Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Educação 08/Jun/2013 às 19:10
43
Comentários

Políticos punem professores em Juazeiro com projeto covarde

Em meio a protestos, Câmara aprova redução de 25% nos salários dos professores de Juazeiro do Norte. Alguns professores entraram em desespero com a medida. Mesmos políticos haviam aumentado o próprio salário em 60% ano passado

professores juazeiro do norte

O desespero de uma professora: vereadores aprovam projeto que retira direitos, reduz salários, aumenta a carga horária e corta benefícios dos professores que ficarem doentes no exercício da profissão em Juazeiro do Norte (Foto: Normando Sóracles)

Foi aprovado pela Câmara Municipal de Juazeiro do Norte um projeto de autoria do prefeito, Raimundo Macedo (PMDB), que reduz em até 25% o salário dos professores da rede pública do Município. Além disso, a carga horária foi aumentada e diversos benefícios e direitos foram cancelados, tais como as vantagens para professores próximos da aposentadoria ou que adquiram doenças no exercício da profissão.

Durante a votação, ocorreram protestos organizados pelos interessados. Houve conflito entre professores, vereadores e policiais militares, envolvendo, inclusive, cassetetes e sprays de pimenta. A despeito disso, o projeto foi aprovado por 63% dos votantes.

Os manifestantes chegaram a invadir o plenário, sendo contidos pela Polícia Militar e pela Guarda Municipal. A aprovação deu-se sob vaias de professores e simpatizantes. Quanto ao contexto nacional, emergem manifestos por melhorias na educação pública, tanto por professores, quanto por alunos e cidadãos de outros setores. Fato notável foi a greve dos professores municipais em São Paulo, no mês passado.

Leia também

A justificativa para a aprovação seria relativa à necessidade de reduzir a “inviável” folha de pagamentos da Prefeitura, alegando-se que o salário anterior seria superior ao piso pago aos professores no Estado. Os professores replicaram que não deveriam ser penalizados por isto, tendo em vista que a Prefeitura mantém inúmeros cargos comissionados “desnecessários”.

O piso estabelecido pelo Ministério da Educação para o magistério é de R$1,56 mil. Os professores recebiam cerca de R$2,2 mil, incluindo benefícios.

Qual é a sua posição a respeito? Os professores deveriam ser penalizados por uma aparente má gestão nas contas da Prefeitura? O fato de receberem acima do piso no Estado é uma justificativa para a redução? O piso deveria ser aumentado? Há relação entre a qualidade da educação e o salário dos professores? Opine e contribua para a construção do diálogo democrático.

Vereadores punem professores mas aumentam os próprios salários

Em 2012 a Câmara de Juazeiro aprova aumento de 60% nos salários dos vereadores. Prefeito, vice e secretários municipais também tiveram salários reajustados. Projeto de lei foi aprovado antes das eleições, mas foi divulgado agora.

com Folha Politica e agências

Tags

Recomendados para você

Comentários

  1. ROBERTO C.DIOGO Postado em 08/Jun/2013 às 19:23

    ESSES VEREADORES SÃO MESMO COVARDES ABAIXAR SALARIOS DOS PROFESSORES PORQUE ELES NAO BAIXAN OS SEUS PROPRIOS SALARIOS QUE E ALTO E NÃO FAZEM NADA PARA GANHAR AGORA OS PROFESSORES ELES TRABALHAN E GANHA POUCO.

  2. Laura Carvalho Postado em 08/Jun/2013 às 19:24

    Professores se matam em salas superlotadas, com alunos que hoje já não querem nada com nada, o apoio escolar é péssimo, a estrutura muitas das vezes pode ser de qualidade, mas e o conteúdo? As metodologias? Vivemos em um país que damos mais valor a cosias supérfluas, reconhecemos pessoas que não deveriam ter tanta importância, enquanto professores que mais contribuem para o desenvolvimento intelectual humano, não está recebendo o mesmo respeito. Eu sinceramente acho um absurdo isso que aconteceu em Juazeiro do Norte, uma desumanidade sem tamanho, visto que a carga horária do professor é preenchida com uma vida estressante e atripulada. O salário deveria ser uma consequência de seus esforços, eles é quem deveriam estar recebendo quantias altas e não esses políticos que não movem um dedo para a educação de nosso país.

  3. rafa Postado em 08/Jun/2013 às 19:28

    Reduzem salários pra igualar ao piso, como se realmente se importassem com o piso nacional. Deviam ver o que ocorre em muitas cidades do Pará, em que o piso é vergonhosamente desrespeitado com professores recebendo salários de R$ 800 e R$ 900.

