Luis Soares
Colunista
Desigualdade Social 13/May/2013 às 23:04
22
Comentários

Acomodação de beneficiários do Bolsa Família é mito, revela estudo

Estudo mostra que Bolsa Família não leva beneficiário à acomodação

O auxílio financeiro dado às famílias em situação de extrema pobreza pelo programa Bolsa Família não desestimula os favorecidos a buscar emprego ou a se tornar empreendedores. A conclusão é do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), após análise do microempreendedorismo brasileiro.

usuário bolsa família trabalhador

Estudo mostra que Bolsa Família não leva beneficiário à acomodação

— O Bolsa Família não produz o chamado efeito preguiça ou de acomodação. Prova disso é que boa parte dos beneficiados é empreendedora e está formalizada — disse Rafael Moreira.

Ele é um dos pesquisadores sobre microempreendedor individual — pessoa que trabalha por conta própria, que se legaliza como pequeno empresário de um negócio com faturamento máximo de R$ 60 mil por ano. Esse tipo de empreendedor tem no máximo um empregado contratado, recebendo salário mínimo ou o piso da categoria.

A publicação Radar, divulgada nesta terça-feira pelo Ipea, relata que 7% dos empresários individuais são também beneficiados pelo Bolsa Família. Além disso, 38% do público-alvo do programa são trabalhadores por conta própria, formalizados ou não.

Segundo Mauro Oddo, outro colaborador do estudo, as microempresas representam 99% das empresas do país e são responsáveis por 51% de todos empregos existentes.

Leia também

— Isso mostra que o país não vai se desenvolver enquanto as diferenças entre a realidade monetária e quantitativa for tão grande. As empresas (de menor porte) têm um grande peso para a economia. Não dá para entender o país sem entender o que são elas — argumentou o pesquisador.

Ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República e presidente do Ipea, Marcelo Neri disse que entre as conclusões mais relevantes do estudo Radar está a de que metade de trabalhadores informais, como camelôs, se formalizaram.

— Essa é uma cena interessante e surpreendente. Ninguém esperava isso dez anos atrás. Hoje entendemos que trabalhadores muitas vezes são pequenas empresas. Em geral, são capitalistas sem capital — disse.

Segundo o estudo apresentado pelo pesquisador João de Oliveira — sobre a ampliação da base formal do emprego —, metade dos empresários individuais tem como origem o mundo informal. Além disso, metade do grupo iniciou seus negócios “não por oportunidade, mas por necessidade, após serem demitidos”.

Oliveira explica que o microempreendedor individual tem um perfil de menor escolaridade (49,4% têm no máximo ensino médio completo) e renda mais baixa. Ele apresentou estimativas indicando que atualmente deve haver 3 milhões deles participando da economia brasileira. Há, ainda, outros 6,12 milhões de pequenas e microempresas no país.

Agência Brasil

Posts relacionados

Comentários

  1. Rafael Souza Postado em 14/May/2013 às 01:03

    A pesquisa diz que 38% do público-alvo do programa são trabalhadores por conta própria, formalizados ou não. Mas e os outros 62%? são trabalhadores (empregados)... não trabalham... fazem o que?

  2. SCOMBROS | Escondido pela imprensa brasileira. Folha não sabe de nada e o Homer Simpson,idém Postado em 14/May/2013 às 06:16

    [...] Acomodação de beneficiários do Bolsa Família é mito, revela estudo [...]

  3. Leandro Postado em 14/May/2013 às 09:48

    Claro, vão lá no nordeste e vejam o "mito".

  4. Joao Postado em 14/May/2013 às 13:19

    Você ja foi e viu, Leandro?

  5. Cacique Postado em 14/May/2013 às 14:32

    O preconceito de um conservador não se desfaz nem diante das mais fortes evidências.

  6. charl9 Postado em 14/May/2013 às 14:59

    ahah, sério? essa semana mesmo vi uma história de uma moça que tem uns 6 filhos, a professora advogada (de esquerda, ambientalista aliás) se recusou a ajudá-la por questões éticas pessoais, ter filho é praticamente a profissão dela, não namora com cara pobre. Viva o Brasil do PT, é a estatística contra a realidade do dia a dia, o regime soviético era uma maravilha de marketing também.

  7. Barba Postado em 14/May/2013 às 17:22

    Direitinha do senso comum. Nunca lavou um banheiro na vida.

  8. Jefferson Postado em 14/May/2013 às 18:04

    Daonde é que surgiram os reaças? Socorro, eles estão por todos os lados! São seres de visão limitada e individualista!

