Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Aborto 02/Apr/2013 às 18:12
13
Comentários

Feliciano se diz contra aborto porque mãe teve 'clínica clandestina'

Feliciano diz que é contra aborto porque sua mãe teve uma clínica. Pastor conta que ficou traumatizado por ver as mulheres “perderem os seus bebês”

pastor feliciano aborto mãe clínica

Pastor Marco Feliciano diz que é contra o aborto porque sua mãe foi proprietária de uma clínica clandestina (Foto: aBr)

O deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, explicou que é contra o aborto porque sua mãe teve uma clínica de aborto. Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, ele conta que ficou traumatizado por viver o dia a dia da clínica.

O pastor é pressionado a renunciar à presidência da comissão devido às suas polêmicas opiniões sobre mulheres e gays. Marco Feliciano também é réu no Supremo Tribunal Federal em processos em que é acusado de racismo e homofobia.

Sobre a recente recomendação do Conselho Federal de Medicina para a legalização do aborto até o terceiro mês de gestação caso seja a vontade da mãe, Feliciano considerou um assassinato.

— Nesse momento, alguns médicos declaram ser Deus. Na 12 ª semana, estamos falando de um bebê de três meses de idade. De um bebê que já tem sentimentos, que recebe da mãe a vida, que já sente dor. Isso é assassinato.

Leia também

No caso de uma mulher que sofreu violência sexual, o pastor diz sentir muito e culpou a sociedade, a pornografia e as músicas sensuais.

— Sinto muito. Vivemos num mundo de cão. A sociedade tem a sua parcela de culpa disso. Esses tarados inveterados se alimentam de visões. A pornografia está em todos os lugares. As músicas acabam levando as pessoas à extrema sensualidade. E algumas pessoas têm deficiência hormonal e acabam ficando loucos. Eu sinto muito pela menina violentada, pela mulher. Mas o que foi gerado dentro dela não tem culpa disso. Não aborte.

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago de Sul Postado em 02/Apr/2013 às 18:27

    O engraçado é que o estupro, segundo o senhor, parece ser um fenômeno contemporâneo, né Pastor Marco Feliciano? Acho que o Senhor não sabe o que diz.

  2. Pedro Lopes Postado em 03/Apr/2013 às 07:55

    A mãe dele esqueceu de fazer um aborto...que pena para nós

  3. Joao Postado em 03/Apr/2013 às 08:45

    Pena que a mãe dele não abortou.

  4. Rodrigo Teixeira Postado em 03/Apr/2013 às 11:41

    George Carlin em 1996: " Por que será que a maioria das pessoas que são contra aborto, coincidentemente são pessoas que a maioria não levaria pra cama ? Esses conservadores cristãos são mesmo inexplicáveis não acham ? Todos sempre em suprema defesa dos "não-nascidos". Eles movem mundos e fundos pelos que ainda não nasceram. Mas depois que nascem, é cada um por si ! Os chamados "Pró-Vida" são obcecados pelo feto, do momento da concepção até os 9 meses. Mas depois disso, a mãe que se vire pra cuidar dessa criança, não importa se ela é extremamente pobre, não importa se os hospitais são lotados e mal equipados, não importa se o governo não dará assistência para essa criança se ela for abandonada. Se você é pré-natal, sua vida é sagrada, se você é pré-escola, pau no seu cu ! O que acontece depois que você nasceu, não importa para essas pessoas, não importa até você completar 18 e ir para o exército... Conservadores querem sempre salvar o feto e depois matar e prender o que esses fetos indesejados possam se tornar. Eles não são "Pró-Vida" eles são "Anti-mulher", simples assim Anti-Mulher.Eles acreditam que o papel principal de uma mulher é o de funcionar como uma égua de cria para o Estado." sem mais....

  5. Creuza Senior Postado em 03/Apr/2013 às 13:30

    Esse cara é muito reacionário! Não podemos aceitar uma criatura dessa legislando.

  6. SOFIA Postado em 03/Apr/2013 às 13:50

    Concordo contigo Rodrigo Teixeira, Estes supostos defensores d

  7. SOFIA Postado em 03/Apr/2013 às 14:05

    Concordo contigo Rodrigo, Outro exemplo disto que vç mostra é que todos nos jà escutamos ou vimos as pessoas dizerem com desdem "teve, agora cuida" ou " quem pariu Mateus que o embale", quer dizer quando uma mulher tem filho o problema é dela, mas ela é condenada quando quer de abortar Estes suposto defensores da vida são em verdade contràrios à liberdade sexual feminina e o fato de uma mulher não levar avante uma gravidez é um ultrage, pois para estes reacionàrios a maternidade é uma forma de remissão de pecado ou PUNIçÃO por ter uma vida sexual. Quando uma mulher aborta é o seu poder de decisão que é a prioridade, ela nao se verà somente como a incubadora e vaca leitera, pois o ESTADO lhe darà o direito de decidir. Sua vida não serà menos importante que a vida do outro que não existe ainda.

  8. Oscar Postado em 03/Apr/2013 às 18:49

    Deveríamos fazer um protesto contra as mães de (in)feliciana, bolsonara e malafeia! Que bem teriam feito à humanidade, não colocando essas aberrações no mundo! Essas enrustidas horrorosas são um mal para a humanidade!

  9. Adriana Postado em 11/Apr/2013 às 15:15

    A mãe dele tinha esta clinica porque para os protestantes isso não é crime, é aceito, como extrair um dente. É muita hipocrisia ouvir estes protestantes com falsos discursos.

    • mariana Postado em 16/Sep/2013 às 15:58

      Tu eh louca doida? Adriana aborto eh crime para os evangelicos, eles nao aceitam de forma alguma, pra eles eh igual a catolica eh casar e pronto, mas cada um na sua vida privada sabe o que faz e o que quer.

  10. Marcio Postado em 12/Apr/2013 às 13:31

    Marco Feliciano, não poderia pregar para a mãe dele que é errado o aborto pq o mesmo era criança, na época. Se era para M. Feliciano, ser abortado poderiam tb desejado o de JEAN WILLIS, afinal foi tb o pivô de toda a polêmica gay. Mas, Deus, é contra