Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Saúde 12/Aug/2013 às 16:09
12
Comentários

Brasileiros aprovam contratação de médicos estrangeiros

Aumenta aprovação à contratação de médicos estrangeiros no Brasil. Pesquisa revela que 54% dos brasileiros são favoráveis ao projeto do governo federal de trazer médicos para trabalhar em regiões onde faltam profissionais de saúde

mais médicos brasil

Contratação de médicos estrangeiros é aprovada por maioria dos brasileiros.

Aumentou a aprovação à contratação de médicos estrangeiros no Brasil, uma das medidas previstas pelo programa do governo federal Mais Médicos, revela pesquisa Datafolha.

Segundo o levantamento, feito entre quarta e sexta-feira da semana passada, 54% dos entrevistados são favoráveis ao projeto do governo federal de trazer médicos para trabalhar em regiões onde faltam profissionais de saúde.

No fim de junho, o índice de aprovação era de 47%. Da mesma forma, 48% eram contrários ao projeto na pesquisa de junho –agora, esse percentual caiu para 40%.

PERFIL

De maneira geral, quem apoia a vinda de médicos estrangeiros é homem (59%), tem ensino fundamental (54%) e avalia bem o governo federal (63%).

Leia também

A maioria (60%) vive no Nordeste do país, principalmente em em cidades de médio porte –entre 50 mil e 200 mil habitantes (60%).

Os maiores críticos ao projeto são com ensino superior (52%), avaliam como ruim ou péssima a gestão da presidente Dilma Rousseff (52%) e moram em cidades grandes, acima de 500 mil habitantes (46%).

PROGRAMA

Lançado em julho pela presidente Dilma Rousseff, o Mais Médicos tinha dois eixos. O primeiro é fixar médicos, brasileiros ou estrangeiros, na rede pública de saúde de municípios do interior e periferias das grandes cidades. O segundo é ampliar o curso de medicina em dois anos,

Após a primeira fase, que se destinava a médicos formados no Brasil ou que já têm autorização para atuar no país, ter atendido apenas 6% da demanda dos municípios, foram abertas as inscrições para médicos que atuam no exterior.

Os médicos estrangeiros deverão passar três semanas sob avaliação de uma universidade antes de trabalhar.

Folha Online

Tags

Recomendados para você

Comentários

  1. Marcos Postado em 12/Aug/2013 às 16:28

    Nada melhor que uns 30.000 Cubanos no Brasil. Uns 2000 desses vão fugir para os USA.

  2. Amarilia Teixeira Couto Postado em 12/Aug/2013 às 16:38

    Se o programa "Mais Médicos" fosse muito bem explicado à população,em horário nobre na TV,esse percentual de aprovação seria de quase 100%.Quem conhece o Brasil e suas imensas dificuldades,principalmente na Saúde,que passa pela falta de infraestrutura,má gestão e também pela falta de médicos,jamais se posicionaria contra,principalmente com o furor de alguns setores da classe médica.Torço para que o governo não retroceda além do que já negociou e contrate com urgência os médicos estrangeiros,e os cubanos também,por que não?

  3. renato Postado em 12/Aug/2013 às 16:49

    É mais fácil médico Americano fugir para o Brasil. Esta desconectado de como é a saúde nos Usa. E você desconhece o Povo cubano.....é de direita. Até suas letras são de direita.

  4. Carlos Loth Postado em 12/Aug/2013 às 18:08

    As pessoas que responderam a essa pesquisa sabem que a vinda desses médicos estrangeiros é sem a revalidação do diploma? Acredito que essa informação muda drasticamente o panorama. É evidente que as pessoas são a favor do aumento no número de médicos, contudo a população em geral não sabe que através do programa "Mais Médicos", os profissionais estrangeiros que vierem trabalharam no Brasil não serão avaliados pelo exame padrão de revalidação dos diplomas emitidos em seus países de origem. Ou seja, não haverá garantia de que esses médicos estrangeiros possuem a mesma qualificação dos médicos formados em nosso país. Alguém sabe explicar porquê o governo não planeja exigir a revalidação do diploma desses médicos estrangeiros através do exame padrão do Ministério da Educação?

