Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Direita 03/May/2013 às 15:31
9
Comentários

Almeidinha, versão Lobão: perigo à saúde

O filho avisou: não vá ler a entrevista do Lobão sem antes tomar seu remédio. Era tarde: agora o Almeidinha vê o Herbert Viana em todos os cantos

Por Matheus Pichonelli*

-Pai, fala a verdade: que música você conhece desse cara?

-Todas.

-Não mente pra mim. Qual foi o último CD que ele gravou?

-Aquele um com o Caetano.

-Pai, aquela é a Maria Gadu.

-Mas o Caetano não fez música com ele? Aquela “Lobão tem razão”?

-Não, pai. Era uma brincadeira, uma sátira. Um sarro. Quem faz música não leva esse cara muito a sério.

-Porque são todos uns vendidos, uns bundões, uns comunistas, uns reféns da Lei Rouanet! Ele tem coragem de dizer as verdades e todo mundo persegue. Que nem o Danilo Gentili, o Rafinha Bastos, o Roger do Ultraje a Rigor.

-Pai, é sério: faz essa barba, tira esses óculos, engole essa baba, corta esse cabelo. A essa altura do campeonato você andar com camisa “Dilma é terrorista” não vai ser cool. Você não parece o Lobão, não fala igual o Lobão, não gosta do Lobão. Meus amigos vão rir de você. É ridículo.

lobão conservador brown dilma

O lado Lobão de Almeidinha: o filho avisou: não vá ler a entrevista do Lobão sem antes tomar seu remédio. Era tarde: agora o Almeidinha vê o Herbert Viana em todos os cantos (Foto: Divulgação)

-Vou ler pra você o que ele disse. Olha que duca: “a Dilma e a turma dela de terroristas sequestraram avião, mataram, esquartejaram pessoas vivas, deram coronhadas, cometeram crimes. Ela pode ter matado”.

-Mas quem tá dizendo é o Lobão!

-Mas sabia que ele estudou muito pra dizer isso? Se aprofundou, mexeu na história, coisas que essa Comissão da Verdade não tem coragem de fazer. Sabia que ele foi até preso por fumar maconha e nunca pediu indenização do governo? Agora, esse povo aí, por causa de meia dúzia de unha arrancada no alicate, vai passar o resto da vida sem trabalhar por causa do Bolsa Ditadura. E o estopim da ditadura foram eles, desde a coluna Prestes: estouravam bomba aqui, ali. A mãe do Lobão até dizia: “você vai ser roubado da gente, o comunismo não tem família”.

-Pai, o senhor falou isso pra gente a vida toda e o último comunista que passou na nossa rua foi o velho Geraldo, coitado, que morreu há 15 anos.

Leia também

-Sabe o que o Lobão descobriu nesses estudos? Que a junta militar nem estava tão a fim de dominar o Brasil, que nenhum dos generais ficou milionário.

-Não queriam, mas dominaram por 21 anos.

-Mas não enriqueceram.

-Você sabe? Se sumiram com deputado de oposição, imagina se houvesse procurador-geral da República denunciando milico enriquecido. Ia ganhar uma passagem só de ida para a Sibéria. Ou você acha que naquela época qualquer idiota que falasse qualquer idiotice ganhava duas páginas de jornal num dia só?

-Vocês não sabem nada! É por isso que o Brasil não vai pra frente! É por isso que em 1991 só tinha um país socialista na América Latina e hoje são 18. São neoditaduras pífias e vocês apoiam isso!

-Pai, em 1991 tinha mais gente passando fome na América Latina também, sabia?

-“A América do Sul está se tornando uma Cortina de Ferro tropical. Existe uma censura poderosíssima perpetrada por uma militância de toupeiras. Quem está dando golpe na democracia são eles, o PT está há dez anos no governo”.

-Pai, para de ler esse negócio. Você está se alterando.

-“Todo mundo fala da ditadura, do golpe militar, isso nunca esteve tão vivo”. E sabe quem está por trás de tudo? Os Racionais! Sabia que eles são o braço armado do governo, são os anseios dos intelectuais petistas, propaganda de um comportamento seminal do PT. Eles estão importando Black Panthers, Ku Klux Klan. Tem essa coisa de “branquinho, perdeu, vamos tomar seu lugar”. Como permitem esse discurso?

