas pelo país afora.

  33. Vivian Postado em 22/Aug/2013 às 18:25

    Estátua horrorosa e fora de contexto.....!!!! Mas quem não é escravo da corrupção no Brasil levanta a mão?!?!?!?!

  34. Rafael Silveira Postado em 22/Aug/2013 às 19:10

    “Uma vez que pauta suas ações na ética, promoção e respeito à diversidade”. Afirmações como essa é que fincam o preconceito na sociedade de forma inconsciente. Deviam pautar suas ações na ética, promoção e respeito à igualdade. Não deve-se ver diversidade entre branco e branco: há igualdade!!

  35. Rafael Silveira Postado em 22/Aug/2013 às 19:11

    entre branco e preto*

  36. Maciel Postado em 22/Aug/2013 às 19:31

    NÃO É MAU GOSTO, E O QUE REALMENTE ELES PENSAM SOBRE UMA GRANDE PARCELA DA POPULAÇÃO BRASILEIRA ; É SO VERIFICAR O TRATAMENTO QUE RECEBEMOS AO ENTRAR NOS ESTABELECIMENTOS DESTE MERCADO; SEMPRE COM FILAS E COM MAQUINAS REGISTRADORAS SEM OPERADOR, NOS FAZEM ESPERAR SEMPRE E SEMPRE , QUALIDADE NÃO É DAS MELHORES TAMBÉM , QUEM PUDER EVITE ESTA REDE DE SUPERMERCADOS.

  37. Rogério Postado em 22/Aug/2013 às 19:46

    Ta. Mas qual o simbolismo dessa imagem? E um quadro famoso de Tiradentes esquartejado? E o Cristo pregado na Cruz? E novamente o Cristo, numa escultura de aleijadinho, com a coroa de espinhos e marcas de espancamento e sangue?

  38. Filipe Postado em 22/Aug/2013 às 20:13

    Racismo só desaparece quando deixarem de falar em "preto', "branco", "amarelo", etc! Qual o problema, a cor da estátua é significativa? Se fosse branca já ninguém falava sobre o assunto, deixem-se de preconceitos e bola para a frente! Somos todos iguais perante os olhos da ciência, na Terra só existe uma única espécie humana, chamada homo sapiens. Racismo é ignorância!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  39. JOAO Postado em 22/Aug/2013 às 20:37

    O GENTE QUE PENSA PEQUENO, ISSO SERVE PARA NÓS E NOSSOS FILHOS NÃO ESQUECEREM O QUE JÁ EXISTIU NO BRASIL, JÁ QUE NÃO VIVENCIAMOS ESSA ÉPOCA....... SERVE TAMBÉM PARA LEMBRARMOS TODOS OS DIAS QUE AINDA TEMOS CRIANÇAS ESCRAVAS NO BRASIL, OU VC É HIPÓCRITA AO PONTO DE ACHAR QUE TIRANDO A ESTATUA DE LÁ A ESCRAVIDÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES NÃO EXISTIRÁ MAIS?????

  40. Panthro Samah Postado em 22/Aug/2013 às 20:54

    Claro que é por razões históricas que um supermercado colocou essa estátua. Decorando a parte de peixes tinha o Cabral gritando "Segue sua nau". Só que não.

  41. Luisa Postado em 22/Aug/2013 às 21:09

    Se fosse um desrespeito a homossexuais já teriam invadido a loja e quebrado tudo. Mas como foi APENAS um desrespeito a uma ETNIA... Acho que não merece tanta importância, não é?

  42. Thiago Teixeira Postado em 22/Aug/2013 às 21:17

    Não achei nada de mais.

  43. eliana Postado em 22/Aug/2013 às 21:26

    Infelizmente o preconceito existe e o brasil e um pais racista basta ver as propacandas veiculadas pelas grandes empresas vejam as novelas da globo na novela amor 'a vida nao tem nenhum ator negro exceto o faxineiro do hospital q fez uma pontinha vergonha dos seres q se dizem humano!

  44. Tomi Jando Postado em 22/Aug/2013 às 21:58

    Mas que povo mais lazarento... Qual é o problema? Existe ou não existe raça? Ou só existe "Consciência Negra"? Se não não existe raça, não existe racista...