  5. Carlos John Postado em 12/Aug/2013 às 21:07

    Estupido, pessoas emigram pelo mundo a fora pelo mesmo motivo: economico. em Cuba não é diferente, quem se vai da ilha, se vai por melhores horizontes economicos e isso se faz legalmente, o que você provavelmente nao sabe- as pessoas nao "fogem" . O problema economico de Cuba existe por um bloqueio economico e poilitico completo imposto pelos estados unidos e não pelo sistema cubano que é o sociliasmo. Com relação aos médicos cubanos virem para o Brasil, o primeiro que temos que fazer é agradecer generosamente a esse país que nunca nos fez dano e pelo contrário apoio forças democráticas dentro do Brasil num momento onde aqui havia uma cruel ditadura militar, temos que agradecer e também aprender um pouco com eles. nao penso que o modelo socialista cubano seja o caminho pro Brasil e isso em momento nenhum está posto em questão - os medicos vem pra trabalhar, ajuda - outra coisa, aprenda de uma vez por todas: PT NAO É SOCIALISTA nem REVOLUCIONÁRIO. - mas acho que devemos aprender um pouco de um país de terceiro mundo, muito pobre, que pelo menos consegue manter sua população sã, culta e limpa, onde as crianças são felizes e livres pois praticamente não há violencia, onde a pesar das dificuldades economicas as pessoas vivem e são felizes. Provavelmente alguns entre os 3mil medicos cubanos que virao de missão ao Brasil decidirão ficar ou mesmo emigrar a outro país, isso será feito dentro dos marcos da lei, pois todos são livre pra isso, a unica barreira é a etica mas isso é uma questão pessoal, individual e não cabe a ninguém julgar. Tenho medo do que essa geação de brasileiros incultos que pululam na rede podem representar no futuro, a burrice e a ignorancia sempre levam a intolerancia politica e ao facismo. A classe media urbana é um fracasso, não sei se é culpa das escolas, dos pais, da socieade ou do momento mas seus filhos são uma geração de mentecaptos como esse tal Marcos, é uma pena mesmo que num momento onde o país experimenta um status tão impar em sua história tenhamos um pessoal tão infantilizado e que o senso comum esteja numa imbecilidade sem fim. "a esperança está nos proles" - ja dizia George Orwell em seu livro 1984, guardadas as proporções e etc, em contrapatida temos em nosso país uma vigorosa periferia que clama por seu lugar, produz sua arte e aprende cada vez mais sobre sua propria força, esa periferia é o futuro do brasil, periferia das grandes cidades e as periferias regionais (norte-nordeste) que sao o povo trabalhador, forte e fecundo, são os produtores e os criativos, essa periferia é o orgulho do Brasil e a esperança. infelizmente a classe media perdeu sua opurtunidade de unir-se ao povo e construiu-se numa redoma de besteiras e ideias politicas frágeis, será esquecida pela história, pisada, relegada a sua condição mais minima de consumidores de merda comercial material ou ideológica. Confio no Brasil, amo meu país, agradeço de coração a Cuba por esse gesto de irmandade, espero que um dia nosso país possa fazer o mesmo por outros utilizando sua gigantesca proporção e seu amor infinito. Quanto a essa classe média, lamentável. e fica denovo o conselho: vão estudar! vocês são incultos, não tem sensibilidade artistica, não tem senso critico, não entendem absolutamente NADA da realidade objetiva, não leem livros, ignoram a politica e são vitimas de um bombardeio midiatico preparado justamente pra vocês pelas pessoas que definitivamente formaram vocês o que vocês são hoje: uma massa de imbecis, egomanos, consumistas. desculpem, a estupidez me agride. abraços

