Redação Pragmatismo
Compartilhar
Política 16/May/2013 às 12:42
18
Comentários

Jean Wyllys: "Marina está em cima do muro, refém da covardia"

Deputado do PSOL diz que a ex-ministra "é eficaz em se equilibrar sobre o muro" e não se posicionar sobre questão política alguma, mesmo a ambiental, e questiona: "por que Marina não critica Feliciano por seu racismo e homofobia?"

As declarações da ex-ministra Marina Silva sobre o deputado Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, renderam polêmica ontem na imprensa e nas redes sociais (leia mais).

Líder da causa LGBT, o deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) foi um dos que protestaram contra a declaração de Marina, que afirmou, no Recife, que Feliciano era criticado por ser evangélico, e não por suas posições.

Com atitudes racistas e homofóbicas, o parlamentar do PSC e pastor evangélico da Assembleia de Deus foi alvo de protestos por vários dias seguidos quando assumiu o comando do colegiado.

jean wyllys marina silva

Daqui a pouco, Marina Silva virá a público para dizer que foi “mal interpretada”, como sempre, para garantir o eleitorado “ambientalista”, afirmou Jean Wyllys. (Foto: Edição / Pragmatismo Politico)

Segundo Marina Silva, porém, “hoje, se tenta eliminar o preconceito contra gays substituindo por um preconceito contra religiosos”.

Pelo Twitter, Jean Wyllys afirmou que faltou à ex-senadora criticá-lo por seu comportamento racista e homofóbico, que ela está em cima do muro sobre diversos assuntos e em busca de um eleitorado conservador, assim como está a presidente Dilma.

Leia abaixo seus tuítes:

1. Marina Silva fazendo relação “custo X benefício” para não perder eleitorado fundamentalistas nas eleições de 2014: http://folha.com.br/no1279030

2. Daqui a pouco, Marina Silva virá a público para dizer que foi “mal interpretada”, como sempre, para garantir o eleitorado “ambientalista”

3. Marina Silva diz que o tipo está sendo criticado “porque é evangélico”, mas não o critica por seu racismo, homofobia e vídeo difamatório.

Leia também

4. Marina Silva é eficaz em se equilibrar sobre o muro e não se posicionar claramente sobre questão política alguma, mesmo a ambiental.

5. Com Dilma e Marina reféns da covardia e de olho em eleitorado conservador, as eleições de 2014 serão trevas profundas! Preguiça!

com Brasil 247

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Rodrigo Teixeira Postado em 16/May/2013 às 16:08

    Os parlamentares devem ter muito tempo livre mesmo, porque esse senhor passa o dia inteiro no twitter. Jean Wyllys é o retrato do que é de mais sórdido e sombrio na militância LGBT e na esquerda extremista : `Por acreditar que a verdade está do seu lado, joga o jogo do "fins justificam os meios". Mentem, difama e segue Lênin na sua máxima "acuse-os do que você faz xingue-os do que você é". Ao dizer que os negros são originários de um descendente amaldiçoado de Noé, Marco Feliciano foi racista ? Não. Ele fez uma afirmação baseada num conceito raso sobre uma tese teológica . A tese de que todos as nações são descendentes de Noé (tabela das nações de gênesis), e por sua vez o povo africano tem origem nos descendentes de CAM, filho de Noé que foi amaldiçoado pelo pai por te-lo visto nu durante sua embriaguez. "Maldito seja Canaã; Servo dos servos será de seus irmãos. E acrescentou: Bendito seja Jeová, o Deus de Sem; E seja-lhes Canaã por servo. Dilate Deus a Jafé, E habite Jafé nas tendas de Sem; E seja-lhes Canaã por servo." É verdade que acreditar numa BOBAGEM desse tamanho, pode influenciar o indivíduo a cometer certas deselegâncias (como foi o caso do Pastor). Classificar uma frase baseada numa crença religiosa é de um anacronismo tremendamente desonesto. A própria tese não é racista é uma tentativa incauta e ingênua de explicar todas as mazelas as quais a África já foi acometida. Já a questão da homofobia, não tem jeito. É um subproduto da religião. Se você acredita no Javé o deus dos Hebreus, não tem muito pra onde correr. O que de se discutir, (porque esse é o verdadeiro problema) é a laicidade do estado, que está sendo sistematicamente desrespeitada. Teoricamente, nosso estado é laico e isso significa que os valores religiosos não podem influenciar nem o Estado, nem as leis. Jean Wyllys subverte a questão para se promover politicamente, vendendo um coitadismo para a chamada comunidade LGBT e convenientemente se colocando na posição de O herói da causa gay. Um intolerante sem escrúpulos que acusa de homofóbico (palavra que se transformou num escudo poderoso), qualquer um que se oponha as suas idéias e atrapalhe o seu caminho. Citando uma piada que soltaram no Twitter : "Se o Jean Wyllys for no Bob´s fazer um lanche e o sanduíche vir errado, é capaz dele chamar o atendente de homofóbico." E é bem por ai...

