Luis Soares
Colunista
Compartilhar
América Latina 04/Jan/2013 às 12:32
5
Comentários

Hugo Chávez tem "severa infecção pulmonar"

Chávez apresenta insuficiência respiratória, informa governo venezuelano. Quadro é decorrente de “severa infecção pulmonar” surgida após a cirurgia de 11 de dezembro

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, sofre insuficiência respiratória como consequência de uma “severa infecção pulmonar” após a operação à qual foi submetido em 11 de dezembro em Havana, informou na noite desta quinta-feira (03/01) o governo venezuelano.

chavez câncer cuba venezuela

Presidente venezuelano Hugo Chávez apresenta quadro de insuficiência respiratória

“Após a delicada cirurgia de 11 de dezembro, o comandante Chávez enfrentou complicações como consequência de uma severa infecção pulmonar”, indicou o ministro de Comunicação do país, Ernesto Villegas, em uma cadeia de rádio e televisão. “Esta infecção derivou em uma insuficiência respiratória que requer do comandante Chávez um estrito cumprimento do tratamento médico”, acrescentou.

Villegas reiterou a confiança do governo na equipe médica que atende Chávez, “que deu acompanhamento permanente à evolução clínica do paciente e agiu com a mais absoluta rigorosidade perante cada uma das dificuldades apresentadas”, disse.

Além disso, denunciou a “guerra psicológica que a mídia transnacional suscitou ao redor da saúde do chefe do Estado com o fim de desestabilizar” a Venezuela e desconhecer a vontade popular expressada nas eleições de 7 de outubro, vencidas por Chávez.

Maduro

Mais cedo, o vice-presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou que a única transição possível no país é “ao socialismo”. Maduro também abordou a tentativa do governo do país de entrar em contato com os Estados Unidos após a reeleição de Chávez, em outubro. O vice-presidente lamentou a existência de uma campanha para relacionar esse fato com a doença do presidente.

Leia também

“Nos últimos dias vimos que houve uma tentativa de manipular um evento que simplesmente foi desenvolvido com a autorização do presidente da República nos últimos dias de novembro, princípio de dezembro, e tem a ver com a relação com o governo dos EUA”, disse Maduro em um ato público em Caracas.

Vários veículos da imprensa, entre eles o El Nuevo Herald, de Miami, assinalaram que Maduro manteve contatos com a secretária de Estado dos EUA para a América Latina, Roberta Jacobson, com o objetivo de restaurar os embaixadores e normalizar os laços diplomáticos.

A porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Victoria Nuland, não confirmou nesta quinta-feira esse contato, mas assinalou que o Departamento de Estado “conversa com venezuelanos de todo o espectro político, como fazemos nos países de todo o mundo”.

As tensões entre os dois países ocorrem há pelo menos uma década. Em 2002, quando um golpe de Estado tentou derrubar Chávez, o presidente venezuelano acusou os EUA de estarem por trás. Medidas concretas vieram em 2008, quando Caracas expulsou o embaixador Patrick Duddy, sob a acusação de que o diplomata estaria participando de uma conspiração contra o governo chavista.

Em retaliação, Washington expulsou o embaixador venezuelano Bernardo Álvarez Herrera, que chegou a ser reaceito no posto pelo governo norte-americano, mas depois teve o visto revogado em 2010, quando a Venezuela rejeitou a nomeação de Larry Palmer para o posto em Caracas. Os dois países, porém, mantêm suas respectivas embaixadas, lideradas por encarregados de negócios.

Agências Internacionais e Opera Mundi

Recomendados para você

Comentários

  1. João Postado em 04/Jan/2013 às 16:37

    Vai tarde!

  2. Ismael Postado em 04/Jan/2013 às 17:44

    Sempre existe um porco fascista, um ignorante da história do continente, um acecla do pensamento único conservador, um leitor e absorvedor de excrementos da latrina Veja/Globo e congêneres, um fã do PIG, um doente político, um desequilibrado incapaz de demonstrar respeito por quem está adoentado simplesmente porque não pensa como ele e sequer lhe conhece - como fizeram quando Lula teve câncer! Esses tipos rasteiros de seres humanos geralmente ocupam a escória do pensamento (não são intelectuais sérios): são racistas, não gostam de pobres, não gostam de negros (contra as cotas), não gostam de índios, criticam a democracia (para os pobres) e ao contrário de verdadeiros conservadores do passado, são incapazes de demonstrar qualquer respeito com quem pensa e age diferente de seus tipos preferidos em matéria de política. São joões inbecis, cruéis e ressentidos, verdadeiros poços de mágoa incompreensível porque o presidente Chávez sequer exerce qualquer função política no Brasil.

  3. João Postado em 05/Jan/2013 às 11:43

    /\ -HUhuahahuaUHAUHAuhauhAHUauhauhUHUAH Quer um hipoglós pra passar nesse bumbum machucado, quer?

  4. Jose Silva Postado em 05/Jan/2013 às 18:17

    nossa Ismael, aprende escrever por favor. Será que a Venezuela vê alguma luz no fim do túnel ou o Maduro é tão ruim quanto o Chavez?

  5. celso Postado em 05/Jan/2013 às 20:33

    Esses idiotas que são capaz de assassinar Jesus Cristo caso volte com os mesmos metodo de luta pelo pobres que são explorados por esses assassinos que torcem pra que os projetos implantados por esses lider como os Irmãos Castros e porque Não Chaves torço por ti que sua recuperaçao seje breve.