Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Religião 16/Jan/2013 às 15:16
24
Comentários

Pastores pentecostais ganham mais que professores universitários

Pastores experientes são mais bem remunerados que professores universitários e defensores públicos federais em início de carreira, cujo salário é de R$ 14.549,23, e que delegados da Polícia Federal

Pastores das grandes igrejas pentecostais estão entre os profissionais mais bem pagos do país, embora não haja a exigência de que tenham curso superior. Em início de carreira eles ganham R$ 4.000 por mês e conseguem promoções rápidas, chegando a R$ 22 mil.

dinheiro pastor evangélico

Pastor não precisa ter curso superior e ganha mais que professor universitário.

Essas informações são de Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, que é o único líder de mega-igreja pentecostal (ou neopentecostal) que revela quanto paga a seus pastores. Por isso suas informações servem como referências desse concorrido mercado de profissionais. Malafaia disse que também garante aos pastores casa e colégio dos filhos, o que eleva o valor real do salário.

Assim, os pastores pentecostais ganham muito mais do que a média de R$ 2.000 paga, por exemplo, aos professores do ensino médio público do Estado de São Paulo.

De acordo com dados de novembro de 2012 do IBGE, os trabalhadores da iniciativa privada ganham em média R$ 1587,05 e os do setor público, R$ 3.068,16. Os pastores praticamente obtêm a soma dessas duas médias.

Os pastores mais experientes ganham mais até em relação aos professores titulares (topo da carreira) das três universidades paulistas, cuja média salarial é de R$ 11.000. Para obter um salário de R$ 22.000, um professor tem de contar com o benefício dos quinquênios, ao longo de 20 anos de trabalho.

Leia também

Os pastores começam ganhando tanto quanto os policiais civis em início de carreira em São Paulo, Bahia, Rio, Espírito Santo, Minas Gerais e Pará, que são os Estados que realizarão este ano concurso para investigador, entre os profissionais da segurança publica.

Pastores experientes são mais bem remunerados que defensores públicos federais em início de carreira, cujo salário é de R$ 14.549,23, e que delegados da Polícia Federal, os quais começam ganhando de R$ 7.514,33 a R$ 13.368,23. Também haverá este ano concurso para essas duas profissões, que estão entre as mais almejadas por causa da boa remuneração.

Malafaia disse não haver falta de candidatos a pastor, mas os qualificados são escassos. E ele precisa de muitos, porque tem planos de abrir nos próximos 10 anos mil templos em todo o Brasil. Em dezembro de 2012, Malafaia investiu R$ 4 milhões na quarta edição da Escola de Líderes da Associação Vitória em Cristo, em Águas de Lindoia (SP).

Outras denominações dão cursos a seus futuros pastores, em uma iniciativa que começou com a Igreja Universal.

A Mundial não investe em treinamento porque prefere se abastecer de pastores de outras igrejas, principalmente da Universal e da Internacional da Graça de Deus, pagando melhores salários, além de plano de saúde e aluguel de casa. Em alguns casos, Valdemiro Santiago, o chefe, concede também de 8% a 10% da arrecadação que o pastor obtiver dos fiéis.

A disputa pelos melhores pastores é tanta, que Malafaia, nos cursos, tem ressaltado que os futuros pastores devem fidelidade à Vitória em Cristo. Há também o temor de que os mais ambiciosos abram o seu “próprio negócio”, suas igrejas.

O repórter João Batista Jr, de Veja São Paulo, com base no curso da Vitória em Cristo e no que outras denominações têm feito, anotou três “mandamentos para faturar e conquistar fiéis”, os quais seguem.

1 – Inovar nas ofertas. Pedir dinheiro para construção de templos, oferecer fronhas e toalhas ungidas, etc.

2 – Caprichar na pregação. Prender a atenção dos fiéis com clichês como “Não deixar o cavalo morrer na batalha” e “A fofoca é capaz de destruir as bases sociais”. Fechar os olhos durante a pregação também é recomendável.

3 – Ter dons artísticos. Leva vantagem o pastor que souber cantar e pular, como se o púlpito fosse o palco de um espetáculo circense. Saber gesticular é fundamental, como abrir os braços igual a um profeta.