  4. rafa Postado em 08/Jun/2013 às 19:31

    Queria que determinassem um salário padrão nacional para os vereadores, quero ver qual prefeitura iria respeitar.

  5. Cicera Andrade Postado em 08/Jun/2013 às 19:52

    A educação pede socorro. É preciso gritar alto, muito alto, Ressuscita Educação. Sem valorização do profissional da educação não pode existir EDUCAÇÃO. O governo de Juazeiro é vergonha nacional. Vamos dizer sim, a valorização e respeito ao professor. Sociedade brasileira é hora de acordar, de dizer não a todos esses absurdos, abusos, injustiças!!

  6. Fernando Postado em 08/Jun/2013 às 20:28

    Parabéns... estamos mesmo caminhando para o fundo do poço, isso se já não estivermos lá.

  7. Adriana Sachs Cera Postado em 08/Jun/2013 às 21:12

    É inacreditável que, nós cidadãos não temos poder de voz ,não podemos opinar ,com as resoluções que tomam à nossa revelia ,contra nossos interesses ,aprovam aumento de salários próprios ,reduzem salário de trabalhador... tinha que tirar essa gente ,daí de dentro algemada, direto pra prisão. Isso é roubo instituído . Nós pusemos essa corja lá,por dever cívico ?Teríamos que ter o direito , também , de arranca-los de lá quando não nos representam ,ou quando vão contra a opinião publica.

  8. Lucas R. Barreto Postado em 08/Jun/2013 às 21:42

    A diminuição configura flagrante violação ao Art. 37, inciso XV, Constituição da Republica Federativa do Brasil/88, que assegura a irredutibilidade de vencimentos por parte dos ocupantes dos cargos e empregos públicos. "XV - o subsídio e os vencimentos dos ocupantes de cargos e empregos públicos são irredutíveis, ressalvado o disposto nos incisos XI e XIV deste artigo e nos arts. 39, § 4º, 150, II, 153, III, e 153, § 2º, I; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998". Será necessário que a confederação sindical, entidade de classe de âmbito nacional ou OAB proponha ação direta de inconstitucionalidade conforme o Art. 103, CF/88 para derrubar esta Lei RIDÍCULA!

  9. Marcelo Quintão Postado em 08/Jun/2013 às 21:56

    O mesmo sintoma acontece em todo o Brasil. Sintoma de algo que não vai bem com a administração pública, como o sinal de um câncer, que além de causar dor ao doente, só o levará à ruína, se não for tratado. Dois aspectos dessa doença grave: o determinado descaso dos governantes com a educação e a impunidade dos que legislam em causa própria, em detrimento dos interesses da sociedade.

  10. José Alves Postado em 08/Jun/2013 às 22:02

    Não liga não pessoal. A Copa está aí para resolver todos os nossos problemas... (ironia)

  11. Abner Moabe Postado em 08/Jun/2013 às 22:06

    Sou de Natal/RN mas não podia deixar de comentar sobre isso. Simplesmente estou perplexo com esse ocorrido. A imagem da professora diz tudo. Impressionante como se rouba na nossa cara descaradamente. A direita perdeu todo o senso de vergonha na cara, se é que algum dia eles tiveram. E o título da matéria é perfeito, isso foi total covardia, é realmente algo que você fica procurando as palavras pra descrever mas realmente não dá.

  12. Marcelo Luiz Barbosa Postado em 09/Jun/2013 às 00:38

    Falar que o salário dos professores é inviável, aumentar o próprio salário 60%? Isso é incoerente! Pelo jeito deve ter muita coisa por debaixo dos panos ai...

  13. Anon Postado em 09/Jun/2013 às 01:46

    Agora cabe a população dessa infeliz cidade fazer greves gerais, obrigar os políticos envolvidos a saírem do cargo e reverter a bosta que fizeram. Caralho, é tão simples! Ninguém vence uma população unida! Mas peraí, isso aconteceu no Brasil né, então ninguém irá fazer nada e vai ficar nisso mesmo.

  14. Nelson Postado em 09/Jun/2013 às 07:37

    Essa atitude por parte dos vereadores e do prefeito não passa de um golpe covarde e inumano contra uma classe que sobrevive de um salário miserável. Os professores precisam ser valorizados, bem pagos e isso não justifica reduzir o salário que já haviam conquistado. É uma das provas de que Educação nunca foi e nunca será um prioridade nesse país. Desejo ao Prefeito e aos vereadores dessa cidade a cruz que carrega o professor na sua missão difícil de ensinar além do salário que eles mesmos estão oferecendo.