  45. Vitor Postado em 22/Aug/2013 às 22:01

    Escravidão é HISTÓRIA!!! Criança negra, escrava, servindo pão para os "senhores"... Existiu, vão negar isso? Se querem apagar a história por que não começam acabando com o Pelourinho e outros monumentos resguardados aos negros? Parem com essa hipocrisia, hoje em dia os negros estão se sentindo ofendido por tudo, mas, se xingar o branco, humilhar e falar mal não é nada! Parem com isso! EXAGERO... Fora que talvez quem fez isso nem pensou que seria uma ofensa.

  46. Maria de Lourdes Cardoso Postado em 22/Aug/2013 às 22:27

    Os donos desta rede de supermercado, estou lembrada, foram uns pobres sem estudos que se tornaram ricos e na época eles eram chamados de novos ricos, e por este motivo eles não tinham acesso a certos locais por falta de convite. Tudo mudou, cresceram tornaram-se capitalistas a custa do trabalho operário, mas na cabeça não tem nada só $. Eles não tem capacidade de discernir ou analisar um trabalho feito por um artista que por sua vez não entende de ética, leis, usando uma criança.

  47. Taiane martins Postado em 22/Aug/2013 às 23:19

    Para os que não acham nada demais vamos fazer uma alusão para ver se vocês conseguem captar a mensagem. Certamente vocês também não achariam nada demais se na Alemanha colocassem uma estátua de um judeu carregando uma cesta de pães no mercado com correntes nos pés. Repetindo a resposta de alguns nessa situação : Ah gente nada demais, também a galera vê nazismo em tudo, dessa forma, os professores de história não poderão falar sobre a época do nazismo já que é igualzinho colocar uma estátua de uma criança judia no mercado e ensinar o que foi a época do nazismo. Espero que tenha ficado mais fácil de entender o quão racista é essa estátua nesse contexto.

  48. Kelly Fernandes Postado em 23/Aug/2013 às 02:37

    Um filme ou um quadro ou um livro de história podem e devem trazer toda a informação sobre a escravidão, inclusive com figuras. Agora, o que tem a ver um menino escravo carregando pães numa padaria de mercado? Não tem NADA a ver. Só não enxerga o racismo nisso quem não se questiona. Entrar nesse setor e dar de cara com uma criança acorrentada carregando um enorme cesto de pães seria de mal gosto, mesmo se a criança fosse branca. No momento em que essa criança é negra, no nosso país, o último no mundo a abolir a escravidão, vamos ser inocentes e achar que é tudo uma imensa coincidência?

  49. Demetrius Postado em 23/Aug/2013 às 03:39

    supermercado nao é local para exposiçao de peças de arte, tem q expor produtos para vender, se eu quisesse ver arte iria ao museu, e afins, mas falar que foi de mal gosto, a me poupe, péssimo gosto na escolha da decoraçao, nao somente a estátua tinha q ser removida (sim eu sei q ja foi) como a pessoa q a obteve e inseriu ela na "decoraçao" ser punida severamente! e para as pessoas que dizem q isso é rebuliço de mais por uma estátua, com certeza a cor de sua pele nao é a retratada na tal obra e vc nunca sofreu algum preconceito em sua vida para achar q isso é exagero!

  50. Libertária Postado em 23/Aug/2013 às 06:13

    João Gabriel, leia o comentário do Vitor Dias que voce entenderá o porque uma estátua dessa não pode ser colocada num supermercado. Infelizmente a escravidão é romantizada no Brasil, aquela figura do negro forte nas fazendas se tornou bonita, romantica, mas deveria ser tratada realmente comparada ao Holocausto na Alemanha, pois coisas horríveis aconteceram. As pessoas precisam sim falar sobre o assunto, mas não em forma de preconceito, e sim em forma de esclarecimento e lutando para que medidas reparatórias sejam respeitadas e estimuladas no Brasil (como por exemplo a quota de negros nas universidades). Quanto de indenização voce acha que a Alemanha ainda paga pra Israel? Eles tem uma divída e culpa eterna para com os judeus. Acho sim que voce deve ter orgulho dos seus antepassados, mas também deve lutar para que uma imagem dessa não exista de modo nenhum como "decoração e propaganda", isso é a pura banalização do sofrimento dos negros.

