Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Ditadura Militar 05/Apr/2013 às 15:18
24
Comentários

Aécio Neves chama ditadura militar de "revolução"

Aécio Neves chama ditadura de “revolução”. Alguns veículos de imprensa do Brasil que flertaram com o regime militar, como Globo e Folha, também chamavam o golpe de 64 de revolução

O senador Aécio Neves, pré-candidato do PSDB à Presidência da República, referiu-se nesta quinta-feira 4 ao golpe militar de 1964 como “revolução”.

aécio neves ditadura militar

Aécio Neves chama ditadura militar de “revolução” e gera polêmica

A fala ocorreu no 57º Congresso Estadual de Municípios de São Paulo, em Santos, litoral paulista.

O termo “revolução” é comumente usado por militares e simpatizantes do regime repressivo que comandou o Brasil por 21 anos, entre 1964-1985.

Os militares negam que neste período tenha se caracterizado uma ditadura no País.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, ao ser questionado sobre o uso do termo, Aécio desconversou. “Ditadura, revolução, como quiserem”. Depois, o senador afirmou que “era um regime autoritário, que lutamos para que fosse vencido”.

O tucano usou o termo durante um discurso no qual apresentava breves relatos de episódios históricos, que, segundo ele, retratam a política centralizadora do governo federal que se mantém por décadas. “Veio a revolução de 64, novo período de grande concentração de poder nas mãos da União, apesar de ter sido um período em que foram criadas políticas compensatórias para determinadas regiões menos desenvolvidas.”

Leia também

Folha também costumava chamar golpe de revolução

O jornal Folha de S.Paulo, entre outros veículos de comunicação, destacou nesta sexta-feira que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) chamou o golpe militar de 1964 de “revolução de 64” durante o Congresso Estadual de Municípios paulistas, em Santos, na quinta-feira. Pois a própria Folha costumava chamar o golpe de revolução, como comprova recorte do jornal de 1974.

A nota, publicada na capa do jornal no dia 31 de março de 1974, anuncia um pronunciamento do então presidente Ernesto Geisel “numa mensagem alusiva ao transcurso do décimo aniversário da Revolução”. A mensagem, que seria transmitida por uma cadeia de rádio e TV, havia sido gravada na biblioteca do Palácio da Alvorada e teria duração de nove minutos e vinte e cinco segundos, informava o jornal.

A relação da Folha de S.Paulo com a ditadura foi motivo de polêmica recente. Em editorial do dia 17 de fevereiro de 2009, o jornal comparou regimes autoritários contemporâneos aos que dominaram a América Latina no século passado, referindo-se à ditadura militar brasileira como “ditabranda”, dando a entender que foi menos violenta que outros regimes similares do continente. A publicação foi seguida por um intenso debate nas páginas do próprio jornal e fora delas.

Com CartaCapital e Brasil 247. Edição: Pragmatismo Politico

Recomendados para você

Comentários

  1. victor Postado em 05/Apr/2013 às 15:56

    acho que o avo dele deve estar se revirando..

  2. jorge mendes Postado em 05/Apr/2013 às 16:41

    Mas ele voltou a beber denovo

  3. Juca Postado em 05/Apr/2013 às 17:01

    Cara, para com isso!!!! De certa forma, todos os grandes acontecimentos históricos são revoluções, pra bem ou pra mal. Ficam se apegando a uma palavra mal compreendida (por ele ou qualquer pessoa), para justificar uma matéria que beira a tendenciosidade!!! Falando nisso, esse site não me parece estar fazendo um jornalismo de verdade (neutro, que mostra os dois lados sem tomar partido), muitas coisas postadas aqui parecem muitas vezes tendenciosas. Peguem algo mais concreto para falar mal de alguém!!! O título desse post, lido por aí a fora na internet, faz parecer que as declarações do Aécio foram deveras pró-ditadura, quando na realidade não foi bem assim! Eu comecei a acompanhar este site por pensar que seria um jornalismo diferente, contudo vejo muitas vezes matérias que tendem a tomar partido para um aspecto, um lado da moeda, e não deveria ser assim. Muita gente curte vocês no facebook, e de certa forma, vocês formam opnião com esse trabalho! Por isso sejam mais cuidadosos!!!!

    • guilherme Postado em 01/Nov/2013 às 10:35

      Concordo com você

    • Cezar de Campos Postado em 18/Jul/2014 às 21:41

      Apoiado, Juca. Tenho 68 anos, vivi todos os anos da revolução de 64 pedida pelo povo e posso afirmar que praticamente governo nenhum posterior fez o que os governos militares fizeram. Havia segurança, havia emprego sobrando, eu mesmo fui buscar empregados no Peru, Chile e Colômbia na década de 70. A maior pisada na bola dos militares de então foi não terem exterminado Lulla, Dilma e perto de uma centena mais de salafrários que hoje estão aí no governo.Mas esses canalhas não perdem por esperar.

  4. Ricardo Postado em 05/Apr/2013 às 19:47

    A Folha de São Paulo recriminando playboy mineiro, por acaso não foi este mesmo jornal quem chamou a ditadura de ditabranda.