  15. Eduardo Braga Postado em 09/Jun/2013 às 08:35

    "Políticos" na manchete, assim genericamente, remete à criminalização da política que só interessa aos maus políticos. Houve, pelo menos, quatro vereadores contrários ao projeto aprovado. A não reeleição do ex-prefeito Dr. Santana, do PT, é a causa desse absurdo que acontece em Juazeiro do Norte.

  16. rodrigo Postado em 09/Jun/2013 às 10:10

    aonde vamos parar?!

  17. Thiago Teixeira Postado em 09/Jun/2013 às 10:43

    Ai fica minha pergunta: Quem são os filhos da puta que votam nesses vereadores? Minha tese continua, as pessoas merecem os políticos que elegem. Professores (as) de Juazeiro: Coletem os nomes e legendas desses morféticos e divulguem para todos apreciarem e reverem seus conceitos ao vomitar na urna eletrônica na próxima eleição.

  18. danilo fonseca Postado em 09/Jun/2013 às 10:48

    esses vereadores de Juazeiro têm que morrer, por que eles são os verdadeiros exterminadores do futuro e estão matando varias crianças e adolescentes e condenando esses a morte com essas medidas reacionárias do tempo do Brasil império!

  19. Caio Toledo Postado em 09/Jun/2013 às 10:57

    Olha tem hora q da vontade de fazer uma loucura contra esses vereadores.

  20. Erisson Postado em 09/Jun/2013 às 11:47

    Covardia desses políticos ... Não aceitem!!!!!!!!!!!! Esses caras não estão nem aí para a EDUCAÇÃO.

  21. Erisson Postado em 09/Jun/2013 às 11:52

    Esse tipo de projeto deixa o profissional da EDUCAÇÃO DESMOTIVADO. O professor já ganha pouco pelo que faz

  22. Artur O. Reis Postado em 09/Jun/2013 às 11:56

    Sinto-me constrangido por esse comportamento doentio do pessoal que é eleito. É tão constrangedor que o que sobra é Raiva. Muita raiva. Mas aí não resolve... Droga.

  23. Lica Postado em 09/Jun/2013 às 13:16

    Eu como professora não sei nem o que dizer!!! Estou estupefata com tanta cretinice!! É inacreditável uma situação dessa. Temos que fazer uma revolução urgente neste país! Estamos muito parados, sem ação, enquanto isso esses canalhas tomam conta da nação! Temos que fazer como os gregos, espanhóis...sair às ruas e detonar!!

  24. Patricia Rocha Postado em 09/Jun/2013 às 14:47

    Fato! se continuar assim em menos de 10 anos não existirá mais professores em sala de aula! Esses profissionais procurarão outras coisas pra fazerem!

  25. Socorro Viana Postado em 09/Jun/2013 às 15:35

    Eles devem ter aprendido na mesma cartilha que o perfeito crionça aqui em Teresina aprendeu! GREVE GERAL JÁ!!

  26. André Postado em 09/Jun/2013 às 16:17

    Acompanho o comentário de Lucas R. Barreto

  27. wilmar Postado em 09/Jun/2013 às 17:15

    Se o salário dos professores deveria aumentar? Se a valorização tem relação com a qualidade do ensino? Bem, lecionei por 8 anos em escolas públicas no estado de SC, e digo que sim, para ambas questões. Há 2 anos abandonei a sala de aula e comecei a trabalhar como barman, ganhando bem mais que como professor... voltei a fazer faculdade aos 35 anos para conseguir uma nova formação que valorize meu empenho... Uma pessoa que tem contas atrasadas não tem tranquilidade para se dedicar ao aperfeiçoamento da sua função... Nosso baixo salário nos obriga a acumular muito mais aulas do que o limite para se manter uma qualidade, como eu mesmo já dei 60 horas/aula por semana para ter um mínimo de dignidade. Correção de prova durante a madrugada e finais de semana se tornaram uma rotina, debilitando minha capacidade de trabalhar, reduzindo minha paciência e até me adoecendo... e muitos pais se perguntam porque professores pegam tanto atestado médico ou faltam tanto! Hoje servindo bebidas em um bar recebo o dobro do que como professor, e ao invés das 60 horas trabalho pouco mais de 36 horas semanais... pecado ser de noite, mas ainda assim a minha qualidade de vida melhorou. Em 2 anos tenho agora até carro, coisa que durante os 8 anos como professor não passava de um sonho. Penso que a maioria dos profissionais dessa área são tão apaixonados pelo ensino quanto eu, e que sua escolha pela docência é de ordem emocional e não econômica, mas existe alguns limites, que infelizmente foram ultrapassados pelos governos, e os profissionais com potencial para um melhor desempenho como professor também o são para outras profissões e é assim que eles debandam deixando para trás uns poucos muito perto da aposentadoria ou, o que é mais triste, os mais limitados... Isso me entristece muito!

