Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Saúde 19/Jul/2013 às 17:56
46
Comentários

Carta de um médico cubano: respeito, solidariedade e ética

Carta de um médico cubano: Simplesmente respeito, solidariedade e ética

“Meu nome é Juan Carlos Raxach, cubano, que desde 1998 escolhi o Brasil como meu país de residência, e sinto o maior orgulho de ter me formado, em 1986, como médico em Havana, Cuba.

É com tristeza e dor que vejo as notícias publicadas pela mídia e nas redes sociais, a falta de respeito e de solidariedade proveniente de alguns colegas brasileiros, profissionais ou não da área da saúde, que atacam e desvalorizam os médicos formados em Cuba como uma forma de justificar a sua indignação às medidas tomadas pelo governo brasileiro no intuito de melhorar a qualidade dos serviços do SUS.

A qualidade humana e a alta qualificação dos profissionais de saúde cubanos têm permitido que ainda hoje, quando o país continua a enfrentar graves problemas econômicos que se alastram desde os anos 90, após a queda do campo socialista da Europa do leste, os índices de saúde da população cubana seguem colocados como exemplo para o mundo.

São índices de saúde alcançados através do trabalho interdisciplinar e intersetorial desses profissionais.

Por exemplo, em 2012 a mortalidade infantil em Cuba continuava sendo 4,6 por cada mil nascidos vivos, menor que o índice de Canadá e dos Estados Unidos.

Leia também

A expectativa de vida é de 78 anos para os homens e 80 para as mulheres.

médicos cubanos brasil

Vinda de médicos estrangeiros e, sobretudo, cubanos, têm gerado discussões acaloradas

E já em 2011 existia um médico a cada 143 habitantes.

Em 2012, a dra. Margareth Chan, diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), reconheceu e elogiou o modelo sanitário de Cuba e destacou a qualidade do trabalho que realizam os profissionais de saúde e os cientistas cubanos, e felicitou às autoridades cubanas por colocar o ser humano no centro da sua atenção.

Não é desprestigiando nossos colegas de profissão, seja qual for o seu país onde tenha se formado, que vamos colocar em pauta e debater as verdadeiras causas da deterioração da qualidade dos serviços de saúde no Brasil.

Na hora de nos manifestar, o respeito, a solidariedade e a ética são necessários para estabelecer o diálogo e ir ao encontro da solução dos problemas.

Solidariamente,

Juan Carlos Raxach

Juan Carlos Raxach é assessor de projetos da Associação Brasileria Interdisciplicar de AIDS – ABIA

Recomendados para você

Comentários

  1. renato Postado em 19/Jul/2013 às 18:21

    Tem o meu respeito! Tem minha admiração! Este governo tem meu respeito, por derrubar paradigmas seculares. Tamara que derrube outros, o Brasil tem que mudar. Para o Povo, pelo Povo e com o Povo. As riquezas desta terra é nossa, todas elas.... Qualquer riqueza que você sonhar tem que estar do seu lado e do lado do vizinho.

  2. Eduardo Postado em 19/Jul/2013 às 18:22

    ...Com açúcar e com afeto, ou também pode ser com arreia. Concordo com o Dr.Juan, visto que não é admissível que um cidadão estude 10 anos se forme numa das profissões mais belas que existe e não saibam se manifestar sem palavras e atos xenofobos, é coisa de doentes não de doutores, o que se quer é acabar com o problema de saúde nas áreas onde eles brasileiros não querem ir.... o que estamos falando aqui é saúde de atenção primária na maioria das vezes, aquela que o profissional é consultado e este examina o paciente e o encaminha quando for o caso para outra especialidade, sem demérito algum o médico da atenção primária é importantíssimo como doutor e como educador de saúde das famílias.

  3. Eduardo Postado em 19/Jul/2013 às 18:24

    Renato tô com você, não existe ilhas de felicidades, ou todos são felizes ou ninguém... até que todos possam ser.

  4. paulo machado Postado em 19/Jul/2013 às 18:40

    Não basta ser médico, tem que ter Educação, parabéns Dr. Juan!

  5. Marcus Postado em 19/Jul/2013 às 19:32

    Triste isso, mas enquanto tivemos jornalistas desprezíveis como os "colonistas" da veja, falando sandices sobre os cubanos, a tendência é que os cabeças fracas fiquem gritando, procurando soluções que no momento são inviáveis pro governo, mas brasileiro é assim mesmo, reclama de tudo e não consegue pensar em soluções melhores. Infelizmente nem médicos cubanos e nem de outros países conseguem curar esse câncer chamado imprensa brasileira.