    • Isabella Postado em 15/Aug/2014 às 13:14

      Em primeiro lugar, não é apenas o Jean que publica coisas tanto em sua página no facebook quanto no Twitter, ele tem uma equipe que o auxilia a fazer isso. E a Igreja, "detentora" da bíblia, usou essa passagem não foi pra explicar porcaria de mazela alguma; pegue um livro de história e vai ver que foi utilizada pra justificar a ESCRAVIDÃO e livrar o homem branco da culpa - e foi a partir da escravidão que o racismo surgiu. A bancada religiosa em Brasília não é apenas conservadora, ela mistura assuntos religiosos sim e misturar política e religião seria como voltar à Idade Média, para ficarmos refens do que a Bíblia diz e torná-la a nossa nova constituição. O deputado Jean está mais do que certo, não se pode ficar em cima do muro enquabto fundamentalistas religiosos ganham mais e mais poder dentro do cenário político.

  2. luiz Postado em 16/May/2013 às 17:06

    Rodrigo Teixeira, Gastou muito seu português e não disse nada. Verborragia vã.

  3. lilian Postado em 17/May/2013 às 13:36

    Rodrigo Teixeira, por que não te calas? Todo apoio ao Jean Wyllys!

  4. Rodrigo Teixeira Postado em 17/May/2013 às 15:27

    Porque são um cidadão consciente Lilian. Uma causa tão óbvia, quanto a falta de direitos dos homossexuais e transgêneros no Brasil, merecia uma pessoa mais digna e honesta que ele. Não sou um "idiota" útil que sempre abraça o discurso "politicamente correto" pra me integrar a manada, para não correr o risco de ser criticado. Se discorda de mim, tudo bem ! Agora para levar críticas a sério, o mínimo que eu espero são argumentos, não ataques pessoais.

  5. Be Postado em 17/May/2013 às 16:50

    Rodrigo, Jean não está se promovendo politicamente e, muito menos, usando o coitadismo. Jean entrou na política para brigar pela causa LGBT, e tanto brigou que a questão homoafetiva nunca esteve tanto em foco no Brasil! E nessa onda de lutas que conseguimos dar um grande avanço a igualdade e liberdade com a regulamentação do casamento entre pessoas do mesmo sexo. Não consigo vê-lo com indigno e desonesto. Poderia me dar exemplos de quando isso ocorreu? Eu não concordo com a questão do coitadismo, essa comparação do Bob's é desnecessária. Pois, eu ainda vejo e MUITO, além de comentários homofóbicos explícitos, comentários preconceituosos disfarçados por interesses pessoais, achando que os direitos homoafetivos são menos importantes.

  6. PAULO ROBERTO ARGUELLES DA COSTA Postado em 17/May/2013 às 19:53

    esse Jean Wyllys ó viado mais feio do brasil . esse cra é mais feio que briga de foice concordo com o rodrigo

  7. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 17/May/2013 às 20:26

    Não acredito que a Marina esteja no muro. Ela está no meio de algo que chamo hibridismo político e falando para todos, atraiu a atenção para o fato de que há bastante tempo(sendo redundante) o Brasil não tem direita, nem esquerda.

