Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Mundo 23/May/2013 às 18:01
2
Comentários

Coreia do Norte diz que seguirá conselho da China

Apesar das claras indicações de que não vai abandonar as armas nucleares, a Coreia do Norte afirma que pretende seguir conselho da China

A Coreia do Norte está disposta a aceitar o conselho da China e iniciar negociações, disse à televisão estatal chinesa um enviado do líder norte-coreano, Kim Jong-un, após semanas de tensão na península coreana devido a um recente teste nuclear do Norte.

coreia do norte china

A Coreia do Norte está disposta a aceitar o conselho da China e iniciar negociações. (Foto: Reprodução)

Essa perspectiva, no entanto, parece improvável, já que a Coreia do Norte tem dito repetidamente que não vai abandonar as armas nucleares, enquanto os Estados Unidos insistem que o governo norte-coreano deve tomar medidas significativas pela desnuclearização antes que possa haver negociações.

A visita a Pequim de Choe Ryong-hae, um alto oficial militar norte-coreano, é o contato de mais alto nível entre Coreia do Norte e China em cerca de seis meses.

Os laços entre os dois aliados foram atingidos pelo terceiro teste nuclear realizado pelo Norte, em fevereiro, apesar da desaprovação da China, e pelo fato de a China ter concordado com as sanções da ONU contra Pyongyang e começado a colocar pressão sobre os bancos norte-coreanos.

Leia também

A China também ficou preocupada com as ameaças da Coreia do Norte feitas este ano de travar uma guerra nuclear contra a Coreia do Sul e os Estados Unidos em retaliação às sanções, temendo as consequências desastrosas de um eventual conflito para a China.

Choe disse a Liu Yunshan, quinto líder na hierarquia do Partido Comunista Chinês, que Kim o havia enviado à China “para melhorar, consolidar e desenvolver os laços entre China e Coreia do Norte”.

Choe foi acompanhado por uma delegação de alta patente em uma viagem que parece ser uma tentativa da Coreia do Norte de melhorar as relações desgastadas com seu financiador econômico e aliado diplomático mais importante.
– A Coreia do Norte elogia os enormes esforços da China pela manutenção da paz e da estabilidade na península coreana e por incentivar a retomada das negociações e consultas sobre os problemas da península coreana, e está disposta a aceitar a sugestão da China por conversações com todos as partes – disse Choe à autoridade chinesa, de acordo com a emissora estatal de TV da China CCTV.

Liu, que também é o czar de propaganda da China, disse ao enviado norte-coreano que “a paz e a estabilidade na península coreana estão de acordo com os interesses de todos os países da região”.

– Esperamos que todos os lados defendam o objetivo de desnuclearização da península coreana, manter a paz e a estabilidade e o uso do diálogo e de consultas para resolver problemas, tomar medidas concretas para melhorar a situação tensa … para reiniciar as conversações de seis partes o mais cedo possível, e trabalhar duro por uma paz e estabilidade duradouras no nordeste da Ásia e na península coreana.

Agência Reuters

Recomendados para você

Comentários

  1. Marcos Postado em 15/Aug/2013 às 21:22

    Coréia do Norte é uma piada sem moral alguma no mundo como quase todos estados vermelhos, a China é capitalista mas não abandona o comunismo/socialismo de estado para evitar a democracia do país, Coréia do Norte odeia a Coréia do Sul acho que todo deve saber porque.