Paulopes

Recomendados para você

Comentários

  1. Roberto Postado em 16/Jan/2013 às 18:43

    Realmente um absurdo. Temos que estabelecer um teto salário máximo já, somente através de mecanismos, como este, de impedimento de concentração astronomica de renda que poderemos impedir a desigualdade social.

  2. Rodolpho Victor Postado em 16/Jan/2013 às 18:52

    Vergonha

  3. Larissa Postado em 16/Jan/2013 às 19:11

    Professor universitário tem que passar pela graduação, pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado), contabilizando um período de pelo menos 10 anos de estudo, sem contar o ensino básico e médio. Digo isso, pois existem pastores pentecostais que nem sequer possuem ensino médio completo. Eu já presenciei essa realidade, quando fui escrava do sistema religioso. Os cães gulosos dos templos religiosos só sabem pedir dinheiro. Quanto mais cultos, maior a frequência de visitantes e circulação de membros, melhor será a arrecadação. Já vi membros de igreja a pedir dinheiro em sinal de trânsito ou a vender melzinho, para arrecadarem dinheiro para a "obra", enquanto os pastores a viajarem de avião, com planos de saúde e carro zero. É ultrajante tudo isso. Minha crença no Criador não acabou e nunca acabará, porém não serei mais conivente com essa palhaçada circense do sistema religioso no Brasil.

  4. Elivander Postado em 16/Jan/2013 às 20:13

    Nada de mal teria se ganhassem essa quantidade toda de "remuneração" e de fato estivessem embuidos na ajuda ao próximo, mas sabemos que não é isso que acontece...

  5. Sergio Postado em 16/Jan/2013 às 20:31

    Bagunça generalizada!!!

  6. Anon Postado em 16/Jan/2013 às 21:25

    quem planta dízimos colhe fortunas quem não gosta de uma arvore de dinheiro mas tem tem que (P)regar as 3ª 5ª sáb e dom, se não elas não crescem, da trabalho viu! e não vem com esse papo vegetariano, por que você come planta.

  7. Profeta Postado em 17/Jan/2013 às 12:48

    Esses estão no time que tem passagem certa pro inferno.

  8. Suellen Postado em 17/Jan/2013 às 16:21

    qualquer profissão ganha mais que a de professor do brasil. Vcs criticam os pastores, vai ser um então pra ver se é fácil, pimenta nos olhos dos outros é refresco né. Vcs já falaram de Deus pra alguém hoje????

  9. Larissa Postado em 17/Jan/2013 às 20:51

    Suellen, mais uma analfabeta funcional que não soube entender que no texto está escrito "professor universitário". Lhe falta conhecimento e discernimento por achar que os cães gulosos assedas do $ila$ Malafaia sofrem por ter que fazer um teatro em cima de um púlpito e ganhar mais que doutores neste país. Vai ver que nossa colega Suellen nem sequer sabe o que é trabalho ou passar 8 horas por dia com a cara nos livros para ter uma vida digna neste país de injustiças!

  10. Martha Postado em 22/Jan/2013 às 14:04

    O que acontece é um desequilíbrio entre os dois lados. Os professores principalmente universitários são mal remunerados, uma vez que se dedicam na construção do conhecimento por vários anos e por outro lado os pastores tem salários acima da média mesmo sem faculdade. Isto é um fato que comprova que o evangelho se transformou em um produto do capitalismo. Não há problemas com a fé, ela é fundamental para todo o ser humano mas outra coisa é transformar esta fé como fonte comercial.

  11. Rik Daniel Postado em 23/Jan/2013 às 16:48

    Alguns pontos importantes. Passei 6 anos na igreja, ouvia quase que todos os dias o pastor dizer que nós não deveríamos nos misturar com o mundo, pois as coisas do mundo são pecaminosas, afastam os cristãos do caminho de Deus, do caminho da santidade, agora, eu lhe pergunto. Se jesus veio e pregou para os pobres e só pediu fé e amor em troca, por que esses pastores querem ganhar cada dia mais? Onde está a humildade e o Amor ao próximo que jesus pregava sem cobrar um tostão? Quer coisa mais mundana que o dinheiro? E a ganância pelo mesmo trás, trouxe e trará? Tem alguma coisa errada...