  8. Paulo R. F. Postado em 19/May/2013 às 10:12

    Eu realmente, gostaria que fosse dado uma chance desta senhora Marina Silva, ou do "batman" do Supremo Joaquim Barbosa de ser eleito presidente. Idéias vazias, fisiologismo latente, pessoas sem compromisso com ninguém (nem com o povo). Aí eu pergunto, que propostas concretas esse pessoal tem para o Brasil? Às vezes me pergunto se este pessoal não estão é atrapalhando a oposição. Surgem sempre como candidatos, dividindo a já massacrada oposição (que não existe há muito tempo), e como consequência, à cada eleição, tomam uma surra do PT. Não precisamos de políticos desta espécie, necessitamos sim de pessoas com idéias, com opção, que dêem a cara a tapa. Como disse no início, pagaria para ver uma Presidência do Brasil dada a uma destas pessoas como MS e JB, duas pessoas que vivem num mundo de ilusões, subservientes da classe abastada e das elites, meros bonecos de ventríloquo, que não tem projetos concretos para o país. O Presidente do Supremo, via de regra comanda o Supremo como se fosse um ditador, alheio à diferentes opiniões, ao passo que a Marina Silva vive num mundo de conto de fadas. Enquanto houver oposição deste jeito, vão tomar nas próximas eleições surras históricas, e fazendo o PT nadar de braçadas na política nacional.

  9. Thiago Teixeira Postado em 19/May/2013 às 19:26

    Fui um grande fã dessa mulher na época de Senadora em pleno desgoverno FHC, fazia discursos de altíssimo nível. Mas parece que o ministério subio pra cabeça dela, e vários charlatões devem ter aparecido (grupo Natura) para cultivar sua imagem. Chico Mendes deve estar se revirando do túmulo.

  10. Samuel Alves Postado em 27/May/2013 às 10:16

    Deixa eu ver se eu entendi direito. Já faz dois meses que a Marina falou (e ainda fala) nos 4 cantos do país, inclusive numa plenária aqui mesmo em Rio Branco/AC, a 7km do seringal de onde ela nasceu, a seguinte frase: "Feliciano pode muito bem ser evangélico sim. O problema é que não devemos levar em consideração a sua postura religiosa, e sim a sua postura política. Minha crítica a ele é de que ele não é herdeiro da cultura de valorização e luta dos direitos humanos". A visão limitada do Jean Wyllys (e de praticamente 90% daqueles que se dizem "jornalistas" e "colunistas" - formados pela escolinha VEJA de fazer notícia, diga-se de passagem) não conseguem interpretar as palavras de Marina Silva por serem de vocabulário singelo demais. Pelo simples fato de até hoje Marina Silva não ter dito: "Marco Feliciano não me representa!", eles acham que ela está defendendo ele. Se ela não chama a Dilma de "porca, ladra, feia", então ela defende a Dilma, e porventura o PT. E se por acaso ela tenta delinear os dois lados da moeda (logicamente a opção mais democrática e simples de conseguir estabelecer as diretrizes necessárias para podermos, enfim, começar um debate), o povo da Marinho e seus compatriotas chamam ela de "dama em cima do muro, indecisa, despreparada". Se é assim, eu quero mais é que vá a M3RD@!

  11. RODRIGO Postado em 29/May/2013 às 14:56

    Rodrigo Teixeira, pegue este livro de onde você tirou estas besteiras e jogue-o no lixo. E fique calado, crentelho, que assim você já está errado.

    • Diogo Postado em 26/Aug/2014 às 17:12

      Você acabou de dar razão ao ponto da Marina Silva no texto.Discriminando por conta de religião.Quer dizer que o cara não pode ter a opinião dele,e já se poder cair em cima criticando??E desde quando Religião é algo TOTALMENTE ruim???Sim,ela pode ser usada Contra a humanidade,mas porque é feita por pessoas,do mesmo jeito que politica,ou qualquer outra ideologia,e por ser feita de pessoas,pode ter resultados ruins.Se o cara quiser ser religioso,e dai????Do mesmo jeito que alguém quer ser tratado dignamente por ser gay,por que não ser tratado bem por ser religioso???Esse teu post mostra que você não merece respeito.Então fique calado você!!!