  6. Marcos Postado em 12/Aug/2013 às 23:00

    Carlos John partindo de um provável esquerdista seu texto refletindo toda a sua completa ignorância é uma especie de elogio. A diferença entre um medico Cubano e um provável Shaman de alguma tribo indígena é pouca, o primeiro usa a medicina para fugir do país o segundo pelo menos é mais sincero acredita de fato no deus Tilápia que ira ajudar nas curas, os primeiros são bons atores, viva o socialismo LONGE de CUBA. "espero que um dia nosso país possa fazer o mesmo por outros utilizando sua gigantesca proporção e seu amor infinito." Amor infinito rsrs, se Fidel amasse o seu povo já teria tornado a ilha capitalista e tirava o povo da miséria, mas o ego e o orgulho daquele proto ditadorzinho é tão grande que prefere tentar sobreviver em uma utopia falida do que encarar a realidade condenando o povo a violência. Sobre a periferia, classe media e toda essas bobagens de professores de ensino médio de acordo com o PT a "nova classe media" mora na periferia, seu texto faz tanto sentido quanto pessoas vegetarianas.

  7. Carlos John Postado em 12/Aug/2013 às 23:19

    sem comentários, seu comédia... burrão.

  8. Altair Ahad Postado em 13/Aug/2013 às 03:15

    medida excelente do governo. parabens ao governo federal! chega de médicos elitistas chorões!

  9. erika coelho Postado em 14/Aug/2013 às 14:12

    Carlos John,nada como uma pessoa esclarecida,brasileiro e orgulhoso,racista e preconceituoso,acho muito irônico as pessoas falarem de países que nunca colocaram o pe,pessoas que mau se informam,gente a medicina de Cuba e a melhor do mundo como preventiva,acho que as pessoas criticam o que não sabem,outra coisa por traz desses contratos de médicos extrangeiros esta o cfm,nao querem aceitar sempre teve essa discursao sobre médicos formados em Cuba ou na Argentina,brasileiros tem xenofobia com pessoas que ao ver "são países de terceiro mundo"duvido se nesse projeto estivesse envolvidos americanos,suicos e demais paise de primeiro mundo estariam opinando contra,acho viável que venham médicos sim,pois os que etao aqui não querem trabalhar nas periferias tem lugares no brasil que a população nunca viu um medico vivem de curandeiros,parteiras etc!

