Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Ciência 26/Apr/2013 às 20:53
4
Comentários

Estagiário brasileiro derrota 129 mil concorrentes e vai conhecer o espaço

Estagiário brasileiro de apenas 21 anos ganha concurso mundial e vai conhecer o espaço

pedro henrique estagiário brasileiro espaço

Pedro Henrique Dória Nehme derrotou 129 mil concorrentes de todo o mundo e vai conhecer o espaço.

Pedro Henrique Dória Nehme conseguiu derrotar 129 mil participantes de todo o mundo em um concurso e agora será o segundo brasileiro a ir ao espaço. O jovem de apenas 21 anos é estagiário da Agência Espacial Brasileira (AEB).

De acordo com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, o concurso que vai levar Pedro ao espaço consistia em adivinhar em que ponto um balão de alta altitude iria parar. Com a ajuda de câmeras e GPS, a empresa KLM, responsável pelo desafio, declarou que o brasileiro foi quem sugeriu as coordenadas mais próximas daquela onde o balão realmente parou.

A viagem do brasileiro acontecerá no início de 2014 e será realizada a bordo de uma nave chamada ‘Lynch’, da empresa Space Expedition Corporation (SXC). O lançamento acontecerá em Curaçao, no Caribe, e o voo, que terá duração de uma hora, será suborbital (não entra em órbita da Terra) e atingirá uma altura aproximada de 100 quilômetros, cruzando a chamada linha de Kármán.

Leia também

Pedro é estudante de Engenharia Elétrica na Universidade de Brasília (UnB), onde também participa de um projeto que simula uma missão espacial. No ano passado, ele estudou na Catholic University of America em Washington (EUA), e trabalhou no Goddard Space Flight Center, programa da Agência Espacial Americana (Nasa). A SXC afirma que apenas 500 pessoas em todo o planeta viram a Terra como o vencedor do concurso a verá.

CanalTech

Recomendados para você

Comentários

  1. Eduardo Postado em 30/Jun/2013 às 00:24

    129 mil concorrentes, e um brasileiro venceu... este é o país de terceiro mundo que mostra ser primeiro em muitas disputas, tenos visto concursos de mecatrônica e brasileiros sendo premiados no Japão, a pouco um professor brasileiro foi considerado um dos melhores dos Estados Unidos... é coisa para nos orgulharmos mesmo que muitos queiram teimar em se sentir colonizados....