Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Rede Globo 15/Mar/2013 às 14:59
24
Comentários

Jornal Nacional esquece jornalismo e se ajoelha para o novo Papa

Jornal Nacional esquece do jornalismo, se ajoelha para o novo papa e presta enorme serviço à igreja católica. Edição do telejornal deu uma aula de como não praticar jornalismo

Por Lino Bocchini, em Desculpe a Nossa Falha

A exemplo de quarta-feira, quando foi eleito o novo papa, o Jornal Nacional de ontem também foi quase todo dedicado ao assunto. Com a íntegra em mãos, planejava contar quantas vezes, em 33 minutos de noticiário, determinadas palavras apareceriam. Desisti após o primeiro bloco, quando já se somavam 23 “papas”, sete “Jesus Cristo”, seis “missa” e uma pilha de “cardeais”, “igreja”, “basílica”, “deus”, “cúria”, “senhor” etc.

jornal nacionao patrícia poeta papa

Dom Odilo Scherer e Patrícia Poeta durante cobertura do Jornal Nacional que tratou da escolha do novo papa (Foto: Reprodução)

Montei então o roteiro de frases abaixo, todas ditas pelos apresentadores William Bonner (nos estúdios da Globo no Rio) e Patrícia Poeta (no Vaticano) e pelos repórteres da Globo que fizeram a cobertura por lá, na Argentina e em Jerusalém. Lembro que todo material abaixo vinha acompanhado da entonação certa, trilha “emocionante”, edição cuidadosa, sorrisos etc. As frases estão colocadas em ordem de aparição:

“O primeiro dia do novo papa, a primeira missa”

“Como o papa se tornou conhecido pela simplicidade”

“Um papa matutino”

“Começou impondo um estilo novo ao papado e recusou o carro oficial”

“´Também sou um peregrino´, disse”

“Comportou-se como um padre, quase um pai de família. Nem usou o trono para a homília”

“Tem a simplicidade evangélica de João 23 e o sorriso paterno de João Paulo I”

“O papa Francisco começa a conquistar um certo fascínio que já existia entre os cardeais”

“O colégio, num grande e inteligente gesto, em poucas horas mudou o rosto da igreja”

Leia também

Aí entra ao vivo Don Odilo Scherer, que respondeu a 4 perguntas rápidas. Terminou a última, sobre a “torcida brasileira” a seu favor, dizendo que “os cardeais deveriam escolher aquele que deus indicasse”. Ao que Patrícia Poeta emenda, emocionada: “Que assim seja”.

Vem então uma reportagem sobre beatificação de João Paulo 2:

“O papa peregrino, João Paulo 2º, pregou com gestos a humildade … tinha sorriso sereno e cativante … enorme carisma de se comunciar com as multidões… apenas 6 anos depois de sua morte, a igreja concluiu a beatificação, último passo, antes de torná-lo santo … O clamor começou logo após sua morte, em abril de 2005. Depois, veio a descoberta do primeiro milagre. A cura de uma freira francesa, que sofria de mal de parkinson”.

[O milagre entrou dessa forma, como uma notícia banal, sem a palavra “suposto” ou “segundo a igreja”]. E termina assim a matéria de João Paulo 2º:

“A imagem de um dos papas mais adorados da história recente é o reflexo também do que a igreja busca com a escolha de agora: a força de um líder carismático e amado”.

jornal nacional novo papa francisco

Uchôa se questiona: “De onde vem essa inspiração, esse sentimento de humildade?”