  6. Marco Postado em 19/Jul/2013 às 19:33

    Dr. so com doutorado, por favor. Mania feia médico só com graduação achar que é doutor.

  7. Elizabeth Aquino Marques Postado em 19/Jul/2013 às 19:59

    Não precisamos de médicos estrangeiros, aliás esses dias vi um médico português dizer que não viria ser médico aqui , pois aqui tem muito pouco recurso e ele está certíssimo, não precisamos de médicos. Precisamos de leitos, UTI, aparelhos,medicamentos etc... que só existem em hospitais chiques em São Paulo, onde Dona Dilma foi tratar do câncer. Porque não foi a Cuba se lá é tão bom?

  8. Marcos Postado em 19/Jul/2013 às 20:26

    Médicos Cubanos são um desrespeito a qualquer paciente, Cuba vende médicos para o mundo é um negocio, sair de Cuba qualquer um quer tolo de quem acredita na causa "humanitária" desses médicos.

  9. jr Postado em 19/Jul/2013 às 20:33

    não existe falta de respeito, existe na verdade falta de coragem de alguns a se submeterem a uma prova, se tão são bons qual o receio?

  10. hercules Postado em 19/Jul/2013 às 21:02

    E o medo dos estrangeiros revolucionarem a Saude no Brasil , com medidas preventivas e não remediativas , assim como disse a dra. Margareth Chan, diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2012 , os cubanos colocam o ser humano em primeiro lugar e não como aqui no Brasil que os medicos colocam os laboratórios em primeiro lugar , quem sai de um consultório hj em dia sem pelo menos 3 receitas ?

  11. Avelina Moreira Postado em 19/Jul/2013 às 21:56

    Precisamos ´de médicos humanos, precisamos de médicos que ao chegarmos em seu consultório do SUS ele nos trate com atenção e com interesse em saber o que nos leva até lá,precisamos de médicos que nos questione sobre o que estamos sentindo e não de médicos que faça uma consulta em menos de 10minutos. Ouço dizer que falta aparelhos, medicamento,leito ,UTI e uma lista interminável de recursos para que eles possam trabalhar melhor. Me poupem Srs Doutores, com todo respeito que aprendi a ter para com as pessoas ao longo dos meus 62 anos de idade, não queiram transferir culpa para outrem, se os senhores cuidassem com carinho e atenção os seus pacientes e colocassem a boa vontade junto do seus conhecimentos, não teria necessidade de tantos leitos e UTIS e seja mais o que for, mas não estou generalizando, mas muitos desses profissionais deixam o paciente numa peregrinação e na maioria das vezes quando mandam para as especialidades o problema já esta muitas vezes pior o que poderia ter sido evitado lá trás. Nem os médicos que atendem pelos planos de saúde estão tendo horário pra consulta, agora se for consulta particular se consegue no mesmo dia, então me pergunto onde está o problema e com quem???????????

  12. sipra Postado em 19/Jul/2013 às 22:27

    Médicos no brasil tem mas eles não querem trabalhar para o povo a maioria só quer ganhar um ótimo salário e não respeitar o povo, mas o governo tem que fazer sua parte também não deixar os hospitais sucateados com os equipamentos velhos. Muitos médicos só querem trabalhar nos grandes centros e na pereferia onde esta o povão eles não querem. O povo também tem que saber cobrar seus governantes

  13. Celio Leite Postado em 19/Jul/2013 às 23:11

    "respeito, solidariedade e ética" Pensava que essa expressao fosse tíipica de otários de direita! E não de babacas de esquerda!

  14. Derli Macagnan Postado em 20/Jul/2013 às 00:15

    Que bom ouvir de um medico aquilo que eu venho dizendo desde o inicio. Não serafacil combater o corporativismo da sociedade de medicina, que elitizou a medicina neste pais de bananas. Eles resolveram criar a escaces demedicos para ganhar mais dinheiro. Dessa forma a maioria da populaçao fica sem atendimento. a sociedade medica bresileira não quer tratar a saude, prefere tratar a doença, isso rende mais.

  15. Maria Bononi Postado em 20/Jul/2013 às 02:00

    Babaca é você, Celio Leite!!! Ele foi ético, sim e você, muito mal-educado!!! Porém, a questão é outra. Entre esses médicos cubanos, vem uma leva de PTralhas que foram à Cuba estudar medicina e justamente por causa desses é que não querem aplicar a prova do Revalida!!! Claro, que os MÉDICOS CUBANOS, passariam!!!

