Redação Pragmatismo
Compartilhar
Documentário 27/May/2013 às 16:27
4
Comentários

Os artistas que enganaram Hitler na Segunda Guerra Mundial

Mais uma daquelas histórias impressionantes da Segunda Guerra Mundial que virou documentário: os soldados que usavam tanques infláveis e efeitos sonoros para espantar os inimigos

segunda guerra tanque inflável

O tanque inflável usado pelo exército dos EUA para enganar Hitler durante a Segunda Guera Mundial (Rick Beyer/Hatcher Graduate Library)

Mais uma daquelas histórias impressionantes da Segunda Guerra Mundial que virou documentário: era junho de 1944 quando dois franceses desavisados entraram no perímetro de segurança da Vigésima Terceira Tropa de Forças Especiais dos EUA e viram, incrédulos, quatro soldados norte-americanos carregando um grande tanque de guerra. Um dos soldados, diante da cara dos franceses, apenas respondeu: “Os americanos são muito fortes.”

No entanto, não se tratava da força dos soldados, mas da leveza do tanque que era, na verdade, feito de borracha inflável. Este episódio foi documentado numa pintura (logo abaixo) por um dos soldados da tropa, que era mais conhecida como The Ghost Army (o Exército Fantasma). O grupo, que desembarcou na França no verão de 1944, foi recrutado em faculdades de arte e em agências de publicidade e tinha como principal arma a criatividade. Sua missão? Enganar as tropas de Hitler.

Leia também

Além dos retratos da guerra que faziam esporadicamente nos tempos livres, o exército fake tinha vários recursos para espantar os soldados alemães: artilharia de borracha, efeitos sonoros e falsas transmissões de rádio faziam a tropa de artistas parecer um grande exército pronto para o ataque. Foram mais de 20 missões — algumas bastante perigosas — na França, Bélgica, Luxemburgo e Alemanha em que a capacidade de atuação dos soldados era o que lhes garantia a vida. Dentre os cerca de 1.100 jovens do grupo estavam o designer de moda Bill Blass, o fotógrafo Art Kane e os pintores Ellsworth Kelly e Arthur Singer.

segunda guerra pintura

Pintura do soldado Arthur Shilstone retrata o episódio dos franceses pasmos com a força dos americanos (Arthur Shilstone)

segunda guerra infantaria

Alto-falantes imitavam o barulhos de grandes unidades de infantaria

A “arte da guerra” feita pelos soldados fantasmas exigia muito mais do que apenas carregar os aparatos de borracha e incluía um verdadeiro trabalho cênico para despachar homens em caminhões e ficar dando voltas, aparentando a chegada de uma grande tropa; frequentar cafés franceses para espalhar fofoca entre os espiões que poderiam estar no lugar e visitar cidades vestidos de generais. Estima-se que o Exército Fantasma tenha salvado muitas vidas e sua atuação foi importante para a vitória dos Aliados no ano seguinte.

O diretor de cinema Rick Beyer contou que soube da história acidentalmente, em um café, ficou maravilhado e tratou de procurar e entrevistar os dezenove veteranos da tropa que ainda estavam vivos. O resultado está no documentário The Ghost Army, que foi lançado nessa semana na rede de televisão estadunidense PBS.

Assista ao trailer abaixo:

Amanda Amorim, Revista Samuel

Recomendados para você

Comentários

  1. Mauricio Augusto Martins Postado em 27/May/2013 às 18:09

    Não só enganaram Hitler, bem como o Mundo Todo, com filmes onde pareciam os "últimos biscoitos do pacote" os "heróis da Democracia", e continuam neste hollywoodiano intento...maumau

  2. Euardo Postado em 27/May/2013 às 18:27

    mais um filme dos americanos contanto vantagem,enganando quem quer ser enganado,dizendo que foram eles os grandes heróis que venceram a Alemanha nazista,Os americanos so desembarcaram em massa na Europa quando viram que a vitoria soviética era iminente (ja não havia 1 soldado alemão lutando em território soviético) Então foram só para tirar o quinhão deles,com a desculpa de "libertação" fizeram o maior saque da historia da europa (sim maior do que os nazistas) Levaram obras de arte,joias,dinheiro,armas,tecnologia e até mesmo pessoas que lhes interessavam(cientistas alemães principalmente), os Americanos sao os reis da propaganda politica. E Realmente me adimiro muito dessa pagina pragmatismopolitico.com ainda replicar esse tipo de lixo como sendo historia,isso faz a pagina cair no senso comum de que eles realmente libertaram a Europa e coloca em duvida o tal senso critico proposto pela mesma.

  3. leo pinotti Postado em 27/May/2013 às 22:01

    kkkkk e continuam enganando com esta conversa fiada de que são o melhor exercito do mundo tomaram uma sova de uns olhos puxados no Vietna armados com pedaços de pau e estilingues e ainda tem coragem de dizer que são bons...kkkk

  4. Dinio Postado em 27/May/2013 às 23:56

    Fico feliz em ver que esse coro cresce. Muito eles já roubaram do Brasil, com o apoio de uma mídia criminossa. Atualmente eles estão roubando a saúde do nosso povo, com o açúcar e a graxa que empurram goela "à midia". O próximo grande saque, será nossa água, precisamos ficar espertos.