  51. Deny Silva Postado em 23/Aug/2013 às 06:20

    Gente, a situação político / administrativa do Brasil já tá tão ruim que infelizmente preciso dizer isso: Sim a imagem foi de péssimo gosto, sim não é uma imagem que deviria estar em uma área de panificação (se fosse por estereotipo, deveria ter um português e não um africano, ainda digo mais - como estudante de marketing - se realmente precisassem usar uma imagem assim, deveria ter feito em uma seção de café, ou cachaça (polos de produção na época da escravatura), contudo gente, vamos raciocinar... Será realmente que clamar pela "cabeça" de alguém é realmente a solução? Chegaram até ao ridículo de dizer: "Toda a equipe de marketing deveria ser demitida" ou "Demissão sumária"... E nessa hora eu pergunto: Quantas pessoas iam ficar desempregadas à mais no Brasil? E seguindo a linha da conversa eu vou ainda mais longe: Quantos negros a mais iam ficar desempregados no Brasil? Entendão, não estou defendendo a empresa em si, estou defendendo as pessoas que trabalham para ela... Foi errado sim, mais foi um erro humano, um erro que já foi sanado, e o melhor de tudo um erro reconhecido e que acarretou um pedido publico de desculpas... Só pra lembrar tá Ninguém condena a teledramaturgia brasileira, que só mostra ou os negros como empregados domésticos, ou bandidos... Mas uma vez digo, não estou defendendo a empresa e sua atitude inicial, tb não sou racista!!! Contudo, se realmente vamos nos preocupar com a escolha da peça em questão, deveríamos nos preocupar como problema mais real e mais palpável... A real escravidão dos dias atuais à que a imagem faz referencia... TRABALHO INFANTIL... E não se deixem enganar, existe, e não são apenas crianças negras que não tem a chance de ser crianças...

  52. Agricio Postado em 23/Aug/2013 às 06:46

    O problema não é a estátua do menino negro com os grilhões. Seria perfeitamente aceitável em outro lugar ou outra ocasião. Um museu histórico por exemplo, uma cena do passado escravagista etc... Mas no supermercado? Com qual finalidade ? Divulgar a padaria ? Puramente enfeitar? Seria tb de igual mal gosto se fosse uma criança branca acorrentada, uma grávida, um idoso, um deficiente. Se fosse uma estátua normal, seria aceitável. Tb discordo q o objetivo foi racista, foi apenas uma infeliz idéia de algum infeliz.

  53. Libertária Postado em 23/Aug/2013 às 07:18

    Marco Costa, museu é museu, supermercado é supermercado. Cada objeto no seu lugar... Gente, discernimento, vai, pelo amor de Deus.

  54. Tem limite Postado em 23/Aug/2013 às 07:39

    Se quer ver arte vai no Museu? Isso mostra o quão rica é a cultura do brasileiro, que muito menos no Museu vai. Tem queparar de achar pelo em ovo. Como o amigo disse, se fosse branco ninguém ia falar nada. Da mesma forma que se alguém sair com uma camisa 100% branco na rua capaz de ser linchado, agora 100% negro pode e é cult. Tem que parar de se preocupar sim, com ignorância e falta de Cultura. Tanta noticia de política importante, coisas que o governo faz com todas as raças ( se é que existe isso) que ninguém da valor.

  55. Eduardo Postado em 23/Aug/2013 às 10:02

    Vamos parar de ser politicamente chatos !!!! Se colocassem Cristo na cruz , aí pode !!!! Escravidão negra na América existiu tanto quanto escravidão branca no Velho Mundo. Até Zumbi possuía escravos negros e era "compadre" dos brancos !!!!

  56. Dezwith Barros Postado em 23/Aug/2013 às 10:29

    Libertária, sem entrar na discussão sobre "medidas reparatórias" (das quais discordo parcialmente)... acho que a lógica do seu raciocínio ("museu é museu, supermercado é supermercado. Cada objeto no seu lugar…") não foi muito bem argumentada... ora, por se tratar de um objeto artístico (sim... pois, todo mundo desceu o pau, mas quase ninguém mencionou ou levou em consideração o fato de isso ser uma obra de arte...) não significa que ela tenha que permanecer em um lugar (físico, institucionalizado) específico para ela... Arte é do mundo... A arte é um elemento social que não deveria ter restrições de publico, lugar, hora, etc... Sou negro e não me senti nenhum um pouco ofendido com a atitude do supermercado, será que só por exibir uma estátua, um manequim ou seja lá o que for de um negro sendo escravizado necessariamente (e indiscriminadamente) tem que ser visto como uma apologia à escravidão?, e pq não tentar ver a coisa pelo viés oposto, será que uma pintura, uma fotografia, um filme que represente o holocausto, para usar o seu exemplo, (só) deve ser vista(o) como uma apologia a tal aberração? E pq ver uma obra de arte como essa em um museu seria diferente de vê-la em um supermercado? Chegamos ao ponto de não podermos mais ser chamados de Negro, porra!!! Eu sou NEGRO, eu não sou afro-descendente, não sou moreno, meus descendentes foram escravizados, e isso tem não deve ser apagado, isso não deve ser calado, mas também não deve ser lembrado ao som uma marcha fúnebre, a arte (e não só esse tipo de arte) é justamente os ecos que não devem ser calados... E apoio totalmente as palavras do Marco Costa!!!