  16. Rute Mendonça da silva Postado em 20/Jul/2013 às 03:11

    "NOTA DAS ENTIDADES MÉDICAS A SOCIEDADE Anúncio de retirada de representantes de Comissões do Governo DIÁLOGO ROMPIDO Brasília, 19 de julho de 2013. Ao editar de forma unilateral e autoritária medidas paliativas que afetam a qualidade dos serviços públicos de Saúde e o exercício da Medicina no país, o Governo Federal rompeu o diálogo com as entidades médicas, que, desde 2011, buscavam insistentemente o consenso, sempre apresentando propostas para a interiorização da assistência. As entidades médicas participaram de inúmeras reuniões nos Ministérios da Saúde e da Educação, assim como de encontro com a presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto. Em todas as oportunidades, mostraram-se dispostas a ouvir os argumentos e posicionaram-se com sugestões concretas para levar o atendimento aos municípios do interior. Entre as soluções encaminhadas, encontram-se a criação de uma carreira de Estado para o médico e outros profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS), a implantação de um Programa de Interiorização do Médico Brasileiro (com garantia efetivas de condições de trabalho e supervisão) e vinda de médicos estrangeiros aprovados no exame de validação de diplomas (Revalida) para atuar em áreas de difícil acesso e provimento. A forma indiferente como as propostas foram tratadas e os constantes ataques aos médicos e suas entidades, transferindo-lhes a responsabilidade pela crise da assistência, que se deve à falta de investimentos, má gestão e corrupção, sinalizaram que o Governo não tem interesse em dialogar ou elaborar soluções com a participação dos médicos e outros setores da sociedade. Diante desse quadro, as entidades médicas nacionais anunciam o seu afastamento de Câmaras e Comissões em nível governamental nas áreas de Saúde e da Educação, onde mantêm representantes, como a Comissão Nacional de Residência Médica (CNMR), o Grupo de Trabalho para a Criação da Carreira de Estado e o Conselho Nacional de Saúde (CNS). A decisão decorre de deliberação tomada por reunião ampliada, com a participação de lideranças de mais de 100 entidades da categoria, realizada, em Brasília, na quarta-feira (17). A AMB, ANMR, CFM e Fenam – bem como todas as entidades médicas regionais e filiadas - continuarão sua atuação junto aos médicos, aos pacientes, aos parlamentares e à sociedade em geral para não permitir a destruição da Medicina brasileira e a desassistência da população. ASSOCIAÇÃO MÉDICA BRASILEIRA/ ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS MÉDICOS RESIDENTES/ CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA/ FEDERAÇÃO NACIONAL DOS MÉDICOS"

  17. Evandro Brum Postado em 20/Jul/2013 às 04:48

    Assistam o Documentário "Sicko" (SOS Saúde) de Mickael Moore, e vejam o que estamos jogando fora por pura mesquinharia.

  18. Ivete Postado em 20/Jul/2013 às 09:38

    Muito boa a lição de moral aos colegas brasileiro. Esses bem pouco estão se importando com quem mora lá no interior, mesmo que estivesse uma boa estrutura de saúde para realizar todos os procedimento assim mesmo iria reclamar da qualidade de vida "deles" já imaginou sem shopping, teatro, bons restaurantes e por aí vai... conheço médicos que diz que prefere ganhar pouco na capital e dá plantão em vários hospitais que ir para o interior ganhando 20 ou 30 mil. Essa é a verdade não vão e não querem deixar quem quer ir tão pouco interessado no coitado do pobre doente.

  19. Vander Postado em 20/Jul/2013 às 11:49

    Não importa o que você acha, o que importa é fazer o revalida e atestar, através de prova a capacidade de quem quer atuar no país. simples.

  20. Lorena Postado em 20/Jul/2013 às 13:54

    Por vezes sinto extrema vergonha pela intensa xenofobia que alguns brasileiros vêm demonstrando por causa da vinda de médicos de Cuba.

  21. José Carvalho Postado em 20/Jul/2013 às 13:57

    Quem venham os médicos cubanos ensinar medicina aos "curandeiros de jaleco branco" do Brasil que acham que toda doença ou enfermidade é virose.