Continuam as frases do JN:

“O moderado e humilde Jorge Bergoglio”

“Antes mesmo de se tornar papa, Jorge Bergoglio já era conhecido por cultuvar hábitos simples”

“Nos primeiros gestos, nas primeiras palavras, já um jeito próximo, natural. ´Irmãos, irmãs, boa noite’. Ali estava não mais o Jorge, mas o Francisco”

“O nome já era um recado, mas era necessário mais. E para esse papa, o mais era o menos. Despojado, sem joias, apenas a batina branca”

“Repare no crucifixo, é de aço, nem mesmo é de prata”

“[Deixou que] vários cardeais se apertassem no elevador com ele”

“O papa preferiu ir de ônibus com os cardeais, deixando o carro especial do pontífice seguir vazio”

“De onde vem essa inspiração, esse sentimento de humildade? Até agora, o próprio papa não falou nada sobre isso”

“Francisco parece já ter definido como prioridade do seu papado a solidariedade para os que mais precisam”

“Ontem ao se despedir do publico, dizendo ´boa noite, bom repouso´, parecia um pai que vela pelos filhos. Sua santidade. Santa simplicidade”

Começa um bloco sobre a vida de Jorge Bergoglio na Argentina. O JN lembrou rapidamente das críticas mais fortes que pesam sobre o novo papa, seu suposto apoio à ditadura no país vizinho:

“Durante a década de 1970, na ditadura argentina, Bergoglio era a principal autoridade eclesiástica do país. Um jornalista o acusou num livro de ter dado informações que levaram à prisão de 2 padres jesuítas, que supostamente teriam ligações com grupos de esquerda. Em sua defesa, Bergoglio disse que há um documento que prova o contrário, ele pediu a renovação dos vistos de permanência no país de um deles. Já um biógrafio do papa diz que ele agiu secretamente para ajudar a retirar perseguidos politicos da Argentina”.

Esse pedaço “crítico” do noticiário, que durou pouco mais de um minuto, termina assim:

“Papa Francisco tem posição semelhante a de Bento XVI: é contra o uso de preservativos”.

Voltam as frases:

“Na terra santa, as pessoas rezaram e se disseram contentes com a escolha de um papa humilde, de nome Francisco”

“Por todo oriente médio foi assim: atenções voltadas para o homem de fala suave e olhar sereno”

“Já que estamos falando de carisma, o que chamou a atenção hoje aqui nas ruas do Vaticano foi o número de fieis tirando fotos, entrando nas lojas e perguntando se tinha um santinho, um terço, uma lambrança do novo papa. Isso horas depois dele ter sido eleito. E quem procurou muito, acabou encontrando. Eu achei, nós procuramos bastante e achamos, tá aqui: “Habemus Papam Franciscum [e mostra um santinho com a cara do argentino]. Tá aqui Bonner, tô mostrando pra vocês”

No bloco final, a ameaça de um pouco de jornalismo:

“Apesar de tanto segredo, a imprensa daqui começa a publicar alguns detalhes do conclave que elegeu o novo papa. De acordo com o que um respeitado vaticanista declarou a um jornal italiano, a primeira votação apresentou o italiano Ângelo Scola, o canadense Mark Ouellet e Jorge Bergoglio com mais votos”.

Patrícia Poeta, contudo, desconversa: “Mas isso não importa mais”.

jornal nacional papa francisco bonner

“Missão cumprida, Patrícia. Parabéns”

E volta ao normal:

“Em mais uma demonstração do bom humor que estamos começando a conhecer, o papa brindou com os cadeais que o escolheram”

Por fim, recebe os cumprimentos do parceiro de mesa e editor do JN, William Bonner, que encerra assim o jornal:

“Missão cumprida, Patrícia. Para você e para toda nossa equipe que fizeram esse trabalho belíssimo aí no Vaticano, parabéns”.

Recomendados para você

Comentários

  1. João Postado em 15/Mar/2013 às 19:26

    Nauseante.

  2. João Marcos Postado em 15/Mar/2013 às 19:39

    Muito bem! Gostei muito das resportagens, e até que enfim a Globo mostrou ao público o é realmente importante para a Igreja, e para as famílias católicas.

  3. Gabriela Postado em 15/Mar/2013 às 22:50

    fico feliz que tenham feito um post sobre esse absurdo! fiquei me perguntando: será que só eu estou achando isso patético? sempre respeitei muito o JN, mas depois dessa semana, só deu pra sentir raiva e vergonha..