  57. Acácio Postado em 23/Aug/2013 às 10:39

    Quanta hipocrisia... Esses eco-chatos e esquerdinhas festivas, agora querem que tudo seja "politicamente correto". E quem é contra, é chamado de reacionário. Bando de chatos, isso sim. Com tanta coisa para se preocupar, enquanto isso, existe um Japonês estudando... Brasileiros, um bando de POBRES e MENTECAPTOS.

    • maria Postado em 20/Nov/2013 às 16:03

      Então é melhor tudo incorreto? ... por que não pode ser politicamente correto?...e vc se preocupa com que? ...com a novela da globo?...pobre é você que se é brasileiro se despreza a si mesmo e se não é, despreza os outros?

  58. Acácio Postado em 23/Aug/2013 às 10:42

    Até a cantiga popular, conseguiram mudar. As tradições alteradas pelos mentecaptos: "Não Atire o pau no gato Não atire o pau no gato (to-to) Porque isso (sso-sso) Não se faz (faz-faz) Ô gatinho (nho-nho) É nosso amigo (go) Não devemos maltratar Os Animais Miau!!!"

  59. Dezwith Barros Postado em 23/Aug/2013 às 10:46

    Daqui a pouco vão dizer que o Negro não existe (eita porra!!! que Eu não existo)!!!

  60. Flavio Postado em 23/Aug/2013 às 10:53

    O manequim apenas demonstra a epoca de escravidão que houve no Brasil e em outros paises, não vejo nada alem disso.

  61. pedro Postado em 23/Aug/2013 às 10:58

    Perfeito. Para mim deveriam instalar um manequim desses em cada supermercado, em cada esquina. Assim não nos esquecemos qual foi o último país independente ocidental a abolir formalmente a escravidão em seu próprio território. Bom para nos lembrar que as cotas são importantes, as bolsa-família é essencial. Porque há 100 anos atrás o preto estava cortando cana debaixo de um chicote. E hoje continuamos tendo uma desigualdade entre brancos e negros que supera qualquer país no ocidente. Basta observar quem esta limpando o banheiro e quem está na loja chique. Alguém já foi atendido por médico preto? Eu não! Por isso esse manequim gerou tanta revolta. A revolta não é contra a escravidão e seus reflexos atuais, é contra sermos obrigados a pensar nela

  62. Daniel Cidade Postado em 23/Aug/2013 às 11:17

    Muito mal gosto. Mas tá cheio de empresa escravizando seus funcionários e ninguém fala nada. O bom disso ter feito em uma empresa privada é que você pode exercer o seu direito de boicote. As pessoas que continuarem comprando lá são mais safadas que o supermercado.

  63. Evandro Postado em 23/Aug/2013 às 11:32

    POVO RIDÍCULO PEDINDO DEMISSÃO DOS OUTROS, querem acabar com a vida de uma pessoa que pode depender muito de um emprego por algo que pode ter sido um mero equivoco, falta de atenção apenas. Ofendeu todo mundo? Tira e pronto, pede desculpa. Eu duvido que a pessoa que colocou isso aí é realmente racista, vamos parar pra pensar né. E se fosse uma criança branca de olhos azuis sem correntes? Será que alguém teria pensado em trabalho infantil? duvido muito.

    • maria Postado em 20/Nov/2013 às 15:58

      Cara vc é idiota com MAIÚSCULA, olha a comparação que você faz "E se fosse uma criança branca de olhos azuis sem correntes? " , mas veja que não é, não se trata de branca, olhos azuis e sem "correntes" é uma criança negra "com correntes" !!

  64. ana paula Postado em 23/Aug/2013 às 12:39

    Pra quem tá achando que não tem nada demais, que não houve preconceito ou racismo, que é apenas a retratação de um período da história: Se você se deparasse com uma estátua duma criança judia, de cabeça raspada, uniforme listrado e marca de numeração no antebraço, carregando uma cesta cheia de pães como objeto de decoração em um supermercado, você ia achar que não tem nada demais? Racismo não existe não, né gente?