  12. bbjenitez Postado em 06/Jun/2013 às 17:54

    E se Jean Willys fosse indicado pela #REDE como vice de Marina? Seria uma opcao bem interessante, nao ? Afinal de contas, Heloisa Helena ex-PSOL está com Marina. Caertano Veloso está com Marina, Gilberto GIl está com Marina, Adriana Calcanhoto está com Marina... Serao todos homofobicos em cima do muro? Dificil de acreditar...

  13. Leonardo Postado em 15/Aug/2014 às 15:36

    MARINA, em resposta ao sua medonha afirmação de que "Os ativistas querem é bagunçar a sociedade, destruir a família e etc.", quem é você para dizer quem deve ou não deve ter filhos? Porque não vai recolher algumas crianças das ruas e fazer do seu tempo, algo mais produtivo além de julgar e apedrejar? RODRIGO TEIXEIRA: Noé? por favor, nas palavras do rei da Espanha para o presidente Chaves: "Porque no te callas?" A referência à bíblia para justificar o racismo (qual o objetivo de tal menção pelo terrorista verbal Feliciano (além de trapaceiro e semeador de ódio)), foi desnecessário, como foi o seu texto mal informado. Respeite para ser respeitado. O seu direito termina onde o dos outros começa. Subdesenvolvido equivocado. Quando como vocês aprenderem a respeitar o AMOR sem julgar, sim podem se chamar filhos de Deus. No momento são filhos do ódio e da antipatia. Vai se divertir e dar umas risadas e parem de julgar as minorias, como esse INfeliciano faz. Esse sim, é filho de qualquer um la embaixo, menos de Deus que aceita todos os seus filhos e filhas. #equivocados #ignorantes #preconceituosos #meuouvidonaoépinico

  14. Alinne Postado em 15/Aug/2014 às 20:20

    Isso ai, Leonardo. Você mandou bem. Querem justificar o racismo através de um livro escrito ha mais de mil anos atrás. As justificativas, ódio e preconceito já estão tão impregnados nas pessoas que elas nem aos menos se dão conta de tamanha ignorância. Família é muito mais que um pai e uma mãe, e boa educação também é muito mais que isso. Há milhares de especies animais com comportamento homossexual, algumas especies são capazes até de mudança de sexo. Se a natureza é uma obra de deus, qual o sentido de dizer que todos esses animais que tem esse comportamento (inclusive o homem, que também é um animal) são do exu? Tem alguma coisa de errada nas suas crenças. Se liberte!

  15. Luciana Postado em 19/Aug/2014 às 09:24

    Quanto a essa fala da Marina, destacada aí em cima ""Feliciano pode muito bem ser evangélico sim. O problema é que não devemos levar em consideração a sua postura religiosa, e sim a sua postura política"... O problema é que ele mesmo não diferencia sua postura política de sua postura religiosa... Religião deve ficar fora da política, isso é o básico do básico.. Agora, essa Macena está em pleno delírio.. ditadura gay?? hahahaha... Engraçado.. nunca nenhum gay bateu na porta da minha casa tentando me convencer a ser gay tb... afinal, eles bem sabem que isso não é opção, não é escolha, é quem eles são.. e só querem ser aceitos e poderem manifestar o seu AMOR, como bem disse o Leonardo.. Agora... não sei nem dizer quantos religiosos já tentaram me convencer que sua religião é a "correta".. ditadura de quem mesmo? Não entendi o que os gays estão fazendo com o conceito de pai e mãe.. mas eu vejo sim casais heterossexuais tendo filhos que não planejaram e depois não assumindo como se deveria, em especial, determinados "pais" que fogem da raia.. Ah, por favor, vai gente...

  16. Fernando Postado em 19/Aug/2014 às 20:41

    Parabéns Jean!! Mais uma vez você está presente no momento certo para representar a voz da razão! Deveria existir uma lei que proíba esses ladrões de dízimos de se candidatarem!! Uma lei que impedisse candidatura desses pastores, que tanto roubam dos miseráveis usando o nome de Deus e que agora querem roubar no governo e reabrir a "caça às bruxas"!!! Mais uma vez, meu muito obrigado por existir na nossa política Jean!!!