  4. val araujo Postado em 16/Mar/2013 às 02:47

    preguiçaaaa... dessa materia que ficou tão chata quanto o jornal...e eu aqui esperando desenrolar .....

  5. Rafael Postado em 16/Mar/2013 às 03:17

    Parabéns pela matéria, excelente.

  6. nelson muniz Postado em 16/Mar/2013 às 07:50

    A Rede Globo jogando com a plateia catolica e logo mais vai jogar com a plateia evangélica na próxima novela das nove horas. Novela com uma heroina evangélica, ex-piriguete e agora cantora gospel(muito oportuno). Com personagem ex-gay, entrando no jogo dos intolerantes que querem um Brasil sem homossexuais(tá dificil!l). Tudo pela audiência...Onde vamos parar??? Preciso comprar uma tv por assinatura urgente! Fico imaginando o impacto de uma novela com um personagens ex-gay em familias que tem adolescentes e jovens passando por essa crise. Caça as bruxas!!!

  7. igor Postado em 16/Mar/2013 às 10:28

    "Jornalismo" que não comentou nada sobre o investimento milionário no prédio da maior sauna gay da europa.

  8. Ivan Garcia Postado em 16/Mar/2013 às 11:48

    Não poderia deixar de parabenizá-los pela publicação do excelente artigo "Jornal Nacional esquece jornalismo e se ajoelha para o novo Papa".O pessoal do Nossa Falha apenas falhou em atribuir o fenômeno apenas ao JN, quando é sintomático de toda a Globo. De todas formas, é um imenso alívio, juro, saber que mais gente percebe o que ocorre na Globo e que possamos praticamente "desabafar" uns aos outros. O efeito psicológico de nos sentirmos isolados e com aquilo engasgado, com raiva, vendo por exemplo a Ilze Scamparini repetir que o papa é "humilde" com aquele vozinha forçada ao falar de "Sua Santidade" ou Marcos Uchoa dizer "imagem belíssima" quando só vemos na tela umas pessoas com roupas pomposas e esquisitas levantando uma enorme cruz de ouro, é devastador. Obrigado, Pragmatismo Político.

  9. ana maria Postado em 16/Mar/2013 às 13:35

    Globo = Lixo

  10. Marlene Postado em 16/Mar/2013 às 14:12

    Tem que fazer como eu pessoal...náo dou ibope a essa emissora de m.... pois nem sei como se sintoniza a Globosta na minha TV!!!

  11. Lauro Postado em 16/Mar/2013 às 14:26

    MORRAM DE INVEJA!!! MORRAM DE INVEJA!!! A BOCA FALA DO QUE O CORAÇÃO TA CHEIO: O DE VOCES ESTÁ DE ODIO! MAS ME RESPONDAM: O QUE VOCES JA FIZERAM DE POSITIVO PRA HUMANIDADE?

  12. Dan Postado em 16/Mar/2013 às 18:35

    Essa babacao de ovo é justamente pra dar um tapa na cara do Edir Macedo e querer dar um boost na igreja catolica que tá perdendo campo no Brasil. Sou ateu e td isso só me dá náuseas.

  13. Ronaldo Postado em 16/Mar/2013 às 19:06

    Que bom, que bom que eu não assisto tv aberta já tem uns 15 anos, não perco nada e não me estresso. Que a globo é uma vendida isso é sabido há muitos anos, que baba nos grãos da igreja católica é outro fato. Que não tem mais jornalistas isso também é notório. O que me estranha mesmo é que ainda existe gente que da crédito á essa pseudo-imprensa.

  14. luciano Postado em 16/Mar/2013 às 22:35

    a rede globo ta atirando para todos os lados.credibilidade zero é lamentavel.

  15. Leonardo Postado em 17/Mar/2013 às 04:42

    A Globo mostra vinhetas de várias religiões para demostrar uma falsa democracia religiosa, quando na verdade impõe o Catolicismo goela a baixo das pessoas e transmite a Santa Missa com o Padre Marcelo, o mesmo Padre que celebrou o casamento do ex presidiário e traficante de armas Belo! Santa hipocrisia!!!! Agora a cobertura completa do conclave no Fantástico.