  65. ROberto Postado em 23/Aug/2013 às 14:11

    Se você postar uma obra seguindo a historia do pão no brasil é essa escultura mesmo … se vc visitar lojas de artigos religiosos vai ter uma estatuas pedindo esmola ... então

  66. Caterinne Postado em 23/Aug/2013 às 15:35

    A história dos escravos no Brasil é extremamente romantizada. A culpa da escravidão é única e exclusivamente dos brancos, só que não. Ninguém fala que foram os próprios negros que vendiam na África os escravos para os portugueses, e até mesmo os ingleses. Peças artísticas, que remetem ao período escravistas, vamos queimar todos! Tiremos o livro de Gilberto Freire "Casa Grande e Senzala" das prateleiras, ele tem conteúdo extremamente racista, queimemos os quadros de preto velhos, queimemos tudo que remete à escravidão, e assim apagaremos esse episódio da nossa História? Ora, não sejamos politicamente chatinhos certinhos. Quem nunca viu a imagem (seja quadro ou estátua) de uma negra do período escravista vendendo doces? A imagem eu achei interessante, porque remete ao escravo da casa grande, que vendia pão,ou ainda que serviria o pão ao seu senhor. Temos que tomar cuidado com o que pensamos hoje sobre uma cultura diferente da nossa. A ofensa e a malícia está nos olhos de quem vê. Não esqueçamos também de mudar a obra do Monteiro Lobato, o Sítio do Pica pau Amarelo, porque é uma negra que é a cozinheira, e nunca se soube se ela recebia salários e tava devidamente registrada. E realmente, temos coisas mais importantes pra pensar sim, ou a fome foi erradicada de nosso país? Ou não existe mais nenhum tipo de trabalho compulsório ou escravo no mundo?

  67. Paulo Moraes Postado em 23/Aug/2013 às 17:09

    TEM GENTE QUE FAZ DRAMA PRA TUDO. É FÁCIL FALAR COISAS DO TIPO "NÃO DEVEMOS ESQUECER QUE ESSE PASSADO REFLETE ATÉ HOJE", QUANDO SE TRATA DA ESCRAVIDÃO. AGORA QUERO VER SE ALGUÉM FALOU MAL DO PAPA, SE REFERINDO A "SANTA INQUISIÇÃO", QUANDO GASTARAM UMA PUTA GRANA PARA SUA VISITA, SENDO QUE PODERIA SER TUDO NAS CUSTAS DO VATICANO. E COMO DISSE O EVANDRO, SE FOSSE UMA CRIANÇA BRANCA COM OLHOS AZUIS NINGUÉM LIGARIA.

  68. Marcos Vinicius Postado em 24/Aug/2013 às 11:53

    Fácil ver como o outro lado se comporta, coloque um menino branco com uma suástica, pronto ...

  69. GUILHERME CARRERI Postado em 24/Aug/2013 às 19:11

    Crime é uma cabeça sangrando na calçada.

  70. gustavo Postado em 25/Aug/2013 às 07:14

    Não vi nada demais, a final é uma ilustração do que existiu a 120 anos atrás ! bando de hipócritas mesmo.

  71. Leandro Coelho Postado em 25/Aug/2013 às 11:50

    Aquilo foi um ato falho, que expõe o verdadeiro ensejo da elite nojenta e exploradora de São Paulo: uma massa escravizada, submissa, retraída e barata. A estátua é um sonho (distante?) da aristocracia paulistana, que a faz suspirar de saudade dos tempos em que os filhos das empregadas domésticas não tinham acesso ao ensino superior, o que garantiria a eterna fartura de mão-de-obra barata. Um sonho sobre os tempos em que jamais corriam o risco de esbarrar com o zelador em Nova York, em Paris, lugares reservados apenas para a "gente de nível". Saudade dos tempos em que não existia essa bobagem de carteira de trabalho, de CLT, dos tempos de liberdade, em que patrão e empregado podiam decidir "livremente" sobre as condições de trabalho. Aquela estátua nada mais é do que uma homenagem aos "bons tempos" (que podem muito bem voltar...).

  72. AILTON Postado em 25/Aug/2013 às 11:53

    Esse otário que fez isso ,certamente é um alienado que vive noutra galáxia, ou seria resquícios da sociedade escravagista da época colonial!

