Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Exploração Trabalhador 13/Aug/2013 às 15:27
27
Comentários

Mães "chiques" criam grupo "antiterrorismo" contra empregadas

Ideia do grupo é se proteger da “petulância” das funcionárias e trocar ideias sobre cabeleireiros, temporadas de esqui em Aspen e veraneios em condomínios do litoral

mães contra empregadas

Mães criam grupo ”antiterrorismo” contra empregadas. Elas trocam e-mails com observações sobre sua relação com funcionárias ”ingratas”, que as deixam até ”meio tontas” (Foto: Reprodução)

Indignadas, cerca de 20 mães com sobrenomes tão colunáveis como Gasparian, Vidigal, Pignatari, Souza Aranha e Flecha de Lima se juntaram há cinco anos para fundar o GATB: Grupo Anti-Terrorismo de Babás.

A ideia era se proteger da “petulância” das funcionárias, dar dicas sobre o que fazer em caso de “abuso de direitos” e ainda trocar ideias sobre cabeleireiros, temporadas de esqui em Aspen e veraneios em condomínios do litoral norte.

Hoje, o grupo antiterrorista agrega por volta de cem mulheres que disparam e-mails diariamente. No campo “assunto”, leem-se frases como: “É necessário pagar feriado??”, com várias interrogações ou exclamações, inclusive em inglês, dependendo do tema. “Help!!”

Decisões em relação às empregadas são contadas como bravatas: “Girls, mandei a copeira e a cozinheira embora numa tacada só. Além de diversos furtos ao longo do ano, Rolex, roupas, etc, comprovamos um furto numa sexta à noite que só pode ter sido uma das duas”, diz a integrante.

Leia também

Dadas a rasgos de generosidade, elas passam adiante babás que não quiseram: “Oi, queridas amigas, é o seguinte: minha babá quebrou o braço e a irmã da minha folguista veio cobrir. Eu tinha até falado que se eu gostasse ia ficar com ela, mas o D. não quer duas irmãs juntas. O bom é que é daquelas que topam tudo: lava louça, passeia com os cachorros e até cozinha. Não é casada, mas tem um filho de 15 anos que se vira sozinho. Bom, quem tiver interessada o telefone é…”

Em autorreferências, as “girls” se ufanam: “Chique é ser GATB, onde meninas ajudam às outras sem pedir nada em troca!!”

TRECHO

“Meninas”, diz uma das mensagens. “Minha babá veio com uma história sem pé nem cabeça, de que eu estou devendo todos os feriados em dinheiro, porque existe uma lei agora, onde ela tem esse direito. Estou meio tonta com a atitude, decepcionada com a falta de educação e gratidão por tudo que já fiz por ela, mas gostaria de saber se sou obrigada a pagar. Quando achamos que estamos com uma babá ótima, lá vêm as bombas!”

agência estado

Recomendados para você

Comentários

  1. Eduardo Postado em 13/Aug/2013 às 16:28

    Tomara que a Ivete não esteja entre elas...uma pergunta se elas "madames" trabalhassem, e se trabalhassem num feriado elas gostariam de receber ou ficava quietinha??? Estas não votam no PT tenho certeza...

  2. Marcos Campos Postado em 13/Aug/2013 às 17:17

    Pessoal, vamos ter mais cuidado, os leitores de mídias alternativas são inteligentes, pensam! Qual é o objetico desta matéria? Provocar ira em quem é menos favorecido? Essa tal rede de mães "chiques" me soa como pura frivolidade, mas a matéria em si é de um esquerdismo vazio. Por que não então fazer um contra-ponto com o que as empregadas dizem de suas patroas? Acho que os comentários seriam tão assustadores quanto.

  3. jean Postado em 13/Aug/2013 às 17:24

    não precisa ser chic, rica, nem nada para se ter uma empregada em casa.... Mas, com essa nova realidade, tem muita gente que mandou embora mesmo.... Custos iguais de uma familia e uma empresa, aí ja é demais.... O Governo tem que rever isso!!! Todo mundo sairá ganhando

  4. Cléber Meirelles Postado em 13/Aug/2013 às 17:37

    Girls just want to have "FAN"!!!

  5. Gustavo Postado em 13/Aug/2013 às 18:32

    Lembrou muito o filme "The Help", ou "Histórias Cruzadas" no Brasil.

  6. Mayara B Postado em 13/Aug/2013 às 19:15

    Quanta imbecilidade. Só de ler, já fiquei com asco dessas "girls".

  7. renato Postado em 13/Aug/2013 às 19:17

    Isto existe mesmo, estas mulheres existem mesmo. Uma pergunta, estas mulheres tem certeza que tem maridos. Duvido que exista um cara que aguente isto. Ainda mais sendo rico. Isto é boneca de enfeite. E acha que as empregadas fazem parte do pacote. Me engana que eu gosto, afinal minhas amigas GLT, são demais...