  16. Paolo Postado em 18/Mar/2013 às 06:58

    de vez em quando vocês exageram. falar sobre um novo papa é utilidade pública. sou ateu assumido, mas temos que olhar além do nosso umbigo. a maior parte da população é católica, então por que ofuscar o momento? acho que é possível ser crítico da mídia sem ser chato, falta utilizar um pouco de bom senso.

  17. Henrique Postado em 18/Mar/2013 às 08:34

    ENQUANTO ISSO A LAVAGEM CEREBRAL DA GLOBO CONTINUA - E OS AMESTRADOS A SEGUEM Em uma aula, em uma faculdade, de história da música, sobre como a reforma de Lutero influenciou na música: “Nas escrituras a gente sabe, aqui dentro dos padrões da igreja, desde pelo menos o final do século XIII, bem determinado, discutido por pessoas dentro da igreja que as escrituras têm 4 significados: - significado literal histórico, - significado moral, - significado alegórico e - significado espiritual. A gente sabe disso e dentro desses significados, desses sentidos de um texto sagrado a igreja e as pessoas que sabem disso, argumentam da seguinte maneira: - se o acesso for direto e as PESSOAS PUDEREM FAZER A SUA INTERPRETAÇÃO, a única interpretação que lhe será possível é a interpretação literal. É a 1ª interpretação que todo mundo tem e é a que vai predominar. As outras, moral, alegórica e espiritual não serão possíveis pelo menos imediatamente possíveis. É verdade, mas com o tempo as outras pessoas vão construir as outras interpretações. …” - SERÁ QUE ESSAS OUTRAS INTERPRETAÇÕES SÃO IMPORTANTES PARA IGREJAS, PASTORES, ETC.? - SERÁ QUE HOJE, NO SÉCULO XXI, DESDE O COMEÇO DO SÉCULO XVI, ESSAS OUTRAS INTERPRETAÇÕES NA MAIORIA DAS IGREJAS SÃO CORRENTES? - AS PESSOAS ENTENDEM AS INTERPRETAÇÕES MORAL, ALEGÓRICA E ESPIRITUAL DE CADA TRECHO DENTRO DE UM TEXTO SAGRADO QUE ELES LÊEM, SERÁ QUE ISSO É VERDADE ? - ONDE ISSO VAI DAR? - SERÁ QUE NÃO DEVERIA SER DADO ACESSO DIRETO E OBJETIVO PARA AS PESSOAS? - ATÉ QUANDO A ALIENAÇÃO PRODUZIDA POR VÁRIOS TIPOS DE ANTICLERICAIS, CONTINUARÁ A DESTRUIR A CIVILIDADE E A HUMANIDADE? - POR QUE AINDA HOJE A IGREJA ‘SE FAZ DE CEGA’ PARA COM O QUE ELA FOI NO PASSADO E PARA COM O QUE ACONTECE HOJE COM OS SEUS “PASTORES”(?)? - POR QUE A MÍDIA PROTEGE TUDO ISSO?