-Pai, você está ficando paranoico.

-Quero minha Glock!

-De novo esse papo, pai?

-Vocês não percebem o que está em jogo? Busca minha Glock. Vou fechar essa porta, meter cadeado, encher essa casa de armadilha e ficar a postos. Juro pra você que se algum comunista vagabundo desses Racionais passar na frente eu meto bala. Vão dar golpe de Estado na favela deles.

-Pai, olha o coração. O senhor está vermelho.

-E vou dizer uma coisa: Racionais, Edu Lobo, Gonzaguinha, linguiça e cachaça não entram mais nessa casa.

-Senta aqui, descansa, relaxa. Sua língua está inchando.

-Beócios, apedeutas, múmias deprimidas!

-Relaxa. Ó. Passou. Me dá um abraço. Isso. Respira. O senhor está rosnando de novo. Já disse mil vezes e vou dizer de novo: não tem nenhum comunista na janela, nenhum rapper vai casar com a sua filha e não, o Herbert Viana não veio a este mundo pra te copiar sem dar crédito.

-A Glock, quero minha Glock!

-Eu trago a sua Glock. Mas antes me promete que não vai mais ler entrevista de roqueiro decadente antes de tomar seu remédio. Promete?

*Matheus Pichonelli é formado em jornalismo e ciências sociais, é editor-assistente do site de CartaCapital

Recomendados para você

Comentários

  1. Mlyra Postado em 03/May/2013 às 16:04

    O problema do Lobão não são suas críticas repetidas que todos nós sabemos há muito tempo e que ele não apresenta quaisquer novidades ou soluções, mas a infantil ilusão de a salvação para os males do Brasil será a importação de modelos gringos de vida, ultrapassando as realidade brasileiras que são bastante próprias e mereceriam todo um cuidado no momento de se fazer estes julgamentos. Ele acaba sendo desta forma, a voz daquela classe instrumentalmente instruida a executar funções técnicas e assim ganhar a vida, carregada de preconceitos e pre-concepções dentre as quais, "povo vagabundo" se enquadra perfeitamente. Ele diz por eles. Problemas no Brasil? Sério que ele está certo em encontrá-los? Prefiro crer que goste da forma como ele os apresenta, porque para não encontrar os problemas é necessário um estado muito específico de debilidade. O Brasil não precisa de apontadores de deficiências, este país -DIGANMENTE MARAVILHOSO - riquíssimo em história e vida, em caos e sofrimento, precisa de argumentos daqui-pra-prente... Definitivamente, não precisamos de alguém cujo objetivo é comprovar que se vive bem, com um monte de dinheiro no travesseiro, frente a uma população de carências básicas dentre as quais elenco a miséria afetiva entre as principais. Gênese aí, dos aclamados complexos do vira-lata brasileiro.

  2. Clara Telis Postado em 03/May/2013 às 21:06

    Vocês estão dando muita atenção pra esse merda .

  3. Arthur Postado em 03/May/2013 às 23:13

    Muito interessante a matéria mas vocês tão caindo na dele. É isso que ele sempre quis, atenção, seja boa ou ruim

  4. Cacique Postado em 04/May/2013 às 20:28

    Uma pessoa dizendo babaquices é só mais um babaca, quando ninguém dá ouvidos. Ou se torna um gênio para alguns, quando se amplifica o que ele diz. Acho que asneiras ditas por pessoas célebres devem ser rechaçadas. Mas sem exagero, se não ajudamos a produzir os mártires do reacionarismo. Se é que isso existe.

  5. Oscar Postado em 05/May/2013 às 21:14

    Aconselho a leitura abaixo, para conhecerem melhor as origens da babaquice do "ex-lobão", atual "baba-cão": http://asintoniafina.blogspot.com.br/2013/05/drama-familiar-de-lobao-explica-seu.html#more

  6. Hele Guerreiro Postado em 06/May/2013 às 13:59

    rasrsrsrs muito bom, resumiu a phorhra toda

  7. sergio Postado em 16/May/2013 às 22:01

    Acho que esse mané está postulando o lugar de Arnaldo Jabour no jornal da globo.