  5. Lucas Oliveira Postado em 05/Apr/2013 às 20:24

    Hipocrisia é quando vocês falam que existiu a Revolução Cubana em 59.

  6. Thiago Postado em 06/Apr/2013 às 10:08

    Sinceramente, não consigo entender porque tanto rancor da época da Ditadura. A propósito, quem disse que foi ruim? Meu avós cortaram cana, plantavam banana e até foram funcionários da FEPASA e nunca foram torturados. Porque? Eram trabalhadores, que sustentavem suas famílias. Uma época onde existia e se praticava a palavra respeito e ordem. Jornalista revolucionário, playboys intelectuiais e alunos da USP e UNB metidos a esquerda, apanharam sim. E hoje? Com a libertinagem? Com essa democracia? Imprensa esculachando o presidente Lula, BBB, professores tomando tiro na sala de áula, policiais assalariados com medo de trabalhar, tá tudo legal?

  7. Hermano Postado em 07/Apr/2013 às 01:58

    Viva a REVOLUÇÃO CUBANA!!!!

  8. Ana Fernandes Postado em 08/Apr/2013 às 09:44

    A verade é que ainda vivemos sob o dominio da mesma força que plantou a ditadura militar no país. As pessoas que não tiveram acesso à informação hoje dizem que não entendem por que se fala mal uma vez que podem ter até vivido bem, isso aconteceu, houve muitas fábricas de calçados na minha região que cresceram e os donos ficaram muito ricos porque receberam tudo de mão beijada, incentivos e facilidades para a exportação. Só que na cidade havia umas cinquenta ou mais fábricas pequenas e médias e os ricos não eram como hoje, esses que tem dinheiro demais e compram fazendas de quilômetros no Mato Grosso por exemplo, quando grande parte das fábricas sucumbiu e agora já faz tempo que muitas daquelas empresas simplesmente fecharam as portas e mandaram milhares de empregados se virar e passaram a criar fábricas no norte e nordeste com mão de obra mais barata. É isso que dá esta forma neoliberal de governar ao contrário de haver médias empresas e até pequenas que isso sim, produz emprego e distribui melhor a renda. Esta é só uma das heranças do modelo implantado com a ditadura e que continou sempre e também até o governo FHC, todos a serviço do patrão do norte, os EUA. É preciso entender que se hoje estamos neste caos e a educação publica neste estado, isso começou com a reforma do ensino no inicio os anos setentaa, por oreintação e patrocinio dos EUA. E se hoje a tv aberta é essa porcaria com BBB e outras coisas, vamos nos informar melhor, é somente porque a Globo é notadamente um veículo norteamericano com a família Marinho como testa de ferro, e pelo que ganharam, melhor dizer, testa de ouro!!!

  9. Rudi Postado em 08/Apr/2013 às 14:51

    Acho que o Lucas Oliveira levantou uma questão interessante, e que merece ser melhor analisada pelo site. A mídia de esquerda fala em REVOLUÇÃO CUBANA e em DITADURA BRASILEIRA. Por que essa diferenciação nos termos? O Fulgencio Batista não tinha sido eleito democraticamente, assim como o João Goulart? No dicionário eu achei algumas definições para a palavra REVOLUÇÃO, quais sejam: "[Figurado] Revolta, sublevação; Mudança brusca e violenta na estrutura econômica, social ou política de um Estado (ex.: a Revolução Francesa); Reforma, transformação, mudança completa." Não foi isso que aconteceu no Brasil em 1964? Ou será que REVOLUÇÃO é quando feita pela esquerda, e DITADURA quando feita pela direita?

  10. Fernando Ribeiro Postado em 08/Apr/2013 às 22:29

    Pra não chover no molhado, apenas reitero o que Juca e Rudi comentaram.

  11. jose elias Postado em 09/Apr/2013 às 09:19

    Inicialmente pelo Castelo Brando, até pode ter sido, ms, depois virou golpe mesmo. Só militares de patentes tinham privilégios no país, fora a robalheira e corrupção e o apoio ideológico externo. Mesmo assim, para o pais foi melhor a ditadura do que uma guerra civil.

  12. kanella Postado em 09/Apr/2013 às 11:20

    Aécio, bebe, cheira e fala abobrinha!!