  28. JOSÉ VICENTE Postado em 09/Jun/2013 às 19:07

    VERGONHA MESMO,POIS TODOS OS PROFESSORES DEVERIAM ERA GANHAR MAIS QUE CERTOS POLICOS, QUE SO VAI A PREFEITURA RECEBER O SEUSALARIO E AINDA ACHA POUCO .DEVIAM FAZER POR MERECER AI SIM E NÃO BAIXAR SALARIOS DE QUEM TRABALHA.

  29. Sanjiv Postado em 09/Jun/2013 às 19:15

    Isso nada mais foi do que uma prova de que "quem manda são eles". Vives em uma Oligarquia e ninguém se da conta.

  30. Fernando Lopes Postado em 09/Jun/2013 às 19:53

    O piso é o menor salário que deveria ser pago aos professores, não é teto salarial, essa ação do Prefeito, com apoio dos vereadores é um atentado contra a educação do município, e é também uma lei arbitrária e inconstitucional, não é permitida a redução de salários… Consultem advogados e entrem com um mandado de segurança com pedido de liminar para impedir a aplicação dessa lei estúpida…

  31. carlos cruz Postado em 09/Jun/2013 às 20:15

    A importancia do VOTO sério... Voto não é brincadeira, não é amizade, não é interesse. Mas continuamos a votar por interesse, amizade, na brincadeira, e aí a coisa pega. Ou nos unimos... Próximo ano tem eleição, presidente, senador, dep. federal, governador, dep. estadual. Vamos continuar na "brincadeira"?

  32. FRANCISCO JOSE Postado em 09/Jun/2013 às 21:17

    CASTIGO. NA ULTIMA GREVE, EM FORTALEZA, FOI O PESSOAL DO INTERIOR, A MANDO DO SIDCATO QUEM NOS TRAIU DECIDINDO A VOTAÇÃO A FAVOR DO GOVERNO DO ESTADO.

  33. MARCOS Postado em 09/Jun/2013 às 22:29

    aff,sei que irei comentar e poucos irão ler ou se importar,mais tudo bem vou falar assim mesmo... estou cansado id guinado com nossa politca,já falei umas 1000 vezes que estou com vergonha de ser brasileiro, não gosto de politicos. Para os professores ta na hora de voces tomarem uma decisão,chega de aceitar o que eles impõem,reúnem todos os professores dai e alunos e começa uma greve sem dia e nem hora para voltar,ou eles devolvem a voces o que é de voces ou nada,chega de se calar e aceitar tanta impunidades,chega de baixar a cabeça.se eu fou mim desabafar mais vou escrever um livro,VERGONHA!

  34. Thiago Teixeira Postado em 09/Jun/2013 às 22:42

    p/ Eduardo Braga, em 9 de junho de 2013 às 8:35 disse: Mas porque se vingar nos professores?

  35. Edelcio Martins Postado em 10/Jun/2013 às 00:30

    Será que por lá não existem árvores com galhos fortes????? Pois alguns galhos fortes e alguns metros de corda, o problema seria resolvido...

  36. Arthus Postado em 10/Jun/2013 às 03:35

    Se está acima do piso, infelizmente eles têm o direito (na minha opinião, sem reclame); de baixar até o piso...retirada de benefícios e etc, sendo o contratado no início, não deveriam ser retirados. Não falo como ativista político e odiador de nosso sistema, mas como cidadão que clama por justiça...A TODOS. Ahhh, claro...sabemos bem como foi balançado a redução dos salários deles, e o aumento do salário dos bonitos... ;)

