Redação Pragmatismo
Compartilhar
Homofobia 23/Apr/2013 às 19:12
7
Comentários

Casamento gay e adoção para casais homossexuais são aprovados na França

França aprova casamento gay e adoção por casais do mesmo sexo. Deputados da direita avisaram que devem tentar impedir passagem do texto através do Tribunal Constitucional

Por 331 votos a favor e 225 contra, a Assembleia Nacional da França aprovou o direito ao casamento e à adoção de crianças para casais do mesmo sexo. Agora, o projeto, que não sofreu nenhuma modificação em relação ao texto revisto pelo Senado, torna a França o 14º país do mundo e o nono da Europa a adotar a união entre homossexuais.

O projeto começou a ser discutido em janeiro, em um debate que polarizou o país entre apoiadores e conservadores. Ambos os grupos chegaram a realizar grandes marchas por Paris.

casamento gay frança

Francesas comemoram aprovação de casamento gay (Foto: Christophe Ena/AP)

Durante a sessão, um homem que tentou invadir a Assembleia com uma bandeira foi detido pelos seguranças, e provocou fortes reações entre os convidados, apoiadores ou não do projeto. A reação fez com que o presidente da Assembleia Nacional, o deputado socialista Claude Bartolone, que chegou a receber cartas com ameaças caso o projeto chegasse a ser aprovado, pedisse para expulsar os presentes mais exaltados, a quem chamou de “inimigos da democracia”, e foi aplaudido por todos os deputados, até os que votaram contra o projeto.

No entanto, os deputados da direita, capitaneados pelo UMP (União por um Movimento Popular), partido do ex-presidente Nicolas Sarkozy, anunciou que recorrerá perante o Conselho Constitucional, que deverá se pronunciar nas próximas semanas, antes de a lei entrar em vigor, o que é previsto para os próximos meses.

Assim que foi aprovada, parte da bancada da direita abandonou a câmara, enquanto os da esquerda, de pé, aplaudiam e gritavam “Igualdade!”.

Leia também

A ministra da Justiça, Christian Taubira, considerada a principal responsável pela elaboração do texto, disse estar emocionada diante do avanço histórico que significa a aprovação dessa lei.

Sabemos que não tiramos nada de ninguém, demos um direito a pessoas que não o tinham. É um texto generoso“, analisou a ministra, que se emocionou especialmente quando lembrou “os adolescentes que foram vítimas de violência por sua orientação sexual”.

Quero dizer que têm todo o seu espaço nesta sociedade, sem ter que se preocupar por seus gostos, por sua orientação sexual. Não tenham medo nunca mais, vocês não têm nada para censurá-los“, disse.

Além da França, essa medida foi aprovada por Holanda, Bélgica, Espanha, Canadá, África do Sul, Noruega, Suécia, Portugal, Islândia, Argentina, Dinamarca, Uruguai e Nueva Zelândia (nesses dois últimos países a medida ainda precisará entrar em vigor).

Opera Mundi

Recomendados para você

Comentários

  1. ze Postado em 25/Apr/2013 às 10:39

    OS JUDEUS QUEREM É DESTRUIR O MUNDO NÃO JUDAICO, ISSO SIM. NÃO SOU CONTRA OS HOMOSSEXUAIS, MAS ESSA APOLOGIA NÃO ESTÁ CORRETA. A MIDIA JUDAICA CLAMA PELO CASAMENTO GAY, ENTÃO, IMAGINO QUE HOMOSSEXUALIDADE DEVE SER UMA COISA MUITO RUIM, POIS OS DONOS DO MUNDO SOMENTE DESTROEM OS GENTIOS.

  2. Thiago Teixeira Postado em 01/May/2013 às 16:41

    Mulher beijando na boca é tão gostoso, dá votade de entrar no meio delas! Aos homofóbicos: curtem a sua heterosexualidade, deixem os gays e lésbicas em paz.

  3. PAULO ROBERTO ARGUELLES DA COSTA Postado em 06/Jun/2013 às 12:17

    É INTERESSANTE OBSERVAR QUE ISTO FOI IMPOSTO A FRANÇA DE FORMA ARBITRÁRIA E POUCO SE FALOU QUE A MAIORIA COMPROVADA EM PESQUISA FOI CONTRA ESTA LEI! OS GAYS E LESBICAS TEM TODO O DIREITO DE EXERCER SUA LIBERDADE DE ESCOLHA . MAS IMPOR AO ESTADO TER QUE CONCORDAR E ANULAR A LIBERDADE DE CONSCIÊNCIA DE ACHAR O HOMOSSEXUALISMO UMA ESCOLHA FURADA E ERRADA , CONTRA LEI DE DEUS! EU SOU CONTRA ESTE TAL DE FELICIANO, QUE ACHO UM POLÍTICO ASSIM COMO OS OUTROS , UM FRACASSO, MAS NÃO ENTENDO COMO UMA MINORIA COMO A CLASSE DE GAYS , QUER SE IMPOR DE FORMA ARBITRÁRIA COMO SE FEZ NA FRANÇA! AQUI NO BRASIL NÃO! RESPEITEM A LIBERDADE DOS OUTROS PARA SEREM RESPEITADOS! ISSO É MAIS UMA VERGONHA NACIONAL!

  4. Rich Postado em 08/Jul/2013 às 22:23

    - LIBERDADE É SEGUIR A PALAVRA DE DEUS!!! - DEUS, NUNCA FOI, NÃO É, E JAMAIS SERÁ DE ACORDO COM HOMOSSEXUALISMO

  5. Gabriela Lages Postado em 26/Jul/2013 às 23:02

    Vergonha desse cara que sente tanta necessidade de escrever porcaria em caps lock. Bom, é maravilhoso ver a França dando esse passo para frente.