  22. George Postado em 20/Jul/2013 às 14:22

    Se eles vêm pela causa humanitária, Nao se deveria pagar nada a Cuba. Lá se faz médicos como quem faz biscoitos em linha de montagem. E pq para os cubanos o valor e maior que para os brasileiros? Quero ver se eles terão direito a decimo terceiro, ferias, se pegar malária e nao tiver condições de trabalhar se vai ficar recebendo ou vão simplemente troca-lo por outro excelente medico cubano? Há, medico nao e profissional, e sacerdote. Nao precisa de direitos trabalhistas por certo!

  23. Estevão Postado em 20/Jul/2013 às 15:58

    A medicina cubana é reconhecida mundialmente pela excelência, ao contrário da brasileira, ineficiente e mercantilizada. A medicina cubana tem um caráter preventivo, e é altamente eficiente: a expectativa de vida em Cuba é comparável à dos países mais desenvolvidos do mundo.

  24. homo sacer Postado em 20/Jul/2013 às 17:14

    Eu acho engraçadíssimo como alguns brasileiros de direita estão prontos para abraçar a causa de dissidentes, atentos para denunciar a ausência de qualidade de vida em Cuba, a ausência de liberdade... mas quando se trata de médicos cubanos (e aquilo que os alarma é o segundo) virem para nossa pátria, esquecem dos problemas de Cuba, esquecem da ditadura dos Castro, esquecem da repressão: melhor é que continuem se aventurando de balsa para Miami. Esse é o engajamento e solidariedade da nossa direita.

  25. JONCA Postado em 20/Jul/2013 às 20:23

    Concordo com todos os comentários, mas fico curioso... e não vejo ninguém falar qual a causa da falta de médicos na maioria dos Postos de saúde e hospitais de pequeno porte... Será que falta Coragem... Acredito que sim. A SOLUÇÃO DA FALTA DE MÉDICOS EM POSTOS DE SAUDE E HOSPITAIS DE PEQUENO PORTE É MUITO SIMPLES. Que os orgãos Publicos e os chefes(Políticos Executivos) Paguem melhor e que Exijam o cumprimento do Horário dos Senhores funcionários Publicos que não cumprem 1/3 da Carga horária na grande mas grande maioria dos servidores Médicos.Certamente teríamos um atendimento muito mais humanizado e estaríamos valorizando os demais funcionários públicos que cumprem horário.CARTÃO PONTO ELETRONICO.

  26. Cleidson Amorim Postado em 20/Jul/2013 às 21:01

    Nada contra qualquer profissional da saúde,seja de qual país for, mas sou contra que um profissional venha atuar em nosso país sem ser avaliado quanto a sua capacidade de exercer a profissão.

  27. Lucia Postado em 20/Jul/2013 às 21:34

    Parabéns DR. JUAN CARLOS, você está certíssimo em tudo que disse. Meu caro amigo, infelizmente o médico no Brasil está longe de ser humano( ),só pensa em ter e nunca pensa no ser. Cuidados médicos Brasileiros, Deus dá, Deus tira.Olha mais para o ser.

  28. sebastião david de andrade Postado em 20/Jul/2013 às 22:10

    concordo com o médico cubano, os países socialista valorizam o ser humano, o médico está justamente ligado a área humanística. portanto é o antônimo do brasil, onde o médico valorizam o dinheiro, esquecendo o lado humano da profissão.

  29. Aparecida Carvalho Postado em 20/Jul/2013 às 22:25

    O grande problema da nação médica Brasileira hoje é:Que eles estão transformando a saúde numa mafia mercadológica,assim enriquecendo a custa da dor de famílias que tem pessoas adoecendo que para ver seu ente querido curado vende carro casa e outras coisas também.O problema não quem vem lá de fora, é a nova classe que está se formando dentro do nosso País, já não basta a Classe dos Juízes...

  30. Adriano Postado em 21/Jul/2013 às 02:26

    Qnta baboseira vi escrito em alguns comentarios.... Achio q o governo esta fazendo certo, primeiro abre a inscriçao aos brasileiros... As vagas q os daqui nao quiserem coloca-se extrangeiros.. O contrato deles é por cerca de 3 anos, e podera ser feita uma nova seleçao de profissionais. É q na verdade um medico em uma cidade grande ganha mto bem e tem qualidade d vida opçao de lazer segurança etc, ou seja msmo q o salario é bom mais ninguem vai querer ir para cidades distante ou mto violentas.

  31. adriano Postado em 21/Jul/2013 às 08:12

    Precisamos sim, de médicos estrangeiros, principalmente quem reside nas áreas mais carentes. Que venham e sejam bem vindos. Só quem é metido a burguês não concorda com essa bela ação do governo federal.