  9. Diego Postado em 14/May/2013 às 19:38

    Charl9, não entendi, é bolsa família ou golpe da barriga? Afinal vc mesmo disse que ela só namora cara rico...

  10. gygio Postado em 14/May/2013 às 19:51

    "pessoa que trabalha por conta própria, que se legaliza como pequeno empresário de um negócio com faturamento máximo de R$ 60 mil por ano. " "PERAÊ" ...Tenho pós graduação, não recebo 60 mil por ano e não tenho direito à bolsa família...que milagre ou maracutaia é esta? O governo "mulla" está atuando como no filme, mas faz papel de Hobin Hood e do xerife de nottingham. Pode isso Arnaldo?

  11. Jorge mendes Postado em 14/May/2013 às 19:56

    Lider Tucano preconceito com Bolsa Família e humilha beneficiarios do programa Em entrevista ao programa Roda Viva, o senador Álvaro Dias (PSDB/PR) revelou o pensamento tucano sobre o programa Bolsa-Família: http://geraldoalckminpsdb.blogspot.com.br/2011/06/lider-tucano-preconceito-com-bolsa.html

  12. Felipe Postado em 14/May/2013 às 20:20

    "Acomodação com bolsa família não é mito" - diz outro estudo. Para cada estudo, tem outro estudo dizendo o oposto rsrs. Eu acho que bolsa família só é útil porque movimenta a economia. Mas é ÓBVIO que se vc tem garantia de um dinheiro vindo do governo não importa o que, vocÊ vai se esforçar menos na vida pra ganhar dinheiro de formas 'honestas' (leia-se realmente trabalhando). IMPOSTO é ROUBO!

  13. Danilo Postado em 15/May/2013 às 19:47

    Posta a fonte desse outro estudo ai, Felipe.

  14. Acomodação de beneficiários do Bolsa Família é mito, revela estudo | Luizmuller's Blog Postado em 19/May/2013 às 11:11

    [...] Pescado do Blog Pragmatismo Político [...]

  15. Luana Postado em 20/May/2013 às 14:39

    Moro no nordeste, fui e ainda sou beneficiada pelo programa. Isso não me acomodou, não me fez parar de estudar e não me impediu de passar para uma universidade federal. A maioria das pessoas do meu bairro recebem o programa e trabalha, estuda. De fato, se existe acomodação, de alguns, não é por causa do bolsa família, até porque não dá para se sustentar com cento e poucos reais por mês né. É uma ajuda de custo (que para quem tem pouco, se torna muito)

  16. (Bull)Shit My Facebook Friends Say Parte Um | Não É Mais Dia 26 Postado em 21/May/2013 às 21:39

    [...] Estudo mostra que Bolsa Família não leva beneficiário à acomodação; programas sociais reduzem violência na capital paulista, aponta pesquisa do Banco Mundial; [...]

  17. CPP Postado em 22/May/2013 às 07:54

    Faturamento é diferente de lucro...

  18. Pedro Postado em 23/May/2013 às 12:01

    Galera... dinheiro para se acomodar??? Você viveria com 300 reais??? Sabendo q este é o valor maximo da bolsa!

  19. Skywalker Postado em 24/May/2013 às 10:47

    300? Valor máximo? Só se for aonde vc mora, pq aki eu já vi gente receber até 430,00...

  20. Quem é contra o Bolsa Família ou é mal informado, ou mal intencionado | Africas Postado em 12/Jun/2013 às 10:25

    [...] Acomodação de beneficiários do Bolsa Família é mito, revela estudo [...]

  21. Elenita Andrade Postado em 31/Jul/2013 às 11:58

    Os programas de transferência de renda e hoje Bolsa Família mudaram SIM a vida dos brasileiros pobres e miseráveis q viviam esquecidos nas periferias ! Só quem conheceu , freqüentou estes lugares a vinte anos atras sabe a transformação q aconteceu em suas vidas. Sou testemunha deste acontecimento que fez a CIDADANIA ser vivida por todos os brasileiros !

  22. Danilo Postado em 24/Oct/2013 às 13:20

    A acomodação é um mito mesmo, afinal.... "Com a bolsa-família não dá para comprar nem uma calça de 300 reais para a filha" http://www.youtube.com/watch?v=vulVqkQHgCA E isso que pegaram alguém aleatório, imagino se fizessem um pente fino.

O e-mail não será publicado.