  37. MARIA DA GRAÇA Postado em 10/Jun/2013 às 08:52

    ATENÇÃO PROFESSORES DA CIDADE DE JUAZEIRO, ESSA DECISÃO DA CÂMARA MUNICIPAL É INCONSTITUCIONAL, A LEI MUNICIPAL NÃO PODE SOBREPOR A LEI ESTADUAL A E NEM A LEI FEDERAL QUE É A NOSSA CARTA, PORTANTO CORRAM ATRÁS DE SEUS DIREITOS PORQUE O JUIZ NÃO ENTRA NO MÉRITO EM RELAÇÃO AO PODER EXECUTIVO E NEM AO PODER LEGISLATIVO PORÉM...............QUANDO HÁ ILEGALIDADE ELE SE MANIFESTA SIM A FAVOR DE VOCÊS E NESSA CIDADE HÁ UMA ILEGALIDADE PELO REBAIXAMENTO DE SEUS SALÁRIOS CORRAM ATRÁS DE SEUS DIREITOS VÃO AO MINISTÉRIO PUBLICO E DENUNCIAM ESSES DESCUMPRIDORES DA LEI, SEM MAIS ATENCIOSAMENTE DRª MARIA DA GRAÇA

  38. LETICIA Postado em 10/Jun/2013 às 11:00

    SOU A FAVOR DE FAZEREM UM GRANDE PROTESTO NO PAIS INTEIRO A FAVOR DA EDUCAÇÃO....GREVEEEE....SE NAO PARAR TUDO VAI CONTINUAR ESSA PALHAÇADA. COVARDIA...TEMOS Q APRENDER A VOTAR TAMBEM...SO RECLAMAR E NAO SABER VOTAR TBM NAO FUNCIONA...NA PROXIMA ELEIÇÃO NAO REELEJA NINGUEM...AI QUERO VER...NUNCA MAIS FARAO ISSO.

  39. Lolo Postado em 11/Jun/2013 às 12:18

    que vergonha!!! Eu pegaria uma bomba e explodiria todos!!!!

  40. Eduardo Postado em 11/Jun/2013 às 13:44

    ...onde está a JUSTIÇA...existe algo nas leis trabalhistas que é o direito adquirido, e tem mais, o princípio básico da lei é que a mesma não pode ser para prejuldicar direitos adquiridos e muito menos retroagir efeitos. Nesta cidade tem Ministério Público??? E tem mais educação tem orçamento vinculado, ou seja 25% do orçamento é para este fim e não tem como o prefeito economisar em cima deste recurso, visto que o que é para educação tem que ser aplicado em educação... e tem mais uma coisinha interessante, que estes vereadores parecem não conhecer....GREVE...se não mudar esta vergonha que os professores cruzem os braços e deixem as crianças sem aula, vai ter filho de vereador sem aula, aí vão perguntar porque... e a resposta é: Pergunte ao seu pai... ele sabe.

  41. Gabriel Postado em 12/Jun/2013 às 14:46

    Tá certo, tem que reduzir o salário mesmo! Em breve vão começar a importar professores de outro país porque aqui não tem o suficiente para atender a população! Atingindo a educação, atingem a população que está em formação. A população em formação, estragada, mantém o mesmo esquema da política, porque não tem capacidade de pensar e de exigir. É mais que justificado a estratégia dos governantes brasileiros, a estratégia é perfeita, chega a dar inveja em muita estratégia de país desenvolvido, no que se diz respeito a manipular a população.

  42. aristeu Postado em 12/Jun/2013 às 20:47

    Se vocês se unirem e parar todas as aulas eles vão voltar atras, mas nossa classe não é unida então eles não estão nem ligando para professores o culpado somos nós mesmos porque ums lutam enquanto outros nada fazem .

  43. ZENN BELL Postado em 09/Jun/2015 às 12:06

    2013, 2014, 2015, segue tudo igual... ou pior! Até quando??? VERGONHA NACIONAL, SUCATEAMENTO DA EDUCAÇÃO E EXPLORAÇÃO DOS PROFESSORES. Em Juazeiro, professores entram em desespero com projeto que retira direitos, reduz salários, aumenta a carga horária e corta benefícios. Porém, os políticos que puniram os professores aumentaram seus próprios salários em 60%. Prefeito, vice e secretários municipais também tiveram salários fartamente reajustados. Projeto de lei foi aprovado antes das eleições, mas foi divulgado somente agora. A cada dia mais vergonhosa e inglória se torna a nossa História e a falta de honra e de compromisso dos políticos para com a educação é a ferida mais dolorida e que deixará cicatrizes e sequelas em nosso país por várias gerações. Estas mazelas sofremos todos nós, nossos filhos e netos e sofrerão os que virão mais além. É para financiar este pérfido tipo de injustiça e insanidade que pagamos impostos??? ZENN BELL