  12. Rubens Brito Postado em 08/Feb/2013 às 13:16

    Qual o salario do politico que rouba o Povo? qual o nivel de cultura tem eles? entre eles o 'culto e renomado' sr, Tiririca.

  13. KETDENEUVE Postado em 08/Feb/2013 às 22:29

    SE A REVISTA VEJA NAO GOZA DE PPRESTIGIO NEM ENTRE A MIDIA MAIS LUCIDA, POR QUE NO CASO DA MATERIA FEITA SOBRE OS PASTORES EVANGELICOS, ELA É TIDA E OUVIDA COMO A DEFINITIVA PALAVRA QUE RELATA E DEDUZ ME PERDOEM UM MONTE DE COGITAÇÕES INVERIDICAS? QUER DIZER QUE OS PASTORES EVANGELICOS CONTINUAM A SER O JUDAS A SER BETIDO AE ABATIDO DA HORA. LAMENTO TUDO O QUE LO, NAO APENAS PQ SOU EVANGELICA, MAS TB Q CONHECENDO OS REFERIDOS PASTORES E SUAS IGREJAS SEI QUE TUDO O QUE FOI DITO É UM ABSURDO QUE SO ATRAI ABOMINAÇÃO PARA OS FARISEUS QUE SE APRESSAM EM JULGAR E CONDENAR. OLHEM PRIMEIRO PARA DENTRO DE VOCES MESMOS, COM CORAGEM.

  14. samuel Postado em 16/Feb/2013 às 15:54

    vergonha é o governo federa,estadual e municipal não reconhecer o valor de um profissional como os professores e não dar a eles um salario justo . As igrejas formam inúmeros profissionais , como músicos , cantores , e não só pastores , tiram pessoas das ruas e os transformam e cidadãos honrados sem ajuda do estado onde nós elegemos pessoas para administra los e todo dia vemos eles envolvidos em corrupção roubam o dinheiro publico e nada acontece isso sim e vergonhoso.

  15. eduardo elias cuccatto Postado em 20/Feb/2013 às 11:45

    sou pr.e não ganho 7,000 e não tenho convenio ja faz 5 anos,e a cada dia aprendo mais de DEUS comecei ganhando 200 depois 500, 700,900,e hoje ganho 1300,mais 550,de aluguel não prego a palavra por dinheiro,porque se assim foce eu não estaria mais pregando prego porque tenho um chamado,ninguem escolhe ser pastor quem fiser esta escolha não suportara as provações tem que ser por amo em jesus cristo

  16. Abdo Souza Postado em 26/Feb/2013 às 07:25

    Uma pequena correção, não se tratam de pastores, mas sim estelionatarios. O salário real de pastores gira em torno de R$ 0,00 e R$ 4.000,00, dependendo da necessidade. Verdadeiros pastores não entram no "negócio" da religiosidade, mas vivem sinceramente a religião que tem. Existe diferença, só cego não vê.

  17. Amélia Postado em 12/Mar/2013 às 22:45

    Um país de baixo índice de ensino superior só poderia dar nisso mesmo... Não me impressiona que tanta gente babaca ainda paga essa merda e ainda acredita que são para obras de igreja.

  18. Pr. Souza Postado em 15/Mar/2013 às 13:50

    Sou pastor,não ganho sete mil, meu filho estuda em escola pública, e faço a obra do Senhor por prazer, não por dinheiro. Detalhe, faço faculdade, tenho cursos, eu estudei, e continuo estudando, não fico 8, 12 horas na igreja, e sim muito mais tempo, orando, dando conselhos, acordo as 4 da manhã, e volto a falar, tudo com prazer.