  32. Müller Postado em 21/Jul/2013 às 09:11

    Tem uns médicos brasileiros que são nojentos, bairristas, mercantilistas e mesquinhos avarentos. Estão sabotando o programa mais médicos em detrimento da VIDDAAAAAAAAAAA dos pobres, estão se inscrevendo no programa para depois negar a vaga e atrasar a implementação colocando a a saúde do interior brasileiro desassistido a mercê de seus caprichos mesquinhos. O que eu acho mais engraçado e patético é que lá em Cuba eles não tem a tal infraestrutura, pois os americanos perversamente isolaram o país economicamente, etc. MESMO ASSIM a expectativa de vida de Cuba é maior que a dos EUA, imagine do Brasil. Outra coisa, a medicina deles foca na prevenção, pois como lá não têm recursos suficientes eles preferem "prevenir do que remediar", pois remediar é caro, gasta maisss, tratar é muito mais caro e só serve para encher o c.. dos médicos e laboratórios farmacêuticos de dinheiro. Ou seja, os médicos daqui querem tratar depois que o cidadão já está com a saúde desgraçada só para ganhar dinheiro com os tratamentos que são mais caros...ou seja, estão se lixando para a vida e saúde dos mais pobres...

  33. A.A DE NATAL-RN Postado em 21/Jul/2013 às 13:15

    É ISTO MESMO Müller, DISSE TUDO E MAIS UM POUCO, ESTÁ CERTISSIMO!!

  34. ronailly santos Postado em 21/Jul/2013 às 14:30

    apoiado juan. para mim esse médico brasileiros não passam de lixos com toda essa falta de respeito com seu povo,pois conheço um pouco de cuba e o pouco que eu estudei sobre seu país me fez o respeita ainda mais. para mim esses médicos do brasil reclamam sem direito pois eles não trabalham nem na cidade e nem querem ir ao interior,o que eles querem é apenas o salario farto.

  35. Ana Motta Postado em 21/Jul/2013 às 21:40

    Qual o motivo de mensalidades tão elevadas no Brasil!!??Ganho exorbitante!!!!Por isso CFM tão" desesperado"!! http://www.escolasmedicas.com.br/mensal.php http://noticias.r7.com/educacao/noticias/medicina-na-russia-sai-mais-barato-que-no-brasil-20130401.html http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,por-mensalidade-baixa-brasileiros-vao-estudar-medicina-na-argentina--,995351,0.htm

  36. Heli Dallier Postado em 22/Jul/2013 às 00:42

    Uma observação para os julgadores de plantão a página de inscrição para o Programa Mais Médicos, não aceitam CPF e CRM de médicos brasileiro. Recebi essa informação e fui checar. Fiz minha inscrição e apareceu CRM E e CPF inválidos ou CRM não é do CPF informado.É perguntado, nacionalidade, qual estado,qual universidade; se vc fez validação.Podem checar. Quanto a medicina preventiva no Brasil, programas existem, mas como tudo aqui, estão sucateados pela ganância. TAmbém há muita falta de esclarecimento ao público.Acredite, péssimos profissionais também, gestores então...Então os bons profissionais ficam com muita dificuldade para trabalhar.Planos de Saúde, estão iguais ao SUS.O programa de Família aqui no meu bairro funciona melhor Ops! Em tempo, não posso trabalhar nesse programa, infelizmente,nem em qq outro.Sai do meu consultório no Posto de Saúde direto para o CTI, agora sou aposentada por invalidez. O maior defeito do mundo chama-se ganância.Boa semana

  37. Patriota Postado em 22/Jul/2013 às 08:34

    Entendo perfeitamente que a opinião pública esteja dividida nessa questão do programa mais médicos, mas o que não engulo são essas publicações que não tem absolutamente conteúdo algum, são como um virus pronto a infectar a opinião de um cidadão desavisado, misturando as palavras ética, respeito e solidariedade quer imbutir a idéia de que o governo brasileiro está realmente fazendo um bem a populacão! Pois não se enganem isso é a mais suja forma de propaganda. Vamos a verdade: primeiro se essa colega médico existe quero que ele explique como foi que ele escolheu o Brasil, pois o regime ditadorial cubano não permite escolha alguma quem dirá sair de lá numa boa! Segundo nenhum médico cubano ou boliviano ou venezuelano foi critiado, não aceitamos é o registro de qualquer médico estrangeiro sem proficiência em português e o revalida, pois estamos no fim das contas discutindo sobre quem vai cuidar de seres humanos, ou será que isso não importa?