  73. AILTON Postado em 25/Aug/2013 às 11:58

    mande esse canalha assistir o filme AMISTAD, quero ver se ele ainda tem vergonha de assumir sua besteira!

  74. Alexandre Postado em 26/Aug/2013 às 10:27

    Acho que existem muitos chatos de plantão!!! p.q.p também, agora tudo é preconceito, tudo tá errado, haja paciência. Se eu for numa loja daquelas que vendem artigos da Africa e comprar uma estátua de uma mulher negra, virei racista ? Tá foda viver nesse mundo chato. Se os caras colocarem uma loira com os peitos de fora vai aparecer um chato e dizer que é preconceito. Ei Vocês, CHATOS DE PLANTÃO, está na hora de encontrar algo que os façam rir um pouco.

  75. Leandro Coelho Postado em 26/Aug/2013 às 14:10

    Alexandre: sua opinião simplista demonstra sua alienação. Mas não é culpa sua. Você cresceu adestrado para ser como é. Sua geração aprendeu a lançar mão do deboche para com as minorias esmagadas, sendo adestrada a não pensar, a usar o senso de humor como arma para rechaçar discussões profundas. É muito mais fácil fazer uma piada, do que enfrentar uma questão tão delicada e complexa como essa. Mas você é jovem, e se decidir mudar, poderá ser tornar um homem conhecedor do mundo à sua volta. Leia mais, veja menos televisão, converse com os mais velhos. Abra sua mente. Um abraço!

  76. ana paula Postado em 26/Aug/2013 às 23:52

    ia comentar sobre o assunto em si mas essa de CHATO ( e em outros contextos entra invejosx e feix no mesmo nível de argumento) é o cúmulo da paralisia cerebral por opção. reclama de abuso machista: ai que gente chata! é um comentário reincidivo e por aí vai, a ditadura dos legalzões. valeu alexandre e seus broderes, vcs são legais. :S entretanto, provável que despropositadamente eles deixaram evidente algo que não é interessante pra o consumo, e por essa ambiguidade é profusor de debates, que "pra todo esse conforto e pão fresquinho (ou casa limpinha, comida feitinha, filhinho com babá e assim por diante) existe uma exploração subentendida". nos displays do marketing exemplar a anestesia é muito maior. afinal as pessoas vão comprar o mais barato e/ou mais gostoso e confortável independente dos caminhos que esse produto teve até chegar ao seu carrinho.

  77. ana paula Postado em 26/Aug/2013 às 23:55

    mas a vila romana é cheia de pixações facistas, white power e demais indícios dessa gentinha, então acaba por livre associação sugerindo que vestiram a camisa escravocrata com gosto mesmo. :S

  78. Vini Lages Postado em 10/Oct/2013 às 11:47

    Se fosse branco ninguém ia tirar foto.

  79. KÁSSIA RODRIGUES Postado em 20/Nov/2013 às 16:33

    mtos relatos em que "não vi nada demais na imagem"... mas gnt, para e pensa.. foram anos e anos onde um povo foi oprimido em mtos sentidos, foram tirados de sua terra para trabalharem em uma terra desconhecida.. imagina se fosse com vocês? ai, não seria tão legal neh?? mtos fatos aconteceram, fora os que foram contados na escola, do qual só temos uma página nos livros.. tenho certeza que mtas barbaridades aconteceram, não importando se eram homens, mulheres, crianças ou idosos.. todos sofriam.. então meu povo, calem a boca, desliguem suas televisões e vão estudar um pouquinhoo! ;)

  80. Adilson Alves Postado em 20/Nov/2013 às 23:05

    Interessante para a reflexão essa peça publicitária. Acho que há um culto a ética desenfreada e um exagero nessa coisa de politicamente correto. Se o dia é para refletir nada mais normal um simbolismo como esse.

  81. Daniela Postado em 26/Nov/2013 às 19:53

    Não é sobre se preocupar com coisas pequenas, mas são nestas coisas as quais julgamos como sem importância é que uma sociedade fica estagnada num preconceito do século passado. Peça de decoração de mau gosto.

  82. Gustavo Postado em 02/Dec/2013 às 16:53

    A imagem não é muito diferente do que nos observamos em novelas de época por exemplo. A escravidão aconteceu de fato não adianta tentar apagar isso agora, o máximo que podemos fazer é educar nossos filhos e netos para que não ocorra novamente!!! Infelizmente essa imagem faz parte de nossa História.