  10. Danillo Postado em 16/Aug/2013 às 20:16

    O programa "Mais Médicos" está apenas repatriando brasileiros que foram enviados a Cuba pra estudar a medicina de lá. Trazer profissionais com formação distinta sem a devida avaliação dos seus conhecimentos é simplesmente uma irresponsabilidade e descaso com a saúde da população. Os cubanos petistas farão uma lavagem cerebral no "povão" pobre, menos instruído e com baixo poder de crítica pra ganharem votos pra próxima eleição da presidente Dilma. É uma grande jogada política, uma tática demagógica das mais gigantescas (pensando no eleitorado de maior representação do Brasil, o Nordeste) e que muita gente tá engolindo a golada. O fascismo já está aqui, só que mascarado. Medida mais autoritária e intransigente que a MP 621 não existe. Como que se propõe um programa trabalhista que não segue as leis trabalhistas?? Sem condições de resguardo da segurança de atuação profissional?? Isso sim é burrice, intolerância, coerção e manipulação. Vai num cais qualquer aí e você, usuário, vai perceber que nem cadeira pra sentar tem. Espera-se horas pra se conseguir o resultado de um exame de urina ou hemograma. O paciente é esquecido e relegado ao acaso do médico atendente ter algum tempo pra se lembrar que aquele quem ele atendeu há 3 horas ainda está ali precisando de ajuda, porque tem outras trezentas pessoas precisando de atendimento e que não conseguiram no resto do dia porque não tem local para recebê-las: "está tudo lotado", "não temos leito", "capacidade estourada" são frases que se escutam todos os dias diversas vezes e o paciente fica girando a cidade inteira até achar um serviço que possa acolhê-la em um corredor, numa maca sem colchão. O cubano vai trabalhar na tapera e então?? Que mortalidade infantil ele vai reduzir com isso?? Como é que se trata desnutrição uma mãe se nem solução pra nutrição parenteral tem? Ainda mais bomba de infusão ou alguém que saiba colocar um acesso central? Como é que uma criança prematura sobrevive sem uma unidade neonatal de reanimação? E se a mãe tiver diabetes e um bebê macrossômico (recém-nascido >4 kg) pós-termo que não progride pelo canal vaginal e não tiver sala de cirurgia pra fazer a cesariana?? Nem digo sala, mas campo estéril, luvas, pinças, bisturis, anestésicos, monitor?? A medicina de hoje não se faz só com estetoscópio, infelizmente; do contrário; seria mais tranquilo, não acha?! A medicina evolui para o bem do paciente e se o recurso existe ele deve ser disponibilizado. Quantas pessoas sobreviviam depois de ter tuberculose há 60 anos atrás?? Pouquíssimas, pois não tinha tratamento. Hoje tem, mais o Brasil ainda se encontra na lista dos 20 maiores países do mundo em incidência de tuberculose anualmente. Culpa do médico?? Acho um pouco difícil culpar somente um. Culpa de anos de sucateamento, roubalheira e falta de planejamento e organização política.O Brasil deve ter pelo menos uns trinta anos de atraso de investimentos em saúde! Agora a "gracinha" da presidente quer fazer "bem" pro povo entupindo os rincões com pessoas sem qualificação comprovada e ainda sem estruturação da saúde?? Tenha dó. E o MEC deixando abrir escola médica a torto e a direito em qualquer esquina, sem hospital escola, sem docentes competentes?? Como se forma médico sem uma preparação aprofundada e centrada?? Só perdemos pra Índia em número de faculdades médicas. O foco deve ser interno, a correção do problema deve levar anos. Tem muito médico ruim e isso é que deveria ser mudado. A aprendizagem deve ser metódica, sistematizada e organizada. Mas o "povão" nunca cansa de paliação. Aliás, a manipulação é tamanha que ele esqueceu que crescer e reivindicar seus diretos também faz parte da vida. Então vai continuar andando horas pra encontrar um maca sem colchão num corredor cheio de gente.

  11. Elizabete Gomes Postado em 24/Aug/2013 às 00:06

    Não basta trazer uns médicos pra cá. Tem que mandar pra longe um monte que estão aqui. Comecem pelo presidente do CRM de Minas Gerais, João Batista Gomes Soares. O sujeito em questão disse que se os médicos cubanos que estão chegando, no programa Mais Médicos, cometerem algum erro, não recomenda que os colegas os ajudem. Como assim? É pra deixar pacientes morrerem se você puder evitar simplesmente pra provar seu ponto, senhor João Batista Gomes? De que estão sendo contratados médicos não à altura dos brasileiros? O ponto é: esses médicos estão indo para locais onde médico brasileiro NENHUM quis se deslocar. Sério. Para o mundo que quero descer. Não quero habitar o mesmo planeta que um sujeito desses. Se você é médico ou amigo de um consulte a opinião desse, se está me achando radical. Que ao menos essa barbaridade dê início a um diálogo. Se não der, afinal você está lendo por quê?

  12. MariC Postado em 29/Aug/2013 às 06:29

    Absurdo este movimento contra a vinda de médicos para socorrer nossa combalida saúde. Triste a desinformação sobre o que é educação e medicina em Cuba. Gostaria inclusive que o Brasil importasse PROFESSORES cubanos, que certamente fariam bom trabalho por aqui. Cuba, pequena ilha limitada em recursos naturais mas que se dá ao luxo de exportar bens adquiridos via valorização da Cultura do seu povo. Hoje vejo como maior doença no nosso país o preconceito. Preconceito contra Presidente de origem pobre ou mulher, xenofobia ignorante e não raro violenta, ranço de valores decadentes. Irônico que mulheres e nordestinas se prestem ao papel que estas fizeram, elas mesmas objeto de tanto preconceito, por essa dupla condição ! Como cidadã brasileira sou grata ao Mais Médico e gostaria que houvesse um modo de enviar desculpas aos doutores cubanos. Que certamente não entendem só de medicina, sua formação tem abrangência maior.