Luis Soares
Colunista
Compartilhar
EUA 23/Apr/2013 às 11:03
5
Comentários

Atentado em Boston: suspeito pode ser condenado à morte

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos analisa a hipótese de pedir a condenação à morte de Djokhar Tsarnaev, de 19 anos, suspeito do duplo atentado à bomba na Maratona de Boston há uma semana; estudante é acusado de usar uma arma de destruição em massa

atentado boston Djokhar Tsarnaev

Djokhar Tsarnaev é suspeito de atentado em Boston (Foto: Divulgação)

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos analisa a hipótese de pedir a condenação à morte de Djokhar Tsarnaev, de 19 anos, suspeito do duplo atentado à bomba na Maratona de Boston há uma semana. A possibilidade é avaliada, pois o estudante é acusado de usar uma arma de destruição em massa. Segundo uma declaração da Justiça norte-americana, Tsarnaev também foi acusado do crime de destruição de propriedade com uso de explosivos.

As acusações da Justiça Federal “autorizam uma pena, caso haja condenação, de morte ou prisão perpétua”, informou em comunicado o Departamento de Justiça. “Embora a investigação continue, as acusações de hoje [22] marcam um fim bem sucedido para uma semana trágica para a cidade de Boston e para o nosso país”, disse o procurador-geral, Eric Holder.

Leia também

Tsarnaev e o seu irmão mais velho, Tamerlan, de 26 anos, morto durante tiroteio com a polícia, são acusados de pôr as duas bombas na linha de chegada da maratona. As explosões causaram a morte de três pessoas e mais de 180 feridos. A primeira audiência de Dzhokhar Tsarnaev está marcada para 30 de maio às 10h (9h de Brasília), no Tribunal Federal de Boston.

O estudante, que tem cidadania norte-americana, mas é de origem chechena, permanece hospitalizado. Há informações, não confirmadas oficialmente, que ele respondeu, por telefone, a algumas perguntas dos policiais. Tsarnaev poderá também ser processado pelo estado do Massachusetts pela morte de um policial durante o tiroteio no campus universitário do Massachusetts Institute of Technology (MIT) no dia 18.

Agência Brasil, com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

Recomendados para você

Comentários

  1. Rafael Postado em 23/Apr/2013 às 21:31

    País sério, diferente de um outro "país" onde nada funciona e toda justiça é uma grande mentira.

  2. Roger Max Postado em 24/Apr/2013 às 12:48

    Ta falando sério, Rafael? '-'

  3. Mirella Thalita Postado em 24/Apr/2013 às 12:52

    Sei não...

  4. Carlos Postado em 09/Jul/2013 às 14:47

    Roger Max, é impressionante como tem gente que se deixa seduzir por Hollywood. País sério onde a justiça funciona? Estão falando de qual mesmo? Justiça muito boa onde se mata primeiro e pergunta depois, esta é a lei, e não é uma lei informal. Falando de um país que não funciona e a justiça é uma mentira lembro-me d um tal de Estados Unidos. Será que é deste que o Rafael está falando?