  18. Rodrigo Postado em 18/Mar/2013 às 08:47

    "Um jornalista o acusou..." E comprovou? Talvez fosse melhor ir com mais calma, aguardando a comprovação ou não das acusações para, então, evitado o prejulgamento, sermos verdadeiramente justos. Afinal: "Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida" Mas, postando um texto que vi na internet, façamos um exercício de raciocínio, pensando: "E se eu fosse usar a lógica de alguns 'esquerdistas'?" "Aprendi com meus professores marxistas, na década de 80, que não podemos apenas descobrir e investigar O QUE se diz, mas QUEM DIZ. Investigar o autor da afirmação - ou, nos casos hodiernos, das acusações. E como acusam hoje em dia! QUEM diz, COMO diz, POR QUE diz, PARA QUE diz, PARA QUEM. Apoiado por quem. *** Muito bem. Horacio Verbitsky, a "fonte" do jornalismo tupiniquim para as acusações ao atual papa (de "ligações com a ditadura argentina"), pertenceu ao movimento guerrilheiro MONTONERO (1970-1979). Pertencia à sua Inteligência (para coordenar assaltos e sequestros). Os montoneros defendiam um "Socialismo nacional" (a similitude com o nacional-socialismo não é acidental, pois os extremos se tocam, já ensinou a filósofa Hannah Arendt). Diziam que eram os continuadores naturais do Peronismo. Após alguns assassinatos políticos levados a cabo pelo movimento, Perón gradativamente se afastou dos montoneros. Horacio é atualmente acusado por outro colega (jornalista) de ter desviado 60 milhões de um sequestro de seu grupo para Cuba (quando os montoneros sequestraram dois milionários argentinos). Horacio acusou o papa sem qualquer prova documental. E o povo "inteliquitual" aceita e repassa acusações sem qualquer pesquisa mínima dos interesses do acusador. Parece que vivemos um novo tempo inquisitorial. Midiático. Sempre foi assim, mas agora conta com o apoio de "intelequituais"." E a nova mídia, que é bom...

  19. Paulo Postado em 19/Mar/2013 às 10:02

    Pelo amor de Deus, que bobagem... querendo ou não é uma pessoa que chama a atenção do mundo, e até pra quem é de religiões do oriente médio tem interesse sobre o Papa. Vocês querem simplesmente tirar a importância disso, mesmo tendo. Não é questão de aceitar ou não, é um fato. Que matéria idiota...

  20. luciano Postado em 19/Mar/2013 às 21:44

    ja pensou se tivesse elegido um papa brasileiro,a globo ia entrar em parafuso com tanta reportagem sobre o caso.sei que ia ser um caso inedito e tudo mais, concordo com a opiniao de paolo, mais acho que a rede globo exagera e muito.mais ai eu me pergunto,porque sera que a rede globo agi assim?será que ela acha que agindo assim ela vai para o crescimento evangelico?rede globo caia na real e aceite os novos tempos, é para seu propio bem.

  21. ze Postado em 26/Mar/2013 às 07:47

    Não entendo. Se a Globo é uma empresa judaica e o sonho dos judeus é destruir a Católica (através da Maçonaria e qualquer artifício possível), fico sem ainda decifrar este enigma final: por que promover tanto a Igreja aqui no Brasil? Será que os católicos são menos piores que os evangélicos? Os judeus fizeram uma aposta sobre os papáveis preferidos para tendenciar a decisão da tal Cúria, entretanto, tivemos uma grande surpresa. Estou aguardando os próximos passos para entender o que está acontecendo nos bastidores da mídia.

  22. Reginaldo Postado em 11/Apr/2013 às 10:43

    já faz um bom tempo que não assinto a GLOBO ! as ultimas vezes que vi percebi que estava perdendo meu tempo com trollagens !

  23. maroka Postado em 15/Apr/2013 às 20:02

    Sou evangélica, mas percebo que evangélico na globo não tem vez, isso significa que os evangélicos tem que tomar vergonha na cara e não assistir a globo, pois eles não precisam de nós. Olhem se no domingão do faustão tem evangélicos,olhem se em xuxa tem evangélicos, olhem se em Ana Maria Braga tem evangélicos, pensem evangélicos sobre isso e reflita. Quando o papa foi empossado os jornais foram ocupados com essas noticias, outra coisa , eles não gostam de pobres, quando resolve dar um prêmio é sempre para os ricos, sendo que a população brasileira a maioria é pobre.

  24. joao manoel nunes Postado em 26/Jul/2013 às 20:59

    Todo pronunciamento de autoridade catolica deveria começar com um pedido de perdao pelos incontaveis crimes, genocidios, e atrocidades, cometidas pela Igreja ]catolica ao longos dos seculos. Nem Hitler, nem ]gensis Khan cometeram tantos crimes quanto ela. A Globo como sempre deonstra nao ter um departamento de jornalismo e sim um departamento de baba ovo e de panipulaçao da opiniao publica. Vendidos é sinonimo de /rede Globo