  38. Consuelo Postado em 22/Jul/2013 às 11:49

    Concordo com o "Revalida", DESDE QUE os médicos brasileiros também se submetam a esta reavaliação para o exercício da profissão. Acredito que a reprovação terá um índice bem alto.

  39. Juracir Postado em 22/Jul/2013 às 14:44

    O que eu acredito é que não são apenas médicos que fazem a saúde acontecer, precisam-se de diversos outros profissionais da saúde, além de infraestrutura adequada. Quanto ao que disseram sobre medidas preventivas, isso deve surgir de campanhas do governo, reeducação de velhos hábitos, algo que, acredito eu, deva ser muito mais avançado que no Brasil. Não são apenas os médicos cubanos que fazem com que a saúde de lá seja boa (ainda tenho algumas dúvidas sobre o quão boa ela é mesmo). É muito fácil mostrar que existem lugares onde os salários são gigantes e médicos brasileiros não querem ir, mas muitos desses mesmos lugares são conhecidos por calotes ao pagar os vencimentos e não possuem SEQUER UM APARELHO de raio-x. Médico sem infraestrutura é apenas um psicólogo que só pode preparar a família e o paciente para o pior final. Estrangeiros são muito bem-vindos, desde que se mostrem capazes através do Revalida.

  40. Natasha Postado em 22/Jul/2013 às 15:05

    Errado. Médicos e Biomédicos graduados são considerados doutores e não os que possuem "doutorado". Caso o profissional esteja inscrito no conselho de Medicina e o Biomedicina ele é automaticamente tratado como Doutor. Este título se encaixa a outras áreas que possuem doutorado. Aí sim, após o doutorado, serão doutores em algo. Agora, dentro da área médica em questão, após formados são Doutores.

  41. Daniel Victor Postado em 22/Jul/2013 às 16:17

    O médico Ernesto Che Guevara já dizia que aquilo que deve mover um revolucionário são profundos sentimentos de amor à humanidade. Por isso, os médicos cubanos são tão bons no que fazem, em virtude principalmente da solidariedade internacionalista.

  42. luciana Postado em 22/Jul/2013 às 17:02

    Conheço vários médicos e médicas, nenhum que tenha sido pobre algum dia. Talvez até existam, mas não conheço. Os cubanos são exatamente o que precisamos pois são habilitados a trabalhar duro onde não se tem estrutura. Qual é o pavor? Minha vó já dizia: "si num qué, tem quem qué!"

  43. Elson Postado em 22/Jul/2013 às 18:34

    Ei Sra. Elizabeth Aquino Marques, queria saber em que planeta vive. Aliás, deve viver em Cuba que há médicos para cada 143 habitantes, aí não há falta de médicos mesmo, mas dessa estrutura toda. Aqui no Brasil, pra quem não sabe, faltam médicos aos milhares. Há lugares em que há médicos e não há leitos, há. E falta muita medicina de ponta. Mas o que falta mais é a medicina diagnóstica ou a preventiva? Quando se coloca o ser humano no centro da questão, veremos que temos um sem-número de habitantes completamente desassistidos. Que há uma infinidade de pessoas que ainda morrem por doenças já quase extintas. E a essas que os médicos que não poderão viver sem a tutela dos laboratórios e suas receitas (tanto a que emitem quanto a que recebem) não querem atender. Ou seja, médico de pobre onde o médico de rico não quer chegar. Mas o que falta no Brasil, e pelo visto em grande escala até nas universidades de medicina, é educação. Por um país com mais médicos e menos doutores.

  44. marli Postado em 22/Jul/2013 às 22:53

    Lembro quando nossos dentistas iam para Portugal e não conseguiam validar os diplomas lá. Por que nós temos que aceitar profissionais de outros paises sem restrições. Não vejo problema nos médicos cubanos, portuguesesa, façam o teste e validem seus diplomas , depois trabalhem como o governo quer....

  45. catarina Postado em 30/Jul/2013 às 10:57

    errata: na terceira linha de meu comentário; onde se lê ... médicos aqui formadas, leia-se médicos aqui formados (aqui - em nosso país) certo???

  46. Marcos Postado em 15/Aug/2013 às 02:01

    Só não vale fugir pros USA, sair de Cuba eu entendo se tivesse no lugar do medico também escreveria dezenas de cartas românticas, mas pelo menos fique no Brasil kkkkk, médicos Cubanos são mais bonzinhos, são mais solidários, são mais humanos, sinceramente da onde vem essa ingenuidade, essa bizarrice extrema, isso de fato é doença.