Luis Soares
Colunista
Compartilhar
EUA 22/Aug/2013 às 13:58
10
Comentários

Bradley Manning diz que é mulher

Bradley Manning, soldado que vazou documentos secretos ao Wikileaks, diz ser mulher e quer mudar de nome

Um dias após ser condenado a 35 anos de prisão por vazar documentos confidenciais para o site Wikileaks, o militar Bradley Manning, 25, afirmou que é uma mulher.

bradley manning chelsea

Montagem fornecida pelo Exército dos EUA mostra o soldado Bradley Manning usando batom e peruca e de uniforme militar.

“Como uma transição para este próximo estágio da minha vida, quero que todos conheçam o verdadeiro eu. Eu sou Chelsea Manning. Sou uma mulher. Dada a maneira como me sinto, e tenho me sentido desde criança, quero começar um tratamento hormonal assim que possível. Espero que vocês me apoiem nesta transição. Solicito também que, começando hoje, vocês se refiram a mim pelo meu novo novo e use o pronome feminino [salvo em correspondência oficial à prisão]. Espero receber cartas de apoiadores e ter a chance de escrever de volta”, diz a declaração de Manning, que assina com o nome de Chelsea.

Condenado

Na quarta-feira (22), a Justiça fixou em 35 anos de prisão a pena de Manning pelo vazamento dos papéis. O advogado do soldado, David Coombs, disse que entrará com um pedido de perdão presidencial para reverter a condenação de seu cliente.

Leia também

Segundo Coombs, a ideia é que a pena seja transformada no tempo que ele já foi preso –um pouco mais de três anos. Assim, o soldado seria imediatamente solto.

Caso não consiga reverter a pena, Manning poderá tentar pedir liberdade condicional em sete anos. “Qual é a percepção pública disso (da sentença)? Que foi um julgamento justo? A resposta é não. E isso é triste”, afirmou.

O advogado também contou que seu cliente reagiu com serenidade à sentença. “Eu e outros começamos a chorar. Manning olhou para mim e disse ‘está tudo bem. Você fez seu melhor. Eu ficarei bem e passarei por tudo isso'”, disse.

Segundo a promotoria militar, o vazamento de dados promovido por Manning durante seu serviço no Iraque em 2010 colocou os Estados Unidos em perigo, assim como suas delegações civis e militares em vários países.

Após a sentença, Manning foi retirado rapidamente da corte aos gritos de “nós continuaremos lutando por você, Bradley” e “você é nosso herói” de apoiadores que estavam no tribunal.

O WikiLeaks considera a pena de 35 anos uma “vitória estratégica”, pois significa que ele pode obter liberdade condicional em menos de nove anos.

O jornalista Gleen Greenwald, que publicou uma série de reportagens sobre o esquema de espionagem da Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos no jornal “The Guardian”, ironizou a sentença de Manning em um post no Twitter:

“Os EUA nunca serão capazes de falar novamente ao mundo sobre o valor da transparência e da liberdade de imprensa sem causar um ataque de riso mundial.”

bradley manning chelsea mulher

O soldado Bradley Manning (Divulgação)

A Anistia Internacional pediu ao presidente Barack Obama que considere o pedido de clemência e diminua a sentença de Manning.

Maior vazamento da história

Na semana passada, Manning pediu desculpas e lamentou que seus atos tinham prejudicado as pessoas e os EUA. Durante o julgamento, a defesa destacou os problemas de identidade sexual na juventude, bem como sua difícil infância com pais alcoólatras.

Entre os vazamentos de Manning, estava o registro de um ataque aéreo de um helicóptero americano a um grupo de civis em Bagdá, incluindo jornalistas. O conteúdo filmado foi revelado pelo WikiLeaks e complicou o governo dos EUA, que se viu envolvido em uma série de debates sobre a impunidade aos militares norte-americanos nos últimos conflitos armados.

Manning foi absolvido no final de junho da acusação mais grave contra ele, a de colaborar com o inimigo, que por si só implicava uma sentença de prisão perpétua. Ele foi condenado por mais de 20 acusações. (Com agências internacionais)

NBC e Agências Internacionais

Recomendados para você

Comentários

  1. Tomie Savaget Postado em 22/Aug/2013 às 14:40

    PP é um canal de midia que eu considero "do bem", sensivel a questões sociais e de minorias. Porque não usar o pronome certo? O Bradley agora é a Chelsea. A Chelsea. A Chelsea. Não é porque ela não começou o processo hormonal da sua transição que ela é menos mulher. Esperava que vocês fossem ser um pouco mais sensíveis a essas questões.

  2. Fred Schmidt Postado em 22/Aug/2013 às 14:41

    Agora eles não matam simplesmente o sujeito para não correr o risco de fabricar mais um martire, a estrategia 'e destruir o cara e humilha-lo perante o mundo. Imaginem a CIA, faz gato dizer que 'e cachorro, e estão com um ódio todo especial por este cara, querem transforma-lo num exemplo para que isso não se repita. Estranho 'e o pragmatismo politico não lançar essa duvida, evidente que esta foto não datada que surgiu agora 'e desse ano e foi tirada dentro de uma base militar...

  3. lucas rodrigues Postado em 22/Aug/2013 às 15:17

    tudo muito pra se duvidar... na foto o nariz está machucado... como saber em que situação foi feita...

  4. Fernando Fidelis Vasconcelos Postado em 22/Aug/2013 às 16:57

    A estratégia é desacreditar o rapaz para mudar o foco e fazer esquecer que assassinaram muita gente. Tinham que ir pro Tribunal Internacional.

  5. renato Postado em 22/Aug/2013 às 17:25

    Escrevam para o homem, a mulher não existe, e se existe eles vão fazer cirurgia na marra. Então não cometam esta afronta contra o rapaz. Não basta jogarem ele numa cela de bandidos, querem chamar ele de mulherzinha. E desculpem as mulheres, isto não tem nada a ver com vocês. Mas lá dentro ser chamado de mulherzinha e ofensa pesada. Estes americanos são tráias.

    • Gileno Postado em 02/Sep/2013 às 22:26

      Foi a primeira coisa que me veio à mente, Renato. Cara, como o ser o humano consegue ser cruel. É evidente que essa carta não é do cara. Uma coisa totalmente fora de contexto. Um cara que sabe que vai sofrer na prisão por 35 anos, estaria realmente preocupado com uma mudança de sexo nessa altura do campeonato? É claro que não. Algum doente do Pentágono deve ter tido essa "brilhante" ideia.

  6. Giselle Postado em 22/Aug/2013 às 20:05

    Desculpa, mas se ela afirma que ela é uma mulher, bom, ela É uma mulher.

  7. Ve Postado em 22/Aug/2013 às 21:49

    Pra quê pronome correto? Pra quê respeitar a identidade alheia? Imagine. Vamos deixar a esquerda cissexista e transfóbica assim como está, né? Já não basta o machismo nítido. PFVR. O nome delA é Chelsea Manning. ElA é uma mulher.