  19. Ariana Postado em 16/Mar/2013 às 08:15

    Manipuladores,escribas e fariseus hipócritas

  20. antonio ferreira filho Postado em 21/Mar/2013 às 08:13

    Existem pastores e pastores.Nao se pode colocar todos no mesmo lugar.Existem aqueles que realmente exercem seu ministerio com amor,fidelidade e dedicaçao.Existem aqueles que tambem sao mercenarios,aproveitadores e oportunistas.Todavia,nao se pode julgar ou condenar toda a Igreja evangelica ou seus pastores,por causa dos traidores e oportunistas que há em seu meio.Creio no entanto que se uma Igreja ou um líder treina seus pregadores e oferece-lhes cursos de capacitaçao,e se estes cumprem as metas estabelecidas,nao se pode chama-los de traidores ou oportunistas.O Pr Malafaia é um lider muito polemico e controvertido,mais tem uma qualidade que poucos lideres evangelicos tem.Nao é um camaleao,fala abertamente de suas convicçoes,mesmo que isto o prejudique.Posso nao concordar com tudo o que ele fala,mais ele fala realmente o que pensa.Nao usa de meios termos.Evidentemente que em um mundo que muda constantemente,isto pode lhe trazer serios problemas.Mais cada pessoa cumpre a missao que lhe foi designada pela hierarquia espiritual que dirige este planeta.Com certeza,Silas Malafaya está cumprindo a sua

  21. rodrigo Postado em 26/Mar/2013 às 21:44

    E existe o pastor alemão, o único em quem confiaria.

  22. Mário B Matos Postado em 10/Apr/2013 às 22:24

    Ser professor é estudar como se nunca fosse aprender, morrer de fome, sono, "stress", ser acometidos a regras por diretores e coordenadores que sabem bem menos o que estudaram bem menos. Tem que ser educado, entender a psicologia infantil e geral, tem aprender às vezes ser mãe, pai, médico... Muitas vezes andar de moto por estradas esburacadas ou, se estiver chovendo, enfrentar a lama, o temporal, tem que se qualificar para formar cidadãos honrados, críticos, capazes. Um pastor nos dias atuais só precisa aprender ser engraçado, polêmico, cara de pau, pidão e mentiroso. As igrejas estão cheias de bons atores, como eles sabem representar, como eles sabem mentir e como isso funciona bem em nosso País. Ás vezes pensamos que fomos à escola e aprendemos errado, pois ser responsável, ser honesto, ser digno não tem valor. Um professor ganha hoje menos que um pedreiro que não precisa de muita instrução para construir.... Se perguntarmos numa sala de aula de ensino médio: Quem quer ser professor? 1 por cento ou talvez nenhum levanta o braço para dizer sim. Vivemos num mundo capitalista, onde vale mais quem tem mais e não quem tem estudo ou conhecimento... Ser professor. Que missão honrada, poder partilhar o conhecimento, dividir o saber, poder se sentir feliz com um salário digno de um trabalho honesto e não ter argumentos para convencer os alunos que no Brasil nenhum profissional ganha tão pouco quanto o professor, não ter argumento para dizer que as igrejas hoje são sem dúvida os melhores comércios. Igrejas cheias pastores cada vez mais ricos... Alô pastor Silas Malafaia! Aonde posso me inscrever, cansei de dar aulas, quero vender palavras de fé, de otimismo, de enriquecimento, não quero mais ser professor, quero ser pastor. Como diz Gilberto Gil na canção " Procissão" Eu também estou do lado de Jesus, eu também sou filho de Deus e se Deus está ajudando os fiéis eu tambem estou aqui para ser ajudado.

  23. Mauricio Postado em 12/Apr/2013 às 09:43

    Na verdade quem tem q opinar no salario dos pastores , sao os fieis q pagam os mesmos, e não vcs q nao tiram um centavo do bolso pra tal. Agora quanto ao salario dos professores , vcs devem cobrar do governo q vcs mesmo elegeram. Um povo que elege safados bandidos sao cumplices e nao eleitores.

  24. Daniel Postado em 16/Apr/2013 às 01:59

    realmente existem pastores que ganham muito mais do que deveriam, mas estes correspondem a apenas uma parte da classe. Grande parte dos pastores não ganham esta fortuna toda; alguns inclusive enfrentam dificuldades financeiras para levar a palavra de Deus ao mundo, pois acreditam sim que ela pode transformar. Em todos os segmentos da sociedade existem profissionais que são mais bem remunerados que os outros, isto não é exclusividade da igreja!