  8. Altair Ahad Postado em 13/Aug/2013 às 20:08

    QUE COISA RIDICULA!!!

  9. Rogério Postado em 13/Aug/2013 às 20:35

    Que cocozinho!

  10. Amanda Postado em 13/Aug/2013 às 20:59

    ¬¬

  11. Flavio Postado em 13/Aug/2013 às 21:09

    Chega a ser engraçado....

  12. Su Dias Postado em 13/Aug/2013 às 21:39

    Um tanque cheio de roupas acalma esses ânimos high society fácil, fácil!

  13. renato Postado em 13/Aug/2013 às 21:52

    Secretário dos EUA, esteve no Brasil para tratar dos grampos universais, inclusive dos grampos das meninas do GASAB, SAGB,GBSSA, não adianta não consigo..... E ele falou que elas podem continuar a falar, que ninguem mais vai grampea-las. O secretário pediu que se elas tiverem problemas com as babas bombas, é só chama-lo na casa da senzala.

  14. Evandro Postado em 13/Aug/2013 às 22:33

    Post tendencioso e maniqueísta. As babás realmente são santas e roubar é justo.

  15. Marcos Postado em 13/Aug/2013 às 22:47

    Senhor moderador, o senhor não publicou meu comentário, que era respeitoso mas contra a idéia da matéria. Que idéia é a sua, está me parecendo uma revista Veja, que só sabe defender seus próprios interesses. Cadê o debate, tanto valorizado neste espaço? Gostaria que publicasse minha opnião por que ainda acredito que o Pragmatismo seja uma opção inteligente á mídia comprada.

  16. Carlos John Postado em 14/Aug/2013 às 00:37

    socialites ridiculas, as vezes realmente parece que vivemos numa banana's republic.

  17. Daniel T. Postado em 14/Aug/2013 às 08:57

    Quando vc pensa q ja viu de tudo, tem sempre alguma coisa q ainda pode te surpreender, e te mostrar q o ser humano é ainda mais tosco do q vc pensava.

  18. Renata Postado em 14/Aug/2013 às 09:40

    OK, galera!!!!Tudo isso é podre mesmo. Olha só, não sou rica e não tenho filhos. Gostaria de fazer uma pergunta: que tipo de punição tem uma babá que maltrata uma criança???????????????Acho que esse assunto é que deveria estar sendo tratado aqui.

  19. Leila Postado em 14/Aug/2013 às 10:52

    Ué, Renata, esse assunto pode ser tratado aqui (das babás que maltratam), não tem nada a ver uma coisa com a outra...

  20. indiana Postado em 14/Aug/2013 às 13:18

    coitadas das crianças que vão crescer com uma mãe assim!!!! ou melhor ...não...coitada mesmo é dessas trabalhadoras ...que criam os pequenos burguesinhos!! MANDA ESSAS VACAS IREM CUIDAR DE SEUS FILHOS

  21. Eduardo Postado em 14/Aug/2013 às 14:27

    as conversas parecem o programa papo calcinha, só que lá as meninas não falam mal de ninguém, só de homem.

  22. Thiago Postado em 14/Aug/2013 às 15:05

    Existe um excelente filme que trata sobre o tema, se chama Histórias Cruzadas, de 2011 dirigido por Tate Taylor, narra o sofrimento de empregadas e babás negras numa cidade norte americana nos anos 60. Vale a pena assistir. Essa noticia parece até que saiu do filme.

  23. Maria Luisa Persson Postado em 14/Aug/2013 às 15:59

    Se escolheram ter família a responsabilidade é dos dois .O que é de errado os pais tomar conta e educar seus proprios filhos?O que é de errado os dois dividir e ajudar um ao outro nos servicos da casa?

  24. Ismael Postado em 23/Aug/2013 às 17:56

    O objetivo da matéria, por sinal pertinente diante da ameaça da reação neoconservadora que se avizinha, é mostrar o perfil mental de parte das mulheres de classe média alta e o nível de sua inteligência conservadora - que vão de encontro à política progressista que tenta se estabelecer no Brasil desde 2002. Se é esquerdista então eu estou satisfeito porque me considero um "socialista tranquilo". Essa classe média é uma merda de ignorante. Quem está com a razão é a filósofa Marilena Chauí: a maioria é ignorante, reacionária e superficial.

  25. Maria Luisa Persson Postado em 13/Oct/2013 às 09:36

    Nao precisa ser "CHIQUE pra ser humanista!

  26. Adalberto Postado em 23/Oct/2013 às 11:56

    Se são tão chiques como dizem, por que não vão morar em Aspen, Paris, Amsterdã? Lá fora a conversa é outra, o pagamento é por hora ,no mínimo 50 euros ou dólares. E tem mais, as de lá não boazinhas como as daqui, só fazem o que foi combinado.

  27. Renato Martins Postado em 23/Oct/2013 às 13:31

    O Brasil tem a classe média mais imbecil do mundo.