  13. Arthur Postado em 15/Apr/2013 às 21:16

    Na minha opinião, na época da revolução/ditadura brasileira, ou como queiram chamar, baseado nas histórias de pessoas que conheço, 80% delas acharam a ditadura até melhor, pq nesse período, vc podia dormir fora de casa, era mais seguro pq ñ tinha tanta criminalidade, as pessoas se respeitavam, respeitavam autoridades e o presidente, era mais eficiente a polícia naquela época, mas tinha um problema, vc ñ tinha liberdade pra falar mal do governo. Mas e aí, qual razão pra falar mal do governo, se ela te protegia de um monte de coisa ruim, ñ é mesmo??? Mas hoje com a "democracia", piorou tudo, vc agora pode falar mal de todo mundo, mas aumentou criminalidade, assassinato, roubalheira por parte dos políticos em geral, Direitos Humanos que só protege os bandidos, e em fim, tudo que a esquerda promoveu, a gente sofre com isso hj. MAS AGORA MEU POVO, TEMOS DEMOCRACIA HAHAHAHAHAHAHAHAAAA, E COM ESSA DEMOCRACIA HJ, QUE MAIS PARECE DITADURA POR PARTE DA ESQUERDA, ou seja, se falar mal do PT, ou qualquer coisa que prejudique seu avanço, vai ser tachado como incitador de ditadura, homofóbico, se discordar da prática homossexual (nada contra homossexuais em si ta), facista e outras designações que o PT gosta de tachar a tôrta e a direita. Se estou garantido na constituição de que sou lire pra opinar, essa é a minha opinião, já que estou no estado democrático de direito. Boa noite pessoal, fiquem com deus.

  14. Daniel Postado em 25/Apr/2013 às 18:50

    Nao é revoluçao quando é de esquerda e ditadura quando é de direita. É revoluçao quando é feito pelo povo para defender seus interesses e golpe quando é imposto por um segmento da sociedade sobre o povo para defender os interesses das elites e do imperialismo internacional. Por isso o que aconteceu no Brasil em 1964 foi um golpe, pois foi realizado pelas forças armadas para defender os interesses das elites, que temiam a "ameaça vermelha", e os do imperialismo estadunidense, que inclusive mandou um navio de guerra para apoiar os militares brasileiros caso eles nao conseguissem realizar o golpe sozinhos. Em Cuba foi revoluçao, pois apesar de nao ter sido feita pelo povo e sim por uma guerrilha ( o que nao é ideal, pois a revoluçao socialista deve ser levada a cabo pelas massas, guiadas por uma direçao revolucionaria, geralmente um partido socialista. Esse é um dos motivos pelo qual o socialismo cubano degenerou num regime controlado pela burocracia castrista, ao inves de ser uma democracia operaria, apesar de manter muitas conquistas da revoluçao de 1959), a revoluçao foi feita com o objetivo de criar um regime que libertasse a classe trabalhadora do dominio das elites e do imperialismo estadunidense. Por isso se pode-se falar sim em revoluçao cubana, mas nunca em revoluçao ao se referir ao golpe militar de 1964 que levou à ditadura civil-militar que controlou esse pais por 20 anos.

  15. Lee Postado em 05/May/2013 às 10:33

    Ana Fernandes, parabéns pela sua sensatez

  16. Marcos Postado em 10/May/2013 às 20:19

    Não foi uma revolução, foi uma contra revolução necessária.

  17. Adriana Postado em 22/May/2013 às 14:48

    Só acho que o título desta reportagem faz uma alusão sensacionalista a um fato que talvez tenha sido mera falta de compreensão. Como o amigo ali em cima citou, Revolução caracteriza uma mudança brusca em alguma forma de governo, não necessariamente sendo algo "bom", podendo tender para os dois lados da moeda.

  18. Barillo Postado em 14/Jun/2013 às 10:00

    Foi uma Contra-Revolução para impedir uma possível influência e domínio da URSS sobre o Brasil. Patrocinada pelo USA,as Ditaduras em toda a América Latina foram só mais uma etapa da Guerra Fria,USA x URSS. Sem mais.

  19. Lucio Lagos Postado em 18/Jun/2013 às 03:45

    Esse playboyzinho quer governar o país...

  20. Asoufo Postado em 01/Nov/2013 às 09:53

    Acho tão interessante o pessoal que cheira e bebe chamando o Aécio de bêbado cheirador...

  21. Mark Ismaël Postado em 18/Jul/2014 às 22:23

    Estranho é chamarem o militarismo de 64 de "golpe" e o bolchevique russo de "revolução", como se o regime soviético tivesse proporcionado algum benefício a seu povo (leia-se: "suas vítimas"). Os russos agradecem até hoje a Gorbachev pelo fim daquele período de trevas. Mas não há porque agradecer a Figueiredo ou Tancredo pelo fim do militarismo. Eu preferia estar em uma ditadura anticomunista a estar num desgoverno próximo ao socialismo, e que, apesar de tudo, ainda é chamado de "democracia" por alguns entusiastas do inferno na terra. Dilma é o próprio Hitler em carne e osso, e Aécio vai vencer não só para tirar daí essa corja maligna, mas também, para colocar todos esses ladrões vagabundos no lugar deles, que é cadeia, ou qualquer coisa pior!

  22. Emanuel Postado em 10/Nov/2014 às 23:15

    Temos que lembrar que o tempo da ditadura trouxe um grande Crescimento e investimento para nosso país. São incontáveis benefícios. Um ponto muito importante é que a lei nesse tempo era aplicado conforme se deve(tinha ligação com o senso pessoal e a razão). Tempos em que a honra, honestidade, integridade, lealdade, transparência e caráter eram atributos comuns(que